História A noite - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Mistério, Romance
Visualizações 13
Palavras 481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E esse gostoso na capa é o Conred.

Capítulo 5 - Capítulo cinco


Fanfic / Fanfiction A noite - Capítulo 5 - Capítulo cinco

-CONRED ON-

Cheguei Sarinha, todos ouviram você gemer ontem, e todos estão te querendo agora, isso vai ser um problema. - Olho pra ela sorrindo com deboche e malícia.

Que bom que escutaram. - me levanto e chego no ouvido de Conred e dou um pequeno gemido, fazendo ele se arrepiar.

Você e os rapazes também vão na festa de hoje à noite? - Pergunto para ele.

Sim, o chefe mandou ficar de olho em você esta noite e é com muito prazer que concedo está ordem.

Agora sai que preciso me arrumar para a festa. -digo mandando um beijo no ar para ele.

Ele sai do quarto rindo.

-Conred off-

 

-SARA ON-

Eu escolhi um vestido vermelho  com um belo decote e que mostra as minhas pernas, acho que este está perfeito. - passo um batom vermelho, e coloco um salto.

Saio do quarto e vejo Teo me encarando lá da sala, ele vem até mim e me oferece a mão para me ajudar a descer, ao chegarmos a sala ele beija minha mão e diz que estou linda.

-Pensamento da Sara: que homem mais bonito, socorro Deus-

Obrigada Teo, onde está Kaleo? -digo olhando em volta.

Ele está bem atrás de você. -Kaleo diz rindo colocando a mão sobre meus olhos.

Eu dou uma risada forçada, e acompanho Kaleo até o carro.

Uau, uma limosine. -ele abre a porta para mim entrar, e em seguida entra também.

-10 minutos depois.

Chegamos Sara, ele sai primeiro do carro e em seguida, ele me dá sua mão para me ajudar a sair. -Sorrio para ele.

Ao entrarmos na festa, todos nos olharam, alguns me comendo com os olhos, e as mulheres com ciúmes ou algo do tipo, para provocar beijei Kaleo na frente deles e o mesmo retribuiu o beijo.

Os guardas chegaram em outro carro e ficaram andando atrás de mim.

Sento em uma mesa enquanto Kaleo fala com seus amigos sobre outras coisas em outro lugar.

Neste momento aparece um homem de cabelos loiros e olhos azuis em minha frente, me chamando para dançar, eu aceitei claro ele era lindo demais.

Oi, sou o Pierro Montraliel, quando ele diz isso, eu gelo.  

- Pensamentos de Sara: Pierro não é aquele assassino de aluguel francês?-

Oh, sou a Sara. -Digo acompanhando ele até a pista de dança.

Eu olho pro Conred com cara de pânico e ele nota, mas quando ele vem a minha direção, Pierro me dá uma facada na barriga e sussurra, ele está te observando madame, eu caio no chão e coloco a mão no ferimento tentando  tampar o sangue, mas acabo sujando minhas mãos.

Kaleo vem correndo em minha direção chamando um médico, gritando.

Estou aqui, meu amor- disse ele pra mim.

Teo e Conred não eram médicos mas tentaram me ajudar, eles costuraram minha pele em quanto eu estava acordada. Depois disso eu apaguei completamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...