1. Spirit Fanfics >
  2. A New Dark Life >
  3. The Perfect Dress

História A New Dark Life - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


Oie gente, quanto tempo hein... bom, queria me desculpar por ter sumido por tanto tempo. Esse cap é bem simples, mas prometo que vou postar outro no final de semana, já estou escrevendo e tá muito bom, bem interessante e tenho certeza que vocês vão gostar. O de hoje é só para vocês matarem a saudade da história e dos personagens, e também pra avisar que eu voltei, e que não vou desaparecer de novo, dessa vez é sério...espero que vocês ainda queiram acompanhar a fic :3 e de novo, me desculpem pelo sumiço. Boa leitura, nos vemos lá embaixo <3

Capítulo 30 - The Perfect Dress


Fanfic / Fanfiction A New Dark Life - Capítulo 30 - The Perfect Dress

  Depois da minha conversa com Liu, voltei para o meu quarto e me tranquei lá. Quando deu a hora do almoço, Sally veio animadamente me chamar.

- Lucy! Está na hora de almoçar! Todo mundo está esperando! Até as meninas e o tio Trender já voltaram, só falta você! - ela gritou do lado de fora após bater na porta três vezes.

- Eu já vou Sally, já estou descendo! - gritei de volta, enquanto me levantava da minha cama.

"Chegou a hora...Eyeless Jack e Nina vão estar juntos lá embaixo...eu tenho que fingir que isso não me abala." - pensei.

- Vai ser tão difícil vê - lo com aquela vadia... - lamentei - Ah Eyeless Jack...por que? Por que fez isso comigo?

  Respirei fundo tentando me recompor, aconteça o que acontecer, eu não posso chorar, de jeito nenhum! Não na frente deles! Tenho que voltar a ser a velha Lucy Cooper, eu não vou ser magoada por homem nenhum! Muito menos por aquele....aquele carniceiro nojento!

  Saí do meu quarto, e caminhei com confiança até as escadas, mas enquanto eu descia até a sala de jantar, pude ouvir a conversa que o pessoal estava tendo lá embaixo, e decidi ficar ali escutando.

  Pelo o que eu ouvi, todos estavam surpresos ao ver que Nina e Eyeless Jack tinham reatado o namoro.

- Vocês voltaram mesmo? Assim do nada? - perguntou Clockwork em um tom confuso.

- Claro que sim amiga, por que tanta desconfiança? - disse Nina - Eu te disse que ia reconquistar o Eyeless, e eu fiz isso, não é meu amorzinho? - perguntou fazendo uma voz infantil que me fez revirar os olhos.

- Sim Nina, mas agora será que podemos mudar de assunto? - o canibal respondeu, um tanto impaciente.

- Como você é reservado Eyeless Jack, só queremos saber o que aconteceu para os pombinhos terem voltado...tem que concordar que isso é muito estranho, afinal, a Nina te meteu um belo chifre. - relembrou Jill.

- E todos nós achamos que você estava com a Lucy. - completou Jane - E sinto muito em ter que dizer isso, mas se largou a Lucy pra voltar com a Nina você cometeu um erro muito grave.

- Cala essa boca Jane, ninguém pediu sua opinião. - atacou Nina.

- Mas é verdade... você e a Lucy estavam tendo alguma coisa, não é Jack? - pergunta Nurse Ann - Pelo menos foi isso que eu ouvi...

- A Lucy deve ter dado um pé na bunda dele e ele foi correndo atrás da Nina. - brincou Ben.

- Ben, é melhor você ficar calado, você não sabe de nada. - repreendeu Eyeless Jack.

"Vocês não vão mudar de assunto nunca? Parem de brigar por besteiras!" - disse Slender.

- Mas Slender, você deveria ser o primeiro interessado nesse assunto, Lucy pode estar lá em cima chorando nesse exato momento, vai saber o que esse idiota fez pra ela. - disse Jason.

- Vai cuidar das suas bonecas Jason, nem sei por que Slender te trouxe de volta pra mansão, ninguém sentiu sua falta. - alfinetou o canibal.

- Que coincidência, também não senti a falta de ninguém, eu só voltei pra ajudar na guerra, mas depois, vou embora de novo, com muito prazer. - afirmou o rapaz de cabelo rosa.

- Ei ei ei, tenham calma meninos. - pediu Splendorman - Sally, querida, você não tinha ido chamar a Lucy? Onde ela está?

- Ah ela tava trancada no quarto tio, mas disse que já ia descer. - contou Sally.

- Pobrezinha, deve estar mesmo chorando por culpa desse idiota. - lamentou Jason.

- Não se preocupem, a Lucy é forte, e tem coisas mais importantes para se preocupar, garanto que ela não vai perder o tempo dela chorando por pouca coisa. - afirmou Liu, pude sentir o desprezo em sua voz assim que se referiu à Eyeless Jack como "pouca coisa".

- Não vou deixar você magoar a Lucy, ouviu bem Eyeless Jack? Eu acabo com você! Então é melhor você e a sua namoradinha serem bem discretos na frente dela. - sugeriu Toby.

- Já é tarde demais pra isso. - afirmou Jeff - Vimos vocês dois na floresta, não acredito que vou dizer isso...mas da próxima vez, procurem outro lugar pra transarem.

- Ah! Então vocês nos viram! - Nina disse parecendo animada - E como a princesinha ficou? Arrasada? Destruída? Ela chorou?

  Finalmente achei que era o momento certo de entrar na conversa, dei alguns passos em direção a sala de jantar enquanto gargalhava um pouco.

- Era isso que você queria não é? - pergunto sorrindo - Mas não, lamento decepcioná - la Nina, mas à mim pouco importa o que você faz com seu namorado, é sério, vocês dois podem transar o quanto quiserem, não sendo na minha cama já está de bom tamanho - brinquei enquanto me sentava no meu lugar, sem tirar o sorriso do rosto.

- Olha, boa ideia, confesso que nunca tinha pensado nisso, quem sabe algum dia a gente faça. - ela provocou enquanto uma de suas mãos acariciava o braço de Eyeless Jack - Mas e então Lucy? Já aceitou a sua derrota?

- Minha derrota? - repeti confusa - Do que está falando?

- Estou falando que perdeu o Eyeless Jack pra mim, querida. - ela afirmou - Você estava tão confiante, dizia que ele era seu, e que eu nunca tiraria ele de você...e olha só, como as coisas mudam, não é verdade?

- Ah Nina, você realmente acha que eu perdi alguma coisa? Não, minha querida, quem perdeu foi ele, e tenho certeza que não vai demorar para perceber o erro que cometeu. - afirmo - Pobre Eyeless Jack, já até consigo ver o dia em que não vai conseguir passar da porta, por causa do tamanho dos seus chifres.

- Já chega! - esbravejou ele - Eu já tinha dito que não queria mais falar sobre esse assunto Nina! Chega!

- Tudo bem, não precisa gritar! Não sou surda! - reclamou a vadia.

- E você, é melhor controlar a sua língua venenosa, acho que já falou demais por hoje. - Eyeless Jack disse para mim.

- O único venenoso aqui é você. - rebato - Você é idêntico à uma cobra, espera as pessoas darem as costas para dar o bote...é traiçoeiro Eyeless Jack, mas, vai ter o que merece, mais rápido do que imagina. - ameacei.

- Não adianta me ameaçar, Lucy, não tenho medo de você. - ele afirmou.

  Sorri enquanto meus olhos tomavam seu característico tom vermelho sangue.

- Mas você deveria. - disse.

"Já chega, estamos aqui há meia hora, e tudo o que vocês fizeram foi brigar! Por favor, todos fiquem calados e se concentrem em comer!" - ordenou Slender.

- Sim crianças, se acalmem, procurem não brigar na frente da Sally, ela ainda é uma criança e não precisa ficar ouvindo esse tipo de discussão. - repreendeu - nos tio Splendorman.

- Então foi isso que aconteceu! - disse tio Trender - Vocês dois estavam se divertindo juntos na floresta, foi por isso que não quis ir conosco para a cidade, não é safadinha? - ele disse para Nina, que assentiu esboçando um sorriso malicioso.

- Espera aí, vocês convidaram a Nina para ir com vocês comprar roupa? - perguntei surpresa.

- E o que isso tem de mau? Nós sempre fazíamos isso quando eu morava aqui, as garotas e eu sempre precisamos de um momento longe da casa e dos rapazes... - explicou o irmão mais novo de Slender.

- E então por que não me chamaram também? - perguntei confusa, e ele se calou, parecendo procurar alguma desculpa - Não, não precisa dizer nada...acho que já entendi.

- Não Lucy, olha, a gente até ia te chamar...mas achamos que você iria querer descansar...depois do que fez para ressuscitar o Liu...você precisava recuperar suas energias... - disse Clockwork.

- Mas eu já estou perfeitamente bem. - retruquei.

- Parem de mentir, digam a verdade uma vez em suas vidas! - pediu Jane.

- Jane, para com isso! - disse Nurse Ann.

- Ela precisa saber Nurse Ann...diga à ela Jane. - pediu Laughing Jill.

- Lucy, nós decidimos chamar a Nina e não você, apenas pelo fato de que não sabemos o quanto podemos confiar em você. - explicou a namorada de Jeff.

  As palavras dela me pegaram de surpresa, por um momento fiquei sem saber o que dizer.

- O que? Como assim? - perguntei confusa.

- Minha querida, ainda não sabemos o que é esse alien que você tem na barriga. - afirmou Trenderman - Não sabemos quando e nem como ele vai sair daí, e muito menos como enfrentá - lo, por isso, é melhor todos nós nos mantermos bem longe de você, enquanto esse assunto não for resolvido.

- Ah sim...entendi...todos vocês estão com medo de mim... - conclui.

- De você não Lucy, estamos com medo é dessa coisa... - disse Laughing Jill.

- Essa coisa está dentro de mim no momento Jill. - afirmo - E você tem razão tio Trenderman...não sabemos quando isso vai sair e nem mesmo eu sei como lutar contra isso...

- Lucy, não liga pra eles, eu não tenho medo de você! - Sally disse sorrindo, tentando me consolar.

- Eu sei disso Sally...e isso me faz ficar mais preocupada ainda...- disse com um tom triste - Talvez seja melhor eu ficar no meu quarto, e não vir ao jantar de ano novo...eu não quero machucar ninguém.

- Isso, não precisa vir, ninguém vai sentir sua falta mesmo. - provocou Nina.

- Se você abrir essa boca mais uma vez, eu arranco a sua língua. - ameaçou - a Toby.

- Como se eu tivesse medo de você, imbecil. - retrucou ela - Eyeless, você não vai me defender? - disse enquanto cutucava o namorado, que apenas suspirou e depois voltou a comer o rim ensanguentado que estava em seu prato.

- Não liga pra Nina, você não pode ficar sozinha no seu quarto, Lucy. - Clockwork disse.

- Eu não me importo de ficar sozinha...às vezes é melhor do que aguentar a presença de certas pessoas. - afirmei olhando de relance para o casalzinho que eu tanto odiava.

- Bom, se quiser mesmo se trancar no quarto, eu ficarei junto com você...o jantar não seria o mesmo se você não estivesse aqui. - Liu afirmou enquanto colocava sua mão sobre a minha, e eu sorri fraco, agradecendo mentalmente por ele ser tão gentil.

  Pude perceber pelo meu olhar periférico, que Eyeless Jack tinha voltado seu olhar para nós dois, parecendo confuso pela intimidade que Liu estava demonstrando ter comigo.

"Ótimo, essa é a prova de que ele ainda tem ciúmes de mim". - pensei animada.

"Ninguém vai ficar trancado no quarto, somos uma família e todos vamos participar do jantar, todos!" - afirmou Slender - "Vamos arrumar uma maneira de tirar essa coisa de dentro de você Lucy, acredite em mim".

- Tudo bem, pai. - eu disse sorrindo, sabia que ele ficava feliz quando o chamava assim.

- Se vocês quiserem, posso te examinar Lucy, posso fazer uma ultrassom para vermos o que você tem na barriga. - sugeriu doutor Smiley.

- Sim...vamos fazer isso...talvez seja uma boa ideia... - concordei e ele pareceu sorrir por baixo daquela máscara cirúrgica que usava, um sorriso que me deixou um tanto desconfiada de suas verdadeiras intenções ao sugerir me "examinar".

- Podem fazer isso outro dia, hoje é dia de festa, vamos esquecer esses assuntos que nos deixam tristes e preocupados. - aconselhou tio Splendorman - Falem sobre isso amanhã.

  Smiley e eu concordamos, e todos continuamos almoçando.

---------------------------------X------------------------------------

19:00

  Eu já tinha tomado banho e escovado os dentes, e agora, estava há quase 20 minutos vasculhando o meu guarda - roupa, em busca de algo decente para vestir, enquanto usava apenas uma toalha para cobrir meu corpo.

- Ai não! Tudo é tão feio e velho! Eu definitivamente devia ter ido fazer compras com as meninas hoje! Droga! - reclamava enquanto jogava várias peças no chão.

  De repente, ouvi batidas na porta.

- Quem é?! - gritei sem paciência.

- Sou eu, Jane! - gritou ela do outro lado.

- Ah...pode entrar, a porta tá aberta. - afirmei.

  Ela rapidamente abriu a porta e adentrou o quarto, fechando novamente a porta atrás de si, percebi que ela trazia uma sacola em suas mãos.

- Nossa...passou um furacão aqui? O que você está fazendo? - ela perguntou enquanto observava a bagunça do quarto.

- Estou procurando uma roupa para colocar, está quase na hora do jantar e eu ainda não consegui escolher nada! - reclamei - Mas você está ótima hein. - elogiei.

  Jane usava um dos seus tradicionais vestidos pretos, acompanhado de um blazer da mesma cor, e botas de cano curto. A maquiagem escura era a mesma de sempre, mas, ao invés de deixar o cabelo solto como sempre fazia, dessa vez ela tinha prendido em um rabo de cavalo, deixando apenas alguns fios soltos caindo sobre o rosto.

- Obrigada... - agradeceu - Mas você tem tantas roupas bonitas...por que está com tanta dificuldade para escolher algo? - perguntou parecendo confusa.

- Ah é que justo hoje que eu precisava estar perfeita, entrei nessa crise de patricinha adolescente, pra mim nada está bom, e olha que ainda nem pensei na maquiagem que vou fazer. - contei.

- Entendo...e deixa eu adivinhar, quer se arrumar tanto assim só para provocar o Eyeless Jack, não é? - ela acertou em cheio.

  Ri um pouco e voltei meu olhar para ela.

- Não seja ridícula Jane, aquele idiota não me interessa nem um pouco. - afirmei, mas tenho certeza de que não fui nada convincente.

- Sei...bom, se quiser, posso te ajudar a se arrumar. - ela disse.

- Olha, acho que vou aceitar uma ajuda sim...porque senão vou acabar ficando aqui até a meia noite. - brinquei - Mas fala, por que veio até aqui? Precisa de alguma coisa?

- Eu te trouxe um presente, aqui. - ela disse, me entregando a sacola que segurava nas mãos quando entrou no quarto - Acho que vai ser útil hoje...sabe, eu e as meninas ficamos mal por não termos te chamado pra sair com a gente hoje...então, pelo menos quisemos comprar algo para você.

- Sério? Obrigada, mas não precisava... - eu disse enquanto abria a sacola e retirava de dentro dela um belo vestido preto com mangas longas - Ele é lindo!

- Gostou mesmo? - ela perguntou.

- Claro! Ele é perfeito, era o que eu estava procurando! Sexy, porém elegante. - afirmei sorrindo - Obrigada Jane! - agradeci.

- Fico feliz que tenha gostado...e me desculpe por não ter te chamado pra sair com a gente Lucy...eu sinto muito... - ela lamentou.

- Ei, fica tranquila, não estou brava, entendo o lado de vocês. - afirmei - O que me deixou chateada foi que vocês chamaram a Nina e eu não, só isso.

- Ah isso foi ideia do Trenderman e da Clockwork, eles que são mais amigos dela. - explicou Jane - Eu não gosto dela, e você deve saber bem o porque, o quanto mais longe dela eu ficar, melhor.

- Nisso nós duas pensamos exatamente a mesma coisa. - afirmei - Vou me trocar, me espera aqui.

- Tá bom. - ela concordou enquanto se sentava na minha cama.

  Levei o vestido para o banheiro e rapidamente o coloquei, ele ficou bem colado no meu corpo, realçava bem os meus seios e dava impressão de que eram maiores. O vestido não era curto, o comprimento ia até um pouco acima dos meus joelhos, portanto, estava perfeito, não estava mostrando demais e nem ocultando demais.

- E então? O que você acha? - perguntei para Jane enquanto caminhava para fora do banheiro.

- Ficou ótimo em você! - ela elogiou sorrindo.

- Sério? Que bom! Pelo menos a questão da roupa está resolvida... - me tranquilizei enquanto ia até o canto do quarto aonde estava minha mala com os sapatos.

- Sinto muito pelo que aconteceu com o Eyeless...eu realmente acho que ele cometeu um erro, e que vai reconsiderar...ainda mais quando te ver tão bonita hoje. - Jane disse de repente.

- Não aconteceu nada com o Eyeless, nós dois nunca tivemos nada, ele pode pegar a vadia que ele quiser. - disse rispidamente, enquanto calçava meus scarpins pretos.

- Lucy...eu sei de tudo...Jeff me contou. - ela explicou e eu revirei os olhos.

- Claro...além de tudo, aquele coringa é fofoqueiro também. - reclamei - O que ele te disse?

- Que o Eyeless só te usou esse tempo todo, pra fazer ciúmes naquela vaca. - ela explicou - Ele disse o quão mal você ficou na floresta...quando encontrou aqueles dois fazendo...bem, você sabe o quê.

- Olha Jane, ninguém pode saber, para todos os efeitos, eu não tô nem aí pros dois, entendeu? - perguntei.

- Não se preocupe, não vou comentar sobre isso com ninguém, e o Jeff também não. - ela me tranquilizou.

- Certo... - concordei - Agora vamos esquecer esse assunto por enquanto, você precisa me ajudar a terminar de me arrumar.

- Certo, vamos lá. - ela disse sorrindo fraco para mim.

  Me sentei de frente para a minha penteadeira e comecei a fazer minha maquiagem, enquanto Jane penteava meu cabelo.

  Em alguns minutos, finalmente estava pronta, com uma maquiagem simples e um batom vermelho, o cabelo solto com algumas ondulações que Jane tinha conseguido fazer, sabe - se lá como.

- Ótimo, finalmente estou pronta, espero que a gente chegue à tempo. - eu disse.

- Não se preocupe, ainda são oito horas. - Jane afirmou.

- Certo... - concordei enquanto respirava fundo para tentar me acalmar.

- Não se preocupe, quando te vir, ele vai ficar louco. - disse a namorada de Jeff.

- O Eyeless Jack? - perguntei - Sim, essa noite, ele com certeza vai enlouquecer...

    Após passar um pouco de perfume, finalmente me senti pronta para ir até a sala de jantar.

.......................................................................


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo pessoal :D Até o próximo...

- Ana


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...