1. Spirit Fanfics >
  2. A minha fascinação >
  3. Ela foi embora e a surpresa quando retornou...

História A minha fascinação - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem...
Aceito sugestões e comentários construtivo para melhorar...
😙😘

Capítulo 15 - Ela foi embora e a surpresa quando retornou...


Fanfic / Fanfiction A minha fascinação - Capítulo 15 - Ela foi embora e a surpresa quando retornou...

Miklaus...

Droga o que eu devia ter feito sei que a magoei muito vir em seu olha a dor mais o que devia ter dito estou sentado olhando as flores no mesmo lugar em que dei o anel que coloquei em seu bolso talvez devia ir lá e tentar conversa explica tudo direito é isso levanto e vou andando entro está um silêncio subo as escadas e vou ao quarto a porta está aberta entro não a ninguém aqui saiu a procuro nada vou nas meninas e não a vejo minha mãe mim olha eu volto e pego meu celular ligo e nada mãe entra e fala...

- o que foi filho?...

- cadê ela mãe?...

- no quarto onde a deixou chorando...

- não ela não tá e bem mim atende...

Todos mim olham as meninas sobem a procuram e voltam com uma carta e mim dão...

- tava na cama com seu nome escrito...

Eu pego sento e começo a ler...

Querido Miklaus...

Não posso fica com alguém que não mim ama eu sabia que não sentia isso por mim afinal estamos juntos a pouco tempo mais achei que sentia apreço carinho e com o tempo mim amaria mais depois de tudo que vi hoje sei que isso nunca vai acontecer o que tivemos foi encrivel te agradeço por mim transforma em mulher não mim arrependo do que fizemos só mim arrependo de ter mim apaixonado por você esse foi o meu erro e vou arca com ele não mim procure por favor mim deixe ir seja feliz é o que desejo de coração que encontre alguém que ame assim como eu te amo vou ficar só com as melhores lembranças nossa adeus...

Atenciosamente sua KATERINY...

Não acredito ela se foi uma dor toma conta de mim eu levanto e subo olho ela não levou as roupas procuro o anel não tá aqui talvez ela nem tenha o visto ainda a ligo e nada a Fernanda aparece e eu falo...

- liga para ela por favor...

Ela liga nada liga para casa em viva voz a mãe dela atende e a Fernanda fala...

- oi tia sou eu a fer a kat tá ai?...

- não querida a minha menina se foi...

Eu olho e a Fernanda fala...

- como assim tia?...

- ela chegou aqui destruída chorando e falou que ia sumir por um tempo pegou uma mala e se foi ela...

- calma amor ela tá bem deixe ela esfria a cabeça colocar a dor a decepção para fora ela precisa desse tempo aquele desgraçado destruiu ela é melhor ela fica longe mesmo...

- mais eu queria a minha daninha aqui não em outro país...

- tia que pais ela foi?...

- olha fer eu sei que é amiga dela eu sei flor mais a minha menina precisa de um tempo ok e minha mulher também ela não para de chorar e ficar falando não tá ajudando...

- eu sei tio é que hum eu queria saber para pode ver como ligo para ela...

- eu sei querida mais espere ela ligar é o melhor vou ter que desliga e acalmar minha esposa depois venha aqui querida...

- ok tio até...

Ela desliga e mim olha assim como todos eu estou sentado sem reação tudo que consigo pensa é "ela foi embora para sempre" mãe mim olha e fala...

- filho você está bem?...

- mim deixem sozinho...

- mais...

- mãe por favor m deixa só...

O pai a puxa e saem eu mim deito na cama e mando uma mensagem para ela não sei se chegará até ela mais não custa tentar droga ela foi embora o que sua mãe falou ainda está na minha cabeça horas passa e eu continuo no mesmo lugar a porta abre é meu pai ele senta e fala...

- filho o que está sentindo?...

- ela foi embora pai ela se foi...

- o que esperava meu menino?...

- que ela esfria-se a cabeça para conversarmos...

- filho ela te fez uma pergunta que para uma mulher é tudo óbvio que ainda não a ama eu sei e até ela sabia mais um gosta uma afeição nada disso você disse pense meu filho se coloque no lugar dela te vê beijando outra e você nem para dizer que gosta dela isso ao só a destruíu mais...

Eu o olho e dou a carta ele lê e mim olha eu fico assim e falo...

- o que eu faço pai?...

- de tempo ao tempo veja o que sente por ela se fale a pena a ter ao seu lado e se valer vá atrás dela...

Eu faço que sim e ficamos conversando  eu amo meu pai sempre mim aconselhando no que devo fazer e é isso que vou fazer da um tempo talvez eu nem a queira ao meu lado mais algo mim diz que quero é tudo muito confuso...

...2 anos depois...

É hoje acreditem se quiser mais o idiota do Flávio vai casar com a maluca da Fernanda bem e eu continuo solteiro a pergunta que devem está se fazendo é ainda sinto falta da Kateriny sim eu sinto se a procurei bastante mais ninguém quer mim da a sua localização conversei com seu pai e mãe expliquei tudo nos mínimos detalhes eles mim perdoaram sim mais falaram que não sabem direito onde ela está algo que duvido mais fazer o quer ne se a espero sim eu a espero se estou ansioso para o casamento sim talvez ela apareça sabe o engraçado de tudo é que achei que não a queria mais quero sonho com ela é e ate chamo minhas fodas de uma noite de Kateriny olho o idiota arrumar mais uma vez a gravata e sorriu que palhaçada já arrumou umas 3 vezes iaso escuto um choro e vou olhar e do lado das meninas e a Fernanda fala...

- cadê ela como ela pode é minha madrinha de casamento e ainda não chegou...

- socega o cu talvez ela já está na chegando...

- Bruna a kat disse que sairia de lá ontem de manhã e ela ainda não deu notícia eu quero aquela vaca se ela não chega não caso...

- é vai deixa o Fábio para as galinhas olha que a fila para subir no alta é grande...

- eu não caso e bem ele...

Meu Deus ela vem é a Fernanda é louca olho o Fábio é vou ajudar escuto gritaria e a risada de kat...

- ai meu deus é sério que ela não ia casa por minha causa kkkkk calma amor foi aqui vamos retocar essa maquiagem venha lindinha da mamãe...

Todas sorriem eu estou parado e o Fábio fala...

- amigo vamos...

- você sabia que a Kateriny era uma das madrinhas?...

- todo mundo sabe amigo ela é amiga da fer tinha que ser uma das madrinhas por que?...

Eu faço que nada e vamos para fora vejo amigos sorriu uma loira peituda mim devora com os olhos eu pisco ela sorrir e ficamos preparado entramos a kat aparece meu Deus como ela tá linda tem mais corpo um sorriso enorme no rosto ela anda como se estivesse em uma pacarela ela para e vai a um lado vejo sua família é um menino no colo do seu pai que assim que a ver corre gritando...

- mamãe vovó de...

- ai meu amor vovó deu foi é como fala?...

- brigado...

Ela sorrir o pega no colo e o beija e sai andando com ele que sorrir eu estou parado olhando sinto um beliscão olho é mãe que fala...

- não sabia que ela tem filho?...

- imagina eu...

Ficamos olhando todas entra menos ela que tá na porta abaixada falando com uma menina e o menino que sorriem e a beija ela sorrir aperta seus nariz e entra vem e sobe fica ao lado das madrinha a noiva entra e a cerimônia começa o padre pede a aliança e os dois entram sorrindo ela da um sorriso lindo a eles que vem e Da o ao Fábio que sorrir e bagunça o cabelo do menino que chora a menina vai junto e olham os lados ela se abaixa e chama eles vão correndo com os bracinhos ela pega os dois e fala em seus ouvidos eles olham e ficam ela beija e fala a todos que os olham...

- não liguem meu príncipe odeia que mexam em seu cabelo e a princesa vai no embalo do choro ne amores da mamãe...

Eles fazem que sim e todos sorriem ela fala eles descem e correm para os avós que sorriem e os pegam eu a olho ela vira e mim ver fica branca e olha o padre que sorrir e volta a cerimônia quando acaba saímos eu fico de longe a observando ela sorrir para umas pessoas pede licença e procura sorrir e vai andando os dois correm e a grudam ela se abaixa e fala arrumando o cabelo loiro avermelhado do menino que sorrir e mostra algo a ela que gargalha mãe aparece mim olha e olha para onde eu olho sorrir e fala...

- percebeu a semelhança com nossa família?...

- o que quer fala mãe que sou pai deles?...

- não sei faz as contas quantos anos acha que eles tem?...

Eu a olho ela sorrir e vai a Kateriny que está a falar com uma senhora ela vira sorrir mãe a abraça  e fala...

- que lindos seus filhos...

- São mesmo não é meus anjos...

- quantos anos?...

- 1 ano e 5 meses rsrs...

- ai novinhos...

- kkkk não se engane são dois pequenos terroristas kkk me meus anjos...

Eles sorriem e fazem que sim ela fala mais com mãe e se vai em um carro lindo preto com detalhes cromados eu vou para festa e fico bebendo a loira peituda se aproxima sorriu e ficamos em uma conversa que sabemos onde vai dar é óbvio que na cama...


Notas Finais


Uau o que acham são filhos dele?

Ele vai para cama com a loira peituda?

Não esqueçam de comentar...
😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...