1. Spirit Fanfics >
  2. A Nerd e o Popular - Haechan (NCT) >
  3. Capítulo 5

História A Nerd e o Popular - Haechan (NCT) - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo 5



Capítulo 5

Acabar com ele

Acordei naquele dia ja querendo ir falar com Donghyuk, mas sequer tinha seu número e não sei se ele realmente irá fazer o combinado, mas decidi tentar me distrair e por isso eu saí de casa,mas sem antes me trocar. Coloquei um moletom preto escrito "foda-se o mundo", uma calsa jeans preta e um all star preto, sim toda gótica. Fiz um rabo de cavalo alto e mesmo assim ele escondia as marcas no pescoço, agradecia por ter cabelos longos. Antes de sair, tranquei meu quarto, não quero ver aquele homem no meu canto sagrado.

Fiquei andando pelas ruas, enquanto ouvia "naked" do James Artur, olhava a paisagem que estava naquele dia, parecia fria e sem uma cor sequer, ou sera que eu estou vendo tudo de um jeito ruim. Comecei a ficar cansada e voltei para casa, mas tudo estava bastante sossegado para mim e quando cheguei em casa meu pai vem ter uma conversa comigo.

- Você está muito respondona e está saindo muito de casa. - ele fala e se aproxima, passando a mão em minha bochecha.

- Você se importa? Você me usa como um brinquedinho seu e ainda reclama? Não sei como não saí definitivamente dessa casa. - falo mais a última parte para mim.

- Sua... - ele não conseguiu falar nada, pois a porta foi aberta e de lá vejo a pessoa que mais queria ver. - Quem é você garoto? - o mais velho entre todos pergunta e sai de perto de mim e eu corro atrás do garoto.

- Sou o namorado dela e se você encostar mais um dedo nela, se considere um cara morto. - ele fala e segura minha mão, me puxando para ficar ao seu lado.

Ouço barulho de sirene da polícia, Haechan me puxa para fora de casa, assim o Park mais velho segue nos, mas quando ele ia me puxar pelo braço a polícia o prende.

- Acabou... - ele fala e acaricia minha cabeça - que estava encostada em seu peito - enquanto eu chorava, triste pois ele era minha única figura materna viva e agora não o tinha, mas ao mesmo tempo de felicidade por não sofrer por ele novamente.

Quebra de tempo

Já tinha falado com os policiais e agora estava esperando Haechan, o mesmo sai da sala de interrogatório e sai me puxando para a saida, já tinham falado que poderia sair sozinha, mas o Lee me mandou eu o esperar e assim fiz. Quando o mesmo saiu da sala, eu segui a saída e ia para a minha casa, mas ele me segura pelo braço.

- Sim? - pergunto de uma forma para ele falar logo.

- Olha... - ele demora a falar e eu não entendia o que ele queria, mas sabia que não parecia o mesmo bad boy da escola, que pega todas e não tem vergonha de nada. Mas naquele momento, comigo, ele estava envergonhado, já que percebi ele meio corado o que combinava com sua pele bronzeada. Estava começando a ficar com medo do que o mesmo ia falar e meu coração batia rápido com apenas aquele toque dele. - Eu queria saber que se amanhã podemos estudar na minha casa e se algum dia podemos nos encontrar, em um encontro. - ele falava e percebi que o mesmo estava tenso e eu estava com vergonha ja que senti meu rosto esquentar.

- Claro Channie! - arregalei os olhos ao perceber o que falei e meu rosto esquentou ainda mais pelo calor que antes.

- Gostei do apelido, me chame pelo apelido que me deu mais vezes, mas apenas quando estiver a sós. - ele fala e eu percebo que mesmo ele me ajudando e eu ajudando ele, Lee não para de ser um completo babaca.

- Você quem sabe. - falo e dou as costas a ele. - Babaca! - susurro a mim mesma, quando ja estava longe o suficiente dele, meu peito doía ao lembrar que ele não quisesse que falasse o apelido perto de outras pessoas.

Dia seguinte

Acordei com meu celular vibrando na cômoda e fazendo um barulho irritante, pego o mesmo é desbloqueio com a minha digital, olho e vejo um número desconhecido.


Mensagem on

??: Venha na minha casa as 4:00, sou eu, Channie.

You: Okay Channie!

Mensagem off

Como não conseguia mais dormir, me levantei e fui ver a hora 1:30 da tarde, então fui preparar meu almoço. Fiz lasanha, pequena já que era so para mim. Depois fiquei vendo foram as até dar 3:30, tomei banho e como estava quente optei por algo mais leve, então coloquei um top rosa sem mangas com alguns desenhos de flores, mas não muito cheio, uma calsa jeans branca de sintura alta e um tênis branco qualquer. Quando vi a hora era 3:40, apenas passei um lip tint rosado na boca e sai de casa a caminho da casa do babaca, mais conhecido como Haechan. Cheguei na casa dele as 4:00 certinho, tinha andado um pouco mais rápido, toquei a campainha e fiquei esperando ele abrir a porta. Quando finalmente ele abriu olho sua roupa que o mesmo vestia, calsa branca e camisa branca, quase transparente, larga. Olhei seus cabelos e vi que ele estava com o mesmo castanho, antes estava laranja.

- Gostei do cabelo. - falei e sorri de uma forma fofa a ele.

- Obrigada, entre! - ele me dá passagem e entro na sua casa, observo a mesma e ela é como dizem na escola, uma casa linda e chique, focada em tons mais claros, principalmente o branco, fomos a uma sala de estudos e começamos.

Quebra de tempo

Ja aviamos estudado bastante e Haechan ficou melhor nas matérias e com certeza ele tiraria uma nota maior, não tinha o que fazer e ele foi pedir algo para comermos. Depois que ele voltou ficou um silêncio constrangedor, ficamos nos encarando (ele estava sentado ao meu lado) e aos poucos ele foi se aproximando, senti sua contra a minha e uma de suas mãos encosta no meu rosto e termina de tirar o espaço pequeno que tinha entre nós, levo minhas mãos ao seu rosto e o selinho se transforma em um beijo real e eu fecho os olhos, quando sua lingue adentra a minha boca. As línguas brigando por comando, mas não deixava de ser um beijo calmo e doce, nos separamos pela falta de ar e nos distanciamos, nossos lábios estavam um pouco inchados por causa do beijo e os dois estavam corados. A empregada chega e agimos como se nada tivesse acontecido.

Depois daquilo estudamos mais um pouco e logo eu tive que sair de casa e quando cheguei, tirei a roupa e coloquei uma de dormir e me taquei na cama, revendo o beijo diversas vezes, agora estava parecendo uma boba apaixonada pelo popular da escola, igual em fanfic's.

- Que se foda, eu te amo Lee Donghyuk!


Notas Finais


Espero que tenham gostado e finalmente Jisoo está livre do desgraçado do pai. E esse beijo dos dois ai em? Acham que eles serão um dos casais mais populares da escola? Haechan vai assumir ela? O que acham que irá acontecer no relacionamento deles?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...