1. Spirit Fanfics >
  2. A Noiva De Kara Zor-El >
  3. Quebra...

História A Noiva De Kara Zor-El - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura...

Capítulo 6 - Quebra...


Quebra...

 

Após essa conversa Kara estava sentindo-se um pouco mais, leve. Parecia que Tália tinha tirado todo peso do mundo dela. Ela e Tália começaram a passar mais, tempo juntas.

Alex percebeu que sua irmã, finalmente voltou a sorrir. Tudo parecia que iria voltar ao normal. Samantha conseguiu um pouco mais, de tempo em NationalCity. Assim ela, poderia conhecer um pouco sobre sua nova vida em Argo. Afinal ela não poderia nega a sua filha, sua linhagem.

No apartamento de Lena, Samantha estava terminando de pôr a mesa. Lena acabava de sair do banho, os duas começam a jantar.

_ Então o que achou de tudo, que a Alura te contou?! – pergunta Lena, Samantha toma um gole de seu vinho.

_ Um pouco confusa, mas, saber que não sou somente um experiência genética, me deixou feliz e aliviada. Agora Ruby, está eufórica. Tanto que hoje me pediu para passar a noite no apartamento de Kara. – completa Samantha.

_ Você não acha meio arriscado deixar ela, com Kara afinal...

_ Lena! Não!! – disse Samantha, levantando sua mão, depois elas respira fundo: _ Eu sei que para você Kara cometeu um erro enorme mentindo sobre sua identidade. Mas, ela nunca eu repito. NUNCA faria mal, para Ruby você sabe disso. – responde Samantha.

Lena olha surpresa para sua amiga, depois toma um gole de vinho. Com a frieza de uma Luthor, ela:

_ Pode até ser, mas, eu não confiaria alguém que amo perto dela ou de qualquer kripitoniano. Eles são muitos calculista, veja Kara por exemplo me usou sempre que pode. – termina de responder Lena, foi a vez de Samantha olhar para ela, surpresa. A mesma balança a cabeça negativamente, e:

_ Quando eu conheci você, eu ouvi boatos sobre os Luthors não serem de confiança. Para se azar foi acusada de envenenar agua dos hospital lembra. Estava pronta para pedir demissão, mas, Kara não deixou e ainda me convenceu que você era inocente. E comprovou isso, ela sempre te defendeu Lena. – Samantha faz uma pausa, depois: _ Ela errou, e tenho certeza que pediu perdão por esse, mas, você não a perdoo pelo jeito. Cuidado quando você perceber, será tarde demais. Ela pode se cansar de esperar ou alguém pode mostrar a ela, que pode ser feliz e amada. – completa Samantha.

_ Não seja tola, Samantha! Eu não posso me interessar por Kara Danvers ou Zor-El, seja qual for seu nome. Ela mentiu para mim, me enganou por anos, usou meus conhecimentos. Se dependesse de mim, eu nunca falaria com ela novamente, mas, depois que finalmente conseguimos deter Lex completamente, tenho uma responsabilidade com essa nova Terra. Somente por essa razão, ainda estou lidada ao DOE. Eu já deixei bem claro para ela, que não quero nenhum tipo de contato ou relacionamento com ela. – completa Lena.

_ Eu não digo mais, nada. Depois não venha chorar no meu ombro. – responde Samantha o resto do jantar foi em silencio.

Durante a semana nada de especial aconteceu, fora alguns crimes e perturbações. Kara trabalhava numa matéria sobre os novos heróis que estavam surgindo. Ela estava terminando de escrever a matéria quando Nia se aproxima, e:

_ Ei Kara, estou indo almoçar você não quer vir?! – pergunta Nia. Kara olha sorrindo para ela, depois:

_ Obrigada, mas, vou almoçar com a Tália! Ela quer conhecer as comidas da Terra, antes de ir embora! – responde Kara, Nia sorri:

_ Você e Tália, hein! – Kara sorri, para amiga. Mas, então:

_ Somos só amigas, eu sei dos sentimentos dela por mim. Mas, ela prometeu te paciência comigo. Eu... – antes dela terminar a frase, Andrea se aproxima da mesa:

_ Danvers! Pare tudo o que você está fazendo preciso, que você cubra uma matéria para mim. – diz sua chefe.

_ Ok! E sobre o que, essa nova matéria!? – pergunta Kara, Andrea abre um sorriso:

_ Lena Luthor! Pelo visto ela está em um novo relacionamento, como vocês duas são amigas, tenho certeza que ela irá falar com você sobre isso! – completa Andrea.

_ Eu... Você também e amiga dela, porque não faz a matéria! – diz Kara, rapidamente. Mas, se arrepende no momento que Andrea se vira, seu olhar era frio.

_ Que eu me lembre, ainda sou dona dessa revista! Eu não sei como Lena ou James, dirigia tudo isso. Mas, quando mando uma funcionaria minha fazer algo, não quero ouvir esse tipo de resposta. Ou você pode pensar em mudar de profissão pois, tenho certeza que repórter você nunca mais, será! – responde Andrea.

Kara não tinha como reagir, ela somente teve que acenar com a cabeça, ela não podia dar o luxo de perder o emprego. Ser Supergirl não, lhe pagava o aluguel e principalmente sua alimentação.

Sem outra opção, Kara teve que ir a L-corpo para saber sobre esse suposto namoro de Lena. Quando chega teve que esperar para poder subir, sua entrada não era mais liberada como antigamente. Ela esperou por algumas horas, quando foi nesse momento que ela percebe que Lena estava saindo.

_ Lena! – diz Kara, se aproximando dela. Ao ver a repórter a morena revira os olhos, a loira percebe. Então: _ Eu queria fazer uma matéria com você! Será que podemos conversar?! – pergunta Kara.

_ Infelizmente não será possível, senhorita Danvers! Tente marcar uma hora, assim poderemos conversar! – responde Lena. Ela começa a caminhar para fora, sem pensar muito Kara segura seu braço, e:

_ Lena!  O que isso, eu sei que você está com raiva de mim, mas, por favor! Não leve isso para o pessoal, eu somente preciso fazer algumas perguntas sobre esses boatos de seu possível namoro.... – antes que Kara pudesse terminar a frase, um estalo acontece no hall da L-Corp. Lena tinha lhe dado um tapa, Kara no momento não sentiu nada, mas, depois sentiu sua pele queimando. Ela percebe o sangue escorrendo de seu rosto, e na mão de Lena um anel com uma pedra verde.

_ Como ousa, vir aqui falar sobre minha vida particular! Quem você pensa que é!? – Lena para de falar, ela olha para os seguranças que entendem o que ela queria, dois deles se aproxima de Kara a loira então:

_ Não faça isso, eles somente vão se machucar você sabe disso! – completa Kara, Lena levanta sua sobrancelha esquerda, e:

_ Acho que não! – responde Lena, quando os dois homens se aproximam Kara, começa a sentir-se um pouco tonta. Lena sorri e fala bem baixo, para que somente ela ouça: _ Eles não sabem, mas, nos bastões dele a pequenos traços de Kripitonita que eu mesma projetei. Divirta-se! A senhorita Danvers não e bem vinda na empresa. Por favor, levem ela para fora, mas, façam isso pela porta dos fundos. Não queremos manchetes ruins! – completa Lena, antes que Kara pudesse dizer algo, os seguranças a seguram forte, ela tenta se soltar, mas, não consegue um dos homens torce seu braços para traz. Ela e levada para fora, mas, antes de a jogar para fora, um deles atinge seu estomago com um dos bastões, e:

_ Último aviso, não volte mais! – ela e jogada contra uma parede de traz do prédio, Kara geme de dor. Ela tenta se levantar, mas, ainda estava sobre o efeito da Kripitonita, sem outra opção ela, pega o celular e liga para Alex. Alguns segundos depois Tália surge a sua frente, sem dizer nada ela pega Kara no colo, e a leva para o DOE.

Lena estava no seu carro olhando as imagens pelo seu tablete, ao ver Kara ser jogada para fora, ela sente uma tristeza, mas, ela não iria se deixar enganar pela heroína novamente. Mas, quando Tália surge e pega Kara no colo, uma raiva enorme surge ela joga o eletrônico no chão do carro. 


Notas Finais


até amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...