1. Spirit Fanfics >
  2. A nobre mestiça >
  3. Capitulo 6

História A nobre mestiça - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Ola xente, voltamos!

Capítulo 6 - Capitulo 6


Fanfic / Fanfiction A nobre mestiça - Capítulo 6 - Capitulo 6

                                                               °

 

        -Então agora você é uma Auro de respeito não? - Jafir andava pelas ruínas ao lado de Emma assim como faziam desde que se entendiam por gente. - Até que essa marca não ficou ruim minha alteza, escondeu em muito sua cara feia. - Emma o olhou com sua melhor carranca e lhe deu um tapa. 

       - Mais respeito com sua Alteza garoto. - Disse em meio a um sorriso. - Não vínhamos aqui a um bom tempo, estava com saudade do cheiro, gosto de estar em casa com você e tia Marta longe de toda aquela besteira dourada da cidade.

      -Eu sei Swan, também sentimos sua falta, mamãe até achou estranho sempre sobrar comida na janta. Aliás tenho um presente para você, era para ser entregue daqui a alguns dias, mas você é realmente muito desesperada. - Jafir seguiu por um pequeno jardim que havia nascido em meio às antigas rochas e retirou algo embrulhado em tecido. Emma sentiu um cheiro diferente dos quais já notou naquele lugar, mas era um cheiro agradável.

                  - Eu realmente espero que goste. – O sorriso de Jafir era uma das coisas preferidas de Swan.

                  - Meu deus Jafir o que é isso? -  Emma estava deslumbrada com o presente do amigo, jurava nunca antes ter visto algo tão fantástico, exceto talvez por uma bela bruxa que andava por seus pensamentos.

                  - É um cajado Swan, o seu está deplorável, pensei que enxergasse melhor a noite, foi feito pela mais talentosa Elfo armeira que já pisou nesse continente, Zelena Sidor, muitos dizem que ela ainda vaga por aqui, mas sabe como é, não se pode dizer que sim nem que não, mas esse cajado é a prova que ela foi muito poderosa. Zelena não era só a melhor armeira dos Elfos, ela era uma artista, seus cajados eram tão incríveis quanto esse, cajados que sabiam se adaptar aos donos e que passavam de geração a geração. Existem contos que falam sobre o grande poder de seu clã de como eram poderosos, mas o ramo principal nunca se misturou com outro povo, se mantiveram puros para que a ambição não tivesse lugar entre eles, já ouvi até mesmo que eles vieram antes dos Auros para Sidoran. 

                   -Não somos o primeiro povo do reino? - Emma questionou sinceramente.

                 - Bom é o que dizem, mas não é um fato, na verdade muitas coisas não são. – Jafir demonstrava grande desconforto ao lado de Swan, era a primeira vez na vida que não era totalmente sincero com a amiga.

                - Você sabe de algo que não sei Jafir? Conheço esse olhar e tenho certeza que algo está o incomodando! – A mente de Emma estava a mil desde seu último encontro com Regina, mas no seu interior sentia que seu amigo a escondia algo, conhecia-o como a palma de sua mão.

                - Não é nada demais Swan, só estou com a cabeça cheia, coisas da guarda real, preocupações entende? – Jafir tentava a todo custo não olhar nos olhos da amiga, se sentia mal em omitir coisas dela, desde a primeira vez que Emma vira Regina o jovem Elfo sentia que algo estava por vir, assim como sua mãe, era um Elfo muito sensível ao arredor, decidiu por sua conta procurar Regina e bom... A encontrou.

                - Quando você estiver pronto, espero que conversemos melhor sobre isso.  – Emma se virou e começou a sair do grande jardim abandonado a muito tempo.

                 - Emma espere, não quero que exista segredos entre nós, mas eu não sou a pessoa com quem deva ter essa conversa – Antes que Jafir pudesse continuar, a habitual fumaça de Regina preencheu o ambiente, revelando a tão agradável visão da morena e com ela sua grande amiga Zelena.

 

                                                                                                              °

                - Olhe só Regina, uma reunião de amigos, adoro reunião de amigos. – Zelena saiu do lado de Regina sorrindo para Emma de forma carinhosa e indo ao encontro de Jafir, seu sorriso dava a entender que sentia algo de positivo em relação a princesa Sidorana.

                - Olá Emma, Jafir – Regina estava deslumbrante, seu cabelo como sempre impecável, as roupas vermelhas combinavam com seu batom perfeitamente delineado e em suas mãos um cajado que em muito se parecia com o que Emma agora portava, seu olhar se demorou na princesa ela não podia nunca deixar de notar em como ela havia se tornado uma linda mulher.

                - Oh graças a Deus você apareceu, Emma vocês precisam conversar. Se essa tenção durar mais um único dia eu juro que irei explodir e vou fazer isso no seu quarto para você ter bastante trabalho em o limpar. – Jafir como sempre estava desesperado com a situação tensa, nunca lidava muito bem com elas.

                - Mocinho que tal irmos dar uma volta, sabe vamos dar privacidade para as altezas? – Zelena olhava docemente para o rapaz mais uma vez espantada com sua beleza, Zelena sabia e sentia pelo cheiro que ele era em parte humano e pessoalmente não gostava dessa raça, mas sentia bondade no olhar do menino e também em muito ele havia ajudado Regina a se aproximar de Emma. – Venha Jafir, Emma ficará bem, nós prometemos, não é Regina? Conversa pacifica e tudo mais? – Questionou a Elfo.

                -Claro Zel, Emma e eu temos muito o que conversar, pacificamente claro. – Regina disse alternando seu olhar de Zelena para Swan, era sempre um prazer ver a jovem, havia esperado centenas de ciclos para a conhecer, sua postura rígida não conseguia mais esconder a ansiedade em ficar só com a Princesa por um tempo, sua Princesa.

Zelena e Jafir seguiram afora do jardim e o ambiente instantaneamente ficou carregado, Emma ainda não havia emitido nenhum som, seu rosto estava apático, não saberia dizer se estava animada ou apavorada com sua tão esperada conversa.

                - Emma, sente-se, vamos demorar! – Regina moveu seu cajado e raízes de arvores e pedaços de rocha que estavam no chão começaram a tomar forma em sua frente, Emma não pode deixar de ficar admirada, a morena tinha conhecimento daquilo que estava fazendo e o fazia com uma sutileza admirável parecia que nascera para aquilo. Pouco tempo depois haviam se formado duas grandes cadeiras, uma em cada lado do pequeno jardim. Emma sentia o coração pulsar na garganta, mas tentava parecer calma e assim como Regina havia solicitado se sentou.

  - Você é bastante surpreendente bruxa, não se pode negar! – Emma estava inquieta e daria tudo para ter Jafir agora ao seu lado, não sabia quem era a mulher que estava com ele, embora ele parecesse a conhecer. – Gostei do cajado. – Disse apontando com seu próprio. 

                - Oh obrigada, assim como o seu foi feito pelas mãos magicas de Zelena - naquele momento Emma se lembrou do que Jafir havia dito minutos atrás sobre a poderosa Zelena, não poderia ser uma simples coincidência.- Espero que tenha gostado do seu, pertenceu a como você diz, uma “bruxa” muito poderosa, você pode a chamar de mãe se preferir, no fim você e eu somos mais parecidas do que pensa, mestiça!

                Novamente Regina havia tocado no assunto, mais uma vez o fantasma da mãe de Emma havia sido colocado em campo, mas dessa vez ela iria até o fim para descobrir do que realmente ela era feita 

                - Sou toda ouvidos Regina, temos todo o tempo do mundo! – Emma se recostou na cadeira e deu toda sua atenção a mulher que a estava encarando lindamente, Regina estava admirada em como a marca de Emma era extremamente parecida com a de Eraffes, mas as cores e o modo que cintilava, era a primeira vez que via uma como aquela. – Do começo por favor.

 

 

 

                                                                                               JAFIR

 

                - Zelena, você tem quanto de certeza que aquelas duas não vão se matar e melhor ainda, o quanto você acha que Emma não irá me matar? Por que eu sou muito novo, meu povo vive muito e eu não quero ser uma exceção.

               Zelena andava cantarolando pela planície de Ofir, apreciando a vista que há muito tempo não podia observar de perto, se lembrava de quando era jovem em ciclos e corria por aqueles campos com Regina e Mary, e de como conheceram Eraffes no mesmo. Eram memorias que ela há muito não visitava, mas não conseguia ter a tão esperada serenidade com aquele falante Semi Elfo atrás dela.

                - Jafir tenha a bondade de se recompor, pela Deusa parece um humano medroso, onde está sua coragem garoto? Você tem metade do sangue do meu povo, tenha a bondade! – Disse se virando nos calcanhares para fixar o olhar no belo jovem.

                -Me desculpe, minha senhora, eu me preocupo com Emma, essa situação toda, as coisas pelas quais teremos de lutar a partir do momento que ela sair daquelas ruinas, a minha amiga não será a mesma após esse encontro com Regina. – O olhar de Jafir carregava tanta bondade que Zelena nem mesmo conseguia se lembrar da magoa que carregava com os humanos, aquele mestiço era a prova de que as coisas poderiam voltar a ser como antes em Sidoran e se dependesse da vontade deles seria. 

                - Está tudo bem garoto, Emma ficara bem. Ela é a herdeira dos Auros e dos Elfos, a única pessoa que pode a destruir é ela mesma e para que isso não aconteça temos Regina. Tudo ficará bem ok? Tenha fé, vamos precisar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...