História A morte, tão tentadora morte - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaahina, Itahina, Kakahina, Kibahina, Naruhina, Nejihina, Sasuhina
Visualizações 194
Palavras 1.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 23 - Apaixonado


Fanfic / Fanfiction A morte, tão tentadora morte - Capítulo 23 - Apaixonado

Porque este cara tem os mesmos olhos que eu? Pensei que meu olhar fosse incomum como mamãe me dizia que somente nossa família tinha esses olhos, o olhei dos pés à cabeça, ele era bonito e tinha um corpo bem definido, minha cabeça começou a girar.

- Será que a senhorita me concederia essa dança? Ele se curvou, que gentil, minha cabeça deu outra volta, meus sentimentos eram confusos.

- Me desculpe, mas não me sinto muito bem. -Coloquei a mão em minha cabeça, minha cabeça doía.

-...

- Naruto você poderia me levar para casa, eu não estou muito bem. –Eu sentia que estava preste a me explodir de tantos sentimentos que me vinham a cabeça, eu queria correr, chorar, gritar, é eu não devia ter vindo.

- Hinata me desculpe, mas se eu sair agora tia Mikoto não vai gostar, espere só mais um pouco por favor? – Ele também me pedia com o olhar, porém eu sabia que se eu ficasse mais um segundo ali, eu ia fazer merda, e antes disso eu ia embora.

- Não se preocupe eu chamo um taxi. E me virei para correr e antes de sair de perto deles, eu gritei um desculpe para o menino com os mesmos olhos que eu e sai correndo, não me importando com as caras de desagrado que os outros me lançavam eu só precisava sair dali o mais rápido possível.

Saí pela porta e rumei para a linda fonte que enfeitava o lado de fora da mansão, tirei meus sapatos teria que correr e muito, da mansão até o portão devia ser uns 20 minutos suspirei e tentei me segurar na fonte para que eu não caísse quando a tontura volto, eu começava a ver tudo preto, e antes de cair na tão conhecida por mim escuridão eu vi o lindo rosto de Sasuke preocupado, sorri, e me entreguei a tão amada escuridão.

Senti algo pesado na minha cintura, porém muito reconfortante, me acomodei mais aquela tão boa sensação, porém abri os olhos de uma vez tentando entender porque eu tinha um peso em minha cintura, e logo sorri, Sasuke dormia com um lindo anjo, acordado era o demônio com certeza, mas dormindo ele se assemelhava com um lindo e glorioso anjo, não resisti em tocar-lhe o rosto, tão macio, quando eu olhei para baixo vi que ele estava sem blusa não resistir e passei a mão bem lentamente em seu peito e rumando para sua tão maravilhosa barriga de tanquinho, escutei ele gemer porém não abriu os olhos, não queria acorda-lo, então quando ia tirar minha mão eu escutei uma voz rouca e baixa.

- Por favor não, não para. Sorri, voltei a descer minhas mãos e ele gemeu mais uma vez quando passei a mão em seu pau por cima de sua cueca.

- Hi- Hinata. Ele abriu os olhos e me beijou não como ele costumava me beijar com raiva (por causa de sua namorada), ele me beijou doce, devagar como se quisesse aproveitar cada segundo do que ia acontecer.

- Sa- Sasuke... Gemi manhosa.

E lá estava eu por cima dele, e rebolando em seu pau, enquanto o beijava, se estou querendo matar o Sasuke? Sim, quero e muito, mas como resistir a isso? Ele é tão, tão bom.

Com seu pau em minha boca, sinto-me mais perdida e molhada, como ele consegui ser tão bom? Sasuke gemia rouco enquanto colocava sua mão em minha cabeça e ditava os movimentos.

- Hi-Hinata eu vou.... Passei a língua pela minha boca que ficou suja, Sasuke me olhava com os olhos nublados de tesão.

- Vou tomar banho. Eu queria que Sasuke pedisse por mim, pra isso somente sai de lá, e me dirigi ao banheiro, e agora que eu percebi, eu não estava no motel.

- Onde eu estou Sasuke? O olhei espantada.

- No meu apartamento. Deu de ombros, é o que? Olhei para ele com os olhos arregalados.

- E sua namorada? – Se ela me visse ali ela ia me fazer escândalo e eu detesto escândalo.

- Terminei com ela ontem. - Ham?

- Por que? – Não resisti tive que perguntar.

- Porque me apaixonei por uma pessoa. – Será que devo perguntar por quem?

Como meu vestido era bem pelado nas costas me virei para Sasuke e desci meu fecho, já que talvez essa seria nossa uma transa com ele, então ia aproveitar, eu estava sem sutean e apenas com uma calcinha minúscula, deixei que meu vestido caísse pelos meus pés.

- E por quem você se apaixono Sasuke. Disse já em cima dele de novo e em seu ouvido, distribuindo beijos até seu pescoço.

- Por você. -É o que? O olhei sem acreditar no que ele dizia, como assim?

- Sasuke-kun, você está ai? – Meu Deus o que vou fazer é à voz da namorada de Sasuke, merda. Olhei para Sasuke assustada, e ele me olhou como se dissesse para mim ficar quieta ali, assim o fiz.

Ele colocou sua cueca, saiu do quarto e fecho a porta, agora sim eu estou muito muito encrencada, o que devo fazer, choraminguei, mas ele não disse que tinha terminado então o que ela estava fazendo ali? E como ela conseguiu entrar? A é sua burra ela devia ter a chave, olhei para todos os lados até que vi uma porta a direita, deve ser o banheiro sorri, e corri até a porta e a abri, e a fechei eu nem mesmo olhei para onde estava e suspirei, mas quando olhei para a frente, eu quase tive um infarto, EU ESTAVA NA VARANDA, E MEU DEUS O PARAPEITO É DE VIDRO, eu não vi se tinha alguém vendo ou não torci para que ninguém me visse só de calcinha já que estávamos no 10° andar. Voltei para o quarto mais rápido que um raio, meu coração a mil, e pensando eu só faço merda na minha vida.

- ELE FALOU SASUKE QUE VIU VOCÊ SAÍ COM AQUELA SONSA. Escutei a ameba gritando, ah mas vou lá dá na cara dela.

- E se eu tivesse saído idai Sakura, nos não namoramos mais. Ele era bem controlado, eu já tinha a botado pra fora, fui chegando perto da porta, não que precise já que os gritos da Ameba quer dizer Sakura davam para se ouvir a quilômetros.

- NÃO SASUKE SÓ TERMINAREMOS QUANDO EU QUISER. – Meu Deus ela é louca. Meu celular começa a tocar e antes que ele faça mais um barulho eu atendi.

- Alo. Eu falava tão baixo que duvidava que a pessoa que me telefonou me escutaria.

- Hinata por que está falando baixo? – Era o Gaara a meu Deus o que vou falar?

- Desculpa Gaara é que minha garganta não está boa, eu cantei muito ontem e como não estou acostumada acabei ficando um pouco rouca. – Fingi tosse, tomara que ele caia, tomara que ele caia.

- Ah sim será que poderíamos nos ver?

- Agora? Eu quase gritei, mas tampei minha boca antes.

- Se não for te atrapalhar. – Ele parecia triste.

- Bem Gaara eu posso porém um pouco mais tarde pode ser? -Eu duvidava que a ameba saísse tão cedo de lá, mas não custa sonhar ne?

- Claro.

- Te ligo assim que der tá legal?

- Tá bom. Ele parecia triste.

- Ei o que aconteceu? Eu fiquei sentida, eu adorava Gaara e a última coisa que eu queria é vê-lo triste.

-.....

- Você brigou com a namorada? – Ele suspirou.

- Ela não é minha namorada Hinata.

- Como assim, vocês estavam um grudado no outro ontem o tempo inteiro.

- Bem é que..... 

- Eu sei é difícil falar. –Falei depois que ele não falou nada.

- Sim.

- Então assim que der te ligo, Beijos, tchau. Não esperei ele se despedir.

- Sakura saia do meu apartamento. Sasuke rosnou

- EU NÃO VOU SAIR. -Jesus.

Eu estava procurando uma blusa de Sasuke no guarda-roupa dele eu gostava de ficar só de calcinha, mas saber que a namorada do cara que eu estava quase transando está aqui me deixou meio nervosa.

- Achei. Coloquei o mais depressa possível, era uma blusa social preta.

- Se você não sai eu te tiro a força. - Sasuke faria mesmo isso?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...