História A nerd e o Popular - Hot ( Imagine Jungkook) - Capítulo 79


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Bts, Imagine Jungkook
Visualizações 636
Palavras 1.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura unnies 📖❤ ❤

Ps: talvez tenha hot do Kook 🐰

Capítulo 79 - Festa e Provocações


Fanfic / Fanfiction A nerd e o Popular - Hot ( Imagine Jungkook) - Capítulo 79 - Festa e Provocações

P.o.v's ___________ on 


— Aigoo! Essa porra não fecha... — sussurrei para mim mesma furiosa pelo zíper do top preto com decote que se recusava a fechar. 

Hoje a noite seria a única que eu estaria leve, sem preocupações e nem imprevistos, terá uma festa após a premiação dos meninos e fui convidada a ir. Meu titio Jeon e minha omma estarão cuidando dos meus coelhinhos até amanhã, e jennie e rosé compareceram para me dar uma forcinha com os bebês. 

Gukkie e eu estamos no mesmo quarto ele está no espelho redondo ajeitando seu terno e eu no banheiro tentando fechar o fecho do top que usava acompanhado de uma saia preta volumosa. Após tantas tentativas falhas desisto, retoquei o gloos de morango oque tanto uso e peguei meu cordão com uma medalha de coração que estava na pia, nos últimos minutos mãos gélidas entram em contato com minha nuca. 

— pode deixar eu te ajudo.... — Kook veio por trás de mim e prendeu corrente que marcava bem meu pescoço me senti uma gatinha. Ele deu beijos na minha nuca me arrepiando, suas mãos acariciam minhas costas e ouço o barulho do zíper se fechando.

— ob....obrigada Jeongguk. — digo um nervosa com as bochechas vermelhas. Tanto tempo que Kook não tocava em minha pele que eu nem me recordava como era seus toques. 

Ele lançou um olhar para mim e se retirou do local e voltou para o quarto, sai lentamente do banheiro e vi ele voltar para o espelho tentando colocar a gravata, nem parece que é um bebê. Ele me ajudou carinhosamente, vou em passos lentos até o moreno para ajudá-lo com a gravata que ele não conseguia colocar em si próprio. 

— deixa eu ajudar você. — estiquei meus braços até a gola da camisa social branca do moreno e retirei a gravata cinza, a joguei na cama e peguei uma preta. 

— Usa preta Jeongguk... Ela combina mais com você. — digo mantendo-se o olhar fixo a gravata. Logo término e mal sabia eu que Gukkie me olhava todo o tempo. 

— Obrigada ____ .... — sorri fofa e voltei para o meu lugar. 

Escova meus cabelos e fazia um coque moderno quando Gukkie apareceu encostado no canto da porta me olhando, sem falar nada ele veio até mim e desarmou meu coque e pegou a escova e passava levemente em meus cabelos os deixando soltos, ele jogou meu cabelo para o lado e aproximou do meu ouvido. 

— Não fique de coque ... Você fica linda com os cabelos soltos. — sussurrou e chupou o lóbulo da minha orelha. 

— V... Vamos a gente vai se atrasar. — meus batimentos aumentaram com a saliva de Kook, procurei o máximo para me afastar. 

— Claro! — sorriu fofo. 

Descemos pela enorme escada até a sala e encontramos todos muito bem vestidos, taetae ficou realmente sexy com terno, ele brincava junto com Hope e a jennie e rosé no chão enquanto minha omma fazia o jantar. Deitei-me junto aos três e os pequenos voaram no meu pescoço. 

— Mascotes assim vai bagunçar sua mamãe! — disse tae divertido. Os pequenos se afastaram e hee começou a massagear minha bochecha, enquanto os outros brincavam com meus brincos. 

— vamos gente! A festa já ta começando!! — Nam exclamou saindo da cozinha. 

◽◽◽


Jennie me mandava fotos dos "mascotes" que me tranquilizava um pouco. Senti-me um pouco com a garganta seca e saí da mesa rodada e fui ao balcão pegar algo para beber, obtei por uma fanta laranja, ao invés de bebidas alcoólicas, mas não curto e recusei as sugestões do garçom e peguei a garrafa com canudo e saí dali e voltei para mesa 10 . 

— Eu quero! — exclamou Tae. O olhei incrédula mais dei um pouco. 

Bebia enquanto Gukkie estava num lugar afastado de todos, hoje faz um mês que estamos assim, nessa agonia e frieza, já estava farta de tanto sofrimento. Levantei e fui até o toalhete para lavar um pouco meu rosto. Deixei a garrafa na pia e lavei meu rosto com a água gelada, peguei um dos panos que havia alí me senti mais leve, ao sair encontrei aquela staff maluca.

Oque está vadia louca faz aqui?! 

— Porque está com batom bordado Lyn ? — perguntei de braços cruzados.

— aos beijos com um gostoso! — disse se gabando nas suas palavras.

— e quem seria esse "gostoso"? — questionei. Com o comportamento de Gukkie levei a mente que ele podia estar me traindo e vendo elas toda hora levantava minhas suspeitas. 

— Jungkook! — sorria maliciosa.

— como é que é garota??? — alterei meu tom de voz. 

— J U N G K O O K ! — soletrou me dando mais raiva.

— eu falei pra você fica longe dele! — exclamei.

— até parece que eu preciso ficar correndo atrás.... Ele que veio até mim. — mais uma vez me gabando.

— você é uma vagabunda mesmo! — despejei toda fanta a sujando por inteira. Saí dali a procura do Gukkie. 

Depois de muita procura não o encontrei, passei pelos corredores escuros da festa somente com luzes coloridas que iluminavam o lugar. Uma porta entre aberta tinha uma luz acesa, abrir calmante até estar aberta por completo e vendo Jeongguk sentado numa cama. Fui até o mesmo em passos firmes e comecei a bater no mesmo, deixando algumas lágrimas cairem sobre meu rosto. 

— S/N PARA!! — ignorei os pedidos e continuei a bater no maior. 

— Como você teve coragem de fazer isso comigo! — disse chorosa dando pausa aos tapas. Ele levantou meio desnorteado e tentou se aproximar o emburrei novamente, fazendo-o cair sentado na cama .

— oque eu fiz?? — perguntou-me. Como ele podia ser tão cara de pau assim! Suspirei pesado ganhando fôlego. 

— vo... você está brincando com  a minha cara?? Acha mesmo que não sei que me trai!! — ele contorceu a cabeça. 

— s/n eu nunca traí você... Eu amo você garota! — disse triste. 

— até quando você vai parar de mentir! — disse chorosa.

— eu não estou mentindo!!! Porra — falou simples. 

— e todo esse comportamento hã?!! Está frio e distante de mim! Isso me fere Jungkook!! — tossia com minhas próprias palavras. 

— Eu não posso falar!! — disse tristonho.

— Você é inacreditável — ele mantinha a cabeça baixa. 

— Que saber de uma coisa ... Vou é embora! Adeus Jeon Jungkook! — limpei minhas lágrimas e virei de costas para ele. 

— NÃO!! você é minha não vai a lugar nenhum! — exclamou e me puxou até a cama ficando por cima de mim. 

— Me solta e fique com aquela vadia louca! — bate no peitoral de Jungkook. 

— a única pessoal que eu quero ficar é com você ... PORRA para !! — apertou meus pulsos e os ergueu até o topo da minha cabeça.

— Eu ti amo sua nerdzinha gostosa! — falou baixo. 

— Não, não mais! — disse chorosa .


Ele aproximou seu rosto perto do meu, até nossos narizes ficarem grudados, não tinha nenhuma possibilidade de eu olhar para qualquer canto desse quarto, qualquer canto até a parede seria ótimo nesse momento. Mas meus olhos era metal e os olhos de Gukkie um ímã que me atraía, olhava não olhos deles é meu coração apertava me sufocando, eu ia dizer algo mas quando abrir meus lábios na metade ele roçou os lábios deles nos meus, me causando arrepios. 

Ele me beijou, me debatia mas parecia inútil agir daquela maneira, ele continuou com seus lábios presos aos meus, ele pediu passagem com a língua e lentamente cedi, um beijo calmo iniciou-se em dando calor em certas partes, ele apertou minha coxa arfando entre o beijo, minha coxa foi de encontro até o quadril do moreno, dando liberdade para a coxa dele se chocar com minha intimidade. Ele remexia me dando mais calor, remexia junto a ele sentindo minha intimidade pulsar, senti saudade desses carinhos que só ele sabia me proporcionar. 

Sem fôlego ele distribuiu beijos e sugadas em meu pescoço, o mesmo puxou o cordão preto e o arranco o jogando longe, ele chupava minha garganta com força, gemi baixo sentindo dor e prazer em conjunto. As palavras que passava em minha mente não saia pela minha boca, só gemidos baixos saíam, Kook riu satisfeito sabendo que estava rendida aos seus encantos e toques. 

" Estou tão vulnerável ao meu popular pevertido." 



Notas Finais


Hot 🔥?

Essa staff já ta com morte encomenda💀👿


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...