História The Same Girl (J-Hope Suga Rosé) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde, sweeties!
Eu sempre me emociono com os comentários... Sou uma manteiga derretida mesmo T-T
Espero que gostem do capítulo e aproveitem essa maravilhosa tarde de férias!
Boa leitura! (ou seria bom HOT? Sei não hein!!)

*Contém trechos da música Teenage Dream da Katy Perry

Capítulo 5 - I'm Your Teenage Dream - PARTE I


Fanfic / Fanfiction The Same Girl (J-Hope Suga Rosé) - Capítulo 5 - I'm Your Teenage Dream - PARTE I

— Estou sóbria o suficiente e já gosto de você há tempo o suficiente… Inclusive, já tive sonhos bem picantes com você enquanto eu estava totalmente sóbria…

Ela não ia jogar limpo para convencê-lo a ser seu.

— Nesse caso, eu terei muito prazer em tornar seus sonhos uma realidade. — Não dava mais para resistir. Os argumentos dela eram bons o suficiente e ele estava absolutamente duro com a confissão dela.

Jennie se afasta um pouco de Suga com um sorriso triunfante no rosto e estende sua mão para que o mesmo a segure. Ele assim o faz.

Ela começa a correr pela grande sala da festa, trazendo-o junto. Ambos esbarram nas pessoas em seu caminho, rindo inconsequentemente do fato que atrapalhavam outras pessoas a dançar e de que estavam chamando bastante atenção. Rapidamente alcançando as escadas e subindo cada degrau sem saber se conseguiriam concretizar seus mais novos planos para esta noite.

Algumas garotas, percebendo aquilo, não pareciam nada felizes.

— Ela tinha que pegar logo ele? — dizia uma.

— Por que ela tem tudo o que quer? — indagava outra.

— Isso é tão injusto — reclamava uma terceira, que parecia estar prestes a chorar.

Min Yoongi era mais popular entre as garotas do que ele imaginava. Mal sabia ele que era o amor secreto de muitas das jovens da Universidade. Ele era desligado demais para notar esse tipo de coisa. E agora que ele havia sido visto de mãos dadas com Jennie, sua fama entre as garotas só iria aumentar.

Antes as garotas desejavam ele, mas tinham medo de se aproximar. Mas com Jennie havia sido diferente. Ele estava começando a ficar encantado por ela.

 

Os dois estavam procurando um quarto.

Tentavam abrir um primeiro, mas a porta estava trancada. Mas um barulho estrondoso fazia os dois rirem e Suga passar a supor que Namjoon estaria fazendo coisas nada puras com aquela garota até agora.

Eles seguem pelo corredor e tentam abrir uma nova porta.

 

Eles conseguem.

 

A cama era de casal e o ambiente era bastante sóbrio.

Era o quarto dos pais de Namjoon.

Mas nessa altura, quem se importa?

 

Meu coração para quando você olha para mim

Apenas um toque, baby, agora eu acredito que é real

Até o fim essa noite, sem arrependimentos, só amor

Nós podemos dançar até morrer, seremos jovens para sempre

 

Os dois não dizem nada, Jennie só o puxa para dentro do quarto. Já ele rapidamente a pega pela cintura e a prensa contra a porta, beijando-a vorazmente. A porta se fecha com o peso dos dois e os braços de Jennie já estavam em volta do seu pescoço.

Ele a sentia forçar o corpo contra o seu. As mãos dele a seguram com força, mas com a preocupação de não machucá-la. A língua dele invadia e viajava pela boca dela num ritmo perfeito.

O beijo cessa por um instante. O olhar deles se encontra, enquanto a respiração dele está longe de se normalizar.

Ela percebe o braço de Suga se mover, o mesmo trancava a porta ao girar a chave atrás dela.

Ela mordisca o lábio inferior e leva as mãos dela para o seu jeans apertado. Ela o desabotoa e desce-o um pouco, na altura de sua pélvis, para que ele veja sua primeira tatuagem.

Estava escrito em letras cursivas Lovely Jennie.

— Eu fiz ontem! O que você achou?

Aquela tatuagem a deixava ainda mais sexy e o sorriso de Suga se torna malicioso como a mesma queria.

— Eu achei linda… Quase tanto quanto você.

Ele diz, beijando abaixo do queixo dela e arrancando-lhe um suspiro. A prensava ainda mais contra a porta.

 

A ereção dele tocava em si.

 

Deixo você colocar as mãos no meu jeans apertado

Ser o seu sonho de adolescente essa noite

Apenas um toque, baby, agora eu acredito que é real

 

— Hmmm… Toda essa roupa já está me incomodando, Yoon…

Nisso, ela ergue os braços e ele pode retirar a blusinha dela, deixando-a com apenas um sutiã branco rendado.

 

Ela ficava sexy nele.

 

— Uau!! — exclama, surpreso.

— Comprei ele na esperança que você um dia o visse…

— Uma pena que terei que retirá-lo… — provoca Suga.

— Espera um pouco! — Jennie se desvencilha dele e anda pelo quarto. A garota começa a abrir as gavetas procurando algo. Só quando ela abre a gaveta de baixo, ela exclama. — Ah! Eu encontrei!

Ela vai até ele com algo em mãos e entrega para ele.

Era uma camisinha. Uma camisinha roubada dos pais do Namjoon.

Yoongi simplesmente guarda a camisinha no bolso. Sem aviso, ele a ergue em seus braços e a joga na cama. Logo, ele deita sobre ela e pega em sua mão para aproximá-la da cabeceira da cama, entrelaçando os seus dedos com os dela.

Ele sente Jennie segurar firme sua mão. Apesar de tudo, eles sabiam ser fofos também.

Mas era difícil se concentrar em ser fofo com ela, estando tão excitado. Assim, já se encontrava beijando o pescoço dela e movendo os seus quadris sobre a intimidade dela para que a mesma sentisse sua ereção. Alguns gemidos de prazer escapavam da boca de Jennie, apesar de suas fofas bochechas coradas.

Logo, ele faz um caminho de beijos até os seios dela, enquanto sua mão sobe pela barriguinha de Jennie. Arrepiava os poros da garota com facilidade.

Surpreso, ele percebe que o sutiã dela já estava aberto. Como ela tinha feito isso?

Ela descia o sutiã pelos seus ombros, hipnotizando-o com os seus seios não tão grandes, mas ainda muito jovens e redondinhos. Seus biquinhos eriçados. Uma imagem que destruía a sanidade de Suga.

— Eles são seus… — sussurra a garota.

Tentando não ir com muita sede ao pote, ele passava a língua por um biquinho e depois pelo outro e percebia que ela se deleitava com a sensação que a língua úmida dele despertava.

Eles estava doido para descobrir os seus segredos. Assim, arranhava sua pele com os dentes e depois chupava os seus biquinhos como um bebê esfomeado. Seu olhar captava o rosto dela que se contorcia em prazer.

 

Caralho, que gostosa você.

 

As roupas atrapalhavam cada vez mais. E ele queria muito se colocar dentro dela. Não havia mais nada em sua mente além de fodê-la forte aqui e agora. Mas ela parecia ter lido a sua mente.

— Me faz sua agora, Yoon… Por favor…

— Eu estou louco para foder você, minha Jennie… Eu te quero no meu pau hoje… — sorri, sacana.

— Eu bem sabia que você não era tímido…

— Já eu não sabia que você gostava de mim.

— Yoon… Vai logo… Não tô mais aguentando essa espera…

— Acho que ninguém aqui tá mais aguentando…


Notas Finais


E a parte dois? Estarei produzindo hoje e, se possível, posto hoje!
Fiquem sempre saudáveis and LOVE YOURSELF! ♥

Dessa outra fic aqui teremos capítulo garantido hoje, tá? Se você ainda não conhece, vai lá conhecer. É do Suga/J-Hope também! ^_^
https://www.spiritfanfiction.com/historia/boys-from-the-streets-15859141


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...