1. Spirit Fanfics >
  2. A New Brother(Babictor)(Loud) >
  3. Quero que fique.

História A New Brother(Babictor)(Loud) - Capítulo 62


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura amores 😍😘😘😘

Capítulo 62 - Quero que fique.


Fanfic / Fanfiction A New Brother(Babictor)(Loud) - Capítulo 62 - Quero que fique.

Babi on.

An:como assim eles tão falindo?mais eles juram que estão otimos!-diz quando eu a conto tudo que Max me relatou e arregala os olhos se levantando.

B:acha que eles podem estar querendo casar Emilly com Vic por interesse?-questiono e ela assente.

An:sim,acho que sim,não sei se Emilly mesmo,mas talvez coisa de Mariana e o marido,dele eu nunca gostei,mas isso não vem ao caso,eu não posso acreditar!-diz tapando a boca com a mão.

B:não podemos afirmar com certeza mais é estranho!-digo e ela assente-mas eu tenho uma duvida,se eles queriam se ver livres das dividas rapidamente porque deixaram eles demoraram tanto a casar?-questiono realmente torcendo pra que ela tivesse uma boa resposta pra que todas essas informações valerem de algo.

An:é simples,primeiro Victor perdeu o pai,depois de um tempo nos quase sofremos um golpe por um namorado que eu tive,entao ficamos desconfiados de tudo,provável que se quisesse uma mudança muito gritante eu teria entendido algo,e também eu andei desconfiada um tempo atras quando Mariana pedio um dinheiro a ele pra não sei o que la,mais ignorei pelo bem de tudo,mas novamente se não fosse você estaria tudo perdido,eu nem ia saber disso nunca e Vic ia ser explorado.-diz enraivecida mais ainda sim grata por minha ajuda.

B:eu só quero o bem dele ,e justamente por isso temos que levar com muito cuidado esse assunto!-digo e ela assente se sentando ao meu lado.

An:tudo bem,vamos procurar ter certeza de tudo depois decidimos o que fazemos com isso!-assinto e me levanto a puxando pela mão pra sairmos do quarto.

B:vem vamos logo jantar porque eu to faminta!-falo e ela gargalha me abraçando de lado enquanto caminhavamos ate a sala de jantar.

Os homens ja estavam ali,Angel a frente de meu pai e eu a frente de Victor,observo ele atentamente com um sorriso torto nos lábios,tão perfeito nessa calça de moleton preta e regata branca com uma escrita grande em espanhol na frente.

Ele me devolve o sorriso gentilmente e eu me sirvo de poucas coisas que estavam expostas na mesa,Victor e nossos pais fazem o mesmo,hora ou outra observava Victor inconcientemente mais quando ele percebeu vi que tinha os olhos presos nos meus e um sorriso provocativo nos labios,ok,ja não era fácil estar perto dele sem o beijar,tocar-lhe e ele ainda faz isso,não me contenho desse jeito.

Tiro a rasteirinha de um dos pés e arrasto pela lateral de sua perna até o joelho,seu sorriso fecha dando espaço pra uma expressão assustada e então é minha vez de sorrir,continuo subindo o pé até roçar com seu membro um pouco duro agora,sua respiração um pouco mais acelerada fez sua mae o olhar preocupada.

An:ta bem Vic?-ele assente e toma um gole do suco rapidamente.

V:eu acho que esqueci de marcar uma árvore,fiquei meio nervoso,mais não da nada de mais amanha eu volto la pela manhã!-menti e eu sorrio deixando meu pé roçando em seu membro que aos poucos se enrijece mais ainda,o que com certeza me deixa satisteita.

Desço o pé dali e me recomponha enquanto ele me olhava com os olhos fulminantes,pisco pra ele e começo a enrrolar mais pra comer,assim como ele,pude perceber que ele tinha a mesma intenção que eu pois seu garfo também destampava lentamente o fundo do prato,resultado,nossos pais terminam antes e saem pra ir se deitar,as empregadas recolhem seus pratos e antes de Antonia sair Victor se refere a ela.

V:ja pode ir Tônia,eu e Babi tiramos os nossos pratos!-promete e ela apenas assente saindo da sala-você ta louca Bárbara?-diz se levantando e fechando a porta antes de vir rapidamente até mim e me puxar pra cima para me encontrar de pé olhando em seus olhos.

B:o que Vic?-provoco e ele leva suas maos até minha nuca me agarrando ali rudemente sussurrando pra mim.

V:eu ja estava prestes a te jogar em cima dessa mesa e de pegar de jeito-provoca e eu mordo os labios ao imaginar a cena descrita por ele .

B:Vic....-digo completamente sem controle e ele morde meu pescoço de ganhando ainda mais .

V:não esta imaginando isso des daquela vez se a gente se beijou aqui?-questiona e eu assinto-então, eu vou te pegar bem aqui em cima dessa mesa-diz me colocando sentada ali em cima e levando minha mão até em seu membro me fazendo senti-lo ja duro como pedra.

B:Vic...-sussurro e ele me cala com um beijo exigente pressionando seu membro em minha intimidade por cima da roupa.

V:shiiiii,você sabia que isso acontecer depois daquele beijo lá nas macieiras hoje,você tá tão gostosa garota-diz rente meu ouvido e eu sorrio tirando minha blusa e a dele.

B:achei que não ia querer hoje-sou sincera e ele nega.

V:tira sua roupa de uma vez!-manda rispidamente e eu obedeço me deliciando com esse lado dele.

Sem mais demoras ele abaixa a calça e a box e entra em mim,nós dois nos concheciamos bem o suficiente pra saber que nenhuma preliminar seria necessária pra nós ficarmos prontos,ambos estavam prontos um pro outro.

Ele começa a estocar rapidamente dentro de mim com uma vontade tão grande que nunca vi antes nele,um desespero pra estar dentro de mim,quando um gemido escapa por meus labios ele pressiona sua não sobre minha boca e eu a mordo pra conter um dos gemidos agudos que queriam escapar.

V:voce fica cada dia melhor,é tão apertada!-diz deslumbrado em um sussurro com os olhos fechados e eu sorrio.

Quando alcançamos o orgasmo minutos depois,eu já em êxtase dês de seu elogio o beijo diversas vezes enquando nos ajeitamos novamente pra sair dali,andamos lado a lado pelo caminho até os quartos até chegar a porta de seu quarto pelo menos.

V:vai dormir aqui?-pergunta com um sorriso torto e eu nego com a cabeça.

B:tenho que acordar cedo amanhã-argumento é ele suspira.

V:eu também acordo cedo!-retruca e eu sorrio.

B:eu sei mais acho melhor não,não quero atrapalhar você vai que alguém chega aí e vê a gente-ele nega e se escora na porta me olhando divertido.

V:tranco a porta!sabia que existe uma coisa chamada chave?-brinca e eu nego sorrindo.

B:acho que é melhor não,nao quero me atrasar amanhã!-faço bico lhe dando um selinho me afastando mais ele me puxa e troca de posição me deixando com as costas coladas a porta e ele a minha frente.

V:eu quero que fique por favor,dorme comigo hoje?-meu coração começa a pular dentro do peito e eu tento conter os sorrisos e apenas suspiro vencida.

B:tudo bem,por hoje eu fico.-digo e logo ele me puxa pra dentro do quarto.


Notas Finais


Espero que tenham goXtado Skskks

Desculpem os erros e a falta de detalhes tô meio bugada hoje skkdkdkdkdk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...