1. Spirit Fanfics >
  2. A Mulher de Um Alfa - Kim Taehyung >
  3. Batalha

História A Mulher de Um Alfa - Kim Taehyung - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe o atraso, tive que fazer algumas lições de matemática que deixei para última hora. ;-;
Boa leitura, espero que gostem muito, se puder, comentem e compartilhem que ajuda muito.

(Leiam as Notas finais caso não entendam especificamente o que são os seres que aparecerão)

Capítulo 24 - Batalha


Fanfic / Fanfiction A Mulher de Um Alfa - Kim Taehyung - Capítulo 24 - Batalha

Taehyung On...

Jackson dá um passo a frente.

Jackson: Quero ajudar.

Evangeline: Quem é você? – Desce os pequenos degraus do púlpito do trono, e caminha calmamente até Jackson. – Como chegou aqui? Não tem cheiro de uma criatura sobrenatural...

Jackson: Sou Jackson, Jackson Wang... Eu sou o melhor amigo da S/n. Quero ajudar em qualquer coisa, desde que contribua para que S/n volte. 

Evangeline: Tudo bem... Ajude como puder... – Suas mãos passeiam pelo rosto do maior – Você deve ser bonito, tanto faz, podem se estalar na ala Leste do castelo, é bem confortável.

Um estrondo alto ecoa pelo castelo, dois guardas correm até Evangeline.

Guarda1: Vossa Alteza, estamos sendo atacados! 

Evangeline: Eles chegaram cedo... Devem já saber que descobrimos. 

Jin: Qual o plano?

Evangeline: Vamos fazer um seguinte, GUARDAS! – mais Cinco guardas aparecem imediatamente ao ouvirem o grito estrondoso de Evangeline. Ela se vira pra eles bruscamente e fecha a cara – Como podem ver, estamos sendo atacados, levem as crianças e os idosos para um lugar seguro, os homens e mulheres em bom estado poderão lutar para proteger suas famílias e o Reino. Chamem mais uma dúzia de guardas, e se precisar, chame mais. 

Eles assentem e saem correndo, a Rainha, se vira novamente para nós e dá um leve sorriso. 

Evangeline: Vamos para a frente de batalha! Se formos na frente, ganharemos mais tempo! Meus soldados já devem estar lá! 

Assentimos e nos transformamos em lobos, Evangeline monta em mim e Jackson monta em Jimin. Corremos até a frente do grande muro, tomamos nossa forma humana prontos para luta. O muro estava completamente destruído, alguns civis, ainda perdidos, corriam de um lado para o outro em busca de abrigo. De longe, vejo um exército de HADS pronto pra lutar vindo em nossa direção. 

Evangeline puxa uma katana de sua cinta, Jackson chega alguns passos perto dela. 

Jackson: O que você é? Eles são lobos, e você? 

Evangeline: Sou uma Murmuradora. 

Jackson: O que é isso? 

Evangeline: Controlo Mentes, mas não uso muito.

Jackson: Entendi... – Ele se afasta.

Evangeline: Taehyung, quantos são? 

Taehyung: Acho que... – Olho o exército, contando por dezenas é mais fácil, passeio meus olhos rapidamente por todos eles – Uns 800... Mas podem chegar mais. 

Evangeline: É pouco... Devem estar escondidos. 

Jin: Estão se aproximando. 

Jasper: Estão sim... E Envangeline está certa, estão escondidos. – Diz aparecendo do nada.

Evangeline: Jasper.

Jasper: Eu mesmo, apenas vim desejar uma boa derrota a vocês... Era só isso, vamos atacar sem mais nem menos. Mataremos até crianças se for preciso. – Em um piscar de olhos, ele some novamente. 

O exército corre mais rápido agora, sem exitar, corremos em direção a Guerra, todos se separam, uma Banshee corre até mim e tenta gritar, mas rasgo sua garganta com minhas garras profundamente, ainda assustado, continuo atento para lutar, um dos soltados tentam pular em mim, mas pego uma Katana que Envangeline havia dado a pouco tempo entes e finco em seu abdômen, outro tenta me acertar com um martelo pelas minhas costas, mas uma mulher corta sua cabeça com uma Katana. Ela Finalmente se vira pra mim e eu não consigo conter as lágrimas e o sorriso. Então, me lembro das palavras de Kira: "ela vai se tornar uma mulher muito mais forte do que imagina... Lembre-se disso."

S/n: Demorei? – Ela diz me tirando do transe – Se não percebeu, eu não sei você, mas eu estou com risco de morte e não quero arriscar, então presta atenção na luta. 

Taehyung: Claro, claro. Eu estou feliz por ver você. 

S/n: Digo o mesmo. – A mesma corre até um Ninfoide que tenta afogá-la controlando a água, mas a mesma desvia e corta sua cabeça. 

Me concentro novamente no que estava acontecendo, Kira aparece a minha frente matando alguns HADS com sua sombra negra. Ela direciona seu olhar a mim. 

Kira: Como vai? Acho que já viu S/n, quando acabarmos aqui, vocês podem conversar.

Assinto correndo pelo campo matando os inimigos que estiverem no caminho, caminho até Jasper que estava em pé apenas admirando a discórdia. No meio do caminho, um Magnetron tenta me acertar com os metais os controlando, desvio rapidamente e corro até o mesmo para arrancar sua cabeça, depois dois outros HADS correm até mim na intenção de lutar, mas arranho seus abdômens os rasgando com minhas garras, outro tenta pular em mim, mas uma soldada de Norta, uma Banshee entra na frente e solta um grito estrondoso fazendo o inimigo cair morto no chão.

Balanço a cabeça afirmamente como agradecimento, ela faz o mesmo e volta a se concentrar na batalha, paro um momento para olhar em volta, S/n pula em cima de um Plantador que tenta enforcá-la com as raízes de uma árvore, mas a mesma quebra seu pescoço sem piedade, Kira, explodia também sem dó as cabeças dos inimigos, Jungkook e Jimin lutam contra dois Ninfoides que atraem água da terra para prendê-los em uma grande bolha de água, mas eles os derrotam rapidamente. Namjoon não exita em arrancar uma perna de um queimador, assim que o inimigo enche sua mão com chamas, ele corta seu pescoço em um movimento rápido e preciso. Jhope enfia uma Katana no abdômen e um HADS que antes de morrer, corta sua perna, mas um Curador de Pele passa sua mão sobre o machucado e o faz sumir sem preocupação. Suga transformado em Lobo não deixa que cheguem perto o bastante para feri-lo, o mesmo fere profundamente cada inimigo. Jin joga um Obliviador no chão, o homem tenta tocar em sua mão esquerda para explodi-lo, mas Jin corta sua cabeça fora com uma Katana. 

Evangeline, por onde passava Murmurava, os soldados inimigos caiam no chão grunido com as mãos na cabeça, imagino que seja doloroso, uns enfiam suas espadas em si mesmos, outros lutam contra o próprio clã. Um Plantador corre até mim, mas antes de tentar me tocar com sua espada, cravo minhas unhas em sei pescoço e o jogo longe, Jungkook não se dá o trabalho de terminar o que eu havia feito. Corro em direção a Jasper que destruído, não percebe minha presença quando chego. Tento esfaqueá-lo pelas costas, mas o mesmo desvia com um sorriso idiota no rosto. 

Jasper: Achou que eu seria tão... Idiota e não esperar que um inimigo me atacasse por trás? Ha... Eu estava mesmo te esperando... 

Taehyung: Cale a boca e lute! – Pego uma estrela e jogo em direção ao Líder que desvia. 

Jasper: Calma... Percebi que S/n conseguiu sair.... Aquela traidora da Kira! – Ele aperta seu punho, logo depois vai mantendo a calma. – Mas vamos ao que interessa, venha com tudo, Alfa. 

Fecho acara e corro até o mesmo, tento arranhá-lo, mas o mesmo desvia, ele tenta desferir um soco em minha cara, mas eu o bloqueio e dou um soco em sua costela. Ele arfa irritado, pega uma espada desgastada e aponta para mim. Pego a Katana que estava em meu sinto me preparando. Ele tenta me acertar, bloqueio novamente com um movimento brusco, o empurro e o mesmo cai no chão de terra. O mais velho se levanta irritado e se transforma num demônio, leva uma de suas mãos para cima, o mais alto que consegue, então, fecha a mesma dando um sorriso irritante. Ao seu sinal, mais HADS aparecem, Mas por sorte, Envangeline tinha cartas na manga, seus homens também estavam escondidos, ela faz o mesmo sinal e o mais soldados aparecem do nada, o clã de HADS, os inimigos que lutamos até agora, eram apenas aquecimentos, demônios começam a aparecer, tentando destruir tudo. 

Jasper volta a sua atenção a mim, sorrindo, ele solta uma risada sarcástica ainda em sua forma demoníaca. 

Jasper: Se eu fosse você cachorrinho, eu declararia derrota.

Taehyung: Mas eu nem comecei... 

Seu sorriso desaparece dando lugar a uma expressão emburrada. 

Uma fumaça negra meio arroxeada e densa se forma em uma de suas mãos, ele corre até mim na intenção de me atingir e eu desvio sem dificuldade, a fumaça some e ele vem contra mim novamente, desta vez lutamos corpo a corpo, soco seu abdômen e ganho um soco no queixo em troca. Ele tenta dar uma série de movimentos, mas bloqueio todos dando um mortal para trás. Jasper tira de seu bolso uma pequena adaga com um líquido roxo, nem preciso ver mais de perto para saber o que é, o cheiro já emana bem forte: Acônito. Ele tenta desferir uma facada, mas desvio, ele continua com os movimentos, mas tento ao máximo desviar de todos eles sem que "aquilo" encoste em mim. O cheiro já estava me dando tontura, estava ficando fraco. Me transformo em Lobo e continuo desviando até morder sua mão, a faca é jogada longe, assim ganho mais tempo para derrotá-lo. Continuamos lutando corpo a corpo, um soco ali, um chute aqui, já estávamos esgotados, ou pelo menos eu estava. Cortes abertos pelos meus braços e bochechas, sorte que esse tipo de ferimento cura rapidamente, minha blusa estava manchada de sangue de todas as vezes que Jasper me esfaqueou, os ferimentos doíam pouco, e começaram a demorar para curar. 

Corro novamente na direção do inimigo, o mesmo me desfere um soco mais forte do que os últimos, voo para longe batendo minhas costas na árvore, guspo um pouco de sangue e em seguida limpo minha boca, me sento no chão e encosto no trono respirando fundo para recuperar a força. Mas antes que eu consiga levantar, Jasper já estava a minha frente, pisando em meu abdômen, com a adaga em mãos. Em um único movimento ele corta meu braço sorrindo divertido. O Acônito rapidamente começa a fazer efeito se espalhando pelo meu corpo, grito de dor colocando a mão no ferimento, Jasper se abaixa ficando da minha altura. 

Jasper: Não é delicioso? Vou te fazer sofrer, tem matarei lentamente, corte por corte... Te ouvindo gritar de dor e pedir misericórdia. 

Taehyung: Por que.... Você é deste jeito? Seu pai.... Ele Não te ensinou a ser assim! – Grito com dificuldade, a dor é imensa, mas ainda guardo forças para falar. 

Jasper: Meu pai é um fracote, ele era todo apaixonado por minha mãe, não sabia liderar, não sabia o que era ter poder absoluto. – Ele esfaqueia minha coxa me arrancando um grito baixo de dor – Ele era fracassado... 

Taehyung: Você é um idiota, isso sim.

Jasper: Sou? Quem é que está morrendo? Sou eu? Acho que não... 

Taehyung: Eu não vou desistir... Te alcançarei mesmo que você corra, sem medo de ir além, se for preciso eu vou proteger as pessoas de você! Te derrotarei nem que pra isso eu morra! 

Jasper: Não liga se S/n ficar sem você? Ela te ama tanto... – Ele faz uma cara triste, mas depois substituí por uma risada nasal – Aquela garotinha não tem forças, ela não é forte diante de mim, muito menos pário, lembro do seu rostinho assutado quando me viu pela primeira vez. Ela chorou tanto, gritou tanto seu nome, como se você escutasse e corresse a seu encontro como um cachorrinho, o que não aconteceu.

Taehyung: Errado, eu escutei seus gritos de longe, corri o mais rápido que pude, eu pertenço a ela e ela a mim. Então sim, eu vou correr ao encontro dela, mas não como um cachorrinho corre para uma menina, mas como um Alfa corre para uma Mulher, se eu fosse você tomava cuidado com ela, ela pode não ser um ser sobrenatural, mas tem caráter, força de vontade, determinação e coragem. Você correria dela com o rabinho entre as pernas. – Jasper me soca irritado. Rio de sua tentativa – Eu não sinto mais dor... Pode me bater a vontade, isso não mudará seu destino, uma hora ou outra você vai cair, independente do momento. – Outro soco, desta vez do outro lado. – Não adianta...

Jasper: Não vou cair se tirar você do meu caminho! – Esbraveja fincando a adaga em meu abdômen. 

Taehyung: Não... Jasper, eu sumirei Daqui, mas eu já volto... Isso não é um adeus, é um até logo. 

Meus olhos pesam, tento mantê-los abertos, mas falho. A única coisa que vejo antes de tudo apagar, é Jasper sendo puxado para trás por uma mulher. 

Taehyung Off... | S/n On... 

Jogo uma estrela em direção a um Obliviador que tenta me explodir, a estrela adentra seu pescoço antes mesmo que sua explosão me atinja, Olho em volta a procura de quem precisa de ajuda, vejo Taehyung a beira da morte e Jasper rindo de sua cara, ponho a mão sobre minha HK USP, encho a mesma com balas de prata, dentro delas, havia substâncias de Acônito misturado com Sangue de Anjo, um veneno para um Lobo Demônio. Corro pelo campo desviando de cada inimigo, Kira logo se junta a mim.

Kira: Quer uma ajudinha? – Grita.

S/n: Adoraria! 

Ela pega em meu braço e roda duas vezes, depois me joga na direção onde os dois estavam. Chego bem a tempo de derrubar Jasper antes que ele enfiasse mais uma vez a adaga em seu abdômen. O derrubo no chão e o encho de socos, uma de suas mãos segura meu pulso direito e o aperta. 

Tento me soltar, ele sorri vendo minha dificuldade e me joga longe, quase bato em uma pedra enorme, mas desvio antes que isso aconteça, pego uma das estrelas ninja em meu pequeno bolso e a jogo em sua direção, ele não tem dificuldade em desviar, com apenas um movimento a Estrela se fixa em uma árvore qualquer. Ele se transforma em um demônio como da primeira vez que nos vimos. Passo a mão pela arma. Ela ainda está aqui, mas não é a hora certa agora. Ele tenta me socar, mas eu desvio e enfio a Katana em sua coxa esquerda, ele urra de dor e a tira, segura com as duas mãos e a quebra no meio. 

Tento acertá-lo com um soco, mas ele desvia, tendo chutá-lo, mas o mesmo bloqueia. Sua mão esquerda acerta meu rosto em um soco cortando minha bochecha, caio no chão novamente com o impulso do soco. Não me dando por vencida, me Levanto novamente, corro até o mesmo e acerto seu abdômen com um chute, seguido de outro e outro, ele dá passos perdidos para trás, corre até mim para me acertar, mas eu dou um mortal para trás desviando.

Jasper: Acha mesmo que consegue, Humana? – Urra para mim. 

S/n: Não acho, tenho certeza! Você não vai conseguir ganhar! Não adianta querer vencer! Você não vai conseguir! 

Jasper: Você acha que sou só eu e esses HADS? SOMOS MAIS! 

Ele vira um Lobo grande e negro, mas não vejo a cicatriz em seu pescoço, nem quando ele estava em forma humana, nem em forma demoníaca. Seus olhos também não são violetas. Ele não é o lobo que eu vi... Então quem é? 

Ele rosna pra mim, pego a arma e a aponto para o mesmo que continua me olhando. Aperto o gatilho, mas a arma estava travada, quem a travou? Ele pula em mim me fazendo largar a arma, ela cai a pouco centímetros de onde eu estava. Jasper ergue a pata e arranha a lateral direita do meu rosto e desce até meu pescoço me arrancando um grito agudo de dor, mordo os lábios para abafá-lo.

Soco seu rosto e tendo me aproximar da arma, mas ele arranha meu braço me prendendo, tento me soltar o chutando com meus joelhos, mas é falho, depois de alguns socos finalmente consigo me soltar, Jasper morde minha perna esquerda para me impedir de pegar a arma, seus dentes cravados em minha pele, se afundavam cada vez mais em minha carne. Consigo pegar a arma e rapidamente, sem perder tempo, atiro na lateral de sua barriga, ele cai de joelhos no chão, se transforma em homem e me olha assustado. 

Jasper: Por que essa bala está me dando falta de ar? Quer saber? Dane-se – ele ri – vou me curar rápido e então te matar devagar! 

S/n: Acho que não... – Sorrio ficando de pé, a dor na perna doía mais do que os arranhões no braço e no rosto, mas ainda conseguia manter força o suficiente para ficar de pé. – Acho que você nunca mais vai voltar.

Jasper: O que? – ele sorri sarcástico – Sou praticamente imortal, querida. 

S/n: Não é o que parece – Olho a lateral de seu abdômen, seu sangue se misturas aos poucos com o veneno, ficando violeta. – O veneno vai se espalhar por todo o seu corpo. 

Jasper: Veneno? Há! Já fui envenenado muitas vezes garota, acha mesmo que pode me matar?

S/n: Essa é uma mistura mortal para você... Acônito com Sangue de Anjo... – Ele me olha sério, depois volta sua atenção para a lesão e tenta estocar o sangue – Já era Jasper... Você vai morrer... Não tem cura... Você perdeu...

Jasper: Não acabou... Posso morrer... Mas tenho muitos! Não deixarei que acabem com o meu plano! Passarei adiante! Mas antes... Eu te amaldiçouo, terá grandes visões sobre mim e meu clã, até uma próxima luta... Ou seja... Sua morte. 

S/n: Talvez... – Ando até minha Katana Já quebrada, pego a mesma a volto até Jasper – Mas você ferrou muitas pessoas sabia? Lembra de uma tal de Lili? Você judiou muito dela certo? E de outras pessoas, sejam homens, mulheres, idosos ou até crianças... Mas eu vou resolver isso....

Com apenas um golpe da Katana Quebrada, enfio a mesma em seu peito e a empurro para mais fundo. Ele cai deitado no chão já sem vida. Empurro seu corpo ladeira a baixo.

Largo a espada e corro até Taehyung que estava inconsciente. Ponho as mãos em seu rosto, não está gelado... Ainda...

Olho para o campo de batalha onde restavam poucos HADS, eles recuam assim que vem o corpo de Jasper. Correm para longe como uma manada de elefantes. 

S/n: PRECISO DE UM CURADOR DE PELE! AGORA! POR FAVOR! – Com as mãos na feridas de Taehyung.

Uma mulher que aparentava ter uns 30 anos aparece, ela corre o mais rápido que pode pelo campo, assim que chega, põe as mãos no ferimento de Taehyung para curá-lo. Depois de um tempo ela se levanta e me olha.

Xxx: Não consegui fazer muito, ele vai te que ficar um tempo sem fazer esforço, o Acônito pegou apenas o seu fígado, então ele vai ficar bem.

S/n: E o fígado dele?

Xxx: Vai Melhorar. Ele pode acordar a qualquer momento. – Ouvimos um arfar baixo, olhamos Taehyung que acorda aos poucos. – Como disse, a qualquer momento. Vou deixá-los sozinhos. Preciso curar mais pessoas. Vou curar você também.

S/n: Não precisa... Cure os outros Primeiro... Garanto que os cortes foram leves e não fundos. – Sorrio meiga – Obrigada.

Ela sai andando até o campo, me ajoelho ao lado do Maior e seguro seu rosto, ele se ajeita com dificuldade se encostando no tronco da árvore e me olha. 

Taehyung: O que... aconteceu depois... que eu desmaiei? – Sua voz estava baixa, quase falha, seu olhar estava cansado e praticamente sem vida. As laterais de seus lábios estavam manchados de sangue... Seu sangue...

S/n: Eu cheguei a tempo e lutei com Jasper... – Ele arregala os olhos. – Eu sei... Não foi fácil, estava preocupada com você, queria terminar o mais rápido possível, mas ele precisava se transformar lobo. Matei ele e joguei seu corpo pela ladeira abaixo. 

Taehyung: Seu pescoço está sangrando... Seu braço... – Ele passeia seu olhar por cada parte de meu corpo e para em minha perna, em seguida, me fita novamente – Sua perna... 

S/n: Fiz um pequeno sacrifício. – Sorrio – Mas no fim deu tudo certo, não se preocupe comigo, não sou uma bonequinha frágil, sei me cuidar, os ferimentos foram leves, mais leves do que o seu. – Passo minhas mão pelo seu rosto tirando algumas medeixas de cabelo. Sua mão esquerda agarra meu pulso, o olho sem entender esperando uma resposta pelo ato, lágrimas rolam de seu rosto e um sorriso simples aparece.

Taehyung: Estou tão orgulhoso de você... Você se tornou uma mulher incrível, e eu tenho tanta sorte em ser seu namorado. – Com seu polegar, ele acaricia meu pulso. – Me Desculpa... Eu fui fraco desta vez, não queria usar toda a minha força... Pensava que ele tinha uma carta na manga, e não fazia idéia de que seria uma adaga mergulhada em líquido de Acônito... 

S/n: Ele me disse que terá uma outra luta, mas... Eu o matei. 

Taehyung: Outra Luta.... Isso só pode significar uma coisa... Tem alguém por trás do rosto de Jasper, alguém que o segue, mas que comanda, e estava só esperando sua morte para agir. 

S/n: Vemos isso depois, vamos continuar nos levantando... E ganhando. 

Taehyung: Me ajuda a levantar? 

Assinto, ele passa seu braço pelos meus ombros e se levanta com minha ajuda, descemos a ladeira e andamos a caminho do castelo, passando por pessoas feridas, corpos sem vida, Curandeiros de Pele ajudando soldados necessitados, Jungkook se aproxima junto a Jhope, ambos preocupados pelo estado de Tae. 

Jungkook: Taehyung? Você está bem? 

Taehyung: Sim... Eu não usei toda minha força...achei que ele tinha uma carta na manga, mas não esperava que fosse uma adaga. – Diz com dificuldade. Ele sorri meigo – Isso dói – Rindo, ele leva sua mão livre até o ferimento que estava fechado.

Jhope: Mas... Nos curamos rápido... E não sentimos dor quando nos curamos. 

S/n: Jasper enfiou uma faca com Acônito. 

Jungkook: Mas que idiota. Se eu pego ele eu-

S/n: Matei ele. – Os dois me olham incrédulos. 

Jhope: Sério? Como?

S/n: Kira me ajudou a fazer um veneno para ele, Sangue de Anjo com Acônito. Esperei ele virar um lobo e atirei nele com essa belezinha. – Aponto para HK USP. 

Jhope: Parabéns, estou orgulhoso de você, você foi ótima! – Sorrio com seu comentário.

Kira: S/n, preciso te mostrar uma coisa... – Ela diz aparecendo ao meu lado – vem comigo? – Assinto, Kira sai andando sem me esperar.

Entrego Taehyung aos cuidados dos meninos e saio ao encontro de Kira, me apreço para seguir seu ritmo, ela caminha até o corpo de Jasper jogado no fim da ladeira. Ela se abaixa e vira a cabeça para mim, me dando um susto, esse rosto não é de Jasper, não é o rosto da pessoa com quem lutei. 

Kira: Acho que você deve estar se perguntando como isso aconteceu. Jasper usou uma pessoa qualquer, ele lutou pessoalmente e quando viu que poderia morrer, usou uma magia de transformação e a usou em uma pessoa qualquer... S/n, ele não morreu... Está vivo... Você matou uma pessoa inocente sem saber... 

S/n: Aquele Idiota... – Serro meus punhos e trinco o maxilar – Como pôde ser tão covarde... Mas ele se transformou em Lobo!

Kira: Magia de Transformação pode te transformar em qualquer ser vivo, seja planta, animal ou até na forma humana, natural ou sobrenatural. 

S/n: E isso significa...

Kira: Que não acabou... E agora eu tenho certeza de que ele vai com tudo, e eu não estarei mais no clã para ajudar e contar os planos. 

Continua...? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, li algumas partes de livros para procurar inspiração, espero que tenham gostado da escrita. Dei o melhor.
Caso estejam confusos com vários nomes de seres sobrenaturais que eu citei na batalha, aqui estão eles:
[Plantadores] – Habilidade de manipular a vida das plantas.
[Queimadores] – Podem controlar o fogo e manipular o calor.
[Magnetrons] – Podem manipular e controlar o metal.
[Curadores de Pele] – Curar feridas com apenas um toque.
[Obliviadores] – Podem explodir objetos com toque físico separando as ligações moleculares de uma forma rápida e violenta.
[Murmuradores] – Podem ler e controlar mentes.
[Ninfoides] – Podem controlar a água.
[Banshee] – Gritam quando prevem uma morte, seu grito é tão intenso que pode matar uma pessoa. Seu grito pode ser ouvido a quilômetros de distância. São consideradas mensageiras da morte, geralmente são mulheres, provêm da família das fadas.

Inspiração para os seres: A Rainha Vermelha (Livro)

Obrigador ler! Devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...