História À Milhas - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Baseado Em Fatos Reais, Nolemonsquad, Pra Ste, Sugav, Supv, Taegi, Vsuga
Visualizações 17
Palavras 997
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para Stefani, minha namorada linda que eu amo demais ❤

Capítulo 1 - Capítulo único; Milhares de quilômetros à mais.


Minha cabeça pendeu para o lado encostando no vidro gelado da janela, já estava a mais de meia hora sentado da mesma maneira, encarando aquela rua deserta. Não é como se eu tivesse o que fazer, na verdade o tédio emanava dos meus poros, os mesmos poros que se encontravam arrepiados por conta do tempo frio.

Quem olhasse de fora, certamente arriscaria que estou triste e que a cena que eu protagonizo agora é digna de um filme angust, mas não, não há tristeza aqui, há alguns apertos no coração, há sensação de ansiedade, e principalmente, há saudade.

Mas não, eu não estou triste, porque eu sei que à milhares de quilômetros há alguém que se lembra e olha por mim, sei que ele sente minha falta tanto quanto eu sinto a sua, sei que se preocupa comigo e procura se manter por perto mesmo estando longe; sei que se importa comigo.

Nós não tivemos algum momento juntos, nem um segundo, mas eu posso esperar por isso, leve o tempo que for pra acontecer, ele vale a pena.

Ele é alguém essencial para mim do começo até agora, e eu sei que será até o fim, ele esteve aqui quando eu precisei de um amigo, um ânimo, um ombro, um conselho; o mais importante ele me deu: amor e reciprocidade.

Me lembro da primeira vez que o vi, eu sendo o adolescente desengonçado que jogava futsal e ele sendo o emo fechado, ele não olhou para mim, mas eu o observei enquanto pude, porque algo nele despertava a minha curiosidade. Talvez eu devesse ter me aproximado aquele dia ou talvez tenha sido bom eu deixar as coisas assim, porque naquele momento que eu o vi com seus cabelos negros sentado no ponto de ônibus de uma praça junto aos seus amigos, eu não imaginava que ele seria tão importante para mim.

A primeira mensagem foi o princípio de tudo, ficar entediado em redes sociais sempre foi comum para mim, mas achar um perfil de alguém que tenha tanto em comum comigo, foi algo que eu não esperava. Ter criado coragem para enviar um 'oi' foi uma das melhores atitudes que eu já tomei, eu tinha chances de receber algo grosseiro como resposta ou somente não receber nada, e eu não me surpreenderia, porque por mim e pela minha rápida pesquisada, ele parecia bom demais para mim.

Mas ele não poupou simpatia e nem interesse, isso me cativou desde o início, porque ele era meigo e engraçado, e talvez nós tenhamos dado certo por isso; era ele com sua doçura e eu com o meu azedo.

Nós tínhamos tudo para dar errado, ele com um relacionamento conturbado lá e eu em um relacionamento destrutivo aqui, e por tempo demais nós fomos os únicos pilares um do outro, porque na nossa bolha não havia cobrança, não havia erros e nem julgamentos, éramos só nós dois nos apoiando.

Ele soube abrir os olhos antes de mim, soube dar um fim naquilo que o fazia mal, mas eu? Eu era só um adolescente de quatorze anos, inexperiente, inseguro, machucado, reprimido e assustado. Eu precisei de muita ajuda e força de vontade e mesmo não estando presente, ele estava ao meu lado, me mostrando coisas que eu não conseguia enxergar, afinal, quem faz parte de um relacionamento abusivo nunca vê e geralmente pessoas de fora percebem com muito mais facilidade.

Yoongi hyung...

Ele me mostrou que a tranca que eu criei para mim mesmo era fraca, que havia em algum lugar dentro de mim uma porta aberta com acesso à vários caminhos desconhecidos, mas melhores do que tudo que estava vivendo.

As sequelas de tudo o que eu passei ainda vivem comigo, ainda me atormentam, mas só de saber que eu não preciso passar por mais nada disso, toneladas são retiradas das minhas costas.

Eu aprendi que eu merecia sim ser feliz, que eu não era a culpado por tudo o tempo todo, que eu não precisava estar contente o tempo todo, aprendi que eu não devia permitir que ninguém tomasse as decisões por mim e somente aceitar de cabeça baixa, e o principal, eu aprendi que não precisava de alguém para ser feliz, porque eu tinha eu mesmo. Min Yoongi me ensinou isso tudo, e eu agradeço por ele não ter desistido em nenhum momento, apesar de eu ser um aprendiz difícil.

Eu ainda estou aprendendo, mas agora quem tem me ensinado é a vida e Yoongi hyung tem aprendido junto a mim, que um amor para ser intenso não precisa de idas e voltas, problemas e mais problemas, só é necessário haja a mesma quantidade de comprometimento das duas partes; minha e dele. E há comprometimento de sobra.

Eu não pude evitar me apaixonar por ele, e não tenho como descrever a sorte que eu tive dele deixar se apaixonar por mim. O sentimento nasceu em mim primeiro, mas de alguma forma se alastrou até chegar no seu coração. Aconteceu quando devia acontecer, quando já estávamos preparados o suficiente. Cicatrizados.

Nossa bolha tomou proporções enormes, maiores do que imaginávamos, e apesar disso, não é algo que nos preocupa. É calmo, pacífico, bonito.

Agora eu sei que ele está dentro de um avião a caminho de um país que ele não conhece, com uma língua que ele não entende e com costumes diferentes demais. Eu sei que ele está animado e assustado, eu o conheço como ninguém. E eu estou feliz por ele estar conseguindo tudo o que sempre desejou, porque ele batalhou e merece como ninguém.

E eu continuo na frente dessa janela olhando para a rua pacata e gélida, lembrando de todos os nossos momentos e sentindo o coração apertado de saudade dentro do meu peito, mas no meu rosto a nostalgia do nosso sentimento está representado em forma de um pequeno sorriso e brilho nos olhos, pois Yoon foi para longe, mas seu coração ficou. Ficou comigo.

E o meu? Bom, o meu está indo em direção a Dublin nesse exato momento.

Boa viagem, eu amo você.


Notas Finais


Isso foi feito do meu ponto de vista sobre o início de nós duas, eu queria que você tivesse algo meu pra levar contigo, e bom... escrever é a única coisa que eu sei fazer.

Eu amo muito você noona, e saber que você vai estar quase do outro lado do mundo é angustiante, mas eu sei que apesar dos pesares, nós continuaremos juntas.

eu estou contente e orgulhosa demais de você estar conseguindo realizar um dos seus sonhos, se ele é importante pra você, é importante pra mim também.

você sabe que pode contar comigo independente da distância. eu estarei aqui por você.

eu te amo muito mesmo.

boa sorte em Dublin, estou torcendo por você ❤❤

~maknae.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...