História A namorada do meu irmão - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo aí!
- Espero do fundo do meu coração que vocês gostem! -

Capítulo 3 - Uma mensagem anônima


Fanfic / Fanfiction A namorada do meu irmão - Capítulo 3 - Uma mensagem anônima

A noite estava sendo perfeita! Descobri que a garota estava quase no fim do terceiro do ensino médio, assim como eu e Karine.

Ela comentou que iria mudar de colégio, pois tinha alguns problemas no qual frequentava. E é aí que bate a conhecidência. O colégio novo era Twinyndolt! O mesmo em que eu e Karine estudamos desde o ensino fundamental! 

O assunto gerou mais conversa, ficamos muito, mas muito tempo conversando. Ela fala demais, mas isso não importa, por que você interage junto e quase não percebe. Nem nos damos conta de que as horas passavam tão rápido.

Estava ficando tarde e como já tínhamos jantado e conversado bastante, decidimos ir para casa. 

A garota bonita foi a primeira a ir. Aí que me dei conta de que não tinha perguntado o nome dela. Como eu posso ser tão monga? Se existe alguém pior do que eu nesse quisito, eu desconheço.

-"Karine, meu anjo, qual o nome da garota mesmo?"- Ela me olha com um sorriso largo no rosto e eu, não estava entendendo absolutamente nada. 

-" Vocês estavam na maior intimidade e não sabem nem o nome uma da outra? - Ela fala com um ar risonho. Começamos a falar de outra coisa que não tinha nada de compatibilidade com o assunto. Karine enrola tanto, que acabei por ficar sem saber o nome dela.

Ela me ofereceu carona e eu, que não sou boba nem nada, aceitei. Imagina se eu fico aqui esperando o taxi e ainda sou estuprada? Eu hein! 

Como eu estava sozinha em casa, conversei com a Karine e a mãe dela para dormir lá. Elas aprovaram. Só voltei para pegar o que eu preciso para dormir fora.

Comemos brigadeiro e assistimos um filme que da um pouco de medo. Eu não lembro o nome, mas sei que não assistiria novamente.

(na manhã seguinte)

Eu acordei antes de todos naquela casa. Peguei uma toalha e fui tomar um banho quente, para começar o dia de bom humor.

Pego meu celular, entro no whatsapp e vejo uma mensagem, enviada às cinco horas da manhã.

Anônimo:

- ah, a vagabunda és lésbica. Boa sorte, falsa virgem.


Notas Finais


Desculpa se foi curto, eu tentei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...