1. Spirit Fanfics >
  2. A mentora >
  3. Novo começo

História A mentora - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Está é minha primeira fic, espero que gostem e já de ante mão aviso que para entender bem essa história vocês precisam estar de coração aberto para novas possibilidades. Vocês vão perceber com o decorrer do tempo é um clichê mas muito além do que já viram... agora vamos lá, Milenas e Milenos. E quero a agradecer a @m.jyoup por essa capa maravilhosa. Se precisarem de capas, trailer ou edites este é o insta dela... sigam ela lá

Capítulo 1 - Novo começo


Fanfic / Fanfiction A mentora - Capítulo 1 - Novo começo

Rapidamente abro os olhos quando ouço o primeiro toque do despertador do meu celular, olho para a tela do aparelho já sabendo a hora exata que o mesmo mostraria, 4:30 da manhã respiro fundo sorrio e pulo da cama indo direto para o banheiro minúsculo, ouço os chinelos da minha mãe arastando pelo corredor até pararem em frente à porta do meu quarto. 

  — Milena, quatro e meia já, levanta se não vai perder o vôo e daqui pro aeroporto é longe.

  — Já levantei mãe, vou tomar banho.

  — Vê se não tá esquecendo de nada, tu é toda lesada. Vou fazer o café.

   — Okay, não estou esquecendo nada, organizei minha mala ontem a noite.

   — Tá bom.

Fico encarando o meu reflexo no pequeno espelho do banheiro incrédula de que daqui a algumas horas eu estarei entrando em um avião com destino a Coreia do Sul, ainda é tudo muito surreal pra mim, até uns três meses atrás eu estava desesperada por um emprego que ao menos me permisse pagar o aluguel da pequena casa em que moro com minha e meu irmão mais velho. Aos meus 22 anos, não tinha muitas opções depois que concluí o ensino médio, pretendia fazer faculdade de administração mas infelizmente minha situação financeira não me permitia sonhar tão alto assim E sim eu poderia tentar ingressar em uma faculdade pública, sempre tive ótimas notas e isso não seria um problema se eu não tivesse que fazer bicos de faxineira, babá ou garçonete algumas vezes. Com esses trabalhos eu ajudava em pequenas despesas em casa mas tomava muito do meu tempo e não conseguia estudar e consequentemente eu não conseguiria pontuação necessária para passar em um vestibular. Sorrio pra mim mesma pensando em como a minha vida mudaria, eu estava indo para um país totalmente diferente, com uma cultura mais diferente ainda, iria fazer a faculdade dos meus sonhos e de quebra receberia um bom salário em um emprego que particularmente adorava, fui contrada para ser babá de um garotinho de um ano de idade, seu nome era Jeon Pedro Hyun, conheci sua mãe quando a mesma contratou os meus serviços por meio de um site de babás em que eu anunciava. Era julho e Fortaleza estava cheia de turistas, a Sr: Carla, uma brasileira de 39 anos casada com um coreano, veio ao Brasil com o esposo e o pequeno baby e precisava de ajuda com o pequeno para que assim pudesse curtir as férias, então eu cuidei do Pedro durante todo o mês, me apeguei muito ao Pequeno e ele a mim, a Sr: Carla pediu meu contato caso eles voltassem ao Brasil no ano seguinte eu concordei e passei meu telefone e e-mail, durante um mês nós trocamos mensagens porque o Pedrinho sentia minha falta e eu a dele, Carla me disse que queria que o garotinho aprendesse a falar português porque mesmo ele tendo nascido na Coreia ela gostaria que o filho aprendesse a língua do seu país, um certo dia ela me perguntou se eu já havia conseguido um emprego fixo eu disse que não e foi aí que ela me fez a seguinte proposta: me mudar para a Coreia e cuidar do Pedrinho, eu não seria só uma babá para o garoto mas teria que ensiná-lo a cultura brasileira, ensiná-lo falar português fluente em fim ensiná-lo a ser um brasileiro. Na hora eu pensei "mas como vou fazer isso" "por que eu?" Então ela me explicou que de todas as babás que o filho tivera com nenhuma ele se dera tão bem e que era difícil encontrar uma brasileira que falasse fluentemente inglês e coreano, me disse que confiava em mim para educar o filho então aceitei o emprego. O Sr: Jeon se ofereceu para pagar minha faculdade, resultado de tudo? Aqui estou eu, depois de tudo acertado viajo hoje para a Coreia.

Se eu estou com medo? Morrendo de medo, mas quem não estaria? Nunca viajei para fora do país, nunca tive tantas responsabilidades assim mas confesso que estou muito animada porque finalmente vou poder ajudar minha família, vou poder ter a chance de vencer na vida, até porque é como já falei para minha mãe, se der tudo certo ótimo, se não der, tudo bem  ao menos vou poder dizer que tentei e terei boas histórias para contar aos meus amados sobrinhos.

  — Milena o café tá pronto, já tomou banho? São cinco e dez já.

  — Já? Meu Deus as horas estão voando – respondo indo em direção a cozinha – Amanda ainda não chegou ?

  — Ela mandou mensagem disse que já tá descendo... ela vai com tigo pro aeroporto?

   — Sim, ela o George e a Sam. Eu queria que a senhora fosse também. 

  — Vou trabalhar daqui a pouco minha filha, mas vá com Deus amo vocêe já sabe não é?

  — Sei, qualquer coisa é só voltar.

 — Muito bem... te amo minha filha.

 — Amo a senhora mãe.

Minha irmã chega derrepente e nos abraça enquanto segura a Samantha no colo, logo depois vem o George. Fecho os meus olhos e ignoro a lágrima que escorrega lentamente pela minha face.

  — Não chora não mana, se não quiser ir, se quiser desistir ainda tem tempo.

  — Amanda...

 — O quê? Só estou dizendo que ... Eu e os teus sobrinhos vamo sentir saudades. – Ela sai do nosso abraço em família e acende um cigarro, tentando não chorar. – Mas eu sei que é teu sonho, então vai lá, a gente vai ficar aqui torcendo por ti ... quer um cigarro?

  — Haha quero eobrigada, também vou pensar em vocês, todos os dias.

Fumamos nossos cigarros e depois pedimos o uber. Me despeço do meu irmão e da minha mãe, entro no carro com a Amanda e meus sobrinhos, depois de uma hora dentro do carro chegamos no aeroporto, olho para a tela do celular 6:15 meu vôo saí as sete e meia o que me dá tempo para ficar um pouco mais com minha irmã e meus amores. Amanda enche os olhos de lágrimas e sorri pra mim quando uma voz no alto falante anuncia o meu vôo.

  — É agora mana, vai lá – Ela finalmente deixa as lágrimas caírem dos seu lindos e enormes olhos castanhos, me abraça com força e quando eu retribuo ao abraço dela ela desaba em pranto, sinto o corpo dela se movendo a cada soluço causado pelo choro descontrolado, coloco a cabeça dela no meu ombro e sinto as lágrimas molharem minha jaqueta, então choro junto com ela – Tá bom bixa, vamo parar porque tá todo mundo olhando pra gente.

Ela sorri com o próprio comentário, nós nos afastamos e eu beijo a Sam que estava no seus braços e depois o George.

  — Amo muito vocês.

  — Agente também te ama muito... E mana?

 — Oi?

 — Vê se desencalha por lá, os teus sobrinhos querem priminhos. – Eu reviro os olhos e faço minha cara de irônica que ela ama. – Eu estou falando sério, arranja um coreano bonitão.

  — Hahaha xau Amanda.

Entro no avião e espero a decolagem, meu Deus isso é real, eu estou indo para a Coréia do Sul... O que será que me aguarda por lá? Só espero conseguir suportar a saudade da minha família, vou sentir tanta falta deles. Sinto vontade de chorar mas respiro fundo e falo pra mim mesma:

  — Okay Milena, agora é hora de ser forte, lembre-se de que é por eles que você está fazendo isso. Você consegue.

 

 


Notas Finais


Este primeiro capítulo é para que conheçam a Milena e para que entendam como ela foi parar na vida do nosso querido Jk. Como disse antes está é minha primeira fic, e eu quero contar essa história com calma e muito carinho, então pesso que sejam pacientes e se permitam se prender nesta história


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...