1. Spirit Fanfics >
  2. A Minha Luz >
  3. Por que esta mentindo Sannie?

História A Minha Luz - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Oi,nesse capítulo vai terminar essas lembranças da Momo:)
Perdão por qualquer erro ortográfico e espero que goste
Boa leitura:))

Capítulo 13 - Por que esta mentindo Sannie?


Fanfic / Fanfiction A Minha Luz - Capítulo 13 - Por que esta mentindo Sannie?

*Dias atuais*



-Meu Deus Momo -- Dahyun diz boquiaberta com o que eu tinha falado. 


-É eu sei... -- Digo sem a olhar nos olhos por vergonha. 


-Ele...ele ainda vem atrás de você?O seu pai sabe disso? -- Dahyun me pergunta levantando meu queixo para olha-la.


-É isso que vou contar agora --Digo.



*Dias do passado*



Depois que Heechul saiu do meu quarto,continuei chorando.


Depois de umas duas horas meu papai chega em meu quarto e eu ainda chorava:


-Momo... -- Ele vem até minha cama e se senta -- Eu sinto muito...


-Papai o que aconteceu?Eu estou com medo -- Digo abraçando minhas pernas. 


-É culpa minha -- Meu pai abaixa a cabeça -- Eu deixei ele fazer isso -- Meu pai me coça a nuca.


-Como assim papai? -- Digo parando de chorar e olhando ele.


-Eu ganhei dinheiro deixando ele fazer isso...e eu vendi a nossa antiga casa,nós vamos sair daqui -- Meu pai diz tudo rápido. 


-Você...você me vendeu?Eu não sei o que ele fez papai,mas eu não gostei -- Digo olhando para ele.


-Você não pode contar isso para ninguém,se não ele vai me matar.Me desculpe Momo...e feliz aniversário -- Ele diz e sai do quarto. 


Continuei abraçando minhas pernas até me deitar para dormir. 


Acordei no meio o da noite com medo de Heechul vir e fazer aquilo de novo,não consegui dormir pelo resto da noite. 


-Momo... -- Alguém diz entrando no quarto -- Ah você já esta acordada,vamos tomar café -- Me viro para porta e vejo que era Heechul. 


Fiquei olhando ele sem dizer nada até que ele sorri de lado e sair do quarto. 


Me levantei e troquei de roupa e fui para a cozinha.


-Bom dia Momo -- Heechul diz quando eu cheguei na cozinha e meu pai estava comendo de cabeça a baixo. 


Pego uma torrada e começo a andar em direção a saída.


-Onde vai Momo? -- Meu pai pergunta.


-Vou para escola,eu vou ir com Sana tchau -- Falo tudo rápido e saiu correndo pela porta. 


Corri até a escola como se não houvesse o amanhã. 


Quando avistei o portão da escola pude ver Sana parada lá,ela logo me viu e ficou me olhando sem entender,corri até ela e a abracei. 


-Momo o que aconteceu? -- Sana pergunta me abraçando. 


-Sana o Heechul... -- Digo me soltando e recuperando o fôlego.


-O que tem?Você ganhou seu presente? -- Sana diz animada. 


-Sim... -- Digo e abaixo a cabeça e logo o sinal toca -- Eu não quero ir pra aula,eu quero conversa com você.


Sana pegou na minha mão e me levou para fora da escola e começamos a andar para algum lugar. 


-Sana onde esta me levando? -- Digo com a voz já chorosa  me lembrando da noite passada. 


-Vamos para uma praça conversa -- Sana diz.


Logo avisto um lugar com árvores e alguns bancos,quando chegamos lá eu já chorava baixinho. 


-Momo se sente -- Sana senta e eu sento ao lado dela,Sana vira o corpo para mim e cruza as pernas em cima do banco -- Me conte o que aconteceu Momori.


-Uma vez... -- Digo fungando o nariz -- Eu e a mamãe estávamos olhando TV...então passou uma notícia dizendo sobre uma menina que foi estuprada. 


-Eu não sei direito o que é isso,mas minha mãe disse que quem fazer isso pode ser preso ou algo assim -- Sana diz. 


-Sim...eu perguntei o que era aquilo então minha mamãe disse assim:"Eu não sei como explicar isso...e quando...e quando uma pessoa obriga você a fazer algo que você não quer".


-Então quando os professores obrigam a gente a fazer os trabalhos eles estão nos estu...estu não sei o quê?Os professores vão ser presos!? -- Sana pergunta arregalando os olhos. 


-Não,eu também pensei nisso,mas mamãe falou que não,ela falou o seguinte "Não Momo,é quando você é obrigado a fazer algo sexual contra sua vontade...você não sabe o que é isso.Bom é quando alguém obriga você a beijar essa pessoa e fazer outra cosias,ou se essa pessoa passar a mão em seu corpo contra sua vontade também é errado"


-Nossa que horrível...mas por que esta falando isso Momo?Não parece nada bom isso -- Sana diz me olhando. 


-Eu acho que eu fui estuprada Sana...pelo Heechul -- Digo olhando para Sana.


-Momo isso é crime não é!?A gente precisa contar isso para alguém -- Sana se levanta e começa a me puxar para perto de algumas pessoas --Oi,bom dia,você podem nos emprestar um celular para mim ligar para meu pais?


As pessoas ficaram confusas,mas deram um telefone para Sana.


-Sana Heechul vai matar o meu papai se eu contar para alguém,por favor não liguei para seus pais -- Digo e as pessoas me olham estranho. 


-Momo você precisa contar para a polícia isso -- Sana diz digitando os números e logo liga.


-Me da Sana -- Arranco o celular de Sana.


-Alô,quem gostaria? -- Uma voz grossa e séria se faz no telefone. 


Fico paralisada por poucos segundos,mas o bastante para Sana pegar o celular da minha mão. 


-Oi papai é a Sannie pode vir nos buscar!? -- Sana fala e se afasta de mim -- Buscar eu e Momo...quando você chegar eu lhe explico -- Sana desliga o celular e entrega para as pessoas -- Obrigado -- Ela sorri.


-SANA ELE VAI MATAR MEU PAPAI SUA IDIOTA -- Digo para Sana e a empurro. 


As pessoas que nos emprestaram o celular nos olhavam confusas e não interferiam em nada. 


-Eu só quero te ajudar Momori,isso é grave e eu te amo -- Sana diz e me abraça. 


-Sana ela vai nos matar -- Digo chorando. 


-Eu vou te proteger Momori -- Sana diz e me aperta forte. 


Ficamos ali por alguns segundos até Sana me puxar novamente para escola,ficamos uns dois minutos na frente da mesma até um carro branco parar.


-Sana o que estão fazendo fora da escola!? -- Um homem sai do carro e fica em nossa frente. 


-Papai desculpa,Momo precisa de ajuda -- Sana diz olhando para seu pai.


-Vamos para casa e conversamos lá -- O pai de Sana fala sério e entra no carro,eu e Sana entramos atrás. 


A cada metro que o carro andava meu coração acelerava mais e mais estava com medo de realmente acontecer algo ruim.


-Chegamos -- O pai de Sana sai do carro.Sana sai também e eu a sigo,nós entramos dentro da casa -- Se sentem -- O homem diz,eu e Sana obedecemos -- Me contem o que aconteceu -- Ele diz parado em nossa frente com os braços cruzados.


Olho para a Sana e ela me olha e volta o olhar para seu pai.


-Momo foi estuprada -- Sana diz rápido e sem rodeios. 


-Como assim Momo!? -- O homem me olha. 


-Na-não é verdade,Sana eu disse que não era bom matar aula! -- Digo olhando para Sana.


-Momo!Você disse que foi! -- Sana levanta e diz alto.


-Sannie -- O pai de Sana a vira para ele -- Por que fez isso?


-Pai você não acredita em mim!? -- Sana pergunta. 


-Momo isso é verdade ou não? -- O homem me olha sério. 


-Sana disse que não havia feito as atividades então não queria ir para aula -- Digo e baixo a cabeça. 


-Sannie... -- O homem folga a gravata e respira fundo -- Por que não pediu ajuda com as atividades?Ou pelo menos disse que não queria ir para aula -- Ele diz e se senta ao meu lado -- Você vai ficar de castigo. 


-Não...não precisa deixa-la de castigo -- Digo me sentindo culpada. 


-Eu sou o pai dela Momo -- O homem diz sem me olhar -- Eu preciso voltar para o trabalho,quando eu voltar eu levo você para casa -- O homem levanta e sai da casa. 


-Desculpa Sana -- Eu a abraço forte -- Sana por favor eu te amo,mas eu tenho medo do que pode acontecer,papai disse que vamos sair daquela casa Sannie por favor me perdoe -- Digo a apertando enquanto ela estava com os braços dela estavam para baixo e ela ficava sem dizer nada. 


-Eu te perdôo Momo -- Depois de um tempo ela diz calma -- mas por favor da próxima vez que isso acontecer conte para alguém... -- Sana diz triste. 


-Awa Sana você é a pessoa mais doce que eu conheço,obrigada Sannie -- Eu a aperto e Sana faz o mesmo.



*Dias atuais*



-Bom e aquilo com o Heechul aconteceu mais duas vezes,e depois eu e meu pai saímos daquela casa.Mas quando Heechul fez aquilo de novo ele não fez "nada a mais",mas só aquilo era horrível -- Digo para Dahyun que agora se encontrava com lágrimas nos olhos -- Saímos daquela casa e passamos alguns anos bem longe daquele mostro,mas infelizmente quando eu tinha quatorze anos meu pai perdeu o emprego e procurou Heechul novamente,meu pai prometeu que ele não faria mais isso comigo,mas na metade daquele mesmo ano aconteceu de novo...era um dia normal que eu fui dormir e quando de repente ele apareceu e como ele tinha falado ele "deixou eu fazer".


-Po-por que ele ainda vem atrás de você? -- Dahyun diz chorando. 


-Fui vendida Dahyun,meu pai me vendeu -- Digo deixando uma lágrima escorrer e respiro fundo -- Sempre que Heechul quer se satisfazer ele vez até mim...mas nunca ouve penetração,mas outras coisas sim...ela diz que quer deixar isso para daqui uns anos. 


-Momo você é a única "forma de renda",Momo que merda é o seu pai!? -- Dahyun fala se levantando e passando as mão no cabelo. 


-Dahyun você sabe quem era Yuta?Sim o que foi morto,meu pai o matou,meu pai trabalha para o Heechul,se Heechul não me tiver ele vai prender meu pai -- Digo deixando mais algumas lagrimas escorrerem -- Heechul trabalho na polícia ninguém acreditaria no meu pai,é a minha palavra e a de meu pai contra a de Heechul -- Digo levantando e ficando de frente para Dahyun que chorava. 


-Por que seu pai matou Yuta? -- Dahyun pergunta me olhando. 


-Um certo dia ele fez um trabalho sujo...então ele fez outro,e de repente Heechul colocou meu pai contra a parede e disse que o entregaria caso eu não "trabalhasse com ele" -- Suspiro e me sento novamente -- Meu pai continua com os trabalhos sujos porque ele já não liga mais...eu sei um ótimo pai -- Riu irônica. 


-Vocês não tem provas de que Heechul esta por trás dos assassinatos e de que ele esta fazendo coisas...com um menor de idade e contra a sua vontade,certo? -- Dahyun pergunta olhando para o nada e eu franzi o cenho.


-Certo...por quê? -- Pergunto. 


-A gente vai conseguir provas,é isso ai nós vamos -- Dahyun fala determinada.


-Não é assim que funciona Dahyun -- Digo rindo irônica enquanto algumas lágrimas desciam. 


-Momo você nunca tentou,e quando você virar maior de idade? 


-Ele quer se casar comigo...dai vai ser mais ladeira a baixo mesmo -- Digo lembrando de Heechul dizendo sobre o casamento que ele quer que aconteça. 


-Momo eu vou te ajudar,não importa o que eu tenha que fazer -- Dahyun me levanta e limpa as suas lágrimas -- Certo?Vai dar certo,só precisamos ser cautelosas e precisamos de mais ajuda.


-E você tem algum plano? -- Digo a olhando. 


-É eu estou tendo algumas idéias -- Dahyun me olha e sorri e eu sorrio junto. 



Notas Finais


Entãoo,antes da 22:00 vou postar a fic Satzu,o primeiro capítulo não vai ser tão grande,mas amanhã eu já vou postar o próximo capítulo,espero que a fic fique legal:")
Se comentar o que achou fico feliz^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...