História A New Story - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias My Little Pony
Visualizações 65
Palavras 3.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!!!!!!!! aqui esta mais um capítulo para vocês pessoal!!!!! :D ;D :D ;D :D ;D

Capítulo 42 - Momentos inquietos


Tudo estava escuro e meio frio, mas ela podia sentir um mal estar ainda pior dentro dela, a jovem foi abrindo seus olhos bem devagar, pois suas vistas pareciam doer um pouco, ela via tudo meio embaçado e estava meio desorientada, ela não sabia direito onde estava e foi então que ela tentou se levantar, mas naquela hora ela parecia sentir fraqueza e dor ao mesmo tempo, foi quanto ela sentiu uma mão tocar em seu ombro e a colocar de volta na cama onde ela estava.

– Fique deitada, você ainda esta muito fraca e deveria descansar – afirmou Shade que estava de pé ao lado da cama onde Rachel estava, a jovem de cabelos arco-íris estava meio tonta e tentava descobrir onde estava foi então que ela pode notar que aquele era o quarto dela e ela tinha voltado para casa – pelo menos você esta acordada.

– Shade... Shade... – a garota parecia estar com dificuldade para falar, pois sua voz estava saindo muito baixa e fraca como se ela estivesse sussurrando e isso deixou o rapaz meio preocupado – como nós... voltamos... pra minha... casa? – perguntou ela com bastante dificuldade, o jovem então se aproximou da cama e sentou na ponta do colchão olhando para sua amada.

– Bom depois que você tinha ido ao banheiro da escola você meio que desmaiou e então o seu tio apareceu e ai ele disse para eu ficar esperando ele com você para ele te trazer de volta para a sua casa, pedi para ele me deixar vir com você para poder ver se você estaria bem – essa foi a resposta do rapaz para Rachel que parecia meio surpresa com tudo isso afinal ela não parecia conseguir se lembrar direito das coisas.

– E o... o Skyes? Onde... onde... – Rachel estava ao máximo tentando se esforçar para falar, mas ela não parecia conseguir fazer isso, ela não sabia ao certo o porque de estar daquele jeito, mas ainda assim tentou continuar – onde... esta... meu irmão? Onde ele esta?

– Fique calma, o Skyes esta no quarto dele, ele esta descansando um pouco – disse Shade vendo a garota parecer um pouco aliviada com aquilo – seu tio falou com ele sobre o que aconteceu e... bem parece que ele não reagiu tão bem com isso – após ouvir aquilo Rachel ficou com um olhar preocupado – mas a sua tia esta lá com ele, ela esta tentando fazer ele dormir, não precisa se preocupar.

– Shade... obrigada... – Rachel moveu sua mão para perto de onde o rapaz estava e então Shade deu sua mão para a garota que a tocou e apertou a mão dele com carinho e cuidado logo entrelaçando os dedos nos dele e olhando para ele com um sorriso carinhoso – obrigada... por... estar aqui... comigo.

– Eu sempre vou estar com você Rachel! Sempre! – afirmou o rapaz segurando a mão da jovem e sorrindo para ela que sorriu de forma doce e carinhosa dando uma fraca risada, mas depois daquilo ela acabou deitando a cabeça para o lado e fechou os olhos fazendo o rapaz ficar preocupado – Rachel... fique boa logo.

– E então? Ela esta melhor? – Shade foi surpreendido quando ouviu Rumble entrar no quarto perguntando por sua sobrinha, o rapaz olhou para o homem que estava com um olhar preocupado e logo viu como Rachel estava – meu Deus, quanto tempo será que ela ira ficar assim?

– Eu não sei, acho que ela deve estar se sentindo mal por causa de alguma coisa, será que ela deve ter tomado isso de forma errada? – questionava Shade com o frasco de remédios que Rachel tinha no bolso, Rumble pegou aquilo dele e olhou meio preocupado, pois sabia que tipo de remédio era aquele.

– Eu espero que ela tenha lido a bula disso – dizia o policial olhando para o frasco com muita seriedade e preocupação – esses remédios são muito fortes, só se deve tomar um por vez porque eles agem rápido e se tomado em excesso pode causar um efeito colateral nem um pouco bom.

– Será que ela tomou mais de um desses remédios e por conta disso ela esta desse jeito? – indagou Shade encarando o policial que parecia meio pensativo, mas deu de ombros, pois ele não iria saber a resposta para aquilo – por Deus, Rachel que você não tenha feito uma coisa dessas.

– Só da pra torcer que ela não tenha feito isso mesmo, mas o que podemos fazer agora é ficar aqui com ela e tentar ajudar de alguma forma, se ela não melhorar até amanhã vamos ter que levar ela para o hospital – falou Rumble dando uma ultima olhada em Rachel e depois saindo dali – que Deus nos ajude porque eu não quero mais ver mais ninguém da família indo parar no hospital.

– Se importa se eu ficar aqui por mais um tempo senhor? Eu quero ver se ela melhora antes de voltar para casa – afirmou Shade olhando para Rumble com um olhar muito preocupado enquanto ele segurava a mão de Rachel, o policial ficou bem comovido com aquela cena, afinal ele sabia como Shade se importava com a garota.

– Pode sim, fico feliz que Rachel tenha alguém especial para ficar perto dela num momento como esse! – Rumble sorriu enquanto dizia essas palavras vendo o rapaz ficar feliz com aquilo também – pode ficar o quanto quiser, mas apenas avise sua mãe onde esta, depois do que aconteceu na escola acho que ela deve estar muito preocupada com você garoto.

– Pode deixar senhor, eu nunca faria algo para deixar minha mãe preocupada, vou avisar ela agora mesmo – dizia o rapaz já pegando seu celular enquanto Rumble saia dali o deixando sozinho com Rachel, Shade estava ligando para sua mãe e em nenhum momento ele deixou de olhar para sua amada enquanto fazia isso – que você fique boa logo Rachel.

Já em outro lugar, Harmony estava andando pelo corredor de sua casa indo em direção ao quarto de seu irmão, a jovem ia andando com passos leves para não chamar a atenção do rapaz, ela então foi até a porta do quarto dele e abriu a porta do quarto devagar, quando a porta já estava bem aberta ela pode ver seu irmão sentado na cama dele olhando fixamente para o seu celular o que fez a garota ficar surpresa.

– Quem diria que você iria estar vidrado no seu celular – comentou a garota com um sorriso meio brincalhão vendo seu irmão olhar para ela apenas notando que ela tinha entrado no quarto dele, mas ele não deu muita atenção para ela o que a deixou meio emburrada – nossa, o que é que é tão importante pra você prestar mais atenção nessa porcaria de celular do que em mim Cloud?

– Primeiro pare de falar com todo esse drama, você sabe que você é minha irmã e por isso sempre será importante demais para mim e segundo estou vendo as mensagens do Shade que ele me mandou – falava o jovem que logo viu sua irmã ficar com um olhar preocupado – a tia Luna tinha me ligado perguntando sobre ele, mas eu não sabia onde ele estava, mas estou vendo que ele me mandou umas mensagens, parece que ele foi pra casa da namorada dele, parece que ela esta mal e ele quis ficar com ela pra ver se ela melhorava.

– Minha nossa que coisa horrível, o que será que aconteceu com a Rachel? Será que algo muito ruim aconteceu com ela? – Harmony ficou horrorizada naquele momento só de pensar que a jovem garota do arco-íris poderia estar muito mal e que seu primo também poderia estar ruim – tomara que o Shade não esteja muito mal com isso.

– Acho difícil, o Shade gosta muito, muito mesmo da Rachel, ele deve estar muito deprimido e triste por ver ela com algum problema ou mal estar – dizia Cloud de forma pensativa apenas pensando em como seu primo deveria estar na companhia de Rachel – só sei que se algo acontecesse com a Glare eu ficaria arrasado.

– Eu sei, eu sei, afinal de contas você adora a Glare e não consegue viver sem ela e sem duvida você fica muito mal só de ficar longe dela, admita você não vê a hora de chegar amanhã para ver ela – falava Harmony num tom brincalhão tentando zombar de seu irmão que ficou meio sério – você sem duvida deve pensar em coisas bem impróprias com a Glare não é?

– O que?! Mas é claro... que não... eu não fico pensando nessas coisas Harmony... – Cloud naquele momento ficou bem corado de vergonha e tentou disfarçar para que sua irmã não notasse aquilo – eu sou um homem correto e a Glare é uma mulher de respeito e eu não fico pensando em coisas impróprias com ela.

– Se você esta dizendo então beleza maninho, mas será que a Glare não fica pensando em fazer umas besteirinhas impróprias com você durante a noite? – perguntou Harmony com um sorriso super malicioso que fez Cloud ficar muito mais desconfortável com aquela pergunta, afinal ele não poderia dizer nada revelador sobre ele e Glare para sua irmãzinha e ele apenas ficou com o rosto ainda mais vermelho e mais sem jeito.

– Olha porque você não vai fazer alguma coisa como tomar banho e ir dormir pra você parar de ficar fazendo essas perguntas bobas sem sentido – comentou Cloud ficando bem sério enquanto sua irmã apenas dava risada dele que ficou envergonhado e então ela foi saindo do quarto dele.

– Esta bem então senhor irritadinho e sem graça, mas pode ter certeza que eu ainda vou voltar pra ficar te estorvando ainda mais – Harmony dizia isso em meio a alguns risos bem alegres enquanto ia para fora do quarto de seu irmão logo fechando a porta do quarto e assim Cloud deu um leve suspiro.

– Ai meu Deus, como essa garota pode ficar me fazendo perguntas como essa? Eu mereço mesmo uma irmãzinha igual a Harmony – dizia o rapaz dando uma leve risada só em ficar pensando numa coisa dessas logo depois voltando a visão para seu celular – tomara que o Shade esteja bem com essa coisa com a Rachel.

– E ai garotão tudo certo por aqui? – Cloud chegou a tomar um susto ao ouvir alguém gritando ao entrar no quarto dele foi então que ele viu que era seu pai que tinha acabado de chegar e ele logo ficou bem irritado com aquilo – mas ora, que olhar sinistro é esse seu em Cloud?

– Acho que é o olhar merecido pra um velhote idiota que entra sem bater na porta gritando que nem um maluco retardado – afirmava Cloud com uma voz bem enraivecida e um olhar muito sério de raiva que deixou Discord bem assustado com o que seu filho estava dizendo – você perdeu o que lhe restou de juízo ou só ficou velho demais mesmo?

– Opa calma ai, mas que belo humor é esse em? É desse jeito que você demonstra o grande amor que você tem pelo seu querido pai? As vezes eu acho que tem alguma coisa aumentando esse mal humor seu – Discord parecia estar um pouco mais brincalhão, mas isso não parecia animar em nada seu filho – é vejo que meu belo humor não parece te deixar alegre como antes.

– Talvez você não tenha notado isso, mas eu não sou mais um garoto de seis anos de idade, pai – Cloud pareceu ficar emburrado com Discord que ficou meio magoado com aquelas palavras, mesmo assim Cloud não disse mais nada a respeito daquilo.

– Bom tudo bem então, só vim ver como você estava, sua mãe ficou preocupada com você e sua irmã por conta do que ocorreu hoje na escola, por mais que vocês não estivessem no lugar onde aconteceu aquela horrível tragédia ela não deixa de ficar preocupada com vocês dois – dizia Discord olhando para seu filho que agora parecia estar um pouco mais calmo.

– A mamãe sempre fica preocupada comigo e com a Harmony, ela sempre quer que nós dois estejamos bem e seguros – falava Cloud olhando para seu pai com um olhar bem sério que deixou Discord meio desconfortável com aquilo, mesmo aquele sendo o jeito do rapaz ele não conseguia se sentir muito bem assim.

– Bom... então é isso... já que você esta aparentemente bem, bom... eu acho que vou indo nessa, vou ver se sua irmã não esta com nenhum problema ou se ela precisa dar umas risadas divertidas – comentou Discord com um sorriso bobo saindo do quarto de seu filho – boa noite para você Cloud!

– Ta obrigado, boa noite pai – falou o rapaz acenando para Discord que saiu do quarto dele fechando a porta logo em seguida enquanto Cloud olhava para a porta fechada dando um sorriso bobo e balançando a cabeça negativamente – é cada uma que me acontece que nem eu consigo acreditar.  

Enquanto isso em outro lugar, Chaser estava acabando de chegar em sua casa praticamente exausta depois do estresse de mais um difícil dia de trabalho ainda mais depois dos ocorridos do dia, um criminoso morto na escola onde sua filha estuda já era o bastante para encher sua cabeça, mas depois disso ela teve um bom papo com Lucrecia que tinha a ajudado ela e muito sobre o caso envolvendo os criminosos e ela finalmente tinha conseguido o que mais queria para poder ajudar seus queridos amigos policias sobre o que tinha acontecido com Soarin e além disso ela tinha finalmente o que era necessário para manter Vulcan na cadeia por muito tempo.

– Finalmente você chegou! Eu já estava morrendo de preocupação com você amor – dizia Thunderlane se aproximando de sua amada esposa e a recebendo com um profundo beijo de amor que ela adorou receber, aquilo era magnífico para celebrar a volta para casa depois de um dia de serviço – como você esta Chaser?

– Muito bem Thunderlane! Hoje o dia foi muito cansativo, mas eu consegui finalizar o caso – comentava a investigadora colocando suas coisas na mesa da cozinha – além do mais eu tive uma ajuda especial hoje que conseguiu me arrumar muitas informações importantes sobre o outro caso que eu estava investigando.

– Aquele caso? O que o Soarin tinha pedido pra você investigar antes daquela tragédia o hospitalizar? – questionava o homem vendo sua mulher balançar a cabeça positivamente despertando a curiosidade – e você conseguiu arrumar provas pra conseguir incriminar aquele advogado corrupto e os outros envolvidos nisso?

– De certa forma eu consegui isso e mais um pouco sobre esse caso graças a ajuda de uma nova amiga que fiz hoje e graças a ela eu vou conseguir dar continuidade nesse caso e logo eu irei trazer justiça para o Soarin e colocar muitos criminosos atrás das grades por muito tempo – explicava a mulher enquanto olhava ao redor dela e via que a casa estava bem quieta – onde esta nossa filha?

– A Chaser já foi dormir, disse que o dia foi muito estressante e cansativo e depois de ficar sabendo o que aconteceu na escola ela quis ir dormir para ver se esquecia do dia de hoje, ela pegou um remédio para ajudar ela a dormir mais rápido e simplesmente apagou depois de deitar na cama dela – respondeu o homem se aproximando de sua amada e a abraçando por trás – então! Nossa querida filha esta dormindo e você finalmente esta em casa, acho que depois de um dia produtivo de trabalho você merece descansar e receber algo muito bom por ter conseguido bons resultados para sua investigação.

– Hum... então me diga senhor Thunderlane o que é que sua amada mulher merece depois de um dia longo de trabalho muito produtivo? – questionou Chaser com um sorriso malicioso e uma voz bem provocante ouvindo o homem dar uma risadinha marota ao ouvir essa pergunta.

– Acho que minha mulher merece muito carinho e uma noite bem agitada na cama do homem que consegue fazer maravilhas com ela como você mesma sempre me dizia – essa foi a resposta de Thunderlane que fez a mulher sentir um arrepio por ouvir a voz de seu marido bem no ouvido dela.

– Incrível como você ainda consegue me deixar excitada com essa frase depois de um dia corrido de serviço, isso até me lembra dos nossos dias na faculdade – afirmava Chaser se lembrando das noites maravilhosas que ela e seu amado tiveram enquanto ela se tornava uma policial.

– Vou ter que admitir aquelas noites eram muito perfeitas, lembro muito bem daquela vez que fizemos aquela brincadeira no meio do campos durante a noite – comentou Thunderlane com um sorriso muito malicioso em seu rosto – ainda bem que ninguém pegou a gente sem roupa no meio do jardim porque aquilo sim teria sido muito embaraçoso.

– Bom aquela noite foi muito boa, mas vamos deixar de lembrar daquela noite e vamos nos focar no agora – comentou a mulher começando a desabotoar sua blusa logo deixando o sutiã dela a mostra – então porque não vamos pro nosso quarto onde você vai tirar a minha roupa e daí vamos ter mais uma noite de sexo ardente como de costume.

– Já que você quer tanto isso eu aceito com muito orgulho investigadora Chaser, sempre cumpro com as ordens de uma grande mulher com muita autoridade – afirmou Thunderlane seguindo sua amada para o quarto deles praticamente correndo junto dela para a cama.

Assim que o casal adentra o quarto Chaser tratou de trancar a porta e logo tirou sua blusa e começou a tirar a calça que ela usava ficando de roupas intimas, Thunderlane também já estava tirando suas roupas quando ele sentiu as mãos de sua mulher o tocarem com muito desejo enquanto ela sorria de forma maliciosa, Chaser logo tocou no grande membro de seu marido vendo que ela estava bem animadinho para aquela noite o que a deixava muito contente por sinal.

– Vejo que você esta bem do jeito que eu adoro! – afirmou Chaser falando com uma voz cheia de malicia, desejo e sensualidade que fez o homem ficar arrepiado e sentir um calor começar a tomar conta do seu corpo sentindo as mãos se sua amada passando por ele – vamos ver se você ainda consegue me encher de prazer.

– Você sabe muito bem que a melhor coisa que eu sei fazer é te encher de prazer! – diz Thunderlane pegando sua mulher no colo o que a surpreendeu e assim ele a carregou até sua cama a colocando lá e depois logo ele foi abrindo as pernas dela e puxando a calcinha de sua esposa – então vamos para a parte boa.

Thunderlane então olhou para Chaser com certa malicia vendo ela sorrir para ele de forma sexy com o dedo indicador dela nos lábios fazendo uma cara bem provocante como se ela estivesse pedindo para seu marido fazer o que ela queria e era exatamente isso que ele iria fazer, Thunderlane então começou a lamber a intimidade de sua amada já causando nela o prazer que ela tanto desejava sentir naquela noite, o homem vai lambendo e chupando a intimidade de Chaser com muita vontade logo ouvindo ela gemer com aquilo tudo, Chaser então passa suas mãos na cabeça dele forçando a cara de seu amado contra sua intimidade querendo que ele continuasse só que com mais vontade e foi isso mesmo que ele fez continua a chupando com muito prazer e vontade adorando sentir o maravilhoso gosto de sua amada e ouvir ela gemendo daquele jeito, mas Chaser só estava começando e ela estava bem louco pelo melhor, foi então que ela afastou um pouco Thunderlane dela e logo ficou encima dele o fazendo entender exatamente o que ela queria fazer, o homem ficou deitado na cama e Chaser montou nele logo sentando no enorme membro ereto dele, a mulher foi sentando com vontade sentindo o membro de Thunderlane adentrar sua intimidade a fazendo gemer alto com aquilo e Thunderlane adorou sentir o interior de sua mulher bem úmida e quente o envolver deixando ele ainda mais excitado com aquele prazer que ele sentia. Chaser foi então quicando no membro de Thunderlane que fazia movimentos rápidos metendo em sua amada, ela estava adorando finalmente poder sentir aquele ótimo prazer que seu marido estava proporcionando para ela e isso era facilmente notado com os altos gemidos que ela estava soltando com as estocadas de Thunderlane indo com mais força fazendo ele meter cada vez mais fundo nela, Thunderlane foi passando suas mãos pelo corpo de sua mulher sentindo a pele dela arrepiada e sentindo o suor pelo corpo dela com todo aquele prazer que tanto ela quando ele estavam sentindo naquele momento maravilhoso de amor ardente, o homem então resolveu inverter as posições e assim ele coloca Chaser de quatro no colchão e volta a meter seu membro com vontade dentro da mulher que agora gemia ainda mais a cada estocada de seu marido dentro dela, Chaser estava amando ser penetrada daquele jeito selvagem enquanto Thunderlane puxava o cabelo dela dando alguns tapas de leve na bunda dela apenas ouvindo ela gemer de um jeito maravilhoso enquanto ele metei com vontade cada vez mais forte e indo mais fundo dentro de Chaser, a mulher estava louca de prazer ao sentir tudo aquilo que seu amado Thunderlane estava lhe dando naquele momento e ela só queria ainda mais de tudo aquilo, ele então foi aumentando cada vez mais os ritmos das estocadas colocando mais força o que arrancava ainda mais gemidos de Chaser, a mulher não conseguia mais se agüentar e estava se entregando totalmente ao prazer e a seu marido, Thunderlane estão meteu mais e mais forte até que ele sente o clímax chegar e enfia seu membro bem fundo dentro de Chaser e goza dentro dela que gemeu bem alto com aquilo sentindo seu interior ser preenchido de puro prazer quente.

– Você continua maravilhoso na cama Thunderlane! – dizia Chaser meio tremula com uma voz maliciosa e com uma cara bem sexy de satisfação olhando para seu marido que a olhava com um sorriso malicioso meio ofegante passando a mão pela bunda dela que entendeu bem o recado – você quer mais não quer?

– Mas é claro! Até parece que é só isso que a gente vai fazer hoje! – comentou Thunderlane ficando encima de sua esposa e dando um beijo cheio de paixão e desejo nela – só estamos começando a noite e por mim a gente pode virar a madrugada transando que isso seria maravilhoso.

– Olha... até que eu estou gostando dessa idéia – afirmou Chaser com um sorriso malicioso e uma voz bem provocante – então se você esta com toda essa disposição venha aqui e me mostre o que mais você quer fazer comigo meu amor! – Fazer então puxou seu marido para mais perto dela dando vários beijos apaixonantes nele, sem duvida aquela seria uma longa, mais muito longa noite de diversão para eles dois.   

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...