História A New life - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Anne, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Gavril Fadaye, Kriss Ambers, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson
Visualizações 162
Palavras 497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi gente!! Eu sei que esperar é ruim, mas eu estou passando alguns "apertos" na escola (obrigada, exatas!). Mas enfim, o capítulo , ou capítulos (ainda não sei..) está sendo totalmente clandestino!!! hahahaha espero que aproveitem! e me perdoem, mais uma vez!! não pude responder os últimos comentarios mas os guardei com todo o carinho em meu coração, e também notei algumas leitoras novas..... Sejam bem-vindas e perdoem-me por não poder respondê-las ainda!!! já adoro todas vocês por me considerarem digna da sua leitura e de seus comentários, que são extremamente importantes pra mim

Capítulo 14 - Assuntos pendentes


POV MAXON

Assim que ouvi os gritos de América, pouco me importava o que Aspen tinha para me dizer, o que meu pai queria ou se o mundo acabaria naquele minuto, pois o meu mundo começou a desabar. O som de seus gritos estava me matando por dentro. Sem hesitar nem por meio segundo saí correndo e entrei no quarto onde Ames estava sendo atendida.

- Querida? O que houve? - perguntei desesperado enquanto afastava o médico de perto dela

-Dói!! Dói muito...- ela disse soluçando e parecia que iria desmaiar

- América, olhe para mim, tudo bem? Eu preciso que você respire, querida... - disse angustiado

Enquanto ela chorava de dor e tentava se acalmar, olhei para o doutor Ashlar com um olhar questionador e ameaçador também. Quem ele pensava que era para infringir ainda mais dor à minha princesa?

- Eu sinto muito, Majestade. Fiz o possível para não lhe infringir mais dor, mas o ombro da soldado Singer está fora do lugar em que deveria estar, e eu preciso colocá-lo o mais rápido possível e com a melhor precisão possível também, caso contrário a senhorita Singer irá precisar de cirurgia, o que provavelmente a deixará mais fraca e com mais dor- disse com um olhar que dizia o quão chateado estava por proferir tais palavras

Olhei para América completamente angustiado, até que tive uma ideia. Andei até a cama, aonde a minha chorosa e frágil mulher estava deitada. Me aproximei, e a empurrei suavemente, apenas para deitá-la em meu peito, com seu ombro machucado voltado para o médico e disse: 

-Prossiga, por favor! - olhei para ela e completei- eu sei que a última pessoa que você gostaria que fizesse isso por você sou eu, mas acredite em mim quando digo que eu a amo, e ver você neste estado está doendo em mim tanto quanto em você. Então me permita ficar aqui com você, para aliviar a minha angústia. Eu sei que este pedido é muito egoísta, mas apesar de todas as minhas escolhas imbecis eu ainda quero que você seja a minha mulher e....

- Por favor, Max, apenas me abrace. E NÃO SOLTE!! - ela disse pressionando seu pequeno corpo contra o meu

- Nunca, meu amor! Nunca - garanti a ela enquanto sinalizava para o doutor se aproximar

Alguns gritos e muitas lágrimas depois, o ombro de América estava em seu devido lugar e ela se manteve em meu peito enquanto eu acariciava seus cabelos vermelhos como o fogo. Permaneci ali por um tempo, perdido em meus pensamentos. Eu era um covarde, mas conseguiria colocar tudo em seu devido lugar novamente. Kriss seria executada e meu pai estava sendo praticamente obrigado a me passar a regência do reino. Assumiria seu lugar e teria Ames como minha esposa. Tiraria Marlee e Carter da escuridão do castelo e tudo ficaria bem. 

Foi com tais pensamentos que dormi agarrado à mulher que era, é e sempre será o grande amor da minha vida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...