História A nerd e o popular (Em processo de correção) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias R5
Personagens Ellington Ratliff, Personagens Originais, Riker Lynch, Rocky Lynch, Ross Lynch, Rydel Lynch
Tags Ellington Ratliff, Lily Collins, Luke Hemmings, Nerd, Popular, Riker Lynch, Rocky Lynch, Romance, Ross Lynch, Rydel Lynch, Violencia, Zayn Malik
Visualizações 176
Palavras 2.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey! !
Era uma vez uma garota que ficou sem internet e não conseguiu postar o capítulo da sua fanfic! Prazer, eu!
Me desculpem! ♥
Boa leitura pra vcs!
Espero q gostem e que o cap não esteja uma merd*
♥ BORA LER

Capítulo 10 - Pegos de Surpresa!


P.O.V Rydel Lynch

Eu havia acabado de chegar em casa e Ratliff tinha me ligado no caminho. Disse que viria aqui em casa para ficarmos juntos

 Somente eu estava em casa ou pelo menos era isso que eu achava

 Ross sumiu,sabe-se lá para onde foi. Riker estava na casa de um amigo e não voltaria tão cedo. Rocky, bom... ele eu não sabia onde estava e Ryland estava com Riker. 

 Bateram na porta então deduzi que era Ratliff e fui abrir

 Era ele. Ratliff estava incrivelmente lindo. Camiseta branca e uma blusa xadrez vermelha por cima, uma calça preta e um tenis branco. 

  - Calma aí, tem um pouco de baba escorrendo aqui no canto! - ele brincou e eu saí do meu pequeno transe

 - Bobo! Entra- eu disse e ele entrou se jogando no sofá

 - Quem tá em casa? - ele perguntou

 - Ninguém, eu acho 

 - Não vai nem me dar um beijo? - ele fez um cara engraçada

 - Não sei se você ta merecendo não! -sentei do seu lado

 - Você é má! - fez uma cara fofa

 - Afe para! Fica fazendo essas carinhas aí eu não resisto! 

 - E quem disse que é pra resistir? - perguntou se aproximando

 - Com certeza não fui eu! - respondi e o beijei

  Ratliff me colocou em seu colo e colocou suas mãos em minha cintura, apertando a mesma logo depois. Envolvi meus braços ao redor de seu pescoço e ele aprofundou o beijo. Rebolei ainda em seu colo e ele arfou. Ele ia tirar minha blusa mas me separei dele

 - Aqui não! - me levantei de seu colo e pude perceber o volume em sua calça

 Subimos a escada e fomos para o meu quarto. Ratliff me jogou na cama subindo em cima de mim e voltando a me beijar desesperadamente passando a mão por todo meu corpo. Colocou suas mãos em baixo da minha blusa, apertou meus seios e eu gemi apertando seu membro por cima de sua calça. Ele ia tirar a minha blusa, quando a porta se abriu revelando meu pai parado com uma cara nada boa ao ver nós dois

  ''Ferrou'' 

 Esquecemos de trancar a porta. Burra, burra, mil vezes burra! 

 Nosso namoro era ''secreto''. Somente meus irmãos e Ashley sabiam. Meus pais nem desconfiavam. 

  A sorte era que estávamos vestidos, mas mesmo assim era constrangedor. Até parece que uma situação como essa, iria ser normal.

 '' O pai da garota pega ela e o namorado quase transando'' Super normal, não? 

 Meu pai nos encarou boquiaberto e com raiva

 - O que significa isso? 

 - Eu...- tentei falar, mas não conseguia

  Meu pai olhou para Ratliff o encarando com fúria e partiu pra cima dele

 - NÃO PAI! - eu gritei pra ver se ele pensava duas vezes antes de bater no meu namorado, mas ele estava cego pela raiva 

 Peguei meu celular tremendo e liguei para Ross desesperada e ele disse que chegaria o mais rápido possível

 Enquanto isso eu tentava fazer meu pai parar mas nada adiantava

 O coitado do Ratliff estava tentando apenas se defender, ele não queria bater no meu pai. Era triste ver essa cena e não poder fazer nada

 - PARA POR FAVOR! - gritei caindo de joelhos no chão

 - ACHA BONITO ISSO? SEU DESGRAÇADO! - meu pai gritou dando um soco na cara de Ratliff

 - Por favor, para- Ratliff suplicou

 - AGORA VOCÊ PEDE PRA PARAR? NA HORA DE TENTAR COMER MINHA FILHA VOCÊ NÃO PEDIU, NÃO É? 

 - Por...favor- Ratliff estava quase desmaiando

 - PARA PAI! 

 - CALA A BOCA RYDEL! SUA VADIA- se levantou e chutou o estômago de Ratliff 

 Meu pai estava me chamando de vadia... uma surra doeria menos que isso

 - E VOCÊ? ACHA BONITO SAIR DANDO POR AÍ? - meu pai veio até mim 

 - EU NÃO ESTOU DANDO POR AÍ! ELE É MEU NAMORADO E SEMPRE ME RESPEITOU! - Expliquei chorando

 - ESSE É O RESPEITO? 

 - PAI! - Ross abriu a porta com tudo e meu pai olhou para ele 

 - ROSS! OLHA SÓ A IRMÃZINHA VADIA QUE VOCÊ TEM! - Disse me encarando com raiva

 - PARA DE ME CHAMAR DE VADIA! EU NÃO SOU UMA! - gritei

 - NÃO GRITA COMIGO! - Levantou o braço para me dar um tapa mais Ross segurou

 - Pai calma! Pensa bem no que você vai fazer- Ross tentou convencê-lo e meu pai abaixou o braço

 - Não quero mais te ver nessa casa! - apontou o dedo na minha cara- quero você fora, ainda hoje! - disse e por fim saiu

 Ross me abraçou e respirou fundo, olhando para Ratliff

 - Pai, espera! Pensa primeiro! - Ross saiu atrás dele 

 Comecei a chorar desesperada e corri até Ratliff caindo de joelhos ao seu lado

 - Meu amor...- sussurrei 

 - E-eu estou bem- ele sorriu fraco 

 - Não! Você não está, ninguém está! 

 - Me desculpa

 - A culpa não é sua! É minha, eu sou uma idiota- disse chorando 

 - Nunca mais repita isso! A culpa é de nós dois ... - secou minhas lágrimas- Você pode ficar na minha casa se quiser... - ofereceu

 - Eu ...não posso! Sua mãe, e se ela não concordar? 

 - Fica tranquila, ela não vai ligar 

 - Me desculpa...mas, eu não posso! - passei a minha mão em seu rosto machucado e ele fez uma cara de dor- eu vou ver com a Ashley...

 - Ok...mas saiba que é bem-vinda lá em casa- sorriu fraco

 - obrigada por tudo...- dei um selinho nele e fui pegar um kit de primeiros socorros no banheiro

 Olhei para um lado e para o outro e não vinha ninguém então, sai correndo

 Peguei o kit voltando para o meu quarto logo depois

 Ratliff estava de olhos fechados e tentava respirar. Meu pai havia lhe dado uma surra bem dada. Respirei fundo e fui até ele 

 - Você consegue levantar? - perguntei prendendo o choro

 - Acho que sim...-Tentou se levantar- Ah! Ta doendo- resmungou

 - Calma, vou te ajudar- Tentei ajudá-lo e ele conseguiu se levantar

 Sentou-se na cama e eu comecei a dar um jeito em seu rosto

 -Me fala se eu te machucar ok? 

 - uhum

 - Rydel... O pai já saiu pra trabalhar- Ross entrou no quarto- Oi Ratliff...não é a melhor pergunta a se fazer agora mas... como você está? - perguntou receoso

 - Quebrado! -riu fraco- ah! 

 - Te machuquei? 

 - Não, é que eu ri e doeu

 - Ata...

 - Foram pegos? 

 - De surpresa...- eu disse frustrada

 - E o que vocês estavam fazendo? - Nos olhou inocentemente 

 - Nada que você já não tenha feito! - respondeu Ratliff e Ross sorriu malicioso

 - Safadinhos!

 Terminei de limpar todo o sangue que havia no rosto de Ratliff e guardei o kit de volta no banheiro

 - Pra onde você vai agora? - Ross perguntou preocupado

 - Não sei exatamente...vou ver se dá pra ficar na Ashley por enquanto. O jeito é trabalhar pra juntar um dinheirinho

 - Sabe que é muito nova pra isso ne? - Ratliff se intrometeu

 - Sim...alguma lanchonete ou algo do tipo deve aceitar pessoas da minha idade

 - Rydel...

 - Ross...eu já me decidi- eu disse convicta 

 Abri meu guarda-roupa e joguei minhas roupas em cima da cama. A maioria estava dobrada, o que facilitou na hora de arrumar. Peguei uma mala grande vermelha e coloquei todas as minhas roupas nela. Peguei outra mala e coloquei os sapatos. Os perfumes e coisas desse tipo, coloquei na minha mochila 

 Ouvi um falatório no andar de baixo e passos subindo as escadas. Meus irmãos chegaram 

 - Nem vem, a Ariana é bem mais bonita! - Ryland passou falando junto com os meninos mas pararam ao me ver com as malas e Ratliff com a cara toda machucada

 - O que...- Riker começou a falar confuso

 - Longa história...- Eu estava tentando não chorar, mas se eles continuarem perguntando, não vai dar 

 -Por que está com essas malas? - Agora foi a vez de Rocky falar

 - E por que seu namorado está com a cara machucada? - Ryland perguntou apontando para Ratliff, que se encontrava''deitado'' na cama

 - Não dá pra explicar agora...preciso ir antes que o papai volte

 - Vai fugir? - Riker perguntou

 - Não, não...- quem me dera fosse isso- Ele mesmo pediu para que eu fosse embora

 - QUE? - os três perguntaram juntos

 - Pessoal, depois eu explico...vocês vão continuar vendo ela na escola, porém, não em casa. 

 - Mas por que? 

 - Ela tem que ir, depois eu explico

  Lancei um ''obrigada'' sem produzir som para Ross e o mesmo deu um sorriso fraco

 Peguei minhas malas e Ratliff me ajudou mesmo machucado. Ele estava de carro, então colocou as malas no porta-malas. 

 - Vou sentir saudade de vocês...Me perturbando de tarde, pedindo pra abaixar o som...- eu disse chorando 

 - Mesmo que nós não estejamos entendendo nada, também vamos e muito...você é nossa irmã e te amamos- Ross disse com os olhos marejados

 Abracei todos eles depois de muito chororô e me despedi deles

 - Vamos nos ver na escola, não é como se não fossemos mais nos ver- disse dando um leve sorriso

 - Nem nessas horas você deixa de ser insensível- Rocky riu- vou sentir sua falta, não vai ser a mesma coisa sem você

 - Claro que não! Vocês não sobrevivem um dia sem mim! - tentei descontrair 

 - Não queria admitir mais é verdade! -Riker disse e nós rimos

 Me despedi deles, de verdade agora, e entrei no carro dando um ''tchau'' com as mãos 

 Vou sentir a falta deles...

 P.O.V Autora

 Rydel havia se despedido dos irmãos e estava indo rumo a casa de Ashley. 

 Ela ficara muito triste com os últimos acontecimentos. Chegou em frente a casa de Ashley e olhou para o namorado deixando algumas lágrimas descerem

 - Me desculpa por fazer você passar por isso...- Ratliff abaixou a cabeça

 - Eu já disse que não foi culpa sua...- a garota encostou sua cabeça no banco suspirando

 Desceu do carro e bateu na porta da casa da amiga

 Ashley e Luke estavam quase se beijando. Eles estavam confusos sobre o que estava acontecendo

 Luke, por um lado, pensava que a melhor coisa a se fazer era não beija-la, afinal eles só se conheciam à um dia, não é? Mas por outro, estava com uma louca vontade de sentir os lábios da garota contra os seus

 Ashley pensava o mesmo. Ficava indecisa se o beijava ou não. Qual era o motivo de estar acontecendo aquilo? Dúvidas rondavam sua cabeça

 Bateram na porta e eles se separaram assustados. Ashley foi atender a porta e achou estranho o fato de sua amiga estar chorando mas a abraçou preocupada

 - O que aconteceu, flor? -perguntou se separando da amiga

 - Meu p-pai me e-expulsou de c-casa- respondeu soluçando

 - O que? - Ashley não acreditava no que acabara de ouvir- entra

 - O Ratliff está no carro...

 - Chama ele.

 Rydel chamou o namorado e ele pegou as malas de dela, entrando logo em seguida

 Luke estava sentado no sofá, pensativo, mas ao ver o casal ali, saiu de seu pequeno transe

 - Hey, por que está chorando? - Luke perguntou para Rydel

 - Meu pai me expulsou de casa...

 - Você está grávida?- perguntou assustado

 - N-não! 

 - Ata! Desculpa

 - Não precisa se desculpar

 Ashley voltava da cozinha com um copo de água com açúcar , para ver se Rydel se acalmava

 - Obrigada...

 - Ok. Agora me explica o que aconteceu

 Rydel olhou para os garotos que a olhavam atentamente. Estava com vergonha de falar tudo na frente dos dois

 - Hã...eu vou pra casa- Luke disse, percebendo que elas queriam conversar a sós

 - Eu também. Qualquer coisa me liga- Ratliff foi até a namorada e lhe deu um selinho

 - Tchau

 Ashley foi até Luke e abraçou o rapaz que retribuiu e deu um selinho nela

 - Luke...- sorriu e lhe deu outro selinho- até amanhã

 P.O.V Ashley Johnson

 Me segura! Aposto que estou vermelha de vergonha

 Dei outro selinho em Luke e ele tentou aprofundar o beijo, mas eu disse um ''até amanhã'' e ele entendeu que não era o momento. Ainda bem! 

 Após os garotos terem saído fui até Rydel, que agora tinha um sorriso malicioso

 - Você é rápida hein? 

 - Depois te conto, agora pode ir falando!

 - Bom...lá estava eu, voltando da escola...

 - Vá direto ao ponto!

 - Ok, ok . Ratliff me ligou dizendo que a noite ele iria na minha casa para ficarmos juntos. Eu disse que tudo bem até porque ninguém estava em casa. Ele chegou e nós quase transamos mas aí meu pai chegou e nos viu, quando Ratliff ia tirar minha blusa. Ele bateu nele, me chamou de vadia e me expulsou de casa. - explicou chorando e eu a encarei boquiaberta.

 - Calma...vocês estavam quase transando e seu pai pegou vocês de surpresa? 

 - Sim- respondeu se acalmando

 - Meu Deus! 

 - Eu queria pedir uma coisa...

 - Sim! - respondi já sabendo que ela pediria para ficar aqui

 - Sim? 

 - Sim, pode ficar aqui o tempo que quiser

 - Ashley...nossa! - ela disse sorrindo fraco

 - Vai ser muito bom morarmos juntas 

 Eu estava muito feliz por ela vir morar aqui comigo, mas ainda sim, eu sei que ela ainda estava tristinha. Não é todo dia que você é expulsada de casa

 - Obrigada por tudo...- agradeceu

 - Não tem de quê! - nos abraçamos

 P.O.V Luke Hemmings

 Abri a porta de casa e como sempre não havia ninguém. 

O que está acontecendo? 

 Primeiro eu me mudo e quando vou pra escola uma roda se forma em volta de mim e as pessoas fazem um milhão de perguntas. Depois uma garota me tira de lá, nos tornamos amigos, eu vou na casa dela, conheço seu pai e depois nos beijamos! 

 E O QUE? 

 estou confuso. 

 Ashley é linda, simpática, conquista todos com seu jeito de ser. Só conheço ela à um dia e percebi isso. Imagina uma pessoa mais próxima? 

 Não sou do tipo que sai pegando todas e me achando o fodão por causa disso. Sou mais reservado, se eu fico com alguma garota eu não falo pra todo mundo. Só pra quem eu confio ou acho necessário

 Conheci dois garotos hoje na escola. Calum e Michael. 

 Os dois são legais, tipo pra caramba! Temos algo em comum, todos gostamos de música! Sim, música

 Eu sempre quis ter uma banda. Toco guitarra e violão também

 Não tenho um bom relacionamento com meus pais, eles vivem trancados na empresa e mal nos falamos

 Tenho dois irmãos, Jack e Ben. Eles já terminaram os estudos. Pense em uns caras que gostam de festas? Pois é

 Eu já fui em algumas festas com eles, mas não deu muito certo. Duas garotas vieram falar comigo e uma me puxou para a pista de dança e a outra ficou lá

 Dancei um pouco e depois voltei. Acontece que a garota que ficou lá, colocou algo na minha bebida e eu fiquei loucão!

 Flashback on :

 - AE PORRA! - Gritei em cima de uma mesa, jogando um copo no chão 

 Comecei a tirar minha blusa e umas garotas gritaram. Joguei minha blusa pra elas e comecei a dançar 

 Eu não estava respondendo pelos meus atos 

 Pulei de cima da mesa e puxei uma morena pela cintura prendendo ela na parede e a garota me olhou maliciosa

 - Vamos para um quarto! - ela disse e me puxou

 Fomos para um e começamos a nos beijar loucamente. Comecei a reparar no rosto da garota e vi que ela era da minha escola. Seu nome era Charlotte eu acho, não! Laís...Júlia? Não sei! Mas ela era uma patricinha fresca que dava pra todo mundo

 Eu tinha bebido pra caralho e todos sabemos o que acontece ne? 

 A garota estava abaixada na minha frente e ia tirar minha calça, mas eu não aguentei e vomitei no cabelo dela! ( autora: ECA KKKKKKKKKKK)

 - SEU IDIOTA! QUE NOJO, ARGH!

 - Foi mal! - Gargalhei e ela saiu do quarto batendo o pé. 

 Depois dessa, perdi até o tesão! 

Flashback off :

 Bem normal isso, não é? 

 Nunca mais encontrei essa garota depois disso. Acho que ela ficou com tanta vergonha de aparecer na escola que se mudou kkkkkk

 Como vocês viram, não me dou bem em festas! Mas mesmo assim, vou em algumas

 Como vim parar nesse assunto? Não sei! 

 Prazer, Luke Hemmings!


Notas Finais


;-----;
Huuum Lukash, será?
Pai da Rydel ficou putão ;---;
Nossa, até eu to puta com ele agora!
Espero que tenham gostado!
Obrigada por lerem e acompanharem a fic ♥
AMOS VCS! ♥♥♥♥♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...