História A Mulher Que Não Devo Amar... (Emison) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias K.A.R.D, Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, B.M, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jessica DiLaurentis, Jiwoo, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Tom Marin
Tags Alison Vs Ali Bitch, Bwoo, Conto De Fadas, Drama, Emison, Haleb, Kard, Romance, Sparia Vs Jaria, Spoby Vs Sparia
Visualizações 622
Palavras 2.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Prometido é devido...

(por favor prestem atenção ás notas finais obg)


Boa Leitura!!!

Capítulo 3 - O beijo, a despedida, a dúvida e a incerteza...


Fanfic / Fanfiction A Mulher Que Não Devo Amar... (Emison) - Capítulo 3 - O beijo, a despedida, a dúvida e a incerteza...

 

UM MÊS DEPOIS...

 

 

Noiva....

Era essa a palavra que fazia a doce Alison sorrir no último mês...

Depois de ter dito sim ao pedido de casamento da Emily, a loirinha passava os seus fins de tarde deitada na sua cama, suspirando e sorrindo involuntariamente, enquanto revivia o dia do seu aniversário por horas infinitas..

Tudo foi tão mágico e tão perfeito, que ela mal acreditava na sorte de ter se tornado na dona do coração, da tão desejada Emily Fields...

Mesmo elas tendo combinado de deixar a relação delas em segredo por mais algum tempo, a verdade é que o olhar, o sorriso, e cada gesto que a loirinha fazia, denunciavam a sua felicidade e a sua devoção pela namorada, que a cada dia que passava se tornava ainda mais carinhosa, dedicada e compreensiva, pois apesar de elas terem selado um compromisso que as iria unir pro resto da vida, a verdade é que a jovem Dilaurentis ainda não se sentia á vontade pra conceder gestos de carinho mais profundos, permitindo apenas um leve roçar dos seus lábios nos lábios da sua agora noiva.

Todos os dias Alison se martirizava por não conseguir se libertar da sua timidez, no entanto a Emily sempre deixava bem claro, que uma das coisas que mais a encantava era o fato da loirinha ser diferente de todas as garotas com quem ela já tinha namorado, deixando a mesma mais aliviada com relação a algo que ainda a deixava bastante desconfortável, e que ela considerava ser uma grande desvantagem em relação ás suas rivais..

Decidindo não pensar mais no assunto, a filha dos Dilaurentis abriu uma das gavetas da mesinha de cabeceira, e ficou apreciando a pulseira de noivado, que mesmo sendo uma jóia cara, certamente não brilhava mais do que os seus olhos, toda a vez que ela pensava no significado de carpe diem..

Emily queria viver um "felizes para sempre" ao seu lado e nem aquela pulseira de ouro, ou o mais valioso diamante, tinham qualquer tipo de valor perto do amor que a loirinha sentia por ela.. pois a jovem podia até podia ser bastante conservadora pra namorar uma garota tão experiente, no entanto ela sabia o que era amar de verdade, e era esse mesmo amor que iria fazer da morena a mulher mais feliz do mundo...

O inesperado toque da campainha provocou um sobressalto no coração da jovem, fazendo com que a mesma corresse até á janela, e ao ver que era a Emily quem estava na porta, a mesma desceu as escadas o mais depressa que pôde, no entanto o seu irmão já havia se adiantado:

- O que você tá fazendo aqui chinoca? - ela escuta o Jason perguntando, num tom de voz bastante ríspido.

- Vim falar com a Alison, posso entrar?

- Eu tou aqui - a loirinha alertou timidamente, e ao perceber que a sua irmã tinha o rosto completamente ruborizado, o jovem decidiu provocar a morena, pois não foram poucas as vezes que os seus amigos lhe avisaram que as duas estavam tendo um romance.

- O que você quer da minha monstrinha a uma hora dessas?

- Hei.. não chame a minha noiva de monstrinha, eu não gosto - Emily respondeu sorrindo fraco.

- O quê? Acho que não ouvi bem... 

Alison sentiu o seu coração apertar, pois a expressão do Jason passou a ser a de um rapaz enfurecido, e tudo que ela menos queria, era ter problemas com ele e com os seus pais...

- Tudo me leva a crer que você escutou muito bem:  hoje faz um mês que eu pedi a sua irmã em casamento, e ela aceitou - a morena respondeu corajosamente, usando toda a sua frontalidade, pois a verdade é que ela amava irritar o irmão da sua noiva, pois o mesmo sempre fazia questão de lembrá-la da sua origem coreana, chamando-a de chinoca, ou então de olhos puxados.

- Você realmente acredita que eu vou permitir que roube a minha monstrinha de mim? - ele perguntou seriamente, mas logo em seguida o mesmo se desmanchou em gargalhadas, por perceber que as duas adolescentes estavam aterrorizadas...

- Chega de brincadeira Jason! Eu não quero que os nossos pais escutem... promete guardar segredo? - Alison pediu ao mesmo tempo que o encarava com carinho.

- Eu faço tudo por você monstrinho...

- Eu já pedi pra você não chamar ela assim.. Mesmo sendo meu futuro cunhado, eu não respondo por mim se continuar falando assim com ela - Emily disse num tom de voz ameaçador, contudo, segundos depois, os dois começaram a rir descontroladamente, pois por hábito eles sempre fingiam se odiar, quando na verdade eles eram bastante amigos, apesar da acentuada diferença de idades..

- Arrrgh, okei, okei! Eu vou deixar vocês á vontade, mas depois teremos de falar acerca desse "noivado" com calma.. Não sei se vou permitir que a minha monstrinho se case algum dia - Jason disse fazendo um ar de deboche.

Alison e Emily sorriram, e felizes por poderem contar com mais um aliado, as duas se despediram do palhaço de serviço, e subiram as escadas, decididas a conversar no quarto da loirinha...

- Desculpa perguntar, mas é que numa coisa o Jason tem razão: já é tarde, porque você veio até aqui noiva?

- Que delicia escutar essa palavra.. Principalmente porque ela vem da sua boca, e ainda mais porque é dirigida a mim..

Alison sorriu, pois a morena sempre tinha palavras lindas pra lhe dizer, no entanto o seu coração a alertou que a presença da sua namorada na sua casa em pleno domingo á noite, representava que a mesma tinha algo importante pra lhe dizer, e julgando pelo sua expressão preocupada, a loirinha chegou á conclusão que não iria gostar nem um pouco do que ia escutar em seguida...

- Será que dá pra gente conversar noutro lugar? - a morena perguntou num tom de voz baixo.

- Sim, claro que sim... que acha de darmos uma volta no parque? - a jovem sugeriu ao mesmo tempo que apertava a sua pulseira com força, como se pudesse retirar um pouco de coragem desse objeto que ela amava com todas as forças.

Emily assentiu com a cabeça, e depois de vestir um casaco de malha, a loirinha a acompanhou até ao parque sempre em silêncio, até ao momento em que as suas se sentaram num banco, ficando assim de frente uma pra outra.

Sem saber como a sua noiva iria reagir ao que ela tinha pra contar, a morena começou a acariciar o seu rosto, como se quisesse eternizar aquele momento na sua mente...

- O que você quer me dizer? - Alison perguntou por estar sentindo que os seus nervos estavam abalados pela ansiedade, e pela curiosidade que por pouco não a matava.

- Hoje de manhã os meus pais me disseram que precisamos ir pra Coreia por alguns dias...

- O quê? Não... - a loirinha responde em meio a um sussurro causado pelo choque, pois ela estava preparada pra qualquer noticia, menos para essa, o que fez com que algumas lágrimas involuntárias rolassem pelo seu rosto..

- Alison - a jovem escuta a morena chamar, e mesmo contra a sua vontade, ela se virou para encará-la novamente, percebendo que a mesma estava preocupada e triste por tê-la feito chorar - desculpa amor, mas são problemas de familia, e os meus pais disseram que eu tenho de acompanhá-los... por favor, não chora princesa..

- Não, não se preocupa comigo - Alison respondeu ao mesmo tempo que limpava o rosto com a manga do casaco - você pode ir, eu vou ficar bem..

- Amor... - Emily começou por dizer, no entanto a loirinha a impediu de continuar, abraçando-a  com todas as suas forças, como se quisesse demonstrar que essa viagem inesperada não ia abalar a relação delas em nada...

- Promete que vai ficar bem?

- Sim, eu prometo - ela respondeu de cabeça baixa, por saber que estava faltando com a verdade, e que apenas o disse pra tranquilizá-la...

- Eu te amo princesa...

- Apenas prometa que vai voltar! - ela afirma em jeito de pedido, embora o seu tom de voz deixasse subentendido, que era mais uma ordem que outra coisa.

- Claro que prometo! Além do mais quinta tenho de justificar as minhas faltas, e na sexta já regresso ás aulas normalmente..

- Quinta? Como assim? Esta quinta? Mas afinal de contas quando é que você vai viajar?

- Esta madrugada...

- Mas..

- Nada de mas... Você tem a pulseira que eu te dei, e toda a vez que sentir a minha falta, apenas olhe pra ela, e lembre-se de que eu te amo mais do que tudo. Enquanto essa pulseira existir nós nunca deixaremos de nos amar, entendido?

- Okei, que assim seja... eu ficarei te esperando e contando cada minutinho que passar até chegar essa bendita sexta-feira - Alison disse, pra logo em seguida soltar um suspiro de resignação.

Emily a olhou com admiração, e sem esperar que ela permitisse, beijou a sua testa carinhosamente:

- Eu vou sentir muito a sua falta loirinha, e também estarei contando cada minutinho até regressar pros seus braços...

As duas se levantaram e se abraçaram com força, esquecendo assim das horas, bem como do abismo que tinha se colocado entre elas, e principalmente da saudade que iriam sentir daquele dia em diante.

O coração da Alison pulava de forma tão descompassada, que a mesma entendeu que aquele descontrole era um sinal de que ela não podia deixar que a sua amada partisse sem levar uma linda recordação, e por esse motivo, a jovem Dilaurentis colocou as duas mãos no rosto da morena, e depois de encostar os seus lábios nos dela, a mesma permitiu que um beijo acontecesse...

O beijo mais especial, puro e apaixonado que duas pessoas poderiam dar, num momento em que o destino delas tinha levado uma forte pancada..

Completamente rendida áquele momento mágico, Emily segura a sua cintura, e puxando-a ainda mais pra si, ela a envolveu no seu abraço, impedindo que aquele beijo encontrasse um fim, pois apesar dela sempre ter respeitado a vontade da namorada, o certo é que fazia meses que a mesma vinha sonhando com aquele beijo..

Pouco depois, e sabendo que quanto mais depressa a sua noiva partisse, mais depressa ela estaria de volta, Alison saiu do beijo e começou a correr em direção á sua casa, sem dizer uma única palavra de despedida..

Ao deitar se na sua cama, ela permitiu que todas as lágrimas que tinha reprimido quando ainda estava no parque fluíssem livremente, e durante algumas horas, o silêncio da noite testemunhou o seu choro, bem como as suas orações, onde ela implorava a Deus pra que a morena cumprisse a sua promessa...

 

                                     ***********

 

Os dias passaram rapidamente, e na quinta feira todos no colégio puderam ver uma Alison super feliz e ansiosa.. Tão ansiosa, que assim que escutou o toque da campainha que anunciava o final das aulas, ela foi de imediato até a sala do diretor, afim de perguntar se a Emily tinha aparecido pra justificar as faltas, contudo a resposta que ele lhe deu foi negativa..

Sem qualquer tipo de entusiasmo, ela chegou a casa desanimada, mas logo tratou de colocar um sorriso fingindo, e  pra evitar que lhe fossem feitas perguntas, a mesma se recusou a jantar, propondo se a dormir cedo, na esperança de que no dia seguinte, ela pudesse finalmente estar nos braços da sua amada...

 

 

NO DIA SEGUINTE...

 

- Hanna se você continuar fazendo isso, terá de colocar unhas postiças - Aria disse na intenção de repreender a amiga, que estava roendo as unhas freneticamente...

- Ai.. eu sei, eu sei.. mas é que daqui a pouco começa a aula de geografia, e nem sinal da Alison, e muito menos da Emily.. eu não consigo evitar - ela respondeu exasperada, por ter testemunhado a tristeza da sua amiga nos últimos dias..

- Bom dia! - Alison disse pegando as amigas de surpresa..

- Bom dia! As três responderam em uníssono, ficando meio encabuladas ao perceberem que a loirinha tinha parado de prestar atenção nelas, pra começar a olhar em volta do colégio, certamente pra ver se a Emily já havia chegado...

Constatando que o motivo da sua felicidade não estava ali, Alison permitiu que os seus ombros descessem até ao chão, contudo, assim que ela percebeu que as amigas a estavam encarando, a mesma decidiu fabricar um sorriso falso, que infelizmente vinha assombrado pela mais completa tristeza..

Sem saber como agir, Aria tentou ajudar a amiga, dizendo que talvez a Emily tivesse adoecido, contudo, logo em seguida a mesma se arrependeu de ter aberto a boca..

- É claro! Como não pensei nisso antes? Ela deve tar doente, ou então o avião tá atrasado.. embora não exista motivo nenhum pra um avião se atrasar tanto.. Quem sabe ela sofreu um acidente? 

- Amiga, se acalma por favor - Spencer pediu ao mesmo tempo que fulminava a Aria com os seus olhos..

- Sim, sim você tem razão, eu vou me acalmar... Vocês me dão cobertura? - Alison pediu completamente alienada dos avisos da amiga.

- Cobertura pra quê? - Hanna pergunta confusa..

- Eu não vou conseguir ficar aqui, e fingir que tá tudo bem... A Emily pode estar ferida, ou doente e precisando de mim.. eu vou pra casa dela agora...

Mostrando a determinação de uma garota apaixonada, a jovem Dilaurentis girou nos calcanhares e deu meia volta, saindo assim do colégio, e deixando as amigas aterrorizadas, por não saberem o que lhe esperava nessa ida á casa da Emily, pois era mais do que evidente que esse sumisso da morena, iria trazer bastante amargura pra vida da doce Alison...


Notas Finais


Tadinha da Alison tão ingénua... O que será que a espera nessa ida até casa da Ems..?
Será doloroso, e posso afirmar que neste momento odeio a Emily.. Quanto mais escrevia mais odiava ahahahah
PS: já deu pra entender que essa origem coreana da emily vai trazer o kpop de volta aos meus enredos?? Só me aguardem ahahahaha...

IMPORTANTE:

Muitos sabem que além de escrever eu tb fico por detrás das cortinas do spirit e outros sites ajudando a criar enredos e blá blá blá, o certo é que amo ler fics e depois de conversar com a patroa dji eu ( vulgo Suzy Liars), eu decidi que vou me candidatar a Beta Reader... Além de estudar enfermagem, eu descobri que essa coisa de querer ajudar e apoiar, é algo que nasceu comigo, e faz parte da minha essência... O certo é que essa inscrição exige que o candidato tenha três fic's terminadas e muito bem escritas.. Apesar de eu me orgulhar bastante daquilo que publico porque faço com carinho, a verdade é que ainda não tenho a técnica que tanto busco.. Por esse motivo eu decidi que vou reescrever a minha fic "A Vida Secreta de Laura" e apagar a anterior... Peço desculpas aos que já acompanhavam e prometo que vou recomeçar ela de forma bombástica, daquele jeitinho AAAAAA que tanto amo...
Essa será a primeira fic que vou apagar, e confesso que não foi uma decisão fácil, mas se existe uma fic que quero apresentar a pessoas que futuramente irão avaliar a minha escrita, é esse xodó meu...


IMPORTANTE PARTE II: gente, não tenho palavras pra agradecer essa onda de apoio e carinho... peço perdão por demorar a responder aos comentários mas todos os dias eu venho aqui e sempre tem mensagem de apoio e confesso que tou morrendo de saudades...

Em modo leitora, tenho favoritado algumas fic´s muito boas da tag Emison, vão dar uma olhada pois são mesmo muito boas...

E agora a pergunta final. Cadê a Emily Brasil???

Obrigada por serem fantásticos, maravilhosos, cheirosos e imprescindíveis...

até breve
#segueobaile


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...