1. Spirit Fanfics >
  2. A met with the devil >
  3. The class with the demon

História A met with the devil - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei, mas cheguei com capítulo fresquinho. Esse começo é meio parado mesmo, tem muita apresentação das coisas, mas logo tudo começa a ficar melhor hihi.

Espero que gostem <3

Capítulo 2 - The class with the demon


Fanfic / Fanfiction A met with the devil - Capítulo 2 - The class with the demon

 

Naruto não fazia a menor ideia de onde tiraram aquele seu novo colega de quarto e por que tinha que ser logo alguém tão irritante? O conheceu há apenas algumas horas, mas já tinha a plena certeza de que não gostava dele.

Com a maior indignação do mundo e com a exigência em mente de que resolvessem aquilo o mais rápido possível, o loiro se dirigiu em passos apressados até a diretoria do prédio principal da escola. Ele resolveria aquilo de uma vez por todas, mas não aceitaria de jeito nenhum que alguém tão irritante como Sasuke dividisse o quarto consigo e ainda por cima, roubasse a cama superior do beliche. Atravessou os corredores ainda silenciosos pela ausência de aulas naquele horário, com excessão de algumas pessoas que circulavam por ali, provavelmente integrantes de algum dos clubes estudantis. Tocou algumas vezes na porta dupla de madeira que levava ao escritório do diretor. O garoto já conhecia aquele lugar como a palma de sua mão, pelas vezes nas quais já foi mandado até a diretoria por ter feito alguma merda. Ninguém atendeu às primeiras batidas, mas Uzumaki tinha certeza de que ouviu alguém lá dentro e por isso continuou com os toques incessantes na madeira. Até que finalmente, uma silhueta surgiu por trás vidro embaçado que se encontrava na parte superior da porta.

 

- Naruto? O que você aprontou dessa vez, garoto? - O diretor Kakashi Hatake surgiu na porta. Suas roupas estavam amassadas e parecia que ele havia se vestido com certa pressa, o que fez o mais novo arquear as sombrancelhas em uma expressão duvidosa. Ele usava sua típica máscara preta, que por algum motivo não tirava do rosto de jeito nenhum, a maior curiosidade dos alunos era ver a real aparência do diretor por baixo da máscara.

 

O loiro que não era lá a educação em pessoa, saiu entrando na sala mesmo sem um convite.

 

- Que história é essa de novo colega de quarto e por que eu não fui avisado antes?

 

Kakashi pareceu pensativo por um tempo, talvez tentando se recordar de algo.

 

- Aaah, você está falando do Sasuke, certo? O que tem ele?

 

- O que tem ele?! Ele é um insuportável, eu me recuso a dividir o quarto com esse garoto!

 

- Sinto muito, trocar um aluno de quarto requer uma burocracia gigante e levaria pelo menos algumas semanas para rever o caso. Sem falar que nem todos estão super felizes com seus companheiros, então isso pode gerar um desentendimento com os outros alunos que também já quiseram a troca... Por que não dá uma chance a ele? Vocês literalmente mal se conhecem.

 

Naruto cruzou os braços e bufou irritado.

 

- Está bem, mas se ele me tirar do sério de novo eu juro que... - Suas palavras foram cortadas por um espirro dentro da sala, o loiro se assustou com o som que foi seguido por uma batida. O barulho pareceu vir de trás da mesa do diretor e logo uma figura imergiu dali.

 

- Iruka sensei?! O que você está fazendo aqui?

 

- Naruto... Eu... Eu...

 

- Ele veio pegar um livro que esqueceu na minha sala, não é mesmo, Iruka? - Kakashi rapidamente tentou disfarçar a situação.

 

- Isso, isso aí!

 

- E o que ele estava fazendo embaixo da mesa?

 

O professor de história e o diretor se entreolharam meio desesperados para pensar em uma resposta plausível para aquela situação. No entanto, Naruto tinha os pensamentos meio lentos e não havia entendido ainda o que estava rolando ali.

 

- Hm, diretor Kakashi? Vim trazer os documentos que faltavam. - Sasuke surgiu no outro lado da porta.

 

- Falando no diabo... - Naruto murmurou baixo, a analogia arrancou uma risada do Uchiha.

 

- Sentindo saudades?

 

- Nem ferrando.

 

- Sasuke! - Kakashi pareceu aliviado em ver o outro ali. - Sim, sim, os documentos. Agora vocês precisam ir... Vão se preparar para as aulas, vão... - Os dois foram praticamente empurrados para fora da sala do mais velho.

 

- O que foi isso? - O loiro perguntou ainda pensativo.

 

O demônio soltou uma risada soprada ao ver o quanto o outro era lerdo.

 

- Você fez curso pra ser tonto assim ou o quê?

 

O garoto apertou os punhos, antes de franzir o cenho e encarar o outro com raiva. O de cabelos negros pareceu achar a cena engraçada.

 

- Cacete, você veio diretamente do inferno pra me atormentar!

 

- Bom, basicamente é isso aí...

 

- Olha, eu não quero ficar me estressando com você, tá? Se vamos ter que dividir o quarto, acho que vamos ter que aprender a lidar um com o outro. - Sasuke balançou os ombros como resposta, não se importando muito com a frase.

 

O loiro acabou tropeçando em seu cadarço solto no meio do caminho, daria de cara no chão se não fosse pelo braço do companheiro de quarto o segurando e puxando de volta antes que atingisse o chão. O demônio se perguntou internamente o porquê caralhos ele fez aquilo? Era só uma quedinha de nada, não é como se ele fosse morrer. Ah, droga de anjo da guarda... Ele agora teria esses impulsos para cuidar do outro feito um bebê? Ele geralmente deixaria Naruto cair e ainda ficaria rindo da cena.

 

Uzumaki era orgulhoso demais para agradecer ao outro pela boa ação, então apenas cruzou os braços, soltando um “Hun!” e saiu andando.

 

E não é como se a criatura das trevas quisesse ficar seguindo aquele humano por aí, mas sempre que se afastavam muito, era como se uma força invisível o obrigasse a ficar perto de seu protegido. Então como não sabia para onde ir, resolveu apenas seguir o outro.

 

- Olha, eu disse pra gente se aturar e tal, mas não precisa ficar me seguindo.

 

- Isso irrita você?

 

- Irrita sim.

 

- Então vou continuar.

 

O loiro respirou profundamente e se segurou para não socar a cara do outro, até que uma voz gritou seu nome e seus dois amigos surgiram no final do corredor.

 

Sakura arregalou os olhos ao ver quem estava ao lado de Naruto.

 

- Naruto... Oi... Por que não apresenta seu amigo pra gente? - Ela ajeitou uma mecha no cabelo atrás da orelha e de repente sua voz parecia mais suave. Mesmo que estivesse falando com o primeiro citado, seus olhos não desgrudavam do aluno novo um segundo sequer.

 

- Ele não é meu amigo! E esse daí é o Sasu- Sua frase foi interrompida pela de cabelos rosa, que o empurrou com uma das mãos para tomar seu lugar ao lado de Sasuke.

 

- Muito prazer, sou a Sakura. - Ela cumprimentou o outro com uma doçura inegável no olhar e na própria voz, estendendo a mão para si.

 

O príncipe das trevas não sabia o que fazer, não entendia muito bem os costumes humanos e não sabia o que era um cumprimento de mãos.

 

- O que deu nela? - Uzumaki sussurrou para Sai.

 

- Não sei... As garotas parecem ter ficado eufóricas com a chegada desse aluno novo.

 

Sasuke que até agora encarava a mão da outra, sem saber o que fazer, resolveu estender a mão também e esperar. Sakura segurou sua mão e balançou para cima e para baixo, o que fez o demônio ficar confuso. Que tipo de ritual era aquele?

 

A garota congelou de repente.

 

Sua avó sempre lhe alertava sobre possíveis energias ruins que as pessoas podiam trazer consigo e sobre suas habilidades sensitivas que seriam mais aguçadas com o tempo e aprendizado. Ela realmente acreditava nisso, mas aquele caso era diferente... Havia algo de errado com aquele aluno e ela pôde sentir isso ao segurar sua mão. Era como uma onda de energia que atravessava seu corpo, congelando cada um de seus nervos, ela sentiu... medo.

 

Resolveu ignorar o sentimento, afinal, devia ser só coisa de sua cabeça.

 

...

 

Os quatro estavam caminhando pelo amplo pátio da escola. A quantidade de olhares em cima de Sasuke eram incontáveis e haviam os sussurros que nem eram tão baixos assim. As meninas de sua escola pareciam ter ficado todas loucas, muitas agiam estranho quando o de cabelos pretos passava perto delas ou simplesmente olhava.

 

“Como assim? Ele nem é tudo isso... Tá que ele tem olhos bonitos, um cabelo legal, talvez um jeito atraente também, mas...” O loiro pensava consigo mesmo.

 

Uma garota de cabelos pretos na altura do ombro, olhos muito claros e com algumas tatuagens pelo corpo andou na direção do grupo. Naruto suspirou ao perceber sua presença. Hinata é a crush suprema do Uzumaki desde que entrara na escola, sempre sonhou em ter uma chance com ela, mas a Hyuuga não lhe dava muita bola. Ela andava ao lado de mais dois garotos, Kiba, que é conhecido por ter trazido um cachorro escondido para a escola e cuidar dele, mantendo-o escondido em seu dormitório e Shino, que é o fundador do clube dos amantes de insetos, ps; só tem ele de participante. O loiro acenou sorridente e todo bobinho para a garota que retribuiu com um sorriso, no entanto, seu olhar foi logo desviado para Sakura, dando uma piscada para a Haruno.

 

- Ela piscou pra mim! Você viu isso? Ela piscou pra mim! - Naruto comemorou sozinho, no entanto seus sonhos logo foram cortados.

 

- Não era para você tonto, até eu que não conheço ninguém aqui percebi o olhar dela pra cima da sua amiga de cabelo rosa. - Sasuke riu da euforia do outro.

 

A interação foi cortada por um som que saiu dos celulares de praticamente todos ali no pátio.

 

Naruto pegou seu celular, reconhecendo o som da notificação personalizada e abrindo o vídeo, enquanto Sasuke curioso espiava por trás.

 

“Olá, estudantes da Konoha High School! Sentiram nossa falta?” - Uma garota de aparência simpática anunciava na pequena tela. “Viemos anunciar a quarta temporada dos nossos queridos jogos, já sabem a regra principal, certo? Não pode deixar os professores saberem, hein!” Ela fez uma pequena pausa antes de assumir um tom mais sério. “Bom, para os alunos novos, uma breve explicação, todo ano temos uma competição entre os alunos, diariamente vocês receberão desafios através da nossa rede social oficial, é só criar o seu perfil e pronto! Você pode ser tanto um espectador quanto um dos nossos queridos jogadores. Nos enviem seus cadastros e aguardem novas informações, por enquanto é isso! Tchauzinho.”

 

- Vocês participam mesmo disso? - Sasuke direcionou a pergunta a ninguém em específico.

 

- Claro que sim! É quase uma tradição da escola, os jogos são fantásticos, espera só para ver a loucura que isso aqui fica quando todos começam a fazer os desafios. - A resposta veio da de cabelos rosa.

 

- E o que ganham com isso?

 

- O prêmio é uma viajem com todas as despesas pagas para Santorini na Grécia. O pai daquela garota no vídeo é alguém com muita influência e dinheiro, dono da maior imobiliária aqui de Konoha e de outros negócios. Ele divulga esses jogos pra um público seleto na internet, como um tipo de reallity show ou sei lá... Acaba ganhando uma grana em cima disso também.

 

É... Sasuke não entenderia os humanos e suas atividades ridículas tão cedo.

 

...

 

- NARUTO, ME DIZ QUE VOCÊ TÁ ZOANDO COM A MINHA CARA! - Sakura berrava a plenos pulmões.

 

- Calma Sakura! Ainda tenho cinco minutos para gravar a minha parte.

 

- Garoto, nós tivemos três semanas inteiras para planejar esse seminário, eu fiquei com as partes mais difíceis e ainda fiz os slides, você tinha uma função Naruto, só uma! Eu devia socar a sua cara até esse seu cérebro de gelatina resolver criar algum neurônio!

 

O loiro arregalou os olhos e se afastou da garota enraivecida, se escondendo atrás de Sai.

 

O demônio que só observava tudo, apenas riu da cena.

 

- E você Sai? Vai desmaiar de novo dessa vez? - Sim, ele realmente havia desmaiado de tanto nervosismo na última apresentação de trabalho escolar. Todas aquelas pessoas o olhando, ele sentia como se todos estivessem o julgando e a qualquer mínimo erro estariam prontos para destruir sua vida. Claro que era só paranoia de sua cabeça, mas até convercê-lo do mesmo...

 

- Eu gravei as minhas falas, pela primeira vez, eu tô até confiante. - Ele só tinha que falar três frases.

 

Ouvindo tais palavras, a criatura das trevas teve uma ideia. Era hora de se divertir pelo menos um pouquinho. Apenas tocando o ombro de Sai e lhe dizendo algumas palavrinhas, fez com que todo o repertório da apresentação que passara literalmente 3 dias sem dormir para gravar e tentar se acostumar com a ideia de falar na frente da turma, simplesmente sumiu de sua mente, ele só não se deu conta disso na hora. Foi dessa forma que também convenceu Kakashi de que era um novo aluno, os documentos que entregara mais cedo eram apenas folhas em branco que fez o mais velho acreditar qu e eram documentos reais.

 

O professor moreno que viu mais cedo na sala do diretor entrou na sala, deu algumas instruções sobre as apresentações. Logo o primeiro grupo estava apresentando.

 

Aquela era a primeira aula que Sasuke assistia na vida e nossa, que coisa péssima. Morreria de tédio se não fosse imortal. Será que todas as aulas eram daquele jeito? Onde foi que o demônio se meteu... Aquilo era tortura até para um príncipe do inferno.

 

Chegou a vez do grupo de Naruto e a apresentação foi um completo desastre. Sakura apresentou tudo lindamente, sem nenhuma falha sequer, enquanto Naruto não lembrava nem o próprio nome e tratou de apenas ler algumas coisas no slide, sem uma explicação nem nada e Sai entrou em desespero por ter esquecido suas falas, sentou no cantinho do chão e começou a chorar.

 

Ok, aquela parte da aula foi legal, Sasuke tinha que adimitir.

 

ଘ~Continua

 


Notas Finais


Sasuke demoniozinho do mal, tadinho do Sai... Nosso querido Uchiha ainda vai aprontar muito, Naruto que lute.

Hinata lésbica futurista sapatona convicta.

E Irukaka, ceis shippam?

Até a próxima, bjinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...