História A Noiva Diferente - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Chapeleiro Maluco, Dormidonga (Mallymkun), Gato de Cheshire (Gato Risonho), Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Rainha Vermelha, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Visualizações 47
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Bad Memories


 

No capítulo anterior...

 

-Vai fazer o quê? Me vestir com uma fantasia de coelhinho da páscoa rosa?- Não sei o porquê mas, algo me dizia que eu estava, claramente, brincando com o "perigo"- Se seu objetivo é me fazer medo ou algo assim, Não irá conseguir, meu anjo!

- Não duvide do que posso fazer!

-Se tem tanta certeza assim, me mostre o quê podes fazer!

-Você não quer que eu faça isso, você não sabe do que sou capaz.

-O que quer que seja, faça logo, e aí sim, teremos certeza! - Eu termino a frase e ele me pega no colo, com minha cabeça pra baixo e meus pés pra cima.

-Essa é sua escolha!- Ele me levava até um lugar, que não conseguia identificar o caminho por causa da minha posição, mas é interrompido por Ayato.

-O que acha que esta fazendo com ela? Você não disse a ele que és somente minha?- Ayato indaga, furioso.

-Irei dar uma lição de comportamento nela.

-Solte ela agora!

-Soltarei depois de terminar o castigo.

-Eu disse... AGORA! - Ayato pula em cima e Reiji, o que faz com que eu caísse no chão

   Saí dali e fui para a sala, porque mais uma encrenca na minha vida já é demais. Eu me deito no sofá e faço uma retrospectiva da minha vida. Lembrei de quando era uma criançinha. O quanto eu era alegre e sorridente. Lembrei de quando eu me divertia com coisas pequenas. Apesar de ter pouco, eu sempre tive muito. Eu tive o melhor pai do mundo. Os melhores amigos que alguém poderia ter e uma ótima vida. Mas, quando eu era criança, nem tudo era maravilhoso.

    Meus pais haviam se separado, após meu pai saber que foi chifrado, e eu havia ficado com meu pai e minha mãe com meus dois irmãos, uma menina e um menino, e a menina estava em sua barriga. Essa foi uma época triste, apesar de não ser muito apegada a minha mãe. Ela me tratava diferente de meu irmão, que era mais velho. Ela o dava mais carinho, atenção e amor. E a mim? A única coisa que ela me dava era a casa, o alimento e esse tipo de coisa. Meus pais já brigaram muito por mim. Eu sentia que deveria me matar para tudo isso acabar, e, apartes desses dias aquela menina doce, alegre e sorridente virou uma menina triste, solitária e grossa. Eu sentia que não deveria ter nascido. Mas meu pai fez de tudo para consegui me alegrar e, infelizmente, não consegui mudar.

    Mas também, eu não ficava triste toda hora, havia momentos em que e ficava feliz, mas eram poucos. Um dia, meus pais decidiram se separar, pois não aguentavam mais brigar e ver seus dois filhos tristes. Eu e meu irmão ficamos muitos tristes ao ouvi-los. Fizemos de tudo para nós não nos separarmos, mas não deu. Eu tive que morar junto com meu pai, que não era algo que eu não iria gostar, e meu irmão continuar junto com a minha mãe. O tempo foi passando e cada dia eu ficava mais triste, até que cai na depressão. Comecei a me cortar em lugares em que ninguém desconfiaria. Sempre em que eu chorava e me lembrava desse dia, eu me cortava para aliviar minha dor. Até que um dia, os cortes não adiantavam mais. Eles só me faziam sentir mais dor. Então, a partir desse dia, parei de me cortar.

   Meu pai sempre foi um excelente policial, e, ele tinha uma coleção de armas. Então, eu passei a colecionar facas. De diversos tamanhos e utilidades. Eu não fazia algo de ruim com elas, mas, se precisasse, eu faria.

   Mas, a traição não foi o único motivo para meus pais brigarem tanto. Havia outro motivo. Um homem. Ex-namorado da minha mãe. Ele não havia aceitado o termino e ficou a perseguir minha mãe por todos os lados. Às vezes ele mandava cartas e fotos de quando eles ainda namoravam. Minha mãe parecia tranquila com aquilo. E se eu dissesse que a traição tem haver com ele? Sim, ela o traiu com seu ex-namorado. Eu não a chamo de bruxa porque não fez coisas piores. Mas, eu chamaria ela de bruxa sem problema, se estivéssemos falando desse assunto.

-Verônnycca? - Eu me assusto.

-Ah, sim?

-Podes me seguir? Gostaria de lhe mostrar algo importante. - Dizia Kanato.

-Hm. Mas, do que se trata essa coisa "importante"?

-Gostaria de lhe mostrar uma coleção que eu tenho.

-Se for isso, tudo bem. Irei te seguir.

   Kanato ia caminhando até um local desconhecido e, como estava seguindo-o, eu entro junto com ele. No caminho, ele ia conversando com seu urso de pelúcia.

-Verônnycca, o que você acha desses vestidos que eu fiz? -Ele abre uma porta para um cômodo onde havia vários manequins com vestidos de noivas.

-E se eu lhe disser que não gosto desse tipo de vestido? Mas, são muito bonitos.

-Bem, gostando ou não, um dia você irá vestir um deles.

-Você acha mesmo que vou me vestir... - Caminho até um dos vestidos. - Assim? Se acha... Não vou nem dizer nada, apenas irá embora!

-Não vá! - Ele segura meu braço

-Me solte, afinal, não tenho o que fazer aqui. E o que eu tinha para fazer, já fez!

-Não fez tudo não! Falta algo... Me servi!


Notas Finais


Cara, finalmente! Finalmente a fanfic está de volta! Criei até ranço da pessoa que pegou meu notebook...



(The Laito will marry me)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...