1. Spirit Fanfics >
  2. A modelo e o herói >
  3. O aniversário de Tikki

História A modelo e o herói - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura, meus amores

Capítulo 7 - O aniversário de Tikki


A ruiva estava dando os seus convites para a sua festa de aniversário. Tinha ajuda de suas melhores amigas Trixx e Bee. Todos estavam querendo o convite para a festa da garota mais popular da escola. Inclusive as garotas . Porque corria de boca em boca. Ou pelas redes sociais. Que o Chat Noir,o famoso herói de Paris foi convidado para a festa da garota.

Em um canto mais distante. Plagg observava a garota com um olhar de menino nerd apaixonado pela líder de torcida de toda a escola. As vezes ele tomava a inciativa de tentar falar com ela. Mas medrosamente volta para atrás.Os seus dois melhores amigos Wyazz e Peacook estavam sempre dando dar o seu apoio para que o rapaz tomar a inciativa.

***Autora Online ***

Wyazz :   -  Meu jovem amigo.Vai falar com ela - disse para o rapaz em sua última tentativa de falar com ela. - Ela não fica sempre esperando você plantada feito uma árvore - olhando e apontando para a direção aonde ela e as amigas - Você é um Agreste ? Me mostre seu charme para ela - mencionando a família do amigo.

Plagg : - Falar é tão simples para você. Não é você que está perdendo o fôlego para falar com uma menina - retrucou para o amigo - Ainda não se declarou para a Bee. - alfinentando o amigo - Eu sou sim.Um Agreste que nasceu com um defeito de fábrica - disse muito aborrecido.

Peacook : - Olha, meu amigo . Por que não fingi ser o seu irmão Chat ? - disse o amigo dando uma sugestão ao Plagg - Foca,em seu mente.E encorpe um pouco da personalidade do seu irmão . Coloque a seguinte pergunta na cabeça. O que meu irmão faria se estivesse na mesma situação - pediu para que Plagg use um pouco da sua imaginação.

Plagg : - Eu não preciso encorpar o meu irmão. Muito obrigada,Peacook. - agradeceu ao amigo em tom sarcástico - Já chega hoje que ele fez comigo hoje mais cedo - se lembrando do acontecimento.

Wyazz :   - O que o seu irmão fez para te deixar tão  nervoso hoje ? - perguntou para o amigo e fazendo uma expressão curiosa.

Plagg : - O maldito do meu irmão me acordou as 5. 30 horas para malhar na academia dele. Quando eu não quis acordar de imediato . Ele me colocou um banho gelado. Depois disto.Ele ficou dando um de professor linha dura em malhação. E vou mostrar os bíceps lá todo sarado. Eu odeie cada minuto daquela malhação - disse muito irritado

Peacook : - Cara,hoje é primeiro de abril. É normal fazer algumas brincadeiras. Hoje é o dia de pregar peças. Não se lembra que o professor nos falou. Neste dia podemos pregar algumas peças em nossos amigos e familiares - falando sobre dia de hoje - Você pode dar o troco no seu .... - olhando para a direção - Espere está algo acontecendo algo - vendo uma certa confusão.

***Autora Online ***

Peacook tinha razão. No meio da disturbação dos convites. Kai, o atleta da escola toda estava de olhos bem grudados em Tikki. E  acho que ele também ia ser convidado para a festa da garota. Pegou ela pelo braço. Tikki anotou isso.

***Autora Offline ***

Tikki : - Me solta,Kai - se soltando do braço dele - Eu não vou te convidar para a minha festa - olhando para ele.

Kai : - Vai sim,minha gostosa .- pegando o braço dela novamente.

Tikki : - Eu te odeio.- soltando dele novamente.

Plagg : - Com licença.eu acho que deveria respeitar a Tikki - disse ele chegando sem os dois anotarem.

Kai : - Fica na sua,Agreste - apontando para o garoto com raiva.

Plagg : - Não mesmo,Kai. - disse e encarando ele. - Não é nada gentil o que fez - encarando ele mais ainda  - Precisa aprender a respeitar as mulheres. Olha, as suas calças estão abaixadas. Não tem vergonha - cruzando os braços dele.

Kai : - Você me paga ,Agreste - recolhendo as calças e indo embora.

 Tikki :  -  Ah obrigada ,Plagg.Por me ajudar de com o Kai - agradeceu para o rapaz.

Plagg : - Por nada.Tikki - disse e dando o seu melhor sorriso - O meu irmão mais velho e minha mãe ensinaram que as mulheres precisavam ser tratadas com respeito. - começando a conversar - Me diga Tikki.O por que este tal de Kai anda atrás de você. - perguntando sobre o rapaz;

Tikki : - Bem.ele sempre quer namorar comigo. Eu sempre o rejeitei. Ele não é meu tipo de homem. Ele é um chiclete no meu sapato. Ah. tomara que ele não venha de penetra na minha festa - rezando para o cara não apareça - Sem me esquecer.Aqui está o seu convite. E fez por merecer - entregando o convite de Plagg.

Plagg : - Com respeito aos penetras.O meu irmão também foi convidado para a festa - disse para ela  - Eu acho que nenhum penetra vai entrar na festa com o meu irmão lá . Ele tem um físico de um segurança - comentando sobre o irmão.

Tikki : - Imagina,as meninas na festa - dando risadas da próprias - Olha só .É um dos heróis de Paris.Chat Noir. Ai.meu deus .Como ele é lindo demais. Que músculos ,meu Deus. Ele é um super homem na Terra - imitando uma fan girl .

Plagg : - É um das fãs do meu irmão ? - perguntou curioso.

Tikki :  - Ah ,não.Eu não do tipo que pira em um homem musculoso - respondendo a pergunta dele - Eu sou do tipo que prefere os mais inteligentes . Sou mais do cérebro do que os músculos - justificando a sua opção.

Plagg :  - Ah ,que bom - guardando o convite no bolso - Bem,continuando. A sua irmã Marinette tem quantos anos ? - perguntou para ela com uma certa curiosidade.

Tikki : - Ela tem quase 22 anos. Ela está indo bem com o lance dela de modelo - conversando sobre a irmã.

Plagg : - Quer ser uma modelo que nem a sua irmã ? - perguntando sobre a opção futura dela.

Tikki : - Ah,não.Quero ser uma boa advogada. E você ? - devolvendo com a mesma pergunta.

Plagg : - Um médico geral. Eu acho o máximo - respondendo.  a pergunta dela.

Trixx e Bee : - Tikki -  chamando a atenção antes dela responder.

Tikki : - Estou indo - em resposta - Eu vou indo ,Plagg .Mais tarde a gente conversa - dando um beijo no rosto dele.

Plagg : - Até mais ,Tikki - corando quando sentiu o beijo da moça;

***Autora Online ***

A ruiva acenou em adeus . E saiu para encontrar as amigas. O rapaz moreno ficou plantando e ainda em transe por causa do beijo que ganhou dela. Os dois amigos vieram ao seu encontro. E viram o amigo parado e em transe.

***Autora Offline  ***

Peacook :  - O Plagg travou que nem um computador que deu problema - olhando para o amigo preocupado.

Wyazz : - Deixe ser um bobo. Ele está deste jeito.Porque ganhou um beijo da Tikki - disse para o amigo.

Peacook : - Este cara vai enfrentar muitos obstáculos no caminho - disse para Wyazz - Por que o Kai não é um brinquedo fácil. Ele e barra pesada. Ele luta todo o tipo de luta conhecida no mundo. Se o nosso amigo não abrir o olho .Vai encarar um paredão de ferro - aconselhando para o Plagg.

Plagg : - Mas eu o enfrentei com a minha inteligência.Ele é um trouxa - disse o moreno voltando para a realidade.

Peacook : - Finalmente deu um sinal de vida - brincou com ele - Eu não sei. O Kai está de olho na Tikki faz um bom tempo.Eu e Wyaaz conhecemos mais do que você,Plagg.Eu vou te dizer uma coisa.Tenha cuidado com ele. Ele pode parecer um burro.Mas sabe bater como ninguém - aconselhou para o amigo.

Plagg : - Eu não preciso ser o meu irmão para ser o herói da Tikki.Eu vou usar a minha inteligência para superar o Kai - prometendo para si mesmo.

Wyaaz : - Eu apoio a sua teoria - dando o devido apoio - Bem,vamos voltar para o nosso canto - disse para os dois.

Trixx : - Espere - correndo na direção deles - Eu estou aqui para entregar os convites seu e do Peacook - ainda correndo.

Plagg : - Vai com calma.Trixx - vendo ela chegar muito cansada - E respire fundo - aconselhou para ela.

Trixx : - Obrigada mesmo,Plagg - agradeceu para o moreno - Ufa - respirando fundo - Bem,aqui estão os seus convites - entregando um para o Peacook e outro para Wyazz.

Garotos : - Obrigada,Trixx - agradeceram juntos e guardando os convites.

Trixx : - De nada - dando um sorriso - E vou indo.Eu tenho que ajudar a minha amiga Tikki com a distribuição dos convites - explicando para aonde ia - Até mais - acenando para eles e indo embora.

Garotos : - Tchau, Trixx - acenaram de volta e vendo ela partindo.

 

 O dia passou com rapidez. Tikki já havia entregado os convites de sua festa de aniversário de 16 anos. Apesar do Kai ser aquele pequeno contra tempo indevido. E por sorte Plagg havia agido com rapidez .E usando a sua inteligência para ver o atleta descuidado. O resto do dia de aula foi mais calmo para os estudantes.

Assim que todos voltaram para a casa. Começou a cair um enorme temporal na Cidade de Paris. As ruas começaram a ficar alagadas por causa da água. Os raios iluminavam o céu. Todos pareciam ter procurado um abrigo para fugir da tempestade que caia sobre a cidade.

( Na mansão dos Agrestes - Noite - Durante a tempestade )

A única pessoa que não gostava do tempo.Era Chat Noir. Por ele não poderia fazer a sua patrulha.

Em seu quarto observava a chuva de uma das janelas da mansão. Estava de braços cruzados e tinha uma expressão de tédio em seu rosto. Que não ficou muito tempo sozinho.Porque o seu irmão havia entrado depois de um dia de aula.

- Fim da Narrativa da Autora.

Chat : - Eu estou entediando Plagg. Queria estar agora pulando de telhado para telhado. Em minha contraste vigila na cidade - disse o gatuno quando viu o irmão entrando em seu quarto e não mudando a sua posição.

Plagg :  - Eu sei que está entediado. Só vir avisar que acabou a energia agora a pouco - colocando uma vela acesa na mesa do quarto - E vai demorar muito para ela retornar - avisou para o herói - Mas como você tem visão noturna.Não vai precisar disto - se sentando em sua cama.

Chat :  - Deve ter faltado por causa da tempestade - dando o seu palpite no assunto - Queria que essa chuva passe logo. Porque eu gosto de fazer a minha vigila na cidade - rezando para que a chuva pare.

Plagg : - Por que não visita .Assim que a chuva passe. Aquela que você salvou de um cara maluco? Sabe aquela que é uma modelo. É a irmã da Tikki .Que eu ganhei o convite para o aniversário dela - tentando lembrar do nome dela para o irmão.

Chat : - Está falando da Marinette ? - perguntou o herói gato para o irmão.

Plagg :  - Essa mesmo - confirmou para ele.

Chat : - Até que não e´uma má ideia. E vou para lá assim que terminar a tempestade - decidiu o herói.

- Narrativa da Autora .

( Na casa da Marinette - Noite - Durante a tempestade )

A mansão não era a única sem luz. Parecia que a maior parte da cidade estava sem força . 

Na casa de Marinette não era diferente. A azulada estava no meio do seu banho quando as luzes se apagaram. Ela teve que sair da banheira enrolada em uma toalha. E  foi procurar uma vela para acender e iluminar o seu caminho.

Ela estava sozinha na cara. Porque os seus pais tinham ido para ver o local da festa da irmã. Depois fazer uma entrega para um cliente importante. E a sua irmã Tikki tinha ido passar a noite na casa de Alya e Trixx. 

- Fim da Narrativa da Autora.

Marinette :  - Ótimo.Eu estou sozinha em casa. Pode aparecer um ladrão a qualquer momento - com a vela que havia encontrado e havia acendido para iluminar o caminho - Ainda por cima eu estou nua. Que beleza hora para faltar a luz - disse para si mesma.

- Narrativa da autora

A azulada conseguiu encontrar o seu armário de roupas. E deu graças. E começou a pegar a peça intima e o pijama para vestir. Colocou a vela em cima do armário dela e começou a se vestir.

Depois que vestiu a sua roupa de dormir.Sem querer apagou a vela. Ela ficou novamente no escuro.

- Fim da narrativa da autora.

Marinette ;  - Como eu sou uma atrapalhada de primeira linha .Agora eu não enxergo nada - lamentou.

Chat :  - Que sorte eu tenho uma boa visão noturna - disse o herói que havia chegado sem a azulada perceber.

Marinette :  - Que susto,Chat. Não venha assim deste jeito sem avisar. - disse a azulada tentando enxergar o herói no escuro - Pensei que fosse um ladrão - disse ao gatuno no escuro.

Chat ;  - Me desculpe pelo susto. - disse o gato negro se desculpando com a modelo - Eu também estou sem luz lá minha casa -informou para ela - Cadê a sua família ? - perguntou o herói preocupado com ela.

Mainette : - Os meus pais foram ver o local da festa para a festa de aniversário da minha irmã .E a minha irmã está na casa de uma amiga - respondeu a pergunta do gatuno.

Chat : - Ah ,sim. Bem,eu vou ficar com você.Assim  você tem alguém para quem conversar minha princesa - decidiu o felino.

Marinette :  - Desde de quanto eu sou a sua princesa - disse a garota para o herói - E para dizer mais. Aonde está você ? Porque eu não enxergo nada no escuro - perguntando para o herói.

Chat ; - Estou deitado em sua cama.E ali é bem confortável - respondeu para a garota.

Marinette : - Seu gato folgado - disse para o herói - Vai ver uma coisa quando eu chegar até você - ameaçou para ele.

- Narrativa da Autora 

E a modelo começou a tatear no escuro em busca da cama dela. E pegou em alguns objetos no escuro. E assim continuou com a sua caminhada cega pelo quarto. E sem querer escorregou no tapete do quarto dela e foi cair nos braços musculosos do herói.

- Fim da Narrativa da Autora.

Chat : - Te peguei minha princesa. Deveria ter mais cuidado com isso. Mas eu vou deixar. Porque você não enxergar no escuro - disse para ela e colocou na cama.

Marinette : - Bem,muito obrigada - agradeceu e olhando para os olhos felinos - Ah,você malha bastante - disse a garota sem jeito. - Ah,meu deus por eu disse isso para ele ? Que burrada,Marinette - pensou para si mesma.

Chat : - Imagina,princesa - disse e olhando para os olhos dela no escuro - Ah,sim eu malho todo dia - disse o herói com um sorriso malicioso em seus lábios.

Marinette : -  Ah ,mudando de assunto - tentando se concertar - Por que veio me visitar ? - perguntou para o herói - Pensei que estava visitando uma outra fã sua. - disse para o felino.

Chat : - É porque você é diferente das outras mulheres. É mais independente. Menos uma fan girl lunática atrás de mim. - disse para a modela em resposta a sua pergunta;

Marinette : - Oh,eu vou considerar um elogio - corando para ele

Chat : - Eu preciso te confessar uma coisa também - olhando para ela em plena escuridão.

Marinette  :  - O que seria ? - perguntou a jovem mais corada do que nunca.

Chat : - Eu sinto uma atração por você desde daquele dia. Eu achava que uma simples amizade . Mas o que foi crescido dentro de mi- confessou o herói.

Marinette :  - Oh minha nossa. Eu sou apenas uma moça normal. E você,o maior herói de Paris - sendo realista.

Chat : - Eu quero proteger você das pessoas que te querem fazer mal. Eu preciso de você em vida - disse o herói se declarando para ela.

Marinette : - Oh minha nossa.Eu ... eu - disse a garota para o herói.

- Narrativa da Autora.

Sem que a modelo termine a sua frase. O herói havia plantado um beijo nos lábios doces dela. No começo a garota tentou hesitar. Porém ela se entregou por completo aos desejos íntimos do felino. 

E começaram a se beijar com calor. A azulada colocou as suas mãos sobre o peito musculoso do herói. E o beijo foi ficando mais intenso. Mas o oxigênio se fez necessário para ambos. E se separaram por falta de ar.


 

- Narrativa da Autora.

Depois que se beijaram em plena escuridão. O gatuno estava em cima e a garota estava embaixo. Respiram ofegantes e os seus cabelos estavam bagunçados.E finalmente a luz havia retornado. O casal ainda estava na cama depois que a energia retornou. O herói reclamou mentalmente a volta da energia. A garota tentou recompor depois disto. Mas por algum motivo não queria deixar a sua posição. 

O herói olhou para ela e a mesma devolveu o olhar. Ficaram sem falar por um bom tempo. O gatuno saiu de cima dela. E com a menção de ir embora. A garota por puro instinto e ela segurou a mão do herói.Porque ela não queria que o felino fosse embora dali. O herói sentiu a mão dele sendo segurada.Ele se virou e viu a garota ajoelhada em sua casa.

Chat :  -  Pensei que queria eu fosse embora. Já que a luz voltou agora - disse o herói olhando para ela.

Marinette :  - Algo em mim. Me disse para você fica mais um pouco - disse a garota ainda mantendo a sua posição - Eu acho que foi o beijo ou a sua declaração tão bonita .Eh, ou pode ser os dois - disse a garota sendo sincera.

Chat :  - Então quer eu fique ?  - perguntou o herói olhando para ele e com uma voz calma.

Marinette :  - Sim,eu quero - confirmou e balançando a cabeça também.

Chat :  - E tudo eu disse para você foi verdade. Que te amo mesmo. E .... - disse o herói sem jeito.

- Narrativa da Autora.

Antes que o herói terminasse a sua frase. Marinette saiu da sua posição e chapa- lhe um beijo de amor e paixão nos lábios do herói  E no começo o herói arregalou os olhos com a atitude inesperada da moça. Mas depois se levantar . E colocou as mãos na cintura dela. E enquanto ela entrelaçava os seus braços em torno do pescoço do herói.

O beijo era desejo agora. Eles começaram a andar para atrás. E caíram sobre a cama da moça aos beijos. As suas línguas dançaram  dentro das bocas deles. Não queriam se separar de maneira tão brusca. Mas foram forçados a separar por causa do ar.

- Fim da Narrativa.

Chat :  - Eu nunca pensei que você ia devolver o beijo que eu te dei antes - disse o herói com a voz ofegante.

Marinette :  - Nem eu. Nem sei o que deu em mim.- disse a garota com os lábios vermelhos.

Chat ;  - Tipo você aguenta xingamentos das minhas milhares de fãs lunáticas.Caso você namore comigo? - perguntou o herói curioso.

Marinette : - Ah que venham. Eu não tenho medo - respondeu a garota confiante.

Chat :  - Você acha que namorar comigo. Poderia. Sei lá você usar para ficar mais famosa ? - disse o herói colocando a mão no pescoço.

Marinette :  - Eu tenho cara de que vou usar a sua fama para a minha fama. Eu não sou - disse a garota lançando uma corda imaginária no pescoço do gatuno e puxando ele - Você não me conhece bem,gatinho - disse de maneira sexual.

Chat:  - Que mulher você  é - disse o herói corando loucamente;

Marinette : - Então somos dois iguais,meu gatinho - sussurrou no ouvido dele.

Chat :   -  Eu concordo plenamente - cochichou no ouvido dela.

- Narrativa da Autora.

E sem pensar duas vezes. Recomeçaram a se beijar novamente.

Narrativa da Autora.

Os dois continuaram se beijando e depois que separaram do beijo. O herói sorriu maliciosamente para a garota. E foi ate a porta e apagou a luz. A garota ficou confusa com a mudança repentina do gatuno. E ele sorriu no escuro feito o gato do conto infantil Alice no País das Maravilhas.

- Fim da Narrativa.

Marinette :  - O que pensa em fazer seu gato folgado ? - disse a garota ainda deitada na cama e desconfiada.

Chat :  - Eu acho mais divertido fazer sexo  no escuro.Dá aquele clima empolgante. - disse o gatuno em resposta no escuro.

Marinette : - Somente você se diverte porque tem visão noturna. Pensei que fosse um herói da cidade.E além do mais. Vai me privar de ver os seus músculos tão famosos. O que faz as mulheres ir á loucura? No momento eu só os vi cobertos pelo seu uniforme de couro negro. -  disse a garota exigindo que ele ligue a luz novamente.

Chat ;  - Ah como a minha dona é pervertida. Uhum. Eu  gostei da sua atitude - ligando a luz do quarto - Eu também não vou privar você dos meus músculos famosos que me dão a famosa de ser o herói mais forte de Paris - disse o herói negro se exibindo.

Marinette :  - Me mostre o seu melhor gatinho - disse a garota pedindo para o herói felino.

Chat :  - O seu pedido para mim é uma ordem - disse o gatuno indo de maneira sexy em direção á cama e começando a puxar o zíper do seu uniforme e começando a mostrar o seu peitoral musculoso, seus braços musculosos e a sua barriga de tanquinho.

- Narrativa da Autora.

O herói foi em direção com a parte de cima á mostra. Ele adora sentir a sensação de ser o predador e a garota a sua presa. E ficou em cima dela. Ela ficou babando olhar a parte de cima dele completamente sem o uniforme.

O que as mulheres diziam na rua era pura verdade. Mas agora ela tinha o herói somente para ela. O herói começou a tirar a camisola seda rosa da garota. E exatamente como  ela babou em seus músculos. Ele babou quando viu o dela. 

Ele tinha curvas perfeitas. A sua barriga era bem lisa. E as suas pernas eram também perfeitas. O herói se considerava agora um gato de sorte. Porque tinha aquela garota linda de morrer somente para ele.

Eles tiraram ao mesmo tempo as peças que faltavam e ficaram completamente nus. 

E começaram a se beijar loucamente. E o herói foi com tudo com o seu membro na entrada dela. E começou dar estocadas nela. A garota sentiu uma dor incomoda. Mas que foi substituída pelo o maior prazer que ela já teve na vida.

- Fim da Narrativa.

Marinette : - Oh,Chat - gemeu a garota de maneira bem sensual. e enquanto arranhava as costas do herói.

Chat :  - Isso mesmo que eu quero ouvir nos meus ouvidos - disse o gato satisfeito com a garota - Geme ainda mais o meu nome ,minha princesa - pediu para  a garota continuava a gemer o seu nome.

Marinette : - Chat,Chat,Chat - gemeu a garota ainda mais.

- Narrativa da Autora.

E fizeram diversas posições durante o ato sensual. E por fim eles atingiram o seu limite máximo. E caíram moles na cama dela.

- Fim da Narrativa.

Chat ; - Parece que vamos ficar juntos,minha princesa. E essa foi a melhor noite da minha vida - disse o herói para ela.

Marinette : - Eu também concordo,meu gatinho. - disse a garota beijando o peito dele.

- Narrativa da Autora.

E assim o gatuno pegou o cobertor da cama. E cobriu os dois nus . Deu um beijo nela e ambos dormiram de conchinha.

- Narrativa da Autora.

O casal ainda estava nu por causa da noite de amor que tiveram ontem á noite. A noite havia passado em velocidade adequada. Nenhum assalto ou coisa mais grave havia acontecido no meio da noite. Bem,antes de amanhecer. O herói acordou e começou a olhar ao seu redor. E viu a garota debruçada em seu peito musculoso. 

Ele ficou um pouco tempo admirado ela dormindo. Ela parecia o anjo em uma nuvem bem fofinha. Os seus cabelos soltos cobriam o peito dele. Como se fosse uma noite sem estrelas. E ele se levantou devagar para não acordar ela bruscamente. E sentou na cama dela e começou a procurar pelas as suas roupas de baixo e seu uniforme.

- Fim da Narrativa.

Marinette :  - Já vai embora ,meu gatinho ? - perguntou a garota com uma voz sonolenta - Fica mais um pouco. Ainda nem tomou café - pediu a garota olhando para ele.

Chat :  - Eu acho que os seus pais vão achar um homem como eu,nu e desconhecido na cama de sua filha.- disse o herói em resposta - E eu adoraria tomar café junto. Mas eu tenho que ir fazer um negócio na prefeitura- explicando o motivo da sua partida.

Marinette : - Você não é um estranho.Ainda não fez aquela pergunta - disse a garota abraçando por atrás dele.

Chat : - É mesmo. Obrigada por me lembrar. E então,Marinette Dupain Cheng,Aceita ser a namorada deste gato gostoso e lindo ? - rindo do comentário e depois fazendo a pergunta famosa.

Marinette :  - Depois da noite que eu tive ?! - disse a garota rindo - Eu aceito ser a sua namorada - disse a garota aceitando.

Chat :  - Que bom. Bem,eu acho que daqui a pouco eu vou ter que ir mesmo. O prefeito vai precisar de algo sobre nós três - disse o heroí dando um selinho nela.

Marinette ; - Olha,eu tenho uma ideia boa - disse a garota com um sorriso em seu rosto .

Chat : -  Então me diga - disse o gato curioso para saber.

Marinette :  - É bem simples. Eu te apresento aos meus pais como o meu namorado oficialmente. E depois você vai para a prefeitura - disse a garota passando a mão dela no peito dele e rindo.

Chat : - Eu acho que uma boa ideia. Bem- disse o herói acordando com ela e depois olhando um relógio do quarto - Ah,sim,São exatamente 5.30 horas da manhã.- informou para a garota.

Marinette : - Ah sim. Daqui a pouco vai abrir a padaria - disse a garota para o herói - Eu também tenho que buscar a minha irmã na casa da Alya e da Trixx - disse a garota se levantando - Eu vou tomar um banho. E você se sentia a vontade para fazer o que- disse a garota ao herói.

Chat :  - Eu já tenho uma ideia sobre o que eu quero fazer - disse o herói com um sorriso malicioso.

Marinette :  - O que seria ? - perguntou a garota curiosa.

Chat  :  -  Isso - respondeu o herói pegando ela no colo.

Marinette :  - Ah... Minha nossa - disse a garota sendo carregada pelo herói.

- Narrativa da Autora.

O herói foi carregando ela até o banheiro. E  quando chegaram lá. Deu um chute na porta para fechar ela . Colocou a garota sentada no vaso sanitário e foi abrir a água do banho.

- Fim da Narrativa.

Marinette : - Eu sei andar.sabia - disse a garota com os seus braços na cintura - Era isso queria fazer comigo ? - perguntou a garota para ele e um pouco nervosa.

Chat : - Minha dona é muito mau educada - disse o gato colocando a mão na água para ver a temperatura - E você mesma me disse que eu poderia fazer o que eu queria aqui. Deveria pensar duas vezes antes de perguntar sobre qualquer coisa - disse o gato lembrando e dando um conselho á ela.

Marinette : - Gato abusado - disse a garota para o gato cruzando os braços dela.

Chat : - Você quer dizer o seu gato abusado - disse o herói rindo muito.

- Narrativa da Autora.

O herói terminou de verificar á temperatura da água. E a garota se levantou daonde ela estava e entrou na banheira e o herói entrou em seguida. E ambos começaram a tomar banho juntos.

Chat : -  Ah, nada mal. A temperatura da água está perfeita - disse o gato colocando os braços musculosos atrás da cabeça dele.

Marinette : - Meu gatinho é muito folgado - disse a garota indo para frente de maneira sexy - Eu pensei que os gatos não gostassem de água - disse ela passando o sabonete no peito nu e musculoso do felino e sorrio de uma maneira assanhada.

Chat : - Minha dona tem um toque suave em suas mãos - sentindo a mão da garota passando sobre  a sua pele - Eu sou um gato moderno.minha princesa - disse ele indo para frente e se aproximando dela - É o nosso primeiro banho juntos.Depois de uma noite quente de amor - disse o herói mordendo de leve a orelha da garota.

Marinette : - Deseja um segundo round,meu gatinho?  - disse a garota mordendo a orelha dele em resposta.

Chat :  - Minha dona é capaz de ler os pensamentos mais eróticos meus. Eu adorei a sua atitude,minha princesa - disse o gato satisfeito com a atitude da moça em dar para ele o segundo round.

Marinette : - Pensei que tinha um compromisso na prefeitura - disse a garota com malícia.

Chat : - Eu tenho mesmo. Mas a noite eu volto para o nosso segundo round . - disse o herói em resposta - Além do mais eu vou avisar a imprensa que este gato aqui já arrumou uma dona para ele - disse o herói para a garota.

Marinette :  - Imagino quantas mulheres vão chorar quando receber a notícia que eu sou sua dona - disse a garota rindo e revirando os olhos dela e dando uma risada gostosa.

Chat : - Eu não sou bobo de revelar o seu nome.minha princesa. Você conhece a regra de proteção dos heróis.Não podemos revelar a nossa família. Porque tem criminoso.Eu não vou deixar que sequestre você. - disse o herói sério.

Marinette :  - Que bom.Já fico bem mais aliviada . Então vai na festa da irmã ? - perguntou a garota

Chat : - É claro que eu vou. Como o seu segurança e namorado ao mesmo tempo. Ainda acho que aquele cabeça de tomate podre vai entrar de penetra na festa. Se ele vier. Eu vou mostrar os meus dois amigos - disse o herói fazendo um duplo muque na frente da garota.

Marinette : - Minha nossa. Eu rezo para que ela não seja o alvo destes seus amigos - brincou a garota vendo o herói.

Chat :  - Eu não bato em mulheres. Especialmente as mulheres lindas iguais á ti,minha princesa - disse o herói indo para perto dela.

Marinette : - Que bom.Temos um cavaheiro entre nós. É algo muito raro da gente encontra nos tempos de hoje - disse a garota sorrindo para o herói.

- Narrativa da Autora.

As respirações de ambos se misturaram em uma só.  O herói se inclinou para beijar a garota. E selou os seus lábios nos dela. E colocou os seus braços em torno da cintura dela. A garota colocou as mãos no peito musculoso dele. E eles ficaram se beijando na banheira. Não queriam se separar de uma maneira tão brusca.

Assim que acabou o oxigênio deles. Ele transferiu a sua boca para dar chupões e mordidas leves nela. Isso fez que a garota gemer de prazer. E ambos se entregaram de corpo e alma. E nem esperar a noite de hoje chegar.

Começaram o segundo round dentro da banheira. O herói começou dar estocadas dentro da banheira. A garota gemia mais alto e de prazer. E agarrar os cabelos dourados dele. E arranhava as costas dele.

Foi quando atingiram o seu limite. E eles se separaram. 

O herói saiu da banheira primeiro. E pegou a garota em seus braços mais um vez. E ela olhou para ele com doçura. E ambos pegaram as toalhas e se enrolaram nelas. E em seguida saíram do banheiro. E foram procurar uma roupa para a garota e o uniforme do herói.


Notas Finais


me desculpe por algum erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...