1. Spirit Fanfics >
  2. A Noite Estrelada - (TobiDei) >
  3. I - O Homem De Olhos Azuis

História A Noite Estrelada - (TobiDei) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oii . Tudo bem?
Tá ai mais um cap. Espero que gostem<33
Me desculpe os erros e boa leitura!

Capítulo 2 - I - O Homem De Olhos Azuis


Fanfic / Fanfiction A Noite Estrelada - (TobiDei) - Capítulo 2 - I - O Homem De Olhos Azuis

- Por que será que eu aceitei um emprego no hospício? - Sussurra Obito ao olhar pra a entrada do lugar. A duas semanas atras ele não fazia ideia de que sua vida poderia tomar tal proporção, na verdade, quem imaginaria que iria literalmente trabalhar em lugar como esse? Com certeza isso não é o que Obito planejava para seu futuro na medicina.

Agora ele esta parado na frente do portão de ferro retorcido enfeitado com trepadeiras floridas, o que deixa o lugar mais ameno. Esta usando uma calça social de linho em tom claro, uma blusa de botoes em um marrom escuro e levando uma mala não muito grande, que foi o suficiente para guardar todos os seus pertences. 

Ao entrar pelo portão, se surpreendendo com a beleza do lugar, se depara com um jardim de flores das mais variadas cores, esculturas de pedras e um caminho feito de granito, que o leva para um casarão grande com uma linda fachado do que parece ser um mármore claro. Ao longo do caminho, ele consegue sentir o perfume incrivel que todas as flores proporciona e sua visão lhe transporta para o que ele julgou ser uma pintura feita por mãos não humanas, mas mesmo assim não quer julgar o lugar pela bela aparencia, pelo fato de que não faz ideia do que vai achar atras das grandes portas de carvalho escuro a sua frente. 

Ao abrir as grandes e pesadas portas, ele se depara com um lugar não tão lindo como o que tinha visto do lado de fora. Na realidade era bem simples, mas com um aspecto triste e talvez um pouco sujo. Ele lha na direção de uma mesa em que se encontra uma mulher bonita, de olhos verdes e curtos cabelos cor-de-rosa, usando uma saia branca ate o joelho e uma blusa de botoes. 

- Oi. Posso ajudar? - Ele fala com um sorriso. - Você veio visitar alguém? 

- Na verdade não. - Ele vai ate a mesa apoia sua mão sobre ela. - Meu nome é Obito Uchiha, e eu vim pelo emprego.- O olhar da mulher mudou para um que ele descreve com um tanto assustador e serio, mas logo ela solta um sorriso que sem duvida nenhuma é extremamente falso, deixando Obito muito curioso. 

- Eu entendo. Muitas pessoas tem um grande receio de trabalhar aqui, mas pode ter certeza que não somos como os muitos outros que voce ouviu falar. - A mulher se levanta e entra por uma porta de ferro pintada de azul claro com os escritos "Apenas funcionários". - Me siga. Nós somos completamente cuidadosos e temos os melhores tratamentos.

A mulher continuou falando sobre as regras e outras coisa que Obito já tinha lido no contrato, então nem prestou muita atenção nas explicações, e mostrou-lhe a ala leste, que seria onde iria trabalhar, onde ficam os casos mais leves de todos. Mostrou-lhe também o lugar de descanso dos funcionários, a cozinha e o lugar onde iria dormir. O ultimo lugar que falta é o jardim dos fundos, onde os pacientes podem andar e ficar. 

O jardim é imenso, quase como um campo, onde possui tantas flores quando na entrada. Pode se ver arvores altas, arbustos e bancos de pedra que circulam uma fonte que não esta funcionando. O lugar é realmente belo, mas não foi nada disso que realmente chamou-lhe a atenção, e sim um homem, sentado em um dos bancos de pedra. O ser com aparência angelical possui longos cabelos loiros, que estão presos em um rabo frouxo, olhos azuis que brilham com o reflexo sol, e esta segurando um caderno velho com rabiscos que Obito não conseguia identificar de longe. O homem olha por um segundo na direção do moreno e solta um sorriso, o que fez o coração do maior bater um pouco mais forte.

- Quem é aquele? - Pergunta o moreno se virando para a mulher.

- O nome dele é Deidara, ele é um dos pacientes, acaba que nunca fica muito tempo. Mas ele sempre volta. - Obito afirma com a cabeça para mostrar que entendeu e olha mais uma vez para o loiro, que continua a rabiscar o papel com um lapis de carvão. 


Notas Finais


Me fala ai oq vcs tao achando
Obrigado por lerem e ate a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...