1. Spirit Fanfics >
  2. A Nerd e a Popular - Jenlisa >
  3. Declarações e esclarecimentos

História A Nerd e a Popular - Jenlisa - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


primeiramenteeeee
O MVVV DELAS TA MARAVILHOSO
0 DEFEITOOOOOOOOS NÉ MINHAS FILHAS, PUTA QUE PARIU.
desculpa a demora genteee sériio, vou tentar agr não demorar mt pra postar, pq eu sei como é chato mas sla desanimei, mas voltei com tudoooo dnv!

Capítulo 26 - Declarações e esclarecimentos


Lee Jong-suk estava em uma garagem, cansado e pessimista, em toda a sua carreira nunca imaginaria que iria ser capturado por uma gangue amadora.

Do outro lado,  havia eles, a gangue em caos e incompleta, aos poucos as pessoas que se rebelaram contra Lalisa estavam se arrependendo.

- E se nos acharem? o que faremos com aquele ator de merda? Me explique soojin! Não tiramos Lalisa do cargo pra botar alguém mais inútil! – e mais uma vez reclamavam da garota, eles sequer tinham um plano.

- Vamos pedir trégua para a CIA – a morena falou seriamente – faremos videoconferência, bloquearemos qualquer tipo de acesso que eles tem de rastreamento, faremos do modo mais fácil, pois bem, eu não responderei aos meus atos.

.....

- O-o que? – Jennie não conseguiu acreditar ao escutar a ruiva falar daquele jeito sobre si - é recíproco então?

- Com certeza – Manoban sorriu – posso te beijar? – a castanha somente assentiu.

Lalisa ergueu-se sobre o sofá e selou os seus lábios, mas não demorou muito para o beijo aprofundar-se, quando as suas línguas deram de encontro, se envolveram em uma sincronia gostosa, já a ruiva não perdeu a oportunidade e começou a mordiscar os beiços da agente, dando total satisfação.

Elas ficaram um tempo usufruindo seus desejos, mas infelizmente tiveram que se afastar pela falta de ar.

- Você é tão gostosa e tão Linda  - a kim confessou sorrindo.

- A quanto tempo?

- A quanto tempo o que?

- Você gosta de mim – Lalisa acariciava a bochecha macia de Jennie.

- Bom, nem eu sei.. eu só fui me acostumando com a sua birra e as suas provocações, antes era chato mas não consigo imaginar ficar um dia sem escutar as suas reclamações idiotas – a ruiva fingiu uma expressão de surpresa.

- Está dizendo que eu sou mimada? – Jennie riu.

- E eu estou mentindo? – ambas sorriram.

- Vem, senta no meu colo – a castanha se surpreendeu com a deixa que foi dada, mas gostou da idéia, sentando-se no colo da Manoban.

- Eu não sei quase nada sobre Você – a Kim falou recebendo um suspiro da ruiva.

Jennie ajeitou-se sobre o corpo da outra, apoiando sua cabeça nos ombros de Lalisa, podendo assim aspirar o seu cheiro que era tão  gostoso para si.

- Eu também não sei nada sobre Você – respondeu a ruiva – se bem que Você sabe mais de mim do que eu de Você, agente Nikita –  o final da frase foi falada propositalmente para provocar.

- Para com isso, eu sei o básico, eu gostaria de saber as suas cores favoritas, comida, do que gosta de fazer, quem Você já amou, enfim.. seus segredos.

- Eu não sei se seria o certo a fazer.. – falou receosa.

- Ué, não seria nada demais, Você só está compartilhando algumas coisas com a sua namo..amiga! – tossiu falsamente para disfarçar o que iria falar.

- Hum..  o que Você quer saber? – ela se rendeu.

- O que Você mais curte fazer ?

- Sexo, especificamente com Você – Sorriu provocativa.

- Ya! Mas nem fizemos ainda – murmurou enfiando o rosto no pescoço da Lalisa, essa que se arrepiou na hora.

- Mas vamos fazer.. – apertou a coxa de Jennie fazendo-a dar um pulo pelo desprevenido.

- hum.. – a agente só assentiu – Bom, eu gosto de.. bem, eu.. do que eu gosto? – a castanha ficou pensativa.

- De mim, óbvio – arrancou risadas da agente.

- Boba.. bem, do que tem mais medo? – perguntou, pegando desprevenidamente lalisa, que ficou desconfortável.

- De nada – respondeu séria.

- Pode confiar em mim - transferiu segurança para ela, que cedeu rapidamente.

- De me apegar em alguém, de.. fazer mal a alguém que eu gosto – ele deu uma risada curta, tentando descontrair - sou uma menina inconsequente, sou mais do ´melhor me arrepender do que passar vontade.. E sempre acabo me arrependendo.

Jennie não falou nada continuou a encarando, incentivando a contar o que tanto lhe prendia, e por sorte Lalisa entendeu.

- Quando eu tinha 14 anos eu já era mais avançada do que algumas meninas.. digamos na parte de sei lá hum..  de sexo, essas coisas... Bom, Eu andava com um rapaz do terceiro ano, eu não gostava dele por mais que ele fosse bonito, mas na época eu me sentia na obrigação de estar com um garoto, já que eu estava confusa da minha sexualidade, bem, resumidamente transamos e fizemos coisas que casais faziam. Eu me sentia cada vez mais pra baixo, ele era um menino bom no começo, mas depois de uns meses começou a me rebaixar na frente dos seus amigos, falando o quanto eu era magra ou sensível, o babaca falou até como eu gemia no sexo! – Jennie arregalou os olhos com  a babaquice do rapaz – enfim, eu era ingênua demais pra perceber que aquilo não era um relacionamento normal e saudável, aquilo estava me matando. Chegou um dia em que eu cheguei no colégio, mas não era mais um dia monótono, todos me olhavam com expressões de piada e julgamento, só depois de um tempo eu vi que havia uma foto íntima minha na internet, o garoto que dizia me amar confessou na frente de todos que foi ele quem espalhou e que o nosso relacionamento havia acabado, ele havia me humilhado na frente de todo mundo do colégio, mas isso nem foi o pior da história, o dia em que meu irmão Jackson soube disso.. ele era o único da minha família que realmente me amava e cuidava de mim, porém ainda era difícil não ter uma figura materna. Ele havia se sacrificado por mim – lalisa começou a chorar e a Kim a abraçou mais ainda – Eu só me lembro dele todo desfigurado no hospital. Ele brigou com o rapaz que tinha  espalhado a minha foto, mas no fim ele acabou caindo do sexto andar.

- Ei não é su-

- Não venha me dizer que não é minha culpa porque é sim! Todos acabam se ferrando por minha causa – se agarrou fortemente na castanha – você está nessa situação por minha culpa.
 

- Eu estou nessa situação porque eu quero, porque eu quis, e quer saber de uma coisa? Eu não me arrependo – lalisa agora encarava Jennie.
 
            - Então me responda.. do que você tem medo?
            - De amar.

  Lalisa iria perguntar o motivo mas foram interrompidas pelo toque de celular da Kim.

  - Olá Namjoon – atendeu a castanha revirando os olhos.       

- Venha para cá agora! É urgente – e assim a chamada foi finalizada sem ao menos deixar a agente responder.

Algo estava por vir, a intuição de Jennie dizia que não era algo bom.

 


Notas Finais


EU TAVAAA COM SDDS AAAA
VOLTEII, no próximo cap vai ter um presentinhoooo hehheh

comentem meus amoreees


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...