História A nerd e o Popular - Hot ( Imagine Jungkook) - Capítulo 56


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Bts Hot, Hentai, Imagine Bts, Imagine Jeongguk, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jeongguk, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Sobrenatural, Suga, Taehyung
Visualizações 548
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Incesto, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 56 - Partida só de ida


Fanfic / Fanfiction A nerd e o Popular - Hot ( Imagine Jungkook) - Capítulo 56 - Partida só de ida

Aquela dor seria Permanente ou Passageira [...] 


Passava dás 17:30 da tarde, quando Jeongguk e ______ estavam sozinhos perambulando pelos corredores da escola, deixando as lembranças em cada canto daquele lugar, ambos caminhavam em silêncio. 

A cada passo eles estavam próximos da saída aonde Suga Hyung os aguardava ansioso para irem para a BigHit. Jeongguk repentinamente à puxou para uma sala aonde ficava os professores e trancou a mesma, _________  ficou um pouco perplexa com tal ação do moreno portanto, permaneceu parada com as pernas juntas á mesa de mármore. 


— Eu não sei como me despedir de você _______. — Soltou, se aproximando em passos rápidos ansioso para abraçar e sentir seu calor humano o aquecendo. 

— Não consigo me despedir de você Kookie, simplesmente não consigo. — Respondeu, logo depois de retribuir o abraço do moreno com os braços fortes sustentando os seus.

— Eu vou sentir falta do seu cheiro... — Pausou, deslizando seu nariz pelo pescoço da menor inalando seu cheiro.  — Seu corpo, seus beijos, seu sorriso... — Ergueu o rosto que antes estava curvado, agora deslizava seu nariz com o dela Fazendo o ar que ambos recebiam se tornaram um só. 


Jeongguk à colocou em cima da mesa para que não precisasse abaixar para beijá-la. O mesmo passou sua destra por trás da nuca da morena a puxando pouco à pouco para um beijo até que a boca ficasse dormente, ele temia que seria último até mesmo perante a promessa que ela própria fez, portanto, faria questão de aproveitar cada segundo com ela.

O beijo não tinha fim, a boca de _____ estava já entrando em fase de dormência, mas seu desejo de também aproveitar aquele momento, superava tudo. Jeongguk não desgrudava dos labios da morena, para conseguirem continuar com o beijo afoito, eles afastavam os lábios numa distância pequena para o ar entrar e após alguns minutos voltarem à sessão de beijos de dois adolescentes apaixonados. 


— Jungkook pare, assim fica dif.... Difícil para mim me despedir de você. — (S/n) pronunciou após se livrar dos beijos de Jeongguk e sentir sua boca não só dormente, mas sim ardente, quase pegando fogo. 

— Pra mim está sendo uma tortura baby... Eu te amo e não quero viver sem você! — Confessou afoito, logo após eles se encararam sem dizer uma única palavra, nem sequer um suspiro era ouvido. 


Jeongguk sentiu uma vibração em um dos bolsos de sua calça, ele pegou o aparelho e viu mensagens supostamente de Minha Yoongi, enfurecido por estar a uma hora o procurando e nada, também o mais velho não negava em nenhum momento gentileza, estava aos devido fins puto. 

______ desceu da mesa e arrumou sua roupa que estava amassada graças ao mais novo, Jeon Jungkook. Seu coração estava tão dolorido que a cada batida doia instantaneamente na jovem, e próxima do culpado dessa dor fazia ela se sufocar com as lágrimas que estavam a um movimento de cair. Kookie estava distraído com sua dor e com as mensagens de yoongi que acertaram ele em.cheio fazendo ele ter total atenção do aparelho, _____ vinha isso e achou a oportunidade perfeita para fugir, porque ela sabia que jamais conseguira se despedir de Jeongguk e muito menos o deixar ir embora. 

Assim fez, saiu fechando a porta sem ao menos olhar para trás o que a fazia questionar suas ações à partir dali. 

[...] 

Um Trovão despertou Jeongguk de seus devaneios e fazendo olhar a janela e ver que uma greve tempestade se aproximava. Yoongi disse que estaria dentro do estacionamento o aguardando, Min é responsável e jamais deixaria Jeongguk sozinho, por mais que estivesse super irritado com o mais novo. 

Jungkook olhou a redor e não viu _____ na sala, ele gritou o nome dela várias vezes e não obteve resposta alguma, ele se xingou mentalmente por não perceber que ela havia saido. Extremamente ás 18:00 ele devia estar no estacionamento, mas era já 17:48 e sua dor ou saudade não o fazia sua cabeça pensar com clareza e o desespero bateu em seu peito justamente por não encontra-lá  no colégio inteiro. 

Acabou ficando de frente para a porta do estacionamento e o relógio marcava 17:58 e foi ali que ele viu que aqueles beijos na sala dos professores ficaria na memória e que ele tinha que aceitar esse fato, mesmo que doesse como uma faca no peito enterrada até o fim de seu coração. 

 Nessas horas já chovia como nunca e nada da _____ aparecer, as 18:00 ele desceu as escadas e correu até o carro aonde Yoongi o aguardava, assim que viu o amigo o abraçou. Min ficou intrigado por Jeongguk pedir um abraço e ficar ali por alguns minutos, quando o mais novo entrou no carro Yoongi começou a pensar o que havia acontecido para ele estar assim e aonde estaria ____, mesmo que eles haviam se despedido na festa ele queria lhe dar mais um abraço. 


— Tudo bem Kookie-ah? — Yoongi perguntou, pondo o seu cinto de segurando e pressionou as mãos no volante olhando o mais novo aguardando uma resposta. 


— Sim, apenas dirija por favor... — olhou rapidamente e logo depois voltou olhar para janela. 


Yoongi sentiu tristeza em sua voz e achou que não precisaria fazer mais nenhuma nova pergunta, Jeongguk talvez se abrisse no meio do caminho sobre o que havia acontecido para o deixar tão abalado daquela maneira e caso ele não contasse, Minha daria um jeito de saber e ajudá-lo, pena que não será mais necessário. 

[...] 

_____ estava encharcada pelo lado de fora do estacionamento e viu quando o carro do Yoongi passou por ela despercebida. Instantaneamente ela gritou pelo Jungkook, mas o veículo entrou na segunda rua a deixando na rua sozinha novamente com seu corpo molhado da chuva, mas ela não se importava pós chorava amargamente horas atrás.... [...] 


— Adeus Jungkook. — Sussurrou dando as costas seguindo seu caminho para casa. 



Fim. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...