História A nerd e o Popular - Segunda Temporada - Capítulo 66


Escrita por:

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Valéria Ferreira
Tags Carmiel, Ciriquina, Daléria, Jaivanna, Jolita, Jorgerida, Judre, Julana, Kobi, Laudriano, Laylerme, Marilina, Paulicia, Raiago, Rayedro
Visualizações 33
Palavras 1.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


boa leitura!

Capítulo 66 - Capítulo 15


Todo pessoal já havia chegando na escola. Enquanto não tocava o sinal, eles conversavam, juntos.


Raphaella: Ontem rolou encontrão dos nossos pais, né? Eu amei muito. 

Layla: Eles estudam desde o 3° ano juntos, né? E até hoje a amizade é a mesma!

Juliana: Quem sabe ficaremos assim também, né? - Deu de ombros.

Thiago: Meus pais disseram que foi bem legal…

Júlio César: Eles meio que demoraram pra se encontrar esses tempos…

Rayssa: Eu até entendo. - Falou. - Eles tiveram novas rotinas para criar a gente.

João Victor: Pior que é…

Rayssa: Futuramente vai ser a gente, podem acreditar.

Layla: Gente corre, olha isso. - Falou, com o celular na mão.

Guilherme: Todos os nossos pais cantando! - Falou surpreso.

Raphaella: Que coisa mais linda, mano. - Falou surpresa e boba.

Thiago: Minha mãe canta muito! - Falou orgulhoso.

Layla: Meus pais também. - Sorriu.

Raphaella: O encontrão deles foi incrível mesmo. - Sorriu empolgada.

Layla: Entre duendes e fadas, a terra encantada, espera por nós… - Ela cantarolou, e Guilherme sorriu.

Raphaella: Quem não tiver percebido o clima entre Laylerme que se mate, viu. - Falou pra Júlia.

Júlia: Que casal lindo esses dois. -Falou boba.

Raphaella: Pena que não se assumem logo, né? 

Júlia: Isso é questão de tempo, acredite. - Respondeu.

Pedro: Rayssa. - Se aproximou dela. - A gente pode conversar?

Rayssa: Eu não sou obrigada. - Se levantou e saiu, revirando os olhos.

Raphaella: Qual foi a merda que você fez dessa vez, hein? - O encarou, séria.

Pedro: Me deixa em paz, garota ridícula. - Saiu atrás da moça.


Ele corre atrás da moça, e o mesmo a puxa pelo braço.


Rayssa: Me solta, Pedro! - Pediu. - Me deixa em paz.

Pedro: Vamos conversar, Rayssa. Sério.

Rayssa: Você? Conversar comigo? Se poupe, Pedro. Que papo você quer com a nerdzinha?

Pedro: Rayssa… - Ia falar, mas ela o interrompeu.

Rayssa: Cala a boca, que quem vai falar agora sou eu! - Falou, um pouco alto. - Qual o seu problema, hein? Você quer conversar pra quê mesmo? Você não tem medo dos seus amigos verem você conversando com a nerdzinha ridícula não?

Pedro: Rayssa, calma, por favor… - Pediu.

Rayssa:Você quer que eu fique calma, sério Pedro? Você esqueceu o que você fez naquele dia? Ou quer que eu te lembre?


Flashback on:

Xxx: Você tá namorando a nerdzinha, Pedro? - Um amigo dele perguntou, e riu junto com outro amigo que estava junto a ele.

Pedro: Eu? Namorando ela? Não mesmo. - Fez cara de nojo. - E-ela só estava sentada comigo,  falando sobre a aula.

Rayssa: E eu pensando que você tinha mudado. - Balançou a cabeça negativamente, suspirou e saiu.


Flashback off.


Pedro: Mas a gente só estava conversando sobre a aula, não era?

Rayssa: Vai se foder, Pedro. - Falou irritada. - Você fez cara de NOJO!  - Falou alto.

Pedro: Rayssa… - Ia se aproximar dela, mas a mesma se afastou.

Diretora: O que está acontecendo aqui? - Se aproximou deles, séria. - Eu ouvi uma parte da discussão de vocês lá da diretoria.

Pedro: Diretora…

Diretora: Você envolvido em mais um problema, Pedro? - Suspirou, e balançou a cabeça negativamente. - E você, Rayssa? Até você? Eu nunca esperei isso de você. - Falou, e a moça suspirou.

Rayssa: Esse garoto que… - Ia falar, mas foi interrompida.

Diretora: Vocês querem ir pra diretoria, ou pedir desculpas um ao outro agora?

Pedro: Desculpa, Rayssa. - Falou, e estendeu a mão.

Diretora: Senhorita Rayssa. - Falou, vendo a moça com os braços cruzados. - Faça o mesmo.

Rayssa: Tá, tá. - Suspirou. - Desculpa, Pedro. - Apertou a mão dele, e fingiu um sorriso.

Diretora: Espero que essa seja a primeira e única vez que isso acontece. - Saiu.

Rayssa: Tudo culpa sua, seu babaca. - Falou, e saiu.


“Cagada em cima de cagada, né Pedro?” - Suspirou.


~...~


Júlio César estava em casa, sem fazer nada, então decide ligar pra Juliana.


Ligação on:



Ligação off.


A moça se arrumou e foi na casa do mesmo, e não demorou muito pra chegar lá.


Alícia: Juliana! - Sorriu, e a abraçou.

Juliana: Oi. - Sorriu de volta.  - O Júlio César tá lá em cima?

Paulo: Tá sim. Pode subir lá. - Sorriu, e ela subiu e foi no quarto dele.

Alícia: Estou surpresa, em ela estar aqui.

Paulo: Eles estão namorando, tenho certeza.

Alícia: Eu acho que não…


Ela bateu na porta, e ele a autorizou a entrar…


Juliana: Licença. - Sorriu.

Júlio César: Que bom que você veio. - Sorriu. - Senta aqui. - Bateu na cama dele, e ela sentou. 

Juliana: Já preparou tudo, né? Pipoca, brigadeiro de panela…

Júlio César: A pipoca foi eu, já o brigadeiro…

Juliana: Entendi. - Sorriu.

Júlio César: E aí? Você veio por mim ou pela série?

Juliana: Pela série, óbvio. - Sorriu, e ele fez uma expressão triste. - Ei, eu tô brincando. & Sorriu, e deu um leve tapa em seu ombro.

Júlio César: Eu sei. - Sorriu. - Vamos assistir a série?

Juliana: Vamos sim. - Sorriu, e começaram a assistir.


~...~

Paulo e Alícia estavam conversando, sobre os dois.

Paulo: O que será que tá acontecendo lá, hein? - Perguntou curioso.

Alícia: Acho que eles devem estar assistindo alguma coisa, né? Já que ele fez pipoca.

Paulo: Quer ir lá, ouvir o que eles estão falando?

Alícia: Desde quando você ficou tão curioso assim, hein?

Paulo: Vamos logo. - A puxou.


~...~

O episódio da série acabou, eles começaram a comer o brigadeiro.


Juliana: Affs, acabou tão rápido. - Revirou os olhos.

Júlio César: Você ama essa série, né?

Juliana: Sem dúvidas. - Sorriu. - Ai socorro, a Cheryl é uma rainha mesmo.

Júlio César: É a ruiva, né?

Juliana:Você não prestou atenção na série?

Júlio César: Pra falar a verdade, não. - Sorriu, e pegou na mão dela.

Juliana: Não? - Falou nervosa, sentindo ele acariciando sua mão.

Júlio César: Não, moça. Eu te chamei aqui pra a gente conversar sobre a gente. - Ele falou, e ela ficou assustada. 

Juliana: A-a gente?

Júlio César: Isso aí. - Sorriu um pouco nervoso. - Juliana, você é uma garota sensacional, sabia? Eu amo esse seu jeito meigo de ser. - Sorriu, e ela sorriu envergonhada. - Pra falar a verdade, eu gosto de você por inteira mesmo. Sabe aquele dia, que a gente saiu?

Juliana: S-sim…

Júlio César: Eu ia te falar uma coisa, lembra? Só que eu não consegui. - Suspirou. - Mas agora consigo falar… 

Juliana: Júlio César… - Sorriu nervosa.

Júlio César: Juliana Carrilho Zapata, você aceita namorar comigo? - Falou sorridente.

Juliana: É claro que eu a-aceito. - Sorriu, e o abraçou.

Alícia e Paulo: Aêêêêêê! - Comemoraram, atrás da porta.

Júlio César: Mãe? Pai? - Abriu a porta, e os viu lá.

Paulo: Até que enfim, né filho? - O abraçou.

Alícia: Parabéns a vocês dois. - Falou sorrindo, um pouco emocionada.

Juliana: Obrigada. - Sorriu envergonhada.

Júlio César: Vocês se superam, né? - Os encarou, “sério”.

Alícia: Já comemoramos o namoro dos dois, agora vamos deixar eles sozinho. - Saiu puxando o Paulo.

Juliana: Seus pais são tão loucos. - Suspirou.

Júlio César: Eu tenho que concordar. - Sorriu.

Juliana: Acho que meus pais fariam o mesmo. - Riu fraquinho.

Júlio César: Voltando ao assunto. - Suspirou. - Eu sei que demorou muito pra isso acontecer…

Juliana: Relaxa, todo mundo tem seu tempo. - Sorriu.

Júlio César: Verdade. - Sorriu de volta.

Juliana: Mas é sério que você usou o pretexto de assistir riverdale pra me pedir em namoro? - Sorriu incrédula.

Júlio César: Eu não poderia ligar pra você e dizer “Juliana, você pode vir aqui em casa pra eu te pedir em namoro?” - Falou ironicamente.

Juliana: Idiota. - Sorriu.

Júlio César: Eu te amo, Juliana. - Sorriu, e se aproximou mais dela.

Juliana: Eu te amo também, rapaz. - Sorriu, e o encarou.


Ele toma a iniciativa de beijá-la. Não era o primeiro beijo de ambos, mas sem dúvidas foi o mais especial dos mesmos...









Notas Finais


um passo bem importante para o casal Julana! Até❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...