História A nerd e o popular - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, IU, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Ji-eun "IU", Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Seulgi, Suho, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Bts, Romance, Treta, Vingança
Visualizações 140
Palavras 3.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~Bom... Essa é minha primeira fic então... Espero muito que vcs gostem está sendo feita com muito amor e com muita inspiração de outras fics! O palpite de vcs vai ser muito bem vindo, caso para porder melhor alguma coisa.
Boa leitura fofuras💕

Capítulo 1 - Primeiro dia de aula


Fanfic / Fanfiction A nerd e o popular - Capítulo 1 - Primeiro dia de aula


(S/n) on 

  Acordei às 05:50 da manhã, fiquei fitando o teto e lembrei que hoje seria o pior dia da minha vida, como de todos os outros anos. O maldito PRIMEIRO DIA DE AULA,  minha vida vai virar um inferno de novo naquela escola, ser zuada pelas pessoas e principalmente pelo menino que eu gosto dês do ano passado, mas isso não importa porque vou vê meus amigos, pra fala a verdade eles são meus únicos amigos daquela escola. Então virei a cabeça para fita o relógio encima do criar e vi que já era 5:56, resolvi levanta e ir até o banheiro que tem no meu quarto, e sim eu tenho um banheiro no quarto, eu moro em uma mansão com a minha mãe e meu padrasto. Meu padrasto e dono de uma das principais empresas de Seul, ele cuidou de mim quando meu pai abandonou minha mãe no Brasil, minha mãe conheceu ele lá e começaram a namorar só que ele tinha que volta pra Coréia, minha mãe se casou com ele aqui e eu moro aqui quase minha vida inteira, nunca nos mudamos e tudo que eu tenho hoje e tudo graças ao meu padrasto.

*QUEBRA DE TEMPO*

 Já fiz minhas higienes, agora estou escolhendo uma roupa para mim poder ir a escola, minha mãe sempre compra roupa cara pra mim e pra ela só que eu não uso, só porque não sou obrigada a usar roupas caras, usar jóias, aish, só de fala me dá coçeira. Gosto de usar roupas simples e amo estudar, na escola sou zuada por isso, mais eu não estou nem aí, pego minha roupa e vou para meu quarto, visto uma blusa de manga comprida branca e uma calça jeans, penteio meus cabelos negros, coloco um tênis branco, coloco meus óculos e vou tomar meu café. Desço as escadas e vou direto para a cozinha onde estava minha mãe, meu padrasto e a minha irmã postiça a Bia.

– Bom dia filha! - Diz minha mãe sorridente.

– Bom dia só se for pra senhora - digo pegando suco e depois bebo.

– Nossa minha irmãzinha dormiu do lado errado da cama foi?! - Bia pergunta com o som de deboche e depois sorri.

– Não Bia, eu não dormi do lado errado da cama não, tá?! 

– Precisava fala assim com sua mãe? - pergunta Jung Hoo.

– Desculpa mãe! - digo abaixando a cabeça.

– Ela tá assim porque hoje é o primeiro dia de aula e ela já sabe que vai ser zuada pelo os populares da escola - diz Bia.

– Cala a boca Bia - digo brava

– Ué?! Só digo verdades - diz Bia com os braços levantados em forma de rendimento.

– Minha filha não se preocupa com oque essas pessoas falam de você, olha você é linda, inteligente, carinhosa, fofa, manhosa - minha mãe diz apertando meu nariz.

– Agora a senhoritas tratem de tomar o café de vocês para não se atrasarem. - diz Jung Hoo se levantando e indo trabalhar.

– Tchau amores da minha vida - ele diz beijando nossas cabeças e sai.

– Tchau! - dissemos juntas.

*QUEBRA DE TEMPO*

Lá está eu de novo, de volta pra esse inferno que se chama escola, eu não sou daquelas que tem muitas amizades, pra fala a verdade eu nunca tive amigos, só minha irmã e meu primo Baek ele mora nos Estados unidos, mais mesmo assim a gente se fala. Hoje eu tenho amigos que na verdade estou a procura deles.

*Paro e suspiro* e penso:

Pensamento on:

- Onde esses demônios estão?

Pensamento off:

Até que eu escuto alguém me chamar no corredor onde fica os nossos armários

– (S/n)!!! - Chany me chama

– Nossa! Aonde vocês estavam? - pergunto pro pessoal.

– A Jennie quería ir no Starbucks - diz sehun beijando minha buchecha.

– Pera cadê o hobi e o Tae? - pergunto preocupada.

Derrepente a gente percebe uma movimentação no corredor e nós fomos vê o que estava acontecendo quando eu me deparo com o hobi no chão com a boca sangrando, com o braço machucado e o Tae tentando protege ele doque eu mais temia. Jungkook é sua gangue. Jin deu cada chute na barriga do hobi que eu não me segurei e fui acabar com essa palhaçada:

– Seus viadinhos de merda - Namjoom fala segurando o Tae pela gola blusa.

– Larga ele! - Falo autoritária 

– (S/n) sai daqui eu cuido disso! - diz Tae tentando se livra de Namjoom.

– Olha quem é vivo sempre aparece né (S/n)?! - Diz Jungkook atrás de mim

– Deixa meus amigos em paz Jungkook! - disse ordenando

– Olha a nerd tá cheia de atitu...- eu o interrompi

– Eu tô mandando você solta ele! - disse já alterada

– Você não pode exigir e nem manda na gente! - diz ele com a voz alterada

– Você vai deixar eles irem agora ou eu... - ele me interrompeu

– Você o que? Vai fazer oque com a gente? Hum? Vai colocar a gente pra lê um monte de livro na biblioteca? Kkkkkkk - ele diz e os outros começam a rir. Derrepente o sinal para entra nas salas de aulas toca e pro meu azar Jungkook está na mesma sala que eu. Eu atirei pedra na cruz, colei chiclete, sei lá, alguma coisa eu fiz com a cruz pra receber esse castigo né possível. Ajudei o Hoseok levantar do chão e fui vê como o Taehyung estava:

– Hobi você tá legal? - perguntei ( foi uma pergunta idiota)

– Não né - ele disse

– tá não precisa ser grosso - falei já brava

– Eu e o Xiumin vamos levar ele pra enfermaria, vocês vão pra sala - disse Chanyeol

– Ok - dissemos juntos

Foram cada um pra sua sala, os únicos que eram da minha sala era Irene, Jennie Sehun e Wendy  pedimos licença para entra na sala, todo mundo olhou pra mim e começaram a cochichar, Jungkook é sua namorada a Lisa me olharam com um olhar mortal, sentei em minha carteira que era a última, junto com as meninas só o Sehun que sentava longe da gente, mais mesmos assim ficamos conversando com sinal que só a gente entende, Sehun e o meu melhor amigo eu amo muito ele, eu amo todos só que Sehun e muito especial, não pensem besteira eu não gosto dele, na verdade eu gosto, só q-que como amigo. Já ele eu não sei. Começou a aula começaram a tacar bolinhas de papel em mim, só que eu ignorava isso deixava o Jungkook muito puto, mais muito puto e eu adoro vê ele com raiva ele fica muito lindo, por incrível que pareça eu gosto dele é um sentimento que eu quero para de sentir por ele amor, porém não consigo. Que saber eu vou presta atenção na aula que é o melhor que eu faça, a aula e de história eu amo história.


*JUNGKOOK ON*

Estavamos na aula de história, eu odeio aula de história me dá sono, e outra porque nós temos que aprender algo de milhões de anos atrás, todo mundo já morreu, aish, que saco, o melhor da aula e que eu posso fica admirando a (S/n) prestando a atenção na aula, aí, ela fica tão linda, com esse óculos redondo dela, esses cabelos negros e cacheados dela, sua pele morena, aaa, ela é perfeita. E o pior que eu gosto dela dês do ano passado, vocês devem tá se perguntando porque que eu fico zuando ela né?! Bom eu sou popular, namoro a menina mais gata da escola, nós temos que zuar os mais fracos, só que a (S/n) não é fraca, ela é forte até de mais, pra fala a verdade quando nós éramos pequenos a gente era amigos, melhores amigos, até um dia ela me troca pelo primo dela o Baek, eu fiquei com tanta raiva que eu prometi pra mim mesmo que eu faria a vida dela um inferno, só que eu acabei me apaixonando por ela, eu até pego leve na zueira com ela, mas já o grupo da Lisa pega muito pesado com ela e eu não gosto. E também sou rico, meu pai é um dos sócios da empresa do padrasto da (S/n) eu acho isso ótimo, porque vou poder ver ela sempre nos jantares da empresa. O sinal tocou anunciando a hora do intervalo, finalmente estava morrendo de fome, levantei e olhei para (S/n) dei um sorriso pra ela e ela revirou os olhos. Sai da sala com o meu grupo, só que eu lembrei que eu tinha esquecido algo na sala então fui buscar:

– Vão indo na frente esqueci meu celular na sala - disse andando de costas

– Beleza, só não demora temos treino depois do intervalo - disse Kai

– Ok - eu disse andando até a sala 

Quando eu cheguei perto da sala vi o grupinho da Lisa com a...(S/n)? Porque elas estão ali com ela, hoje não é dia delas zuarem com ela, vou ver oque está acontecendo.

*Lisa on*

Esperei com o meu grupo todo mundo sai da sala para pode ter uma palavrinha com a sonsa da (S/n), porque que ela tá dando encima do meu kookie, ele é meu , só meu, aquela nerd tá mexendo com a pessoa errada. Ela sempre é última a sair da sala para ir pro intervalo, então essa é a hora perfeita! Não demorou muito ela saiu da sala, nessa eu eu puxei ela contra a parede e meu grupo enquadrou ela para não sair dali:

– Oque que é isso? É um assalto? - disse ela rindo debochadamente

– Sua sonsa, dando encima do namorado dos outros! - disse já com raiva por causa do seu deboche

– Eu? Ta louca? - disse ela com a cenho franzido

– Você sim sua sínica - disse já perdendo a paciência com ela

– Eu não sou puta igual você, que namora o Jungguk e transa com o Kai e com o Suho - assim que ela disse isso, meu sangue subiu deu um tapa na cara dela que ela caiu no chão chorando

– QUEM E VOCÊ PRA FALA ISSO? ENTENDA O JUNGKOOK E MEU OPPA, MEU, VOCÊ ENTENDEU? - disse gritando com ela, que estava com a mão no rosto e chorando. Quando eu ia da um chute nela, alguém me chama.

– Lisa!! - ???

*JUNGKOOK on*

Eu ouvi a conversa toda, não acredito que a Lisa fez isso com a (S/n), com a minha (S/n), quando ela ia bater nela eu a chamei:

– Lisa!! - a chamei e ela olhou pra trás

– Ah Jungguk Oppa - ela diz e me beija e depois sorri

– Você sabe que eu ODEIO quando me chamam de Oppa - disse ríspido

– Ah, desculpa - disse ela

–  Oque temos aqui? - perguntei abaixando olhando para (S/n) que continuava no chão chorando

– Fiquei sabendo que essa nerd gosta de você, então vim tirar satisfações! - disse ela cruzando os braços

– Porque você fez isso? - perguntei calma, só que na verdade eu queria grita com a Lisa

– Ué, você é meu namorado, eu tenho que cuida do que é meu. - disse ela com uma carinha "triste" para mim

– Ah jagi, não precisava fazer isso porque eu nunca vou me interessar por outra mulher, muito menos por ela - disse enquadrando seu rosto com as minhas mãos e lhe dando um beijo demorado

– Sério? - perguntou ela animada

– Claro - disse 

– Agora vamos que eu tenho treino, deixa essa ai no chão que é o lugar dela. - assim que eu disse isso sentir meu coração se despedaçando em micros pedaço, na real eu não queria deixa ela ali, daquele jeito, eu queria tá ali no chão com ela abraçando ela, fazendo carinho nela, mas mais uma vez meu orgulho falou mais alto, parei de anda quando encontrei o óculos de (S/n) no chão quebrado, eu virei pra trás e chutei e disse:

– Toma, seu óculos de fundo de garrafa - Lisa e as meninas saíram na gargalhada.

Saímos de lá só que eu não paro de pensar na (S/n) o estado que ela ficou, senti pena dela é pelo óculos dela, estou cheio de raiva da Lisa, ainda por cima sou corno, eu deveria fala com ela sobre isso, só que eu nem gosto da Lisa, só estou com ela porque meu pai e o melhor amigo do pai dela é queria vê a gente junto, mais também só tô com ela ainda porque ela é boa na cama, porque se não já tinha dado um pé na bunda dela, o garotinha mala sem alça pqp. Agora estou indo pro treino com os meninos e as meninas.

*(S/n) on*

Eu não acredito no que eu acabei de ouvir e de sentir, as palavras do Jungkook me doeu mais que o tapa da Lisa, ele cuspiu aquelas palavras na minha cara como se eu fosse um lixo, eu continuo no chão chorando, até que alguém me chama e me ajuda a levantar.

– (S/n)? Oque aconteceu com você? - Wendy perguntou me ajudando a levantar

– A- a Lisa me deu um tapa na cara - falei entre o choro e soluço

– OQUE? PORQUE AQUELA VADIA TE DEU UM TAPA? - Wendy perguntou gritando

– P-por favor me leva embora?! Por favor - disse chorando e abraçando a mesma.

– Vamos! - ela disse pegou minha mochila e a dela e me levou pra casa.

Chegamos na minha casa, não tinha ninguém em casa só eu e a Wendy subi pro meu quarto e a Wendy foi na cozinha pega um copo de água pra mim pode se acalmar. Cheguei no quarto me joguei na cama comecei a chorar sem para até sentir alguém fazer carinho no meu cabelo, levantei a cabeça e vi Wendy com um água em copo:

– Beba - me entregou o copo e eu bebi

– Oque aconteceu? - ela perguntou preocupada

– A Lisa veio tira satisfação comigo- disse um pouco mais calma

– Mais porque? - perguntou 

– Ela disse que eu estava dando encima do Oppa dela - disse limpando as lágrimas

– Você dando encima do Jungkook? - ela começou a rir de repente parou

– Você tava dando encima do Jungkook? - ela perguntou espantada

– Claro que não - disse 

– Só que...

– Só que oq? - perguntou

– Só que elas descobriram que eu gosto do Jungguk - disse de cabeça baixa

– MDS minina você se fudeu legal! - disse ela em tom brincalhão

– Para - disse entra risadas

– O que me doeu mais não foi nem o tapa...

– Foi Oque então? 

– As palavras do Jungkook dizendo que não trocaria a Lisa por mulher nenhuma, nem para uma nerd como eu - Caiu uma lágrima dos meus olhos

– Ah não, você vai chorar por esse babaca?! Mais não vai mesmo é também não vai fica trancada nesse quarto chorando não. Tá me escutando? - Wendy disse secando minha lágrima e levantando minha cabeça

– Olha você é uma morena linda, um corpão maravilhoso de da inveja. - disse me animando

– Você só tá falando isso pra mim não fica na bad. - disse limpando as lágrimas

– Oxiii, não tô mentindo.

– Eu sou um lixo, meu lugar e no chão como o Jungguk falou - mais uma lágrima caiu

– Olha aqui, você não é lixo, seu lugar não é no chão, para com isso - me repreendeu

– Eu não mereço nem existir - desabei a chorar

– A senhora nem pense em encostar uma navalha no seu pulso e nem entra em depressão de novo, por causa desse idiota de novo! - brigou comigo

– Olha eu tenho que ir, mais fica bem ok? - falou Wendy se levantando

–ok - respondi

– Amanhã é um novo dia! Pensa nisso! Tchau - disse e saiu

– Tchau

Assim que Wendy foi embora fui tomar um banho, tomei um banho bem demorado, sai do banheiro já era 17:30, vesti uma blusa grande porém eu tenho muito corpo ficou um pouco curto mais e só pra dormir. Desci as escadas que leva para a sala, quando eu chego na sala me deparo com minha irmã, suas amigas, com os amigos dela, Sehun, Taehyung, Irene, Jungkook é Rosé sentados no meu sofá conversando. Quando eu chego na sala todo mundo me olho, então Bia diz:

– Irmãzinha você tá ai? Pensei que você tinha saído com a mamãe. - diz sorrindo em me vê

– Não, eu cheguei a casa tava vazia. Você sabe onde ela foi? - perguntei

– Ela foi visitar a vovó- disse animada, mas quando viu meu rosto veio até mim.

– Oque aconteceu com o seu rosto? - perguntou preocupada

 Jungkook arregalou o quando viu o estrago que sua querida jagiya fez no meu rosto.

–  A-ah e-eu bati!? e eu bati a porta sem querer no meu rosto, foi isso! - falei pra disfarçar mais Sehun e Tae sabia que eu estava mentindo.

– Ata, nada que maquiagem não resolva! - disse sorrindo

– Oque que vocês estão fazendo? - perguntei pra fugir do assunto.

– Ah, e trabalho! - disse se sentando 

– Ata

Quando eu estava indo pra cozinha Sehun me chama:

– (S/n)!!

– Sim?

– Essa blusa não tá muito curta pra você usa não? - perguntou com ciúmes

– Não - disse para provocar

– Ah Sehun para de ser chato, ta linda amiga tá bem sensual, vai perde sua virgindade com quem? - nessa hora todo mundo começou a rir da minha cara, AI QUE VERGONHA!  AAH, EU VOU TE MATAR KIM TAEHYUNG!

– TAE?! - gritei com vergonha

– Desculpa - tampou a boca

– Como assim você é virgem ainda? - Rosé perguntou incrédula

– Algum problema em eu ser virgem? - perguntei já irritada

– Todos - disse umas das amigas da Bia

– Você tem 16 anos e ainda é virgem?! Mds você é uma raridade - disse Rosé batendo palma em forma de sarcasmos

– Sabe porque eu sou uma raridade? Porque eu não sou puta igual vocês, que dá pro primeiro que vê - disse séria e todos calaram a boca.

– Que saber eu só desci, porque eu tô com fome tá?! Não pra fica ouvindo merda que sai da boca de vocês, com licença!?

Sai dali e fui procurar oque comer naquela cozinha, até que sentir braços rodiarem minhas cinturas, quando me viro me deparo com ninguém mais, ninguém menos que...

Continua...










Notas Finais


Me desculpem se tiver algum erro! 😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...