1. Spirit Fanfics >
  2. A New Love - Noart >
  3. Capítulo 41: "Não machuca ele"

História A New Love - Noart - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


Boa noite🌙

Capítulo 41 - Capítulo 41: "Não machuca ele"


Sina Deinert

Depois de horas dentro do carro preto confortável em que eu estava, finalmente chego em minha casa. Neste momento eu apenas queria tomar um banho gelado para colocar os pensamentos em ordem e dormir até o dia seguinte, o que talvez fosse demorar já que ainda são 13:16PM.

Pago o motorista do uber logo saindo de seu carro e em seguida entrando em minha casa que estava tomada pelo silêncio já que minha mãe provavelmente não estava em casa já que a mesma havia me dito que iria até a casa de meus tios visitá-los e os mesmos moram na Austrália. Subo as escadas e vou até ao banheiro onde adentro o cômodo e tomo um banho gelado como eu havia dito. Após o banho, me enrolo em um roupão e apenas visto um short de tecido fino curto e um moletom preto enorme da adidas.

Retiro meu celular de minha mala e vejo que havia milhões de mensagens do pessoal, com certeza os mesmos deviam estar preocupados e curiosos da forma que eu fui embora sem dar nenhuma explicação. Eu não pretendia responder ninguém, afinal de contas, eu não queria mais tocar nesse assunto mas, eu precisava pelo menos dizer a eles que eu estava bem e que eles não precisavam se preocupar.

WhatsApp on:

Galerinha do 2°ano

Sina: Oi pessoal... eu só tô passando aqui pra dizer que eu já tô em casa e que eu tô bem! Vocês não precisam se preocupar e... me desculpem por ter ido embora sem ao menos me explicar mas, eu precisava ir. Enfim, espero que vocês me entendam e saibam que os momentos que passamos juntos foram os melhores da minha vida! Amo muito vocês retardados e até a próxima!♡

WhatsApp off

Depois de ter me explicado para todos, deixo meu celular encima de uma mesa que havia alí e apenas me jogo em minha cama, que depois de alguns minutos acabo dormindo.


Heyoon Jeong

Após ver a mensagem que Sina havia mandado no grupo, meu coração se aperta. A mesma deve estar super triste e precisando de apoio e eu precisava estar ao seu lado.

Diarra: Gente vocês leram a mensagem que a Sina enviou para o grupo?!

Krys: Sim, todos lemos!

Shivani: Alguém pode me explicar o que tá acontecendo porque eu não tô entendendo nada.

Hina: Ora é simples, a Sina e o Noah tinham marcado de se encontrar na cobertura atrás da casa, mas meio que a piranha da Débora acabou aparecendo e acabou beijando o Noah logo em seguida, foi quando a Sina viu e acabou entendendo tudo errado! - digo e todos me olhos arregalados e espantados - quero dizer, eu só tô chutando...

Noah: Como você sabe de tudo o que aconteceu dona Hina?! - pergunto desconfiado

Hina: Ah foi apenas um palpite! Eu só sou apenas muito observadora galera. - digo e recebo olhares desconfiados.

Lamar: Ta mais pra feiticeira!

Krys: Ta mais pra bruxa isso sim!

Hina: Eu ainda tô aqui ta galera! - digo indignada e os mesmos levantam os braços em forma de rendimento

Any: Não querendo estragar o papo de vocês galera, mas o nosso foco agora é falar com a Sina e garantir que a mesma esteja bem, ok?! - digo recebendo olhares de todos

Heyoon: A Any tem razão galera! Temos que falar com a Sina!

Noah: Droga! Isso tudo é culpa minha! - digo socando a parede com raiva

Josh: Olha só, não adianta ficar se lamentando amigo - digo para Noah - a única coisa que podemos fazer agora é irmos até a casa de Sina e tentarmos falar com ela.

Sofya: Mas Heyoon, você não disse que iria viajar para a Finlândia?!

Heyoon: E eu vou Sofya, mas agora eu só vou depois de ter certeza que a Sina vai ficar bem!

Bailey: Mas por que você vai mesmo pra Finlândia?!

Heyoon: Na verdade, é uma longa história, porém a encurtando mais, eu vou resolver alguns problemas pessoais.

Joalin: Ah sim! Boa sorte! - digo e a coreana me manda um sorriso que logo retribuo


Linsey Urrea

Estava saindo de casa indo para casa de Maya, minha melhor amiga já que iríamos terminar o trabalho da faculdade e depois iríamos relaxar por algum tempo. Após andar pela longa calçada, cruzo na rua de Sina onde vejo a mesma sentada em um banco que havia no jardim de sua casa. Paro batendo no pequeno portão e a mesma parece sair de seus desvaneios dirigindo seu olhar ao meu.

Sina: Olá Linsey. - digo sorrindo fraco e abrindo o portão para que a mesma pudesse entrar 

Linsey: Olá Sina! - digo e a mesma parece tensa - ta tudo bem?!

Sina: Hã?! Tô sim... - digo voltando para a realidade 

Linsey: Tudo bem Sina, pode abrir o jogo de uma vez! - digo e a mesma me olha surpresa

Sina: Não existe jogo nenhum Linsey. Acredite, eu tô bem.

Linsey: Olha só mocinha, sinto muito mas suas palavras não me convencem - digo e em seguida a mesma abaixa a cabeça - Sina... - digo levantando seu rosto devagar - o motivo de você está tão aflita - pausa dramática - tem haver com o meu irmão?! - a mesma me olha com um olhar nervoso e triste

Sina: Sim... mas isso já não é mais tão importante Linsey. 

Linsey: Olha Sina, às vezes... a melhor forma de se sentir melhor, é desabafando com alguém. E aí?! Tá afim de se abrir comigo?! - digo e a mesma solta uma risada meiga, não é atoa o Noah ter se apaixonado pela Sina, ela é uma garota super legal

Sina me explica tudo o que aconteceu na casa de praia com o Noah e com uma outra garota chamada Débora e admito que eu fiquei chocada em ouvir que o Noah havia se beijado com a tal garota. Mas eu sei que existia uma explicação bem óbvia pra tudo isso.

Linsey: Sina, não é que eu esteja querendo defender o Jacob mas... você já parou pra pensar que ele poderia realmente ter dito a verdade?! - digo e a mesma encontra-se pensativa 

Sina: Sim Linsey, eu pensei nessa possibilidade mas é que, acontece que o meu orgulho não me deixa escutar o que o Noah tem pra falar e... ah, como eu queria que isso tudo isso fosse apenas um pesadelo e que quando eu acordasse, tudo voltaria a ser como era antes. - digo com minhas mãos em meu rosto 

Linsey: Eu acho que você deveria tentar falar com ele e se resolverem porque se continuarem se evitando não vai adiantar nada

Sina: Tudo bem Linsey, prometo que irei tentar falar com ele. - digo e a mesma sorrir me abraçando.

Linsey: Espero que você e o Noah se resolvam logo cunhadinha - digo sussurando a última palavra em seu ouvido durante o abraço e a mesma solta uma risada tímida 

Sina: Eu também quero muito isso Linsey! E eu espero que dê tudo certo - digo suspirando - estou cansada de passar por momentos ruins.

Linsey: Não se preocupa Sininho! Tudo irá se resolver e... Sina - digo e a mesma se vira me olhando nos olhos - o Noah te ama muito, pode ter certeza disso - digo e a mesma cora com minhas palavras

Depois de eu e Sina termos conversado, me depesso da mesma e sigo caminho para a casa de Maya que estaria a minha espera impaciente já que a mesma não suporta ter que esperar.

...

Xxx: E então, como foi o seu encontro com o idiota do Urrea?!

Débora: Argh!! Eu odeio a Deinert, odeio aquela garota com todas as minhas forças! Você acredita que o Noah teve a coragem de me dar um fora?! - digo indignada 

Xxx: Sabe o que isso significa não sabe?!

Débora: No que você ta pensando em fazer?!

Xxx: Tá na hora do Urrea pagar por tudo o que ele fez pra nós dois...

Débora: Apesar de tudo o que aconteceu, não machuca ele.

Xxx: Não se preocupa ele não vai se machucar... talvez!


Notas Finais


Fogo no parquinho galeraaa!
Espero que tenham gostado! :D

Muito obrigada pelos mais de 150 favoritos❤👻 Vcs são maravilhosos❤🌸

O que vocês acham que está por vir?!

Discussões?! Revelações?! Mais brigas?!
Será?...
Até o próximo cap💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...