História A Nerd - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 180
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello... voltei e cedo né?

Capítulo 11 - Não toque um dedo nela.


 

Acordei com o barulho e chuveiro ligado, suspirei profundamente.

– Jimin, abaixa o barulho do chuveiro, por favor. – digo batendo diversas vezes na porta. O mesmo abre ela de toalha, coro fortemente. – Jimin!!

Digo tapando meus olhos. Escuto sua risada.

– O que foi, ______? – ele pergunta.

– N-nada n-não. – digo super corada e gaguejando. Desço as escadas, e vejo preparado um café da manhã delicioso. – Hum... que fez isso?

– Eu. – diz Jimin (já vestido) descendo as escadarias. – _____, queria agradecer você. Eu não sou muito de beber, mas naquele dia aconteceu algo...

– Não precisa me contar se não quiser. – digo. Vejo que Jimin estava com o uniforme. – Ham... como conseguiu o uniforme? 

– É, meu motorista veio me trazer hoje cedo. Com eu não posso voltar para casa por conta do que aconteceu, eu pensei... – ele diz coçando a nuca.

– Tá, ok. Vamos juntos para escola, e você pode se arrumar aqui, mas Jimin... – digo olhando para o mesmo. – Sabe que todos da escola vão pensar, né? Principalmente sua namorada.

– Ela não é minha namorada, _____. – suspiro.

– Sim. Pode não ser. Mas, para todos sou namorada do Yoongi. – digo.

– E você não é? – nego com a cabeça. – Então, não deves satisfação a ninguém.

– Mas... – tento argumentar.

– Mas nada, você vai comigo e ponto final. Agora vai se arrumar, porque eu não quero chegar atrasado. – ele diz.

– Tudo bem.

(...)

Após pronta, desço as escadas e vejo que Jimin me esperava, assim que tranquei a porta de casa vi que havia um carro luxuoso enfrente a mesma. Jimin abriu a porta para eu entrar, entrando logo em seguida.

– Então, Jimin... – digo tentando cortar o clima desconfortável entre nós. – Sabe... Eu te ajudei muito, então não mereço um favor?

– Quer um beijo? – ele diz fazendo biquinho.

– Claro que não. Eu queria que você parasse com as humilhações e tals. – digo.

– Tudo bem. – dou um suspiro feliz. – Mas o beijo ainda ta de pé.

Reviro meus olhos.

Assim que o carro para, sinto um medo muito grande de descer com o Jimin, o mesmo sai do carro e abre a porta para eu sair. Eu saio timidamente do carro e vejo que Jimin agarra minha mão, tento tirar ela, mas o mesmo seguro com força.

– Jimin não piora as coisas. – peço.

– _____, deixa de ser exagerada. – ele fala. Tiro minha mão com toda força e saio andando. Percebo que toda a escola nos encarava, me sentei em um banco qualquer e peguei meu celular.

Número desconhecido: Oi ______. Eu não queria que você se machucasse, mas você está pedindo por isso.

Essa pessoa não vai me deixar em paz? Que raiva. Abro as duas imagens e vejo que uma é meu beijo com o Jungkook, e outra era eu entrando dentro de casa com o Jimin.

Número desconhecido: Não quer que essas imagens parem em mãos erradas... como a da namorada do Jungkook ou a ficante do Jimin.

Criei um pingo de coragem e resolvi responder.

Eu: Está me perseguindo?

Número desconhecido: Faço de tudo pelos meus garotos. Até matar se for preciso.

Desligo o meu celular. Ele ou ela é um psicopata. E sinceramente, não preciso de mais psicopatas. Já tenho eu.

– Tudo bem, princesa? – pergunta Taehyung me dando um susto. Coloco a mão no coração.

– Ai, não faz isso comigo. – digo ainda assustada. – Respondendo sua pergunta, não. Nada bem.

– Porque princesa? – pergunta.

– Por nada, Tae.

– ______, porque você e o Jimin chegaram juntos?

–  Eu... – penso em algo. – Bem, ele passou lá em casa para me levar.

Percebi que o que eu tinha dito não tinha o menor sentido. Porque Park Jimin passaria na minha casa para me levar na escola. Principalmente, me odiando.

E eu também.

Mas, ou Taehyung tinha problemas mentais ou era muito burro porque ele acreditou. Sinceramente, eu não queria saber o que iam pensar se eu dissese a verdade.

– O Jimin não é de fazer isso. – diz Taehyung. – Mas, ok, né?

O sinal toca. Fomos para aula.

(...)

A aula era entediante. Eu já sabia o assunto então não em importei em prestar atenção na aula. Abri minha bolsa vejo o ursinho que eu havia ganhado.

– Que estranho... – digo pensando que ser daria aquele ursinho para mim. Sinto uma bolinha de papel na minha cabeça. Abro a mesma.

_______, estou com dificuldade, pode ir para casa hoje? (Ass: Jungkook)

Dou um suspiro, e resolvo responder.

Jeon Jungkook, sabe o que fizemos ontem? Não quero te ver nem pintado de ouro.

Jogo o bolinha novamente para o mesmo.

Meu G-Deus, _______. Foi só um beijo! (Ass: Jungkook)

Você tem namorada.

Eu já trai ela muitas vezes. (Ass: Jungkook)

Você é um idiota.

Você é mais. (Ass: Jungkook)

Ok. Eu vou. Mas juro que se tentar mais alguma coisa comigo, darei um chute no seus países de baixo que nunca terá mais filhos.

Psicopata. (Ass: Jungkook)

Guardo o papel dentro do estojo. Vejo que já era hora da saída. O sinal toca.

Procurei Lisa, mas como sempre a mesma não aparecia. Eu só tinha a última aula com ela, então esperava a ver.

Vejo o Yoongi sentado sozinho, engulo meu orgulho pelo o que me disse e fui sentar com ele.

– Oi, Yoongi. – ele me olha com certa surpresa.

– Oi, ______. Me desculpa pelo o que eu falei aquele dia, ta? – concordo com a cabeça.

– Tudo bem, Yoongi. Mas, desde que saiu da BTS percebi que você tem andando muito só... Por quê? – pergunto. – E porque saiu da BTS?

– Eu não sei. Só não gosto de andar com muitas pessoas. – vejo que ele olha para alguém. – Então... sobre o porque de eu ter saído... depois nos falamos, viu? Tchau.

Estranhei. Lembrei-me que a Taeyane falou que ele saiu por minha causa. Mas, não fazia sentido.

Deve ser mais uma mentira da Taeyane.

É como ele disse...

Não sou nada para ele.

(...)

Yoongi saiu da mesa deixando _______ confusa. Assim que viu o Jimin foi atrás dele.

– Jimin. Jimin. – chamou ele.

– Oi, Yoongi. – diz animado.

– Queria te perguntar algo... E quero que me diga a verdade, pode ser? – Jimin concordou com a cabeça. – Porque você e a _________ vieram de carros juntos...

– Ah isso. – Jimin coça a nuca. – A gente dormiu juntos...

O mesmo não teve nem como continuar, pois já estava no chão. Yoongi espancava o mesmo com ódio.

– Me escuta aqui... – ele diz socando Jimin. – Não toque um dedo nela, se não quiser ser um cara morto. 


Notas Finais


Pra quem não se importava o Suga até que tá se importando demais.
(logo, logo darei mais protagonismo aos nossos queridos: Hoseok, Jin e Namjoon)
Comentem.
Favoritem.
E.. tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...