História A Ninja das Sombras: Segunda Temporada - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Chouji Akimichi, Hinata Hyuuga, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, TenTen Mitsashi, Yamato
Tags A Ninja Das Sombras, Chouji, Clã Nakamura, Clã Uchiha, Hinata, Ino, Inosai, Kakashi, Kakayumi, Madara, Madara(diva), Naruhina, Naruto, Naruto Shippuden, Ninja, Sai, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Shino, Yumi
Visualizações 2
Palavras 1.397
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Vigie Seu Inimigo


<Alguns Dias Depois>

Uma coisa que Yumi havia aprendido com sua vida ninja, era que ela tinha que vigiar seu inimigo, talvez Sōma não seja o seu inimigo direto, mais ela se propôs a vigiar o homem, nem que seja em uma distância razoável, mais precisava saber qual era a dele, o que ele fazia com todos aqueles dinheiro que ele, supostamente, rouba, é a pergunta que não sai de sua cabeça " Quem é Zankoku?"

Era realmente estranho, depois da vila ter melhorada finaceiramente, depois, aparece um homem contando uma história que ninguém sabe se é verdade ou não. Ela pensou que podeira ser o antigo líder da vila, mais não, ela se negava a aceitar que Zankoku era ele, poderia ser qualquer um, nem Yung acredita que aquele homem poderia ser esconder atrás de uma identidade falsa. Tanto, que ele foi riscada da lista de suspeita, pra falar a verdade, ele era o único na lista, nem Yumi, nem Yung, conseguia pensar em mais ninguém.

- Ele sai? Demora pra voltar?- perguntou Yumi.

Michio estava procurando por algo em sua mesa, lotada de papeis.

- Sim, mais ás vezes demora, outras não, porquê a pergunta?- disse Michio enquanto procurava por algo.

A sala de Michio, havia recebedo o toque pessoal do Kukuchi, ele achava a antiga decoração sem nexo algum. Havia uma decoração com uma serpente, que ele fez questão de tirar, ele não era muito fã desse animal, ele preferia uma sala com pouca decoração, menos chamativa.

- Por nada, curiosidade!- disse Yumi batendo a ponta dos dedos na mesa.

Ao reparar que o seu primo não parave de mexer na mesa, a Nakamura semicerrou os olhos.

- Aonde estã?- Sussurrou Michio.

- O quê está procurando?- perguntou Yumi.

- Um papel com alguns nomes e números escritos.- disse o Kukuchi.

A ninja resolveu ajudar o primo a procurar o tal papel, mesmo não sabendo qual era, ela resolveu procurar mesmo assim. Ela viu um pepel jogando no chão e foi até ele, ela agachou e pegou o papel, ela deu uma rápida olhada e lembrou do livro que Yung havia menciondo.

- É esse?- perguntou Yumi colocando o papel em cima da mesa do primo.

- Esse mesmo! Muito obrigado! Prima!- disse Michio pegando o papel.

A mulher cruzou os braçou e ficou olhando para o homem, Michio olhau para a mulher e franziou o cenho. Ela colocou suas duas mãos em cima da mesa e olhou fixamente par o primo.

- O quê está acontecedo?- perguntou Yumi.

- Desculpe, não entendi!- disse Michio confuso.

- Quando fui embora da vila, estava tudo bem, agora que voltei, eu fiquei sabendo que a vila está passando por problemas financeiro.- explicou Yumi.

- Quem te contou?- perguntou Michio.

- Não importa, o que importa é que você está sendo roubado, a vila está sendo roubada debaixo do seu nariz, debaixo do nosso nariz.- disse Yumi com a voz alterada.- Eu sei que você não seria capaz de tamanha idiotice.- continuou a ninja.

- Quem você acha que está fazendo isso? Ninguém se interessa nessa vila.- disse Michio.

- Eu me interesso, a nossa avó se interessa, as pessoas que vivem aqui, se interessam.- disse Yumi com a voz alterada.

Michio de levantou e Yumi deu um passo para trás.

- Me diga! Quem você acha que está nós roubando?- perguntou Michio com a voz alterada.

Ela não queria dizer, ela não provas o suficientes para dizer que era Sōma o responsável pela situação da vila, ela não poderia falar isso por enquanto, não agora, não sem ter todas as provas que leva que torna Sōma o responsável por isso.

- Eu não sei, mais eu vou descobrir, mais quando eu descobrir, eu vou fazer com que o responsável ou a responsável pagar pelo o que está fazendo com vila.- disse Yumi alterada.

A mulher sentiu uma dor forte em sei olho esquerdo, lhe causando uma certoa tontura, ela colocou a mão no olho para ver se amenizava, mais foi um péssima idéia. Michio mão pensou duas vezes e foi ajudar a sua prima.

- Você está bem?- perguntou Michio.

- Sim, não precisa se preocupar.- disse a ninja tirando a mão do olho.

Michio reparou que seu olho sangrava, isso preocupou o kukuchi, ele nunca viu uma coisa parecida.

- Yumi, seu olho está sangrando.- disse Michio.

Yumi olhou para o primo espantanda, confusa, sem saber o que dizer, seu olho nunca havia sangrado, era a primeira vez que isso acontecia, Michio pegou um espelho e entregou para a mulher, que ficou sem reação ao ver o sangue que saia de seus olhos. Isso lhe deixou preocupada, era a primeira vez que seu olho sangrava dessa forma, ainda mais sem algum motivo que podesse causar os seu sangramento.

                   *✷*

Michio levou Yumi para o hospital, un médico chamado Ken'ichi, examinou ela, disse que não havia nada de anormal em seus olhos, Michio disse que era impossível, ele disse que olhos não sangram sem nenhum motivo aparente, o médico examinou Yumi novamente.

- Como eu disse, os olhos de Yumi estão bons, não tem nada de errado com eles.- disse Ken'ichi.

Ken'ichi era um médico especialista em oftalmologia, ele sempre foi fascinado por olhos, ele sempre procura o bem estar dos olhos de seus pacientes, mais, o caso de Yumi era algo que ele não sabia explicar, ele olhava no olho tentando compreender por que o olho esquerdo sangrou, ele balançou a cabeça em negação, ela caminhou até sua mesa e se sentou, ele ficou pensativo, Michio caminhou até o médico.

- Algum problema?- perguntou Michio.

- Eu não nunca vi um caso como esse, nenhum olho sangra assim tem algo de errado com ela, ela irá fazer alguns exames para ver o que está acontecendo.- disse Ken'ichi.

- O senhor disse...

- Não importa o que eu disse, para ter certeza que a saúde dos olhos de Yumi está boa, ela precisa desse exame, a olho nú, seus olhos estão perfeitemente bem..- disse Ken'ichi.

Michio olhou para Yumi, que não tirava os seus olhos de sua mão, que estava cheia de sangue, seu olhar foi de encontro com o de Michio, ela reparou que havia algo de errado, voltou a sua atenção para sua mão, no seu lado esquerdo havia um pano que Ken'ichi havia dado para Yumi se limpar, ela pegou o pano e começou a limpar sua mão, a mulher pegou outro pano, ela passou em seu olho para ver se havia mais algum restigios de sangue, mais nada, todo o sangue havia cessado. Yumi se sentiu aliviada por não ver mais nenhuma gota de sangue saindo de seus olho, ela se levantou e caminho na direção de Michio e Ken'ichi.

- Está tudo bem? Estão estranhos.- perguntou ela.

- Não, está tudo bem.- disse Michio.- Vamos?- pergurntou Michio.

A mulher sorriu e caminhou em direção a porta, Michio olhou para o médico.

- Não esqueça, ela precisa fazer esse exame o mais rápido possível.- lembrou Ken'ichi.

O Kukuchi sorriu e disse para ele não se preocupar, mas ele disse que falaria para Yumi e torceria para ela acaitasse, mais ela achava isso impossível, pois Yumi não gostava de fazer exames, ela achava isso um saco, ela não se lembrava qual foi a última vez que ela foi em hospital para se estava tudo bem com a sua saúde.

                     *✷*

- Eu estou bem, era só um sangramento que já passou.- se defendeu Yumi.

- Nada disso, você vai fazer esse exame e fim de papo.- disse Serena.

- Mas...

- Escute Serena, você precisa ver o que está acontecendo com seus olhos.- disse Saiko.

Yumi respirou fundo, ela não queria ter que fazer os exames, ela não teve outra saida a não ser aceitar, ela voltou para o hospital, fez os exames que o médico pediu para fazer e voltou para a casa.

Assim que ela voltou, ela ficou sabendo que Sōma havia voltado, ela não pensou duas vezes e foi falar com Sōma. Ela queria ter uma séria conversa com o homem, assim, talvez o homem soltasse algo que podesse reforçar as suas provar e poder usa-las para tirar Sōma da vila e fizesse ele parar de roubar a vila que foi contruida com todo o amor e carinho, pode parecer algo impossível de acontecer, mas ela não iria ir embora da vila antes de saber o que está acontecendo. A Vila das Sete Estações, agora faz parte da vida de Yumi, ela agora e sua segunda casa, ela fará de tudo para que a vila fique em total segurança, nem que para isso, ela tenha que dá a sua própria vida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...