História A Nerd - Ruggarol - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Personagens Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Agustín Bernasconi, Ana Jara Martinez, Carolina Kopelioff, Chiara Parravicini, Karol Sevilla, Michael Ronda, Ruggero Pasquarelli, Valentina Zenere
Visualizações 79
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Capítulo 35.


(...)

Olhei pro lado e Ruggero estava acordado, sentado e me olhando.

Ruggero: Quem era?

Karol: A Cande.

Ruggero: Que? Como assim? O que ela queria?

Karol: Pedir perdão. –ele gargalhou

Ruggero: Queria o quê?

Karol: Pedir perdão!!

Ruggero: Não me diga que voc... –o interrompi

Karol: Sim, eu a perdoei.

Ruggero: Karol, você é idiota ou se faz?

Karol: Ué, ela se arrependeu.

Ruggero: A Cande não se arrepende de nada Karol.

Karol: Mas eu senti verdade nas coisas que ela me disse.

Ruggero: É tudo falsidade. Ela nunca vai mudar, Karol. Não seja bobinha. Você tem que ser mais dura, não confiar tanto nas pessoas. Você tem um coração muito bom, e eu te entendo, mas ser assim em excesso, não é bom.

Karol: Bom, tudo bem. Mas ela está bem longe de nós, é a melhor coisa, é combater o mal com o bem. Eu a perdoei, e vou perdoar quantas vezes forem necessárias.

Ruggero: Aii Karol, você é demais. –riu

Karol: Eu sei que você odeia esse meu lado, mas releva. –o beijei

Ruggero: Fazer o que né. –revirou os olhos e sorriu

Karol: Agora eu vou lá ver as meninas. –levantei da cama, e coloquei meu pijama

Fui até o quarto delas, e entrei, e elas estavam sentadas conversando.

Karol: Bom dia amores! –fui até elas e as abracei

Luna: Bom dia mamãe. —sorriu

Nicole: Bom dia.

Karol: Vocês estão com fome?

Luna: Simmm!!

Nicole: Sim.

Karol: Então quem quer ir no mercado com a mamãe?

Luna: Eu quero!! –olhei pra Luna e sorri, mas olhei pra Nicole esperando uma resposta, mas não obtive. E ela desviou o olhar.

Karol: Ei, meu amor, o que houve? –cheguei perto de Nicole e acariciei seu rosto

Nicole: Nada. –empurrou minha mão

Karol: Então tudo bem. Mas você vai querer ir comigo no mercado?

Nicole: O papai vai?

Karol: Não sei... se ele quiser ir.

Nicole: Se ele não for, eu não vou.

Karol: Bom, tudo bem, eu já volto pra dar banho em vocês e colocar uma roupa.

Voltei até meu quarto, e me sentei do lado de Ruggero. Que estava mexendo no celular.

Karol: Rugge...  –me olhou, e colocou o celular na cama

Ruggero: O que foi?

Karol: A Nicole está estranha. Na verdade, ela é estranha, mas é estranha comigo. Eu chamei elas para irem no mercado comigo, mas a Nicole disse que só vai se você for. Eu, de verdade, não entendo.

Ruggero: Amor, ela é só uma criança. Ainda não está acostumada com você, ainda mais sendo a mãe dela.

Karol: Mas ela gosta de você, e por que não de mim?

Ruggero: Porque ela já me conhecia. Amor, isso é questão de tempo. Ela só precisa se acostumar.

Karol: Não sei não...

Ruggero: Relaxa, vai dar tudo certo. Agora vamos!

Karol: Pra onde?

Ruggero: Como pra onde? Pro mercado né!

Karol: Ah é!! Vai se arrumando aí que eu vou lá arrumar elas.

Ruggero: Ok. –me beijou

Voltei até o quarto delas, e Nicole quando me viu, abaixou a cabeça.

Karol: Vamos pro banho, Luna? –peguei ela no colo

Luna: Sim, mamãe!

Dei banho na Luna primeiro, ensinei a escovar os dentes direitinho e depois a vesti. Em seguida, fui até Nicole, e me sentei do lado dela.

Karol: Princesa, vamos tomar banho?

Nicole: Não quero.

Karol: Mas você precisa tomar banho.

Nicole: VOCÊ ESTÁ SURDA? EU NÃO QUERO!! –a olhei assustada e Ruggero entrou no quarto

Ruggero: Nicole!! Vai tomar banho com a sua mãe agora, eu estou mandando. –a encarou, ele já estava pronto

Nicole: Tá bom. –bufou e foi até o banheiro, e Luna observava a situação quieta.

Fui até o banheiro, e dei banho nela, que não disse uma palavra, e me olhava de cara feia. Depois do banho, ela mesma quis escovar os dentes sozinha, então eu deixei, mas isso vai ser complicado... Quando terminei, a vesti, falei pro Rugge descer com elas, que eu ia me arrumar.

Tomei um banho rápido, e coloquei um cropped branco com mangas com detalhes vermelhos, e uma saia longa preta, e uma sandália. Escovei os dentes, peguei minha bolsa, meu celular e desci.

Karol: Vamos?! –saímos de casa, e fomos a pé, afinal, não era tão longe.

(...)

Quando chegamos, Ruggero imediatamente pegou um carrinho e entramos.

Karol: Meninas, vocês podem pegar o que vocês quiserem, liberado! –ri e elas correram em direção a uma seção de doces/biscoitos e eu fui atrás, e Ruggero atrás de mim devagar.

Luna: Mamãe, eu quero aquele ali!! Pega pra mim! –apontou pra um biscoito em cima da prateleira, e eu peguei e coloquei no carrinho.

Karol: Você não vai pegar nada não Nicole?

Nicole: Sim. Chocolate.

Luna: É, eu também. –foram em direção aos chocolates e pegaram alguns

Olhei pro Rugge, ele olhou pra mim também, e sorrimos.

(...)

Compramos as coisas e pedimos para entregarem em casa, e fomos embora.
Quando chegamos em casa, as meninas correram e se jogaram no sofá.

Luna: Mamãe, eu quero ver Sou Luna.

Nicole: Ah não, eu odeio isso.

Luna: Mas eu quero ver!

Nicole: Tudo sempre tem que ser o que você quer né!

Karol: Nicole, tem uma televisão no quarto de vocês também, se quiser você pode ver outra coisa lá.

Nicole: Não, obrigada.

Peguei o controle, e coloquei em Sou Luna, depois entreguei o controle na mão de Luna, e a campainha tocou, e Ruggero atendeu. Eram as compras.

O moço que trouxe colocou na cozinha, Ruggero pagou ele, e ele foi embora.

Karol: Bom, agora vou fazer o café. –fui pra cozinha e Ruggero me seguiu.

Ruggero: Precisa de ajuda? –antes de eu conseguir responder, o celular de Ruggero toca, e ele atende.

Ligação - ON

Ruggero: Alô?

Xx: Olá, Ruggero. Sou eu, Alexie. (secretária da escola) Eu já soube de algumas coisas que aconteceram com você, e com a sua namorada, a Karol. E por isso vocês faltaram. Mas... quando vocês voltam? Porque eu já estou sabendo que vocês já estão bem, e podem voltar. As faltas já começaram a ser contadas.

Ruggero: Então, no meio de uma coisa que aconteceu, eu e Karol adotamos duas crianças, e temos que cuidar delas. E a Karol também está grávida. Não tem nenhuma forma de podermos continuar estudando não?

Alexie: Bom... Sim. Vocês podem estudar à distância. Pela internet. Mas, como estamos no final do ano, as provas finais terão que ser feitas aqui. Vocês precisarão vir.

Ruggero: Ótimo.

Alexie: Então eu vou te cadastrar aqui, e te mandarei as instruções por e-mail.

Ruggero: Ok, muito obrigado.

Alexie: De nada, querido. Mas... antes de desligar. Você está bem?

Ruggero: Sim.

Alexie: E como está a sua relação com a Karol?

Ruggero: Ótima, mas por que está perguntando isso?

Alexie: É que... Ah, eu sinto sua falta aqui. Saudades de te ver, seus olhos, seu sorriso. Eu ainda sou completamente apaixonada por você Ruggero.

Ruggero: Então... Esqueça isso, é melhor pra você. Eu já estou com o amor da minha vida, e não pretendo mudar isso. Obrigado, tchau.

Ligação - OFF

A Alexie tem 31 anos, e na escola, vivia atrás de mim. Ela já tentou me beijar a força várias vezes, já quis que transar comigo, ih... Ela é louca por mim, mas eu jamais iria ficar com ela. Além de ser bem mais velha que eu, ela é feia.

Karol: Quem era?

Ruggero: A Alexie.

Karol: Não acredito...

(...)


Ooii babies da minha life, como estão? Espero que bem. Então, depois de 84 anos (😂), eu VOLTEI!!! E agora prometo ser mais ativa. Espero que tenham gostado do cap. Beijos de luz. 😘
~Cah 💗




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...