História A Noite Me Chama - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Tags Drama, Kanato Sakamaki, Nem Um Pouco Inofensiva, Obsessão, Terror
Visualizações 41
Palavras 558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Pequenos perigos


"Você diz que ama a chuva, mas você abre seu guarda-chuva quando chove. Você diz que ama o sol, mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha. Você diz que ama o vento, mas você fecha as janelas quando o vento sopra. É por isso que eu tenho medo. Você também diz que me ama."

"William Shakespeare"

Teresa continuava com seu jeito silencioso e parecia que nada a motivasse a reagir.

Não havia escapatória ou ao menos assim ela pensava.

Aos poucos os castigos foram diminuindo até parar de vez, embora os danos fossem visíveis.

Sua lucidez estava em colapso a cada vez maior. Ela começava a agir cada vez mais como uma boneca e a ficar imóvel por longos períodos.

Simplesmente se sentava e não saía da posição, e seus olhos não se focavam em nada.

Ninguém sabia o que fazer para que se recuperasse.

E ela não dizia nenhuma palavra a qual um deles por vários dias.

Kanato era alvo de olhares mas como sempre, os ignorava.

Não é como se pudessem mudar a cabeça dele.

Então tentavam levar a vida ao mais próximo do normal possível.

Em um dos dias Kanato resolveu presentear a obediência de Teresa com um passeio na cidade.

Tudo ia bem para os dois até que foram cercados por quatro homens com canos e facas perto de um beco escuro.

-Você é irmão do Subaru Sakamaki?

-Sim eu sou, por que?

-Aquele desgraçado nos humilhou e vamos devolver o favor, já que não conseguimos achá-lo você serve.

-Ouviu isso Teresa? Esses idiotas! Acham mesmo que isso é uma ideia! Eu vou rir!

-Rir do que palhaço? Quer se fazer de macho pra namoradinha playboyzinho de merda? Seria uma pena rasgar sua cara de criança na frente dela.

-Pareço tão fraco assim Teresa-chan?

-Sua aparência pode enganar muita gente Kanato-kun, isso é de uma vantagem imensa em uma luta.

-Foi sincera mas conseguiu contornar a questão, você é das bem espertas Teresa.

-Vocês estão me ouvindo.

-Com licença Teresa, vou resolver o problema com esses vermes e continuar o nosso passeio tudo bem?

-Seja rápido.

-Tá se achando mesmo hein coisa miúda!

-Ela me pediu para ser rápido, não indolor.

Para surpresa do sujeito seus três colegas de gangue foram atirados ao chão já feridos em poucos segundos.

Todos sangravam sem parar com algum pedaço do corpo faltando ou apenas saindo sangue pela boca.

-Agora é você.- disse o Kanato o empurrando no chão e já arrancando um dos seus braços.

Ele gritou de dor e disse vários palavrões.

-Foda-se você e a sua piranha!

-Você me chamou do que?

-Te chamei de piranha sua quenga!

Teresa pegou uma das facas que estava caída no chão e enfiou na barriga dele, a forçando a atravessar até a garganta.

-É assim o primeiro passo não é Kanato?

-Exatamente aí, você aprendeu bem. Mas o cheiro está horroroso.

Eles arrastaram o corpo e chamaram outro carro para ir até a mansão.

Lá o levaram para o porão e lavaram, colocando panos no lugar das víceras e costurando de volta, finalizando com o nitrogênio.

-Está pronto Teresa! Sua primeira boneca! Olhe como ficou perfeita!

-Está ótimo não é? Até que esse sujeitinho repulsivo ficou mais bonito.

Teresa começou uma gargalhada bem bizarra e Kanato logo a acompanhou.

Riram por um bom tempo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...