1. Spirit Fanfics >
  2. A Nerd e o Popular >
  3. Capítulo 18

História A Nerd e o Popular - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Capítulo 18


Chego em casa um pouco atordoada

Assumir aquilo pra mim mesma foi mais confuso do que esperava

Tanto que nem me lembrava mais o motivo de ter que ir para casa

—Pai — Me lembro assim que o vejo sentado no sofá da sala — Bem, o que quer me falar? — Sou o mais direta possível

—Eu e sua mãe estávamos pensando em...— Ele fica em silêncio procurando pela palavra certa

—Recomeçar — Minha mãe continua

Meu coração dá uma leve acelerada

—O que você acha disso? — Meu pai pergunta. Ele estava nervoso, percebi pelo modo que mexia suas mãos

—Olha — Encaro os dois — eu não vou impedir isso, vocês são livres para fazer o que quiserem. Só quero que sejam felizes, estando juntos ou não — Sorrio e eles retribuem

Os abraço e subo para o meu quarto, eles tinham muito o que conversar

Mando uma mensagem para Charlie, queria saber se tinha chegado bem em casa

Sem demorar muito, ele responde

—Oi, cheguei bem sim. Seu pai queria tratar sobre algo sério?

—Na verdade não.

Ele e minha mãe decidiram se juntar novamente

—Que bom Sophia! Espero que dê tudo certo

—Também espero

—O que está fazendo?

—Bem, além de conversar

com você, nada. E você?

—Tentando aturar minha irmã rsrsrs

—Ainda quero muito

conhecer sua irmã

—Assim que tiver alguma oportunidade, vem aqui em casa

—Tudo bem. Vamos marcar então ;-)

—Okay! Bom, preciso ir. Beijos minha linda!

—Kisses rsrs

Levo o celular ao peito, no intuito de não deixar esse momento escapar

Pode ter sido uma simples conversa, mas já valeu muito para mim

Espero que o meu sentimento por ele seja mútuo, não quero ter que passar por isso novamente.

Ouço batidas na porta

—Entra — James coloca o rosto dentro do meu quarto — Entra logo James — Ele ri e adentra o meu quarto, fechando a porta atrás de si

—Que sorriso é esse? — Pergunta curioso

—Estava falando com Charlie — Sua expressão de alegria se foi. Do nada ele ficou tão murcho — O que foi? — Ele ajeita a postura

—Nada — Dá um sorriso fraco — Estava pensando

—Você faz isso? — Dou risada da minha própria piada

—Enfim, estava pensando de a gente ir á algum lugar

—Que lugar?

—Se troca e me espera lá embaixo — Concordo com a cabeça

Espero ele sair do quarto para trocar de roupa

Visto uma calça jeans e uma regata

Desço as escadas rapidamente e me jogo no sofá

James aparece minutos depois

—Vamos? — Ele estende a mão e eu a seguro

—Vamos — Por algum motivo, ele não quis soltar minha mão até que chegássemos no lugar que ele queria — É aqui — Ele aponta para uma casa na árvore, bem conservada, mas antiga

Ele me leva até a escada e me ajuda a subir

Olho ao redor e vejo a simplicidade do lugar

Tinha uma bola no canto esquerdo e alguns jogos de tabuleiro no canto direito

—Antes de minha vó morrer, passava o dia inteiro brincando aqui — Ele olha ao redor, como se uma lembrança acabasse de passar diante de seus olhos — Amava esse lugar, era uma escapatória do mundo lá fora, uma escapatória do meu pai — Ele diz com os olhos marejados — É muito importante para mim — Uma onda de sentimentos me invadiu

—Obrigada por dividir isso comigo James — Em um gesto tímido, ele se aproxima vagarosamente e coloca sua mão em meu rosto

Ele passa o polegar em minha bochecha, me fazendo sentir seu toque suave

Ele leva sua mão á minha nuca e me beija

De um jeito calmo e ao mesmo tempo selvagem, como se desejasse isso há muito tempo

Sua língua explora cada canto da minha boca, me fazendo delirar

Subo em seu colo para nos aproximar ainda mais

Ele me aperta contra seu corpo, me deixando completamente colada a ele1

Em meio ao beijo, um gemido me escapa

Estava tão focada em seu beijo que esqueci tudo ao meu redor

E então, Charlie me veio a mente

O beijo cessa, diante da minha expressão de confusão

—O que foi? Fiz algo de errado? — James pergunta preocupado

Talvez você tenha feito sim

—Não, foi...ótimo — E era esse o problema...ter sido ótimo

Me via dividida entre dois garotos

Pensava que amava Charlie, mas também sinto algo por James

Estava completamente confusa com eles dois, confusa com tudo

James se aproxima novamente, tentando entender o que se passava em minha mente

—Eu sinto muito Sophia, não era minha intenção te deixar dessa maneira — Ele diz visivelmente chateado

—James, você não fez nada de errado — Digo segurando suas mãos — Eu só...estou confusa, não imaginava que você iria me beijar — De certo modo isso é verdade2

—Preciso te dizer algo — Ele olha para o chão por alguns segundos, depois volta a focar seus olhos nos meus — Eu...estou — Ele para por alguns segundos antes de prosseguir — estou apaixonado por você Sophia — Eu arregalo os olhos e engulo em seco — Desculpa, mas eu não conseguiria guardar isso por muito mais tempo, estava me deixando aflito — Ele volta a olhar para o chão — Eu vou entender se não sentir o mesmo por mim

—James eu...— Ele coloca um dedo sobre meus lábios, pedindo silêncio

—Não precisa me dizer nada agora, você vai precisar de tempo para conseguir digerir tudo isso — Ele sorri, me fazendo relaxar um pouco

—Obrigada — O abraço, podendo sentir seu coração acelerado

Ele suspira fundo e me solta

—Eu acho melhor irmos embora, está ficando tarde — Concordo com a cabeça

Fomos o caminho inteiro em silêncio

Talvez porque precisássemos pensar, ou porque simplesmente não queríamos falar um com o outro naquele momento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...