História A Namorada Do Bruno Henrique - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bruno Henrique Pinto, Cristiano Ronaldo, Gabriel "Gabigol" Barbosa Almeida, Neymar
Personagens Bruno Henrique Pinto, Cristiano Ronaldo, Gabriel "Gabigol" Barbosa, Neymar, Personagens Originais
Visualizações 19
Palavras 1.166
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Família santos


Fanfic / Fanfiction A Namorada Do Bruno Henrique - Capítulo 18 - Família santos

      Bruna arruma o cabelo e sorri pra irmã, Gabriel estava deitado na cama da namorada que conversava com a irmã.

Bruna- não entendi por que agende que tem que ir pra casa dos nossos pais.

Rafaella- é sempre bom voltar pra casa.

Bruna- eu discordo, principalmente quando tem o Gabriel, que nosso pai não suporta, a Bruna que nossa mãe pego ranço e o Lucas que não tem noção do que vai acontecer ao entrar no ninho de cobrar.

Rafaella- não suporta nossa família ainda?

Bruna- não suporto gente falsa, principalmente família.

Neymar- ta na hora.

      Eles saem e os irmãos entram nos carros, Bruna ri do jeito de Lucas e olha o carro de Rafaella e Neymar se pararem de cada lado do seu.

Neymar- assim que chegarmos no asfalto das terras do nosso pai, a corrida começa.

Bruna- quer perder na frente da namorada maninho, depois não vem chorar.

      Eles saem dirigindo, sempre competindo pra ver quem ficava na frente, ao chegarem no sitio dos pais deles eles param lado a lado, os três sorriem e aceleram, Neymar era bom em campo assim como Bruna, e Rafa era uma ótima motorista assim como os irmãos, mais sempre era ótimo competir com os dois.

      Quando Bruna fica na frente ela impede Neymar de passar, eles chegam e os carros param lado a lado, os três descem e logo os companheiros se juntavam a eles.

Bruna- como sempre venci.

Nadine- meus filhos.

     Abraçando os três ela comprimento os cunhados conhecidos e sorri abraçando Lucas.

Nadine- bem vindo a família querido.

Lucas- obrigada senhora.

Nadine- sem essa de senhora, Nadine está bom, vamos o resto da família esta esperando.

     Bruna revira os olhos assim como Rafaella e os seis começam a caminhar.

Tomas- Neyyyyyy.

Bruna- Lucas, Gabriel esse é nosso primo gay puta, ta em cima de todos os homens possíveis principalmente do Ney.

      O garoto de 25 abraça os primos e passa redor por Bruna abraçando Gabriel e Lucas que se afastam quando ele começava a mexer as mãos.

Bruna- cai fora tomas, eles tem namoradas.

      O garoto sai rebolando e eles apresentam discretamente os familiares tanto um resumo de cada.

Cláudia a tia bêbada e que ama uma briga.

Cláudio o tio tarado 

Nolan o primo hetero e machista 

Etc

      Eles sentam afastados da família e Bruna nota alguém se aproximar, olhando a prima puta ela vê bruno ao lado.

Bruna- só pode ser sacanagem.

Bruno- por que não falou que era parente dela?

Anna- ela não é importante, vem amorzinho.

      Eles saem e Rafaella ri falando alto pra provocar.

Rafaella- ouvi dizer que o baguete dela é horroroso.

     Neymar e Bruna que bebiam cospem a bebida rindo.

Bruna- Rafaella pelo amor de deus, saiu cerveja pelo meu nariz.

     Eles começam a rir e a cachorra da família se aproxima sentando com eles.

Bruna- sabia que ela sabe jogar futebol Gabriel?

Lucas- ah mentira?

Neymar- é verdade, agende aprendeu muito com ela.

     A cachorra late e Bruna vai pegar uma bola, os três jogadores se põe de pé e Bruna tenta perdendo a bola assim como Gabriel e Neymar, quando eles tentam juntos a cachorra mesmo assim consegui pegar a bola e sai abanando o rabo.

Rafaella- essa sim é a melhor do mundo, e não o Cristiano Ronaldo.

Bruna- é.

Anna- primas e primo, me diz uma coisa Bruna, como foi saber que a morte da própria filha foi sua culpa?

      Bruna se alevanta pra avançar na garota mais Lucas se põe na frente e Rafaella fica cara a cara com a prima.

Neymar- vaza daqui.

Anna- não me digam que ela ainda não superou? Vadia patética.

     Ela começa a se afastar e Bruna começa a rir jogando o copo longe, passando por eles ela corre e puxa os cabelos da garota pra trás a jogando no chão, ficando encima dela ela começa a dar socos na prima, Neymar tenta tirar ela de cima mais acaba arrastando a garota junto.

      Os familiares se aproximam e Lucas segura as mãos da namorada notando que ela tremia, a afastando ele se afasta com ela indo pra uma pequeno floresta atrás da casa.

     Bruna senta em uma árvore olhando suas mãos, começando a chorar Lucas tanta se aproximar mais bruno segura seu braço.

Bruno- esse é o momento que você precisa deixar ela sozinha, pra ela poder soltar tudo.

      Lucas e bruno saem e se juntam aos outros convidados, quando eles ouviram gritos Neymar segura o garoto.

Neymar- deixa ela, ou ela na hora da raiva e dor vai dizer coisas cruéis, e vão terminar.

Lucas- e vão deixar ela gritando?

Rafaella- sim, toda pessoa chega o dia que não consegui mais segurar, e deixa o peso que tentou carregar sozinho cair, ela tem que se livrar da culpa, da raiva e principalmente da dor.

       Após algum tempo o silencio estava no lugar, os irmãos vem Bruna indo em direção ao carro, ela sai em alta velocidade e eles vão atrás.

       Bruna era inteligente então deixou seu carro mais veloz do que era, eles vem o carro ir em alta velocidade em direção a um poste, Neymar liga ouvindo o choro da irmã logo em seguida.

Neymar- para o carro agora Bruna!

Lucas- bru para o carro e vamos conversar.

Bruna- não tem conversa e...

      Quando o caminhão bateu no lado do passageiro os três carros freiam se aproximam, bruno por ser o primeiro a se aproximar tira a garota do carro, seu corpo tinha vários cortes causados pelo vidro quebrado, Rafaella liga pra emergência, bruno abraça a garota tentando a acorda.

Bruno- vamos bru, acorda, você precisa abrir os olhos, mesmo que seja pra me olhar com raiva, mais abre os olhos pequena... Eu juro que vou te amar pro resto da minha vida se abrir os olhos.

      Quando a ambulância chego eles levam o corpo e Gabriel abraça o amigo que chorava.

Gabriel- ela vai ficar bem.

Bruno- espero que sim.

      Todos vão pro hospital e ficam esperando, após longas horas um medico se aproxima e olha os jovens.

Bruno- como ela ta?

Medico- após cinco cirurgias ela esta no quarto descansando, eu pra ser honesto em todos os meus anos nesse hospital não sei como aquela menina esta viva, ela atinja vontade de viver por alguém motivo, mais infelizmente ela com a forte bancada da cabeça ficou em coma, e talvez, não temos certeza possa der prejudicado um pouco a memoria dela, a senhorita santos pode acordar daqui alguns meses ou semanas lembrando de tudo como pode acordar não lembrando de nada.

      Rafaella abraça Neymar ficando os dois chorando, eles voltam a ficar sentados esperando o horário de visitas, quando chegou eles entram no quarto e vem Bruna com muitos machucados e hematomas, um braço quebrado e um olho enfaixado.

Lucas- por que colocaram isso no olho dela?

Enfermeira- tinham alguns pedaços de vidro no olho dela.

      Todos sentam apenas olhando o corpo da garota, se perguntando quando ela iria acordar, ou se ela lembraria de alguma coisa, como quem eram eles.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...