História A Mestiça - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Mark, V
Tags Drama, Interativa, Luta, Romance, Sobrenatural, Violencia
Visualizações 29
Palavras 1.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei, mais um caps para vcs. obrigado aqueles que favoritaram isso me motiva e me deixa feliz.
Espero que estejam gostando, bjs amorecos Omma ama vcs. <3

Capítulo 2 - A Rebelião (parte um)


Fanfic / Fanfiction A Mestiça - Capítulo 2 - A Rebelião (parte um)

Na manhã seguinte, estávamos todos prontos após o café alguns monitores e cientistas iriam conosco. Fomos levado para vans pretas e seriamos vendados até estarmos dentro do avião, pela localização da Á51 ser secreta, nem nós mesmos poderíamos saber onde ficava.

-Crianças hora da soneca, tomem seus CTs.- Megan uma monitora nos avisa, entregando um saquinho com a pílula e um copo de água.

CTs, significa "Controladores" era como eles chamavam, os remédios que nos davam para que nossos poderes fossem contidos e não pudessemos usa-los. Como já fazia um mês que eu não os tomava, tinha meus poderes vivos dentro de mim, e nunca havia me sentido tão bem em poder finalmente usa-los fora dos campos de treinamentos. Mark e Jackson não os tomavam a uma semana, apenas para poderem me ajudar em minha fuga.

-Crianças estamos chegando no aeroporto, então já poderam ser desvendados assim que entrarmos no avião.- Josh outro monitor nos avisa.

-Não somos mais crianças, por que ainda nos chamam assim? -Jackson pergunta nervoso.

-Hahaha Jack, vocês sempre serão crianças para nós...esqueceu que vimos muitos de vocês nascerem? são como filhos!- Brandon um dos cientistas se manifesta.

-Como podem dizer que somos como "filhos" para vocês, se nos machucam e fazem experiências conosco?!.- Mark diz e sinto o clima ficar pesado.

-Tudo bem pessoal, vamos mudar de assunto...vocês estarão em boas mãos na Coréia, a sede em Seul é linda.-Megan diz.

Quando chegamos no aeroporto, e já dentro no Avião fomos todos desvendados, estávamos todos cansados então nem percebi a hora em que cai no sono. Acordei e já estávamos pousando na Coréia do Sul.

-Hey, mocinha finalmente acordou!- Josh faz carinho em meu ombro.

-Hã? Eu nem dormi tanto Josh!-digo tirando as mãos dele de mim.

-kkkk tudo bem, S/A por que sempre me trata assim? Eu gosto tanto de você.- Ele me encara e toca em uma de minhas mãos.

Josh sempre gostou de mim, e nunca escondeu de ninguém...nem mesmo de mim, ele não era tão mal, mas era mais velho que eu e pertencia ao lugar que eu mais odiava no mundo, motivos mais que suficientes para eu não querer nada com ele.

- Eu não te trato mal, só não gosto de você sempre falar comigo e me tocar, não é certo ou se esquece que sou uma das experiência - Digo séria.

-Você sabe dos meus sentimentos por você, não escolhemos quem amamos! Mas também não posso obriga-la a me amar.-Ele olha para o chão, e seu olhar fica vazio quando volta a me encarar.

-Não posso te amar, me desculpe.-Digo.

-Eu sei que não, seu coração pertence a Mark.- Ele diz e dá um longo suspiro.

-Quem disse isso? Amo Mark como um irmão, não entendo por que todos pensam que somos mais que amigos?!.-Digo nervosa. Quando olho para trás  de Josh, percebo algumas malas e equipamentos voando...sim por causa da raiva, minha telecinese estava fazendo as coisas naquela parte do Avião saírem voando.

-Deve ser por que sempre estão juntos, e são bem carinhos um com o outro...mas de qualquer forma, mesmo que você me amasse eles nunca permitiram que tivéssemos nada.- Ele dá um sorriso desapontado. Megan chama nossa atenção, dizendo que já iriamos nos preparar para sair do Avião.

-É melhor não falarmos mais sobre isso. Josh.- Me levanto de meu acento.

-Tudo bem.- Ele vai até onde os outros monitores se encontravam.

Decido ir me juntar a Mark e os outros mestiços, que estavam sendo organizados em uma fila por Brandon.

-O que tanto conversava com Josh S/A? - Mark pergunta serrando os olhos.

-Nada de importante Mark.- Digo e toco em seu nariz.

-Se não era importante, então pode me falar...não me diga que ele descobriu?- Ele arregala os olhos e aquilo me faz rir.

-Descobrir? Quem descobriu?- Jackson pergunta.

-Falem baixo! acho que não sabem ser discretos né?- Digo olhando para Brandon,de canto de olho.-Antes que perguntem mais alguma coisa, não Josh e muito menos ninguém sabe de nada.

-Menos mal.- Jackson responde.

-Sim, tudo bem... se não quiser me falar o que estavam conversando. Mark me olha.-Mas se ele tentar algo me avise, por favor.-Ele faz uma careta.

-hahaha pode deixar Senhor.Tuan- Digo rindo de sua careta.

-Não esqueçam, que estou aqui.-Jackson nós abraça e pisca seu olhos de maneira engraçada.

Fico séria, quando percebo que está chegando a hora, que não terei mais Mark, nem Jack, nem meus outros amigos e que pela primeira vez... estarei indo para um lugar desconhecido, não só por não estar mais na America e sim, por nunca ter visto nada além da A51, o desconhecido pode ser bem assustador... ainda mais, quando se está sozinha para enfrenta-lo. Mark parece perceber o meu medo e me abraça de lado

-Tudo bem pequena, estou aqui.- Ele sussurra em meu ouvido.

-Obrigado por tudo, eu amo você.- Dou um beijo em sua bochecha.

-Também te amo.- Ele sorri tímido.

- Chegou a hora, S/N!- Jack toca em  um de meus ombros.

-Estou pronta Jack.-O encaro e aperto minhas mãos nervosa.

-Vamos te dar todo suporte que der! Mas precisa ser rápida...pois eles vão nos parar com tudo que tiverem.- Jack diz

-Ok, por favor não se esforcem tanto e obrigado por se arriscarem por mim.

-Não só por você querida, mas isso é por todos nós, dependemos de você e seus poderes, mais do que você de nós! É a mais forte Jones.

-Obrigado assim mesmo Jack, não irei desaponta-los, Eu prometo!

-Tudo bem S/N, espere até meu sinal.-Mark me olha nós olhos.

-Sim!

Chega nossa vez e Brandon nos passa as instruções. Quando saímos do avião, haviam algumas  vans pretas cercadas de homens mascarados e com enormes armas de dardos tranquilizantes, que podem nós deixar ser poder e inconcientes se usados em muitas quantidades...não esperava menos, eles sabem muito bem como nos controlar.

-Vai dar certo S/N, não se preocupe.- Mark entrelaça nossas mãos.

Entramos em uma das vans, como não tinhamos sido vendados, seria melhor, quando percebemos que estavamos nós afastando do aeroporto, Mark disse que seria a melhor hora para começar a fuga. Júlia também estava em nosso carro, e nos daria ainda mais cobertura.

Assim que Mark deu sinal, Jack usou seu poder, ele conseguia causar terremotos e dominava a terra, causando um grande congestionamento, e fazendo a Van parar. Josh, Megan e dois cientistas que estavam conosco se assustam.

-Como assim?! A rua está se abrindo? não me diga que...- Josh nos encara.

-Sim! Exatamente isso Joshua... -Jack vai até Josh.- Nós vamos acabar com vocês!

Ele dá um murro em Josh que cai no chão, um dos cientistas tenta pegar uma arma com os Dardos, mas Julia chega perto dele é a pega primeiro (Ela tem super velocidade,se lembram)

-Acho que isso fica comigo.- Ela dá um sorriso sarcastico.

Enquanto isso Mark, tomava o controle do carro e desativava algumas armas, Megan estava assustada. Com minha telecinese afastei todos os objetos que eles podiam usar, para nos machucar. Jack é Julia amarraram Josh é Megan em um dos acentos. Mas o que não contavámos era que Josh, possuia um comunicador ativado por voz, e avisou os outros carros.

-SEU FILHO DE UMA MÃE!- Jack grita e dá um murro em Josh  que desmaia.- Minha vontade era de mata-lo, se você tiver algum truque Megan, ou vocês cientistas eu juro que mato vocês!

- Jackson se acalma, já revistei essa vadia...se ela tiver truques eu mesma mato ela!- Julia passa uma faca na cara de Megan que começa a chorar.

-Parem com isso! Não vamos matar ninguém, apenas se concentrem em tirar S/N daqui.- Mark diz e me puxa.

-S/N acabei de checar e os outros estão um pouco longes, então podemos segura-los enquanto você foge...mas não por muito tempo, eles estão com muito armamento pesado.

-Tudo bem Mark, isso é o bastante!

Ele amarra os cientistas junto de Megan e Josh, e Júlia aplica alguns dardos neles.

-Pronto queridos, agora vocês vão provar um pouco do próprio remédio- Ela dá uma risada alta.

Mark usa seu poder de atravessar coisas para tirar Jack e Júlia de dentro da Van, enquanto eu me teletransporto para fora.

-OH MEU DEUS! São muitos mesmos...-Júlia diz nervosa.

-Vamos conseguir Jully, fique calma.- Digo pegando em uma de suas mãos.

-É hora do pau.- Jack diz e estrala seu pescoço de um lado para o outro.

- Não machuquem os inocentes, só isso que peço.

-Ok, Mark!-Júlia diz.


Notas Finais


Espero que gostem, comentários ( de incentivo) e criticas construtivas são muito bem vindas. #YoonGirl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...