1. Spirit Fanfics >
  2. A nerd e o popular (hoseok) >
  3. Não posso fazer isso

História A nerd e o popular (hoseok) - Capítulo 5


Escrita por: e ysa_AmaoHobi


Notas do Autor


Oieeeeeeeeeee
Vocês estão bem? Espero que sim hehehe
Espero que vocês gostem dessa história

Capítulo 5 - Não posso fazer isso


No capítulo anterior:


"...ㅡ Mahina! 


Escuto meu pai me chamando, o que me fez soltar a mão do Hoseok e virar em sua direção.


ㅡ  Onde pensa que vai? E ainda com um dos Jung's!"


Atualmente…


Jung?  

Espera!

ESSE JUNG? 

ah não.

ㅡ Me responda Mahina. 

ㅡ Senhor, apenas vou levar sua filha até o jardim.ㅡ  Hoseok tenta acalmar meu pai, mas parece que isso não deu muito certo, já que o mesmo parecia mais irritado.

ㅡ Eu perguntei a minha filha.

ㅡ Pai! ㅡ Tento chamar sua atenção, mas ele não parava de olhar para o Hoseok.

ㅡ Não se aproxime de minha filha.

Depois que meu pai fala isso, ele pega meu pulso e me puxa.

Aish como não pensei nele? 

Olho para trás, e o hope estava me olhando confuso, ele não estava entendendo o que estava acontecendo.

Mas é claro que ele não está! Aish nem eu pensei nisso.

Meu pai não me soltou até chegarmos a nossa mesa, minha mãe olha para meu  pai sem entender nada.

ㅡ  adivinhe com quem nossa filha estava.ㅡ  Ele fala com minha mãe, ela não fala nada, apenas olha para mim com uma expressão de preocupação. ㅡ  Ela estava com um dos filhos dos Jung! 

Minha mãe fica espantada com a fala de meu pai, abrindo a boca num perfeito 'O' , e colocando a mão na boca em seguida.

Parece que estou em problemas…

ㅡ O que estava fazendo com um Jung Mahina? ㅡ  Meu pai volta a pergunta.

Me sento na mesa e bebo o líquido que estava no copo ,despreocupada,  pelo menos peguei alguma bebida…

ㅡ  Esta surda garota? Não ouviu a pergunta de seu pai?ㅡ  Agora era a vez de minha mãe se irritar.

ㅡ  Eu só ia até o jardim.

Meu pai finalmente se senta na mesa, mas ainda parecia irritado.

ㅡ Eu não pensei que ele fosse um daqueles Jung.

ㅡ  Não pensou? ㅡ  Meu pai se vira em minha direção, falando num tom irônico.

ㅡ  Eu soube sobre isso recentemente, e nem me lembrei disso, apenas queria sair um pouco daqui.

ㅡ Não quero te ver com um Jung novamente.

Minha mãe fala, finalizando o assunto, finalmente…

Meu pai sai para falar com outras pessoas,  e algumas mulheres chegam à mesa para falar com minha mãe.

Bom, minha mãe disse que não queria ver eu com um Jung, mas não falou nada sobre eu não poder falar com um…

Então isso significa que posso falar com o Hoseok,  ela só não precisa saber nem ver!

Certo, depois dessa festa, tentarei falar com Hoseok,  saber a versão dele da história.

Espero que ele já saiba, porque se ele descobrir isso recentemente, igual a mim, estarei em problemas.


Off Mahina 


On Hoseok 


O pai de Mahina puxa ela para longe de mim, agora eu não entendi foi nada! 

Será que ele não gosta de mim? Aish mas eu nem fiz nada para ele, ou será que fiz?

Melhor eu perguntar depois para ela…

ㅡ Hoseok? ㅡ  Me viro na direção da voz.

ㅡ Sim? ㅡRespondo, era minha mãe que estava me chamando.

ㅡ Qual o nome daquela garota? 

ㅡ A Mahina? ㅡ  Pergunto meio duvidoso, sem entender por que ela queria saber o nome dela.

ㅡ Hum então esse é o nome dela.ㅡ Minha mãe bebe um gole de sua bebida e sai de lá.

Mas o que está acontecendo com esse povo hoje? Oxi.

Melhor eu ir para o jardim, esse lugar já está me deixando muito confuso, ou melhor, as pessoas daqui!

◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇

Finalmente minha mãe me chamou para irmos embora daquele lugar, já não estava aguentando mais, só tinha velho falando sobre sua vida, trabalho e bla bla bla.

Esse povo não sabe fazer uma festa, se bem que isso tá mais para uma reunião do que festa né.

Depois que nosso carro chegou, entramos em meu pai dá a partida para podermos ir para casa.

ㅡ Sua mãe me contou que estava falando com uma garota. ㅡ Meu pai fala, e me olha pelo retrovisor do carro, mas depois volta sua atenção para a estrada.

ㅡ Mahina? ㅡ Pergunto confuso, de novo isso, por que eles estão interessados nela?

ㅡEla mesma, uma Aikyo. ㅡ  Minha mãe fala, posso ver pelo retrovisor que ela estava com uma cara nada Boa, uma expressão de desgosto, raiva..

ㅡ O que tem que errado com ela?ㅡ Isso tá ficando cada vez mais estranho.

ㅡ O que tem de errado? Ah não se preocupe, vamos conversar quando chegar em casa.

ㅡ OK. 

Meu pai me olha uma última vez pelo retrovisor.

Depois mais nada é dito,apenas o som da rádio podia ser ouvida.

Não sei o que foi mais tedioso naquela noite, a "festa", ou a volta para casa.


◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇



Subo para meu quarto tentando assimilar tudo que meus pais tinham acabado de me falar.

Então era por isso que o pai dela tirou ela daquele jeito!

Abro a porta do quarto e entro.

ㅡ Mas que merda! 

Falo irritado jogando a jarra de água que fica na mesinha do lado da cama

Passo minhas mãos pelos cabelos frustrado, eu não acredito nisso.

Aish.

Meu pai me contou toda a história, sobre a "herança".

Quem é que quer receber esse tipo de missão? Eu não vou matar ela!!

Não vou, não vou, não vou…

Fico andando para um lado e o outro, sem me importar com os cacos de vidro no chão.

Droga, eu não posso fazer isso.

Foi por isso que o pai dela fez aquilo, é claro que ele não iria deixar a filha dele com um Jung.

Me jogo na cama e começo a chorar igual uma criança.

Eu não posso fazer isso com ela, eu sou apaixonado por ela!

"Som de notificação do celular"

Pego o celular e vejo que recebi uma mensagem, a barra de notificação mostrava de quem era.

"Mahina".

Eu fiquei com medo de ler a mensagem, mas mesmo assim entrei no chat para ver o que ela queria.


Chat:Mahina 


Mahina:Precisamos conversar.


O que será que ela quer falar?Será que eu respondo ela? Mahina sabe sobre tudo isso?Aish como eu vou falar com ela agora? 
















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...