História A new life with you by my side - Stucky - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América
Personagens James Buchanan "Bucky" Barnes, Natasha Romanoff, Steve Rogers
Tags Avengers, Bucky, Capitan America, Capitão América, Steve Rogers, Stucky, Vingadores, Winter Soldier
Visualizações 108
Palavras 2.217
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey leitores💙
Depois de algum tempo, aqui estou novamente. Eu fiquei muito insegura em relação ao capítulo anterior e não sei se vocês gostaram ainda.
Eu acabei me inspirando e escrevendo esse capítulo e pretendo continuar mas me desculpem se eu demorar novamente.
Se puderem comentem oque estão achando, se devo continuar e oque eu posso melhorar.
Este capítulo é um pouco diferente. Neste capítulo vemos apenas o ponto de vista do Steve e não dos dois personagens como nos anteriores.
Bom, espero que gostem do capítulo e me desculpem se não ficou bom.
Obrigada e boa leitura <3

Capítulo 4 - Look at the birds Stevie!


Fanfic / Fanfiction A new life with you by my side - Stucky - Capítulo 4 - Look at the birds Stevie!

Eu chego em casa esperando ver Bucky e seu lindo sorriso, abro a porta e me surpreendo em não ver ninguém no sofá e nem na janela, vou em direção ao corredor para meu quarto e vejo que o chão está úmido, o chão está cheio de lágrimas. Vou até a porta já muito preocupado e mil coisas passão pela minha cabeça. Chego ao meu quarto e vejo oque eu mais temia. Meu celular está jogado no chão com as mensagens de Natasha abertas e no mesmo momento corro como se minha vida fosse acabar, pois eu já sei o que aconteceu e apenas ao pensar meu coração dói e me sinto morrendo por dentro. Eu sei que Bucky está indo embora, ele está indo embora porque acha que é o certo, acha que é oque vai me deixar feliz e seguro. 

 Eu jogo a minha mochila no chão e o escudo também, abro a porta e apenas corro, por todos os lados, corro até a cabana e sinto meu sangue pulsar e meu coração doer cada vez mais, espero que ele esteja lá mas ele não está e apenas ao ver a bagunça do lugar e suas coisas lá começo a chorar desesperadamente mas não paro. Eu preciso ter forças pois não posso deixar Bucky sozinho, eu preciso estar ao lado dele sempre.

Eu continuo a correr e sinto as minhas lágrimas rolarem, meu coração batendo acelerado e não sei aonde ir, corro sem direção, até que chego ao consultório de Shuri mas está vazio. Olho para todos os lados à espera de encontrar uma ajuda mas não vejo ninguém, olho para a janela desesperado e vejo uma floresta. Sem esperanças corro até lá, já que não tenho outro lugar para ir. Estou perdido mas tenho que achar um caminho, eu tenho que encontrar meu melhor amigo. Eu sinto dor de tanto correr, sinto lágrimas molharem meu rosto, mas preciso ir porque tudo pode acabar em uma fração de segundo, Bucky pode ir embora e me deixar aqui, eu não sei o que faria sem o moreno ao meu lado. 

 Minha cabeça começa a doer, sinto um peso sobre mim e apenas me sinto caindo,  choro e meu peito dói mas não paro até que chego ao meio da floresta. Paro por um instante e avisto algo um pouco distante. Analiso oque estou vendo e vejo que é alguém, eu vejo o meu Bucky. Ele está chorando e gritando de joelhos no chão, com os olhos fechados e cabelos bagunçados, seu braço de metal está com um objeto pequeno e preto com uma espécie de botão, parece uma arma que vi no consultório de Shuri. 

 O pequeno objeto está encostado em seu pescoço e ele chora e grita, eu consigo sentir o seu desespero. Olhando para ele começo a me desesperar, começo a correr e chorar e então ele me ouve. No mesmo momento ele me encara com os olhos vermelhos em meio ao choro e então grita como nunca e posso sentir sua dor. Todos iriam gritar que é perigoso eu ir até ele sozinho mas não me importo, a única coisa que sei é que meu Bucky precisa de ajuda e eu vou ajudá-lo. Eu corro o mais rápido que posso até ele e sinto meu peso me derrubar. Chego até o moreno e ainda chorando seguro o braço dele. Ele me olha ainda com muitas lágrimas escorrendo pelo seu rosto.

“Steve vá embora, não faça nada porque eu tenho que ir, Steve vá!!” Ele grita quase sem voz e então ele abaixa a cabeça caindo em meus braços e deixando a arma cair.

“Bucky não por favor, não Bucky ” Vejo o braço dele e ele está machucado e ele está perdendo sangue.  Minhas lágrimas ficam mais fortes mas levanto a cabeça dele e grito mais alto:

“Bucky por favor fique comigo, eu não sei o que fez ou como se machucou mas tudo oque eu preciso é você aqui, ao meu lado. Bucky por favor não vá"  minhas lágrimas não me deixam continuar a falar e o seguro forte em meus braços.Até que ele me olha e diz:

“Steve eu não sou bom o bastante para você, eu te amo mas eu apenas te machuco e preciso ir, eu posso voltar a ser oque era a qualquer momento. Eu preciso ir para o seu  bem." ele tenta pegar a arma e colocar em seu pescoço novamente mas a tiro e a jogo para longe. 

“Não, você não precisa e não vai”

Ele fecha os olhos, coloca a mão no meu rosto e desmaia, ele já está fraco e eu apenas grito. Grito desesperadamente e vejo que ele está perdendo muito sangue. Pego ele no colo e volto a correr mais ainda, grito por ajuda e tudo dói, tudo parecia um pesadelo sem fim, eu corri sem direção à procura de ajuda mas não avistava ninguém. Eu paro por um momento para olhar o moreno que está em meus braços e as minhas lágrimas o molham levemente. Bucky é quem eu mais amo e eu não posso o deixar ir embora, ele é quem me motiva todos os dias e preciso estar com ele até o fim da linha. Corro gritando por ajuda até que chego perto do consultório onde Shuri me avista e grito com todas as minhas forças:

“Shuri meu Bucky esta morrendo, eu preciso de ajuda!! Shuri me ajude eu não posso o deixar ir” - as lágrimas que tinham suavizado voltaram a escorrer com mais força mas eu não parei porque eu preciso salvar quem eu amo.

A morena assustada corre o mais rápido que pode ao ver Bucky desmaiado e o levamos ainda nos meus braços ao seu consultório o mais rápido possível.

Ela o coloca  em uma maca e trabalha o máximo que pode, enquanto estou aqui ao lado dela e do moreno segurando uma das mãos dele como se fossem quebrar a qualquer momento. Meu coração ainda dói e minhas lágrimas não pararam mas eu me sinto seguro sabendo que eu consegui o proteger e que agora ele está seguro ao meu lado. O meu Bucky está aqui.

Se passam horas e horas e eu continuo no consultório de Shuri e agora a morena está em uma sala de exame vendo alguns exames que fez em Bucky e eu estou aqui sentado ao lado dele observando todos os seus traços. Pego sua mão e a seguro enquanto olho para seu rosto adormecido e angelical.

Shuri fez muitos exames nele para ver se está tudo bem e o oque ela poderia fazer.  Eu nunca me senti tão preocupado e mal em toda a minha vida. Apenas em lembrar de tudo oque Natasha falou e sobre oque os outros pensavam sobre ele lágrimas começavam a escorrer sobre meu rosto mas tento as conter. 

Eu não conseguia ver oque um anjinho como Bucky poderia fazer de ruim a mim e eu não iria deixar que eles fizessem algo a ele. Olho para seu rostinho e passo a mão em seus lindos cabelos castanhos e tudo oque quero é o ver ao meu lado todos os dias, com o cabelo bagunçado, deitado com preguiça de levantar para fazer seu café pela manhã. Eu quero o ter para sempre e quero o ver feliz. Eu nunca vou o abandonar e mesmo que o mundo estiver contra mim eu vou lutar sozinho para o proteger e o ter ao meu lado.

“Buckyzinho, agora você está dormindo e talvez não consiga me ouvir mas quero que você saiba que eu te amo mais que tudo e que estou aqui ao seu lado. Eu nunca vou te deixar para trás, eu nunca vou embora e não vou deixar ninguém te machucar. Eu prometo” - eu falo baixinho com esperanças de que ele possa ouvir, dou um beijo na sua testa e quando vejo que ele continua a dormir, às lágrimas começam a escorrer ainda mais fortes, choro baixinho com a cabeça baixa, segurando a mão do moreno.

Quando percebo Shuri estava na porta quieta os últimos minutos e no momento que me viu chorar não hesitou. Ela foi de braços abertos e tudo oque eu fiz foi me encolher e chorar em seus braços. A morena me abraçou e ficou calada por um longo tempo, em nenhum momento ela reclamou de minhas lágrimas a molharem e eu não parar de chorar desesperadamente em nenhum momento. Ela apenas me acolheu.

“Steve... está tudo bem certo? Eu vou estar aqui ao seu lado sempre e não precisa ter vergonha de nada. Eu sei que você ama Bucky e vou ficar aqui com você em meus braços o tempo que precisar” - diz ela com uma voz doce e amável.

“O-obrigado Shuri” -digo ainda me recompondo do choro.

Ela sorri e me abraça ainda mais forte com uma expressão amável e acolhedora.

*Algumas horas depois*

Eu acabei dormindo ao lado de Bucky no consultório pois falei para Shuri que não iria sair daqui até o moreno acordar. Ela falou que ele iria acordar daqui algum tempo e que iria ficar lá também. Eram 2:00 da manhã e recebemos uma visita inesperada de T’Challa que ficou surpreso ao me ver lá ao lado de Bucky.

“Boa noite Rogers, não esperava você e seu amigo aqui, se não se importa iria falar com Shuri” - diz ele olhando para morena que está sentada em um sofá do lado oposto do meu.

“Boa noite Irmãozinho, Steve vai ficar com Bucky aqui está noite, ouve um acidente com ele e vou ficar aqui também. Mas sobre oque gostaria de falar?”

“Bem eu acho melhor irmos a outra sala falar sobre isso em particular” -diz T’Challa agora muito sério.

“Como disse vou ficar com Bucky aqui também e não vou sair nem que seja um segundo. Steve não vai atrapalhar não é Steve?”

“M-Mas se precisar sair Shuri pode sair não tem problema” - falo um pouco nervoso

“Steve eu falei que vou ficar e tenho certeza que você não vai atrapalhar não é?- diz ela me encarando séria.

“Prometo que não vou atrapalhar”

“Rogers vou confiar em você então não ouse falar nada e me decepcionar.

Assinto com a cabeça

“Bom, hoje mais cedo alguns moradores da vila que estavam na floresta ouviram gritos muito altos de lá e barulhos de choro. Eles foram me procurar para me informar sobre o ocorrido e fui até o local que já estava vazio e encontrei isso”-diz ele entregando a Shuri a arma que Bucky segurava na floresta mais cedo.

Ao ver ele entregar a arma eu me assusto e olho muito assustado a Shuri que finge que não sabia de nada.

“Capitão algum problema?” - diz T’Challa que percebeu minha reação

“É que... Bucky.. ele.. - começo a chorar novamente e me sinto totalmente constrangido por chorar na frente do rei de Wakanda.

Shuri se senta ao meu lado e passa a mão pelas minhas costas

“Steve você quer que eu conte?”

Assinto com a cabeça e continuo sentado ao lado da morena em um meio abraço.

Ela conta tudo a T’Challa e ele me fala sobre a arma e me diz que entende o caso de Bucky mas que de agora em diante terão guardas escondidos que não o deixarão sair sozinho e que eu sou a única pessoa que pode sair com ele. Eu concordo com tudo pois por mais difícil que seja é para o bem de Bucky e a única coisa que preciso é dele ao meu lado.

{...}

Eu durmo ao lado do moreno ainda segurando sua mão e acordo bem cedo a sua espera. Se passam horas e nada, mas ainda tenho esperanças. Shuri acorda também e conversamos um pouco, almoçamos e a tarde estava linda. Eu fui abrir a janela pois sabia que se Bucky estivesse acordado ia querer ver os passarinhos.

Sento ao lado do moreno e mecho em seus cabelos, olhando para os passarinhos até que ouço:

“Stevie... olhe os passarinhos, que lindos que estão todos voando juntinhos” - Acho que é Shuri então viro e não a vejo, até que sinto algo atrás de mim. Viro para trás e lindos olhos azuis olham para mim com o sorriso mais lindo do mundo inteiro. Eu nem acredito, Bucky acordou! Olho para o moreno e algumas lágrimas escorrem pelo meu rosto. O moreno se senta na cama com dificuldade, me olha sorrindo bobo, limpa minhas lágrimas e fala com a voz mais doce:

“Stevie você está tão lindo hoje, porque está chorando?”

“Estou chorando de felicidade Bucky, você está aqui comigo” - digo abraçando ele forte

“Eu sempre vou estar com você, você vai estar comigo também?”

“Sim Bucky, eu vou estar com você até o fim da linha” - falo sorrindo ao o ver em meus braços.

“Stevie... eu vou voltar para casa? Vou voltar a ficar com você?” - ele me olha agora se soltando do abraço

“Claro que vai, a não ser que você não queira”

“Para seu bobinho, é claro que eu quero Stevie” - ele ri e me olha com a expressão mais linda, me abraçando novamente.

Eu o sinto em meus braços e tudo oque se passa na minha cabeça é:

Meu Buckyzinho está aqui e eu vou ficar ao seu lado para sempre, até o fim da linha.


Notas Finais


Então leitores oque acharam?
Eu não sei se ficou bom então desculpe se decepcionei vocês.
Comentem oque acharam e não se esqueçam dos favoritos.
Obrigada por chegarem até aqui, bjos e vejo vocês por ai <3

PS: por mais clichê que foi eu usei a frase icônica kkk não consegui me segurar kk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...