História A Minha Madrasta - Jeon Jungkook (BTS) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Girls' Generation, Red Velvet, Super Junior, TWICE
Personagens Cho Kyuhyun, G-Dragon, Irene, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Mina, Park Jimin (Jimin), Xiumin, Yuri
Tags Bechinha, Bts, Drama, Exo, Fanfic Bts, Hoseok, Imagine Jungkook, Irene, Jin, Jungkook, Kook, Red Valvet, Romantico, Seokjin, Suga, Suspense, Tae, Taehyung, Xiumin
Visualizações 371
Palavras 1.200
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


⚠Lembrando que sábado tem o segundo cap e último capitulo do Téo short que estou fazendo em especial ao aniversário do Jungkook.⚠

>Link na notas finais.
>Boa leitura!

Capítulo 40 - Chapter Forty


Fanfic / Fanfiction A Minha Madrasta - Jeon Jungkook (BTS) - Capítulo 40 - Chapter Forty

{Rabech}

Acordei pela manhã ao lado do meu namorado, sorri docente observando o mais novo. Ele era tão lindo dormindo. Lembrei da noite passada, do modo que demonstrou me amar de todas as formas.

Levantei-me com cuidado para não acordar Jungkook e me dirigi ao banheiro, onde tomei banho e troquei de roupa. Caminhei para cozinha para preparar um café.

— Bom dia. -Taehyung falou sonolento assim que entrou na cozinha.

— Bom dia. Sente e tome seu café da manhã. -Assentiu com um leve sorriso sonolento. — O que pretende fazer hoje? -Encostei-me no batente da pia com minha xícara de café na mão.

— Pensando de ir na casa de Jimin, trocar uma ideia com ele e lhe agradecer pelo que ele fez por nós.

— Tudo bem. Peço para resolver o que precisar resolver, pretendo voltar à trabalhar e espero que você e Jungkook faça o mesmo. -Dei um gole do meu café.

— Claro, não vejo a hora de voltar a trabalhar... Mas... -Falou incerto em seguida suspirou. — Tem um probleminha. -O encarei a fazendo um sinal para que ele prosseguisse sua fala. — O hospital está um caos, tem médicos e enfermeiros que não trabalham corretamente por falta de pagamento e... Appa deixou Irene no tomando de conta do hospital que é o mesmo que nada.

— O quê? Irene?! -Gritei exaltada, irritada, indignada e transtornada por essa revelação. — Eu posso saber qual é a formação que aquela mulher tem para administrar um hospital!? -Larguei a xícara de café sobre a mesa e coloquei minhas mãos sobre a mesma.

— Não é questão de formação. Appa só fez isso só por fazer, precisava alguém tomando de conta enquanto ele ficava aqui te trancafiando.

— Isso não vai ficar assim! -Sussurrei pra mim mesmo enquanto fitava minhas mãos apoiadas sobre a mesa.

Fitei minha aliança, aquele aliança que até em então ainda continuava em meu dedo. Aquilo simbolizava a minha união com Xiumin, e a partir do momento que eu nós dois dissermos "Sim" no nosso casamento, tudo que era meu se tornou dele é tudo que é dele se tornou meu!

— O que pretende fazer, noona? -O mais novo perguntou.

— Muita coisa! Quero fazer uma visita ao seu appa ainda hoje. Quero voltar pro hospital amanhã mesmo se for possível. E, quero voltar pro meu apartamento o mais rápido.

— O quê?! -Jungkook se encontrava na porta da cozinha prestando atenção na nossa conversa.

— Noona, irá nos deixar? -Tae falou.

— Vocês são adultos. -Vi Jungkook se aproximar com uma semblante nada bom. — Espero que vocês entendam que não me sinto mais confortável nessa casa.

— Entendo que aqui te traz lembranças ruins nesses últimos dias. Mas, noona! Aqui é sua casa. -Tae falou.

— Não Tae, seu appa vai ser julgado e condenado. Um dia a pena se acaba, ele será solto e voltará pra cá, a casa dele. Eu não pertenço a esta casa.

— Mas... Jungkook até entendo que com certeza ficará com você o tempo todo, aposto que ficará mais na sua casa do quê aqui. E eu vou ficar sozinho. -Tae falou com um carinha tristonho.

— Já conhecem meu apartamento, é praticamente uma casa, bastante espaçosa. Podemos nos mudar pra lá. -Falei.

— Por mim, eu não me importo. -Jungkook comentou.

— Nem fudendo que eu vou ficar aqui sozinho. -Tae falou animado mostrando seu lindo sorriso quadrado.

— Olha a boca garoto! -Sorriu corando pelo palavrão que falou.

— Eu vou me arrumar pra sair, eu volto lá pro almoço, ok? -Assenti. Taehyung se levantou da cadeira e logo saiu no cômodo.

— E você Jungkook, o que pretende fazer hoje?

— Sexo, muito sexo. -Roubou um selinho enquanto sorria safado.

— Eu tenho uma ideia melhor. Eu vou fazer uma visita ao seu appa, talvez seria bom fazermos juntos isso. Tipo... Esclarecer tudo e talvez apagar qualquer remorso que existir.

— Tudo bem, amor. -Sorriu.

Depois de alguns minutos de conversa aleatórias Jungkook subiu pro seu quarto. Lavei a louça do café da manhã e voltei pro quarto pra vê como Jungkook estava, eu o encontrei dormindo.

Sair do quarto e suspirei fitando a porta a minha frente, era o quarto de Xiumin. O mesmo que dividimos por 4 anos de casados. Entrei em seu quarto e observei a cama desarrumada, o guarda roupa aberto com algumas camisas fora do cabide.

Senti uma angústia, eu realmente não queria que as coisas fosse assim. E admito que a culpa de tudo isso foi minha. Se eu não fosse tão covarde nada disso teria acontecido.

Respirei fundo afastando os pensamentos dos momentos ruins de dias atrás da minha cabeça e resolvi arrumar sua cama e ajeitar suas roupas. Entrei no quarto de Taehyung e peguei todas suas roupas e as guardei em uma malas e assim fiz a mesma coisas com as minhas roupas e as de Jungkook.

Olhei as horas e percebi ser 11 horas. Comecei preparar um bom almoço para os meus Dongsaens. Distraída com o almoço mal prestei atenção que Tae havia chegado. O avisei que estava perto de terminar o almoço, então resolveu esperar sentado na mesa.

— Tae... Eu arrumei minhas coisas, as de Jungkook e as suas também para nos mudar ainda hoje. -Falei brevemente dando atenção a comida que preparava.

— Por quê tão rápido, noona? -Ouvi sua voz calma atrás de mim.

— Não vejo a hora de voltar pro meu apartamento. -Falei e em seguida soltei um suspiro. — Eu queria que você ajeitasse seus pertences, celular, computador e sei lá mais o quê pra irmos ainda hoje.

— Tudo bem.

Logo terminei o almoço e subir para chamar Jungkook para almoçar, no meio do almoço lhe dei o mesmo aviso que dei ao Tae, Kookie entendeu de boa.

Depois do almoço os dois subiram para seus devidos quarto arrumar seus pertences enquanto eu lavava a louça. Depois de grito isso eu os esperava na sala enquanto assistia TV.

— Pronto, noona. -Tae falou. Sua voz saiu abafada pelo som da tv. Mas mesmo assim eu pude ouvi-lo.

O fitei ao lado de Jungkook que já havia descido minhas coisas também. Desliguei a TV e os ajudei com as malas até meu carro. Dei uma última olhada na casa e respirei fundo, eu estava indo atrás de uma nova vida. Tranquei a porta da casa e caminhei para o meu carro.

Eu dirigia no meu carro acompanhada por Jungkook enquanto Taehyung nos seguia bem atrás no carro de que Jungkook ganhou aos 18 anos que sempre dividiu sem brigas com Tae.

Durante o caminho foi calmo. Jungkook não insistiu para perguntar algo e achei melhor desta forma. Meus pensamentos de uma maneira e ou de outra pairava sobre Gdragon.

Ao chegar no meu apartamento, antes de arrumarmos nossas coisas resolvemos limpar a casa. Foi um momento engraçado, Taehyung e Jungkook faziam piadas e brincadeiras o tempo todo.

(...)

Após de arrumamos nossas coisas vi que já eram 18 horas da noite. Respirei aliviado ao vê que meu apartamento acomodou muito bem os meninos e claro Jungkook e eu ficamos no mesmo quarto. Tae ocupou um quarto e ainda restou mais um quarto para hóspede.

Nesta noite preparei o jantar com ajuda dos meninos, e jantamos contentes. Ficamos até de madrugada assistindo filmes da TV nos divertindo como uma verdadeira família.

 


Notas Finais


Desculpa pelo capitulo ser rápido, mas realmente foi preciso.

Amanhã terá capítulo da fic do Jimin, dêem muito amor. E sábado o ultima cap do especial de aniversário do Kookie.

Links: https://www.spiritfanfiction.com/historia/te-amando-mil-vezes-mais--short-fic-park-jimin-13786897

https://www.spiritfanfiction.com/historia/criminal--two-short-jeon-jungkook-14150678

Leiam também minhas outras fics. https://www.spiritfanfiction.com/listas/meu-imagines3-3712376

Meus Oneshort: https://www.spiritfanfiction.com/listas/minhas-oneshort3-3489188

Me sigam para mais fics, @Bechinha beij


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...