1. Spirit Fanfics >
  2. A New Brother(Babictor)(Loud) >
  3. Eu quero.

História A New Brother(Babictor)(Loud) - Capítulo 94


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura anjos ❤❤❤❤

Capítulo 94 - Eu quero.


Fanfic / Fanfiction A New Brother(Babictor)(Loud) - Capítulo 94 - Eu quero.

Babi on.

Quando acordo pelo despertador tocando perto de minha cabeça em cima do criado mudo procuro por Victor no colchão mas não acho,relembro do que aconteceu e penso se foi tudo um simples sonho,não,não podia ser,por favor que não seja.

V:esqueci de desligar o despertador quando fui tomar banho!-diz saindo do banheiro com uma toalha enrrolada na cintura e um sorriso torto nos lábio,obgda meu deus por não ser um sonho,ele parece perceber meu alívio repentino e se aproxima de mim me dando um selinho demorado-ta bem?-assinto o abraçando e ele retribui se sentando ao meu lado.

B:tive um pressentimento ruim,achei que tivesse sido um sonho e nossa,que susto!-digo e ele sorri me fazendo carinho.

V:não foi um sonho tá bom?-sussurra e eu assinto .

B:tá bom,tenho que ir me arrumar!-digo me levantando e me vestindo enquanto ele me olhava quieto-que foi?-questiono e ele sorri de lado.

V:ta linda-corei automaticamente e ele gargalha me puxando pela cintura pra perto dele-vou falar com a Emy hoje,provável que quando chegar eu já seja um homem solteiro!-brinca mas eu ainda sinto um pouco de culpa em seu tom de voz.

B:se não quiser falar com ela hoje ta tudo bem...

V:eu quero,mas eu não me sinto bem fazendo outra pessoa sofrer também entende?-pergunta e eu assinto o abraçando.

B:vai dar tudo certo!-sussurro e ele assente me apertando forte contra si.

V:vai sim,mas preciso me trocar,e você também tem que ir tomar banho ainda,e é melhor ir porque daqui a pouco Antônia vem aqui e se ver você vai falar pra minha mãe!-diz receoso e eu gargalho.

B:já vou indo,ela vem hoje ?mas achei que ela estivesse mal!-digo e ele assente.

V:ela insistiu pra vir,mas se ela passar mal ela vai pra casa de novo!-diz e eu concordo lhe dando um selinho e indo até a porta.

B:tenha um bom dia.-digo e ele diz "igualmente" mas eu já estava fechando a porta então preferi não voltar,apenas segui caminho até meu quarto em silêncio com um sorriso largo,isso sim era um sonho,porém real.

(....)

Queria que o dia tivesse passado voando como de costume,mas claro que não,ele se arrastou,cada segundo virou quatro,cada hora que passava parecia um eternidade,tudo melhorou um pouco quando contei as meninas o que aconteceu e elas surtaram junto comigo.

Todas repetiamos as mesmas coisa que parecia um sonho,que era um milagre Victor ter assumido isso pra ele,etc,mas depois de nossa longa conversa ainda tive que supervisionar as novos modelos nos testes,as fotos da revista que Nanda seria capa e a coleção que May e Angy iriam representar.

Como se não pudesse piorar,Vitória me trouxe uma pilha de relatorios que eu,eu mesma,teria que revisar,na maioria das vezes eu gostava de fazer isso,se não fosse minha ansiedade de chegar em casa e ver o amor da minha vida,beijar ele,e ouvir ele dizer que agora sim poderiamos ficar juntos.

O telefone toca e eu atendo,torcendo pra que nao fosse mais um compromisso a ser feito hoje.

Marg:Senhorita,sua avó está na linha,disse que ligou pra seu celular pessoal e deu caixa postal,disse que tem urgência em falar com você!-reviro os olhos e suspiro.

B:não posso falar agora,tenho uma pilha de relatório pra olhar antes de sair,diz que eu a retorno a noite ou amanhã!-respondo aínda lendo o papel a minha frente.

M:tudo bem,vou avisar!-diz e desliga.

B:que saco!-murmuro vendo que ainda tinha 10 pastinhas iguais a que eu lia ao meu lado esperando para terem as folhas lidas também e assinadas por mim.

Quando finalmente terminei de revisar todos,pego minha bolsa e caminho pra fora de minha sala onde Margarida também começava a juntar seus pertences espalhados na mesa.

B: bom fim de semana!-digo e ela manda um beijo no ar pra mim antes que o elevador fechasse as portas e eu descesse.

Achei que não aguentaria de ansiedade até chegar a fazenda e rever ele,mas a musica calma que coloquei e os pensamentos tranquilos de um futuro que ja sonhava me acalmou e o trajeto se tornou mais fácil,quando dei por mim meu carro ja estava parado em frente a casa e eu já havia descido,antes de entrar em casa caminho até Molly que ja tinha uma casinha e uma coleira repleta de brilhos,não estava mais presa,eu mesma a soltei pela manha a deixando perambular pela fazenda,e ela parecia ter gostado.

B:como você tá ein garota?-pergunto afinando minha voz e ela se agita se encostando em mim de forma dócil que até mesmo jurei ser uma tentativa de abraço.

Fico alguns minutos ali e a presença dela pereceu me tranquilizar um pouco,claro,como poderia ser diferente se ela erade Ben,e tudo que fosse de Ben me faria bem.

B:Pedro-digo chamando o homem que saia do estábulo-Victor está em casa já?-questiono me levantando e Molly entra na casinha como se tivesse entendido que a hora do carinho havia acabado.

P:sim senhora ele saio das plantações meio dia e nao voltou mais senhorita!-informa e eu assinto.

B:obrigada!-digo e ele se afasta,caminho rapidamente pra dentro de casa e vejo meu pai na sala-boa noite paizinho-digo e ele sorri largo.

A:boa noite,chegou mais tarde!-comenta e eu respiro fundo.

B:tinha muitos relatórios!-explico lhe dando um beijo na bochecha-viu Vic?quero falar com ele!-digo e ele nega.

A:esteve aqui não faz muito tempo perguntando se ainda não havia chegado também mas agora nao sei onde está!-diz e eu assinto.

B:bom,vou tomar um banho,até daqui a pouco-ele assente e logo volta os olhos pra televisão o que era seu foco antes de eu chegar então caminho pelo corredor,subo as escadas e vou até a porta de meu quarto,entro tranquilamente mas me apoio na porta assustada por ver Victor já ali dentro sentado em minha cama.




Notas Finais


Look Babi:https://pin.it/6sBrL9b

Espero que tenham gostado 😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...