História A noiva de Jason The ToyMaker - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypasta, Romance, Sobrenatural, Terror
Visualizações 88
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Oyasumii guys ( "Oyasumi" é boa noite em japonês, Okay? Rsrs... ) turuh bom com vcs? Espero q sim.

Capítulo X para vcs, mores. Espero q gostem, bjs 😘 tenham uma boa leitura ❤.

Capítulo 10 - Capítulo X


Jéssica:

Todas as noites, Jason aparecia na minha casa. Sempre no mesmo horário que eu saía, já virou rotina pra mim... Cada noite que ele aparência mais meu amor por ele aumentava. Eu luto contra esse sentimento todos os dias antes dele aparecer mais é tão difícil, não sei mais o que fazer.


           Ontem a noite, ele não apareceu. E quando cheguei em casa ( por voltá de 03H da madrugada ) deitei na cama e dormir, acabei sonhando com ele, o sonho foi tão bom... No sonho, ele e eu éramos felizes e nós amávamos muito mais acordei quando a traição venho átona. Acordei de uma vez, suando frio e com a respiração forte, comecei a chorar.


        Saio de meus pensamentos e continuo lendo um livro qualquer, esperando dar meu horário. Quando deu 21H, comecei a me arrumar assim que terminei, esperei Jason aparecer... Se passaram 20 minutos e nada dele aparecer, me pergunto: "O que aconteceu?" mais isso não importa. Eu preciso ir, não quero perder minhas diversões.


          Jéssica off/Jason on


            - ! São 21 horas... - Falou, olhando para o relógio enquanto estou deitado. Era pra eu ir ver a Jéssica mais esses encontros não estão me fazendo bem ainda mais que ela me trocou por garota inútil! E ela está gritando na minha sala tortura... Tão bom rsrs... Não tenho forças, não tenho ânimo, não tenho nada. Toda a vez que saio da casa dela e volto pra minha, eu percebo o quanto eu estou sozinho... Sem ela não sou nada.


        Ela tinha razão essa tempo todo, eu não passo de um nada. Mais... É bem melhor, eu ficar sozinho do que com uma ser nojenta e traidora como ela com aquele corpo sujo mais... Tão perfeito... Sua boca nojenta mais... Tão quente... - ...Por mais que eu esteja bravo com você, você é o pensamento que mais me deixa excitado... - Digo em um tom baixo, pego uma camisinha, coloco e começo a me masturbar. 

Comecei com estocadas lentas e depois aumentei a velocidade, meu pensamento está concentrado em Jéssica. Gemi baixo ( para meus bonecos não ouvirem ) mais loucamente, depois de 30 minutos soltei o ápice... Foi um alívio, um alivio muito prazeroso... Tirei a camisinha, fiquei deitado por 5 minutos e resolvi me levantar e ir tomar banho.

 Jason off/Jéssica on

Cheguei em casa e era 05H da madrugada, por mais que eu estivesse cansada... Eu necessito de um banho, estou com sangue fresco por tudo o meu vestido. Pego minha toalha, minhas roupas íntimas e a roupa de dormir, vou para o banheiro.

Quebra de tempo...

Saio do banheiro e caio na cama, durmo direto sem ver mais nada. Quando acordei era 10H da manhã, me levantei, escovei os dentes e fui tomar café. Fiz algumas coisas q tinha fazer depois troquei de roupa, não sei o que me deu mais... Vou visitar o Jason, passo uma maquiagem média e um brilho.

Antes de sair pego uma arma, por precaução. E abri uma porta ao meu lado e saio de casa, abro a porta na frente da casa de Jason... A casa está totalmente arruinada... Ouço um grito vindo de dentro casa, entro na casa correndo, seguindo o grito que não parava. Paro na frente da porta do quarto de Jason, entro e na sala de tortura, gritos eu ouço de novo, observo secretamente.

A criança que eu meio que "cuidava" está presa na mesa, ela grita sem parava, lutando para se soltar mais é tudo em vão. Jason pega uma tesoura e corta a língua da pequena fora, ele pega uma faca e faz pequenos arranhões nela e depois tira pequenas peles dos braços e pernas da garotinha. Seus olhos cheios de lágrimas, implorando para ele parar, implorando para ir embora.

- Ninguém mexe com o que é meu... - Ele diz, pegando um martelo. - Mais não se preocupe, logo logo a dor iria passar. - Ele continua dizendo, enquanto quebra os braços da garotinha. Ela tenta gritar mais não consegui. - Jason, para. - Digo, saindo de trás da parede. Jason me olha, seu olho esquerdo fica amarelo e outro continua verde, a garotinha estende a mão, me pedindo ajuda. -Você... - Jason diz, se aproximando de mim. Ele tenta tocar em meu rosto, mais eu o ignoro e vou soltar a garota.

Jéssica off/Jason on

Ontem a noite não fui vê-la por isso, anti-ontem eu segui ela. E a vi com essa praga!... O jeito que ela estava dando atenção pra essa inútil... O jeito que ela a trava... Me dava um ÓDIO muito grande, eu queria matar essa garota naquele mesmo momento, na frente de Jéssica... Pra ela entender que a atenção dela, é só minha, minha! De mais ninguém mais infelizmente, não fiz isso. Eu esperei até ontem para seqüestra-la, trazê-la até aqui, torturá-la e matá-la com uma morte lenta, o mais lenta possível.

Estava torturando essa humana imunda, até Jéssica aparecer. Fiquei sem reação, mais logo voltei para a realidade... Tento tocar o rosto de Jéssica mais ela me ignorá e vai soltar a garota.

- É assim?... - Questino, virando minha cabeça para vê-la, Jéssica me olha sem entender. - Você me ignora e vai salvar essa vadia? - Continuo questionado, me aproximando da garota. Jéssica fica sem reação, sem nenhuma resposta. - Deixe-me acabar com o sofrimento dela, a morte será rápida... Eu acho rsrs...- Termino de falar, enquanto passo a mão na testa da garota e olhando psicopatamente pra ela.

Jéssica termina de soltar a garota, ela se levanta e fica ao lado de Jéssica. - Vai se fuder, Jason. - Ela diz, com um olhar e tom de desgosto. Elas saiem da sala, eu fico puto e vou atrás delas, pego o braço de Jéssica... A garota saí correndo mais Jéssica já tinha aberto uma porta para irem embora, a garota entra na porta mais...  Já estou com o que eu queria. 

- Me solta! ME SOLTA! - Jéssica grita, tentando se soltar. Ela se debate sem parar mais é tudo em vão, ela para de se debater... Uma parte de sua franja está em seu rosto, tento tirar mais ela não deixa. Eu fico olhando para ela por leves segundos... - O que foi?! Perdeu alguma coisa? - Ela pergunta, fria misturada com raiva. - Tão lindah... Tão perfeita... Me arrependo tanto... - Respondo, fascinado por ela. - Se arrepende do que?!  - Ela pergunta ainda fria. - De ter te perdido. - Respondo, e ela fica sem reação. 

Sem pensar duas vezes, eu a beijo... Seus lábios... Como sentir falta disso... Mais esse beijo não durou muito, Jéssica se solta, me dá um tapa e tenta sair. Eu não deixo, puxo ela pelo braço e a beijo, ela se debate para eu a soltar mais não consegui e acaba se rendendo, ahh sua língua tão quente... Mais quente do qualquer coisa...



Notas Finais


Eeiittaaa!!! Pelo jeito, no próximo capítulo vai pegar fogo! 😂 🔥
Guys, quando essa fic terminar irei fazer uma Offenderman aqui e uma de algumas creepypastas, e do The Walking Dead na Wattped. Enton quem tem o Wattped vai lá votar na minha história ( mais calma, quando eu postar, aviso por aqui ) e quem nop tem, eu recomendo baixar.

Bjs, tenham uma oyasumi. 😙❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...