História A Nerd e A Popular G!P EMISON - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jessica DiLaurentis, Maya St. Germain, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Personagens Originais, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Alisondilaurentis, Emilyfields, Emison, Pll
Visualizações 685
Palavras 1.951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Esporte, Famí­lia, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Cap. 04


Fanfic / Fanfiction A Nerd e A Popular G!P EMISON - Capítulo 5 - Cap. 04

04 de Maio

Alison narrando....

Acordo com uma baita dor de cabeça, me sento na cama e vejo tudo rodar. Coloco a mão em meu pescoço e me sinto quente, minhas costas estão doendo.

-Merda! -digo e me jogo na cama- Justo hoje eu tinha que ficar doente?!

Viro meu rosto e vejo a blusa xadrez de Emily em cima da cadeira, um sorriso surge em meu rosto me fazendo lembrar de ontem.

Flashback On

Depois do milkshake, Matthew teve a brilhante ideia de vim no shopping eu ia recusar, mas os olhos castanhos e o sorriso de Emily me deixaram sem chão. E minha resposta foi sim! O que fez Matthew pular de alegria parecendo uma criança de cinco anos.

-Eu vou olhar uns jogos, Emily fica de olho na Alison! -ele diz e sai correndo entrando numa loja de jogos

-Odeio quando ele faz isso! -Emily diz baixo, mas eu consigo ouvir

-Vocês parecem dois irmãos... -digo e ela sorrir largo

-Eu gosto disso! -diz e olha pro chão- É.. Você quer comer alguma coisa?

-Não obrigada, o milkshake me encheu! -respondo e ela rir

-Então você vai me olhar enquanto eu como! Eu ainda to com fome!

Saímos andando em silêncio, mas posso dizer que não é algo desconfortável, com a Emily do lado nada é desconfortável, até o silêncio fica agradável.

Assim que chegamos na praça de alimentação eu fico arrepiada e abraço meus braços, o ar-condicionado desse lado do shopping mata qualquer um que não ta usando uma blusa de frio.

Emily para no MC e eu fico ao seu lado, ela olha pra mim e levanta uma sobrancelha.

-Tá com frio? -pergunta confusa

-Sim... -respondo tímida

-Por que não disse antes? -pergunta seria- Toma! -ela tira sua blusa e me entrega

-Mas e...

-Vista Alison! Você tá com frio, eu não.. -ela diz sorrindo e vira pra atendente

Enquanto ela faz o pedido reparo nela e porra... Ela é linda!

Emily é linda de qualquer jeito, mas quando ela usa uma blusa xadrez e uma blusa branca por dentro fica outra coisa, e pra completar coloca uma calça preta bem coloda e deixa seus cabelos soltos. Tem razão todas as meninas da escola babarem por ela..

Emily é gostosa de mais!

(Eu tinha q colocar a foto lá em cima)

-Tá gostando da vista? -ela pergunta virando e eu coro

-Eu to olhando o.. A.. A propaganda! -digo e ela rir negando com a cabeça- Obrigada pela blusa!

-Pode ficar! -diz e eu arregalo meus olhos- Ela fica melhor em você... -diz sorrindo me deixando vermelha- Você fica linda vermelha!

Flashback Off....

Depois disso agimos normal, ela e Matthew me deixaram em casa e meu pai me atacou de perguntas, mas meu humor tava tão bom quando eu cheguei que só fiz vim pro quarto.

-Filha desça pra tomar café! -minha mãe diz alto

-Certo! -grito e minha garganta doi- Merda!

Minha cabeça dói, meu pescoço está como se estivesse com alguém puxando ele; me levanto e sinto vontade de vomitar. Respiro fundo e a vontade passa, pego uma roupa qualquer deixando em cima da cama e indo tomar banho.

[…]

-Bom Dia! -minha mãe fala assim que eu entro na cozinha

-Bom dia... -digo baixo e ela me olha estranho

-O que foi filha? -pergunta ficando ao meu lado

-Nada, só to cansada.. -ela me olha estranho- Só to cansada mãe, nada de mais!

-Se não chegasse tarde em casa não estaria cansada! -meu pai diz e eu reviro os olhos- Eu quero saber com quem você veio ontem Lauren!

Minha mãe me olha nervosa e eu respiro fundo, meu estômago revira e sinto vontade de vomitar. Balanço minha cabeça e olho sorrindo pra ele.

-Desculpe a minha ignorância logo pela manhã, mas respondendo a sua pergunta! -dou um risadinha- Eu vim com um ser humano, porque infelizmente os alienígenas ainda não vinheram me resgatar dessa casa! -olho pra minha mãe que está segurando a risada- Eu já vou, perdir o apetite!

Saio da cozinha rapidamente pegando minha mochila na sala e indo até a porta.

-Lauren não passe por essa porta! -ele diz alto

-Tenha um bom dia papai!

Digo isso e saio fechando a porta, eu não estou bem! Vou andando até o ponto de ônibus e fico tonta na metade do caminho, coloco minha mão em meu pescoço e me sinto quente. Não vou faltar aula, não posso!

Primeiro, hoje meu pai só trabalha depois das nove então se eu ficar em casa ele vai me infernizar.

Segundo e mais importante, Emily! Ontem novamente ela tocou no assunto da carona e eu não quero recusar, não tô tão mal assim.

Entro no ônibus e sento no último banco, coloco meus fones de ouvido e abraço meu corpo. Minha cabeça está latejando, minhas mãos estão geladas.

-Eu não vou morrer hoje! -digo forte- Eu acho...

[…]

09:16HS da Manhã

Já estamos no terceiro horário e eu estou implorando pra essa aula acabar, nunca fui de desejar essas coisas, mas hoje eu só queria que tocassem o alarme de incêndio e todos saíssem. Ou que um meteoro atingisse a escola, ou que a professora tivesse uma crise alérgica, ou que faltase luz, ou que....

-DiLaurentis! -me assusto com a professora me chamando

-Sim? -pergunto confusa

-Qual a resposta da questão cinco?

Ela pergunta e eu engulo a seco, nem o meu caderno eu abrir. Fecho meus olhos com força e encaro a professora com um sorriso tímido.

-Século XX! -a voz de Emily ecoa pela sala e eu suspiro

-Obrigada Senhorita Fields! -a professora olha pra mim- Mantenha-se acordada senhorita DiLaurentis!

Vejo umas meninas me olharem e rirem, só faço abaixar minha cabeça sobre a mesa e respirar fundo. Sinto uma bolinha de papel cair entre minhas pernas e jogo no chão, outra cai no chão batendo em meu pé e eu chuto ela.

A pessoa joga novamente a bolinha, mas dessa vez mais forte e bem na minha cabeça. Levanto meu olhar já perdendo a paciência e vejo Emily do outro lado da sala com a mão levantada segurando uma bolinha de papel. Ela fica vermelha e solta a bolinha no chão.

-Desculpa... -diz mexendo os lábios- Você tá bem?

Vejo seus olhos castanhos me mostrarem preocupação, seus lábios formando um sorriso amigável que porra...

Eu faria qualquer coisa só pra saber o gosto desses lábios!

-Sim.. -respondo baixo e ela levanta uma sobrancelha- Verdade!

-OK!

Ela sorrir e eu volto a prestar "atenção" na aula.

-Turma.. O professor de Educação física pediu pra mim seder o final dessa aula a ele, então vocês podem ir para a quadra!

Todos comemoram e começam a arrumar as coisas deles, com meu animo em 100% eu começo a arrumar meu material bem lentamente. Posso vê Emily também com a maior calma do mundo, ela coloca seus cadernos dentro da mochila e olha seu celular.

Emily tira a jaqueta da cadeira e veste, sempre a jaqueta do time de basquete. Ela usa mais essa do que a do time de natação, acho que ela prefere o basquete e só ta na natação por diversão. Dá pra vê que ela leva mais o basquete a sério. Ela pega a mochila e vira pra mim, Emily coça a nuca e vem vermelha em minha direção.

-Você está realmente bem? -ela pergunta chegando perto de mim

-Sim! -respondo ficando em pé- Eu to ótima! -respondo e ela rir

-Tudo bem! -diz sorrindo


[…]

Emily narrando....

A Alison não está nada bem, serio mesmo. Ela nunca, nunca dormiu numa aula e ela dormiu as três primeiras; ela parece cansada.

-Vamo cinco corte? -Noel diz jogando a bola pra mim

-Bora!

A quadra ficou divida entre quem queria jogar baleado e quem queria cinco corte, meu treinador sempre entra na brincadeira e não foi diferente dessa vez.

Noel como sempre me provocando, Troy joga a bola pro Noel e ele deixa passar.

-Porra viado olha pra bola! -Troy brado chateado

-Desculpa cara.. A bunda da Emily tira toda a minha concentração!

Diz e os meninos negam com a cabeça, olho pra trás e vejo ele olhando fixamente pra minha bunda. Ele passa a língua entre os lábios e pisca pra mim.

-Da fruta que você gosta eu gosto o dobro! -digo e ele nega

-Desperdício! -diz e vem pro meu lado- Não rola mesmo eu e você? Você tem uma bunda bem chamativa...

-Não!

Minha resposta foi forte e rápida fazendo o treinador rir e mandar voltar pro jogo.

Três meninas saíram, restaram apenas eu, Noel, Troy e Dylan; os meninos, tirando o Noel, nunca deram em cima de mim. Muito pelo contrário, eles dizem quem tá afim de mim.

-Emily! -Noel me chama e eu olho pra ele- Esqueça a sua bunda... -diz e morde o lábio- Tem outra no colégio que chama mais a minha atenção, pena que ela esconde em baixo de um blusão largo!

Olho confusa pra ele e ele aponta pro lado, assim que viro sinto meu sangue ferver. Ele apontou pra Alison! Fecho minha mão com força e sinto vontade de socar a cara dele, a única pessoa que pode olhar ou falar da bunda da Alison sou eu!

Faço sinal pro Troy e peço o número quatro, ele concorda; Dylan jogou Troy e assim dividiram até o três. No quatro Troy lançou pra mim e eu sorrio.

-CINCO! -grito pulando

Acho que nunca levantei com tanta raiva na minha vida, nem de mão aberta eu fui. Acertei um soco na bola e ela foi em cheio na cara do Noel.

-PUTA!

Ele gritou com a mão no nariz e foi ao chão, todos na quadra olharam pra ele assustados.

-ELA QUEBROU O MEU NARIZ! -ele grita chorando

-Foi sem querer! -digo com raiva

Me abaixo ao seu lado e deixo meu rosto perto de sua orelha, ele tenta se afastar, mas eu não deixo.

-Fala da bunda dela novamente e não vai ser só o seu nariz que vai quebrar! -digo e acerto um soco no meio de suas pernas

-VADIA! -grita se contorcendo

-Fields pro banco! -meu treinador grita

Deixo Noel no chão e me sento no banco pegando minha garrafinha d'água na mochila, não sei o que deu em mim. Na verdade eu sei...

Ciúme!

Eu não devia ter agido assim, mas quando o assunto é a Alison eu simplesmente não me controlo. E mesmo eu e ela não tendo nada, meu ciúme é muito alto.

O treinador junto com o Dylan levaram Noel pra enfermaria, Troy me olhou e riu negando com a cabeça. Ele percebeu o motivo, claro que percebeu. Noel não falou baixo sobre a bunda da Alison. Troy pega sua mochila e vem em minha direção.

-Agora sei porque não fica com ninguém... -diz chegando perto de mim- Emily Fields tem os quatro pneus arriados pela nerd! -diz rindo- Tem bom gosto capitã! -diz e olha pra Alison do outro lado- Se joga antes que outro apareça...

Continuo olhando pra Alison e ele se afasta, hoje ela não tá usando seu óculos e dá pra vê que ela está sentindo falta dele. Toda hora ela passa a mão nos olhos ou fecha eles com força, ela parece está com muito frio, pois toda hora se abraça e eu já vi ela tremendo varias vezes.

-Eu vou levar ela pra casa! -digo e me levanto

Pego minha mochila e ando até ela.

Alison coloca a mão na cabeça e dá dois passos pra trás, vejo e ela balançar a cabeça e respirar fundo. Ela não ta nem escutando o professor chamar por ela, acelero meu passo quando ela novamente anda pra trás.

-Ela vai desmaiar! -digo jogando minha mochila no chão- Alison!

Grito e corro, antes dela ir ao chão seguro ela em meus braços e seus olhinhos azuis me olham assustados.

-Me leva pra casa...

Diz e apaga!


Continua?.... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...