História A noiva do kazekage - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Kankuro, Matsuri, Temari
Tags Ação, Casamento, Gaara, Romance
Visualizações 112
Palavras 1.628
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E chegamos ao final... :(
Estou lançando um desafio para todos que leram até aqui e gostaram, para quem não gostou também kkk
Vocês podem escolher o personagem principal de minha proxíma fic de animes. Vou deixar as regras nas notas finais ;)

Capítulo 12 - Final


Fanfic / Fanfiction A noiva do kazekage - Capítulo 12 - Final

- Puxa você tem tanta sorte!

Cantarolou Amy. Enquanto Mina cuidadosamente penteava meus cabelos.

- Sim. Dessa vez eu concordo com você...

- Ane-chan, está apaixonada, Ane-chan, está apaixonada!

Ela começou a falar como uma criancinha irritante.

-Uma princesa deve ser discreta e essa festa toda que você está fazendo, Amy, não tem nada de discreta!

Eu disse na esperança de que era parasse.

- Mas, é verdade mesmo! Olha só para a senhorita! Toda sorridente!

Disse Mina.

- E sabe o que eu estou com vontade de fazer agora?

Perguntei.

- O que, senhorita?

- Esganar vocês duas que estão me atrasando!

Nos três caímos na risada.

- Tem razão, tem razão! Teremos o casamento hoje!

Alegrou se Mina.

- A festa de casamento mais bonita do mundo! Por enquanto...

Falou Amy.

- Por enquanto?

Perguntei.

- Sim. Daqui a alguns anos será o meu...

Sorrimos, eu abracei minha irmãzinha e depois Mina, que mais do que uma criada era uma amiga querida para mim.

Depois de pronta, eu me olhei no espelho conferindo. Ao invés do Shiromuku tradicionalmente branco, eu escolhi um kimono mais alegre, rosa com estampa floral,  wataboshi com detalhes em rosa.

Minutos depois...

A cerimonia foi ao ar livre, Gaara estava no altar usando o tradicional hakama preto. Apesar de Suna ser um deserto, hoje haviam flores por todos os lados enfeitando o ambiente. A cerimonia foi linda e finalmente ocorreu sem interrupções!

Matsuri on:

         Achei que o dia do casamento de Gaara-sama seria o dia mais cinza da minha vida, eu até tentei atrapalhar, mas não obtive êxito, hoje por incrível que pareça eu não estou triste, embora ainda esteja desapontada com os conselheiros por terem trazido uma noiva do fim do mundo enquanto eu estou aqui tão perto!

         Ultimamente eu tenho passado algum tempo com Kankuro-sama, que é uma boa companhia, resolvi admitir minha derrota (apesar de continuar odiando a princesinha chata), Kankuro e eu ficamos muito próximos depois de termos ficado presos em uma caverna durante uma tempestade de areia enquanto realizávamos uma missão, quem sabe essa relação tenha futuro, né? Pelo menos eu faria parte da família do kazekage.

         Quando Kankuro me convidou para acompanha-lo na festa de casamento eu soube que meu plano estava realmente dando certo! Suna inteira veio prestigiar o casamento da princesa irritante, quem não conseguiu um lugar no jardim, ficou do lado de fora, bobos eu é que não ia ficar queimando lá fora só para ver a princesinha acenando, só vim porque sou uma convidada de honra!

         Depois do sim Kankuro me arrastou para dar os parabéns aos noivos, é com muita indignação que eu digo que a princesinha estava ainda mais bonita. Nós nos juntamos a Temari, Shikamaru e ao pestinha deles.

- Parabéns, cunhada! Bem vinda à família!

Disse Temari sorridente.

Eu nunca tinha visto a Temari tão sorridente, ela sempre foi fria comigo.

- Bem vinda, irmã.

Disse kankuro abraçando a princesa exageradamente (ele já tinha tomada todas antes mesmo da festa começar), fiquei tentada a dar uma joelhada nele, bem naquele lugar... Gaara também não gostou muito do atrevimento do irmão, a chatinha apenas corou.

- Felicidades aos noivos!

Disse Shikamaru.

- Ganhei uma tia! Eu sempre quis uma tia! Tio Kankuro pode tratar de me arrumar uma outra tia também!

Eu ajeitei meu cabelo.

- Uma tia mais amigável do que essa dai...

Ele apontou para mim. Eu sorri, mas, por dentro queria esgana-lo.

- Para que tantas tias, filho?

Perguntou Temari.

- Porque eu tô achando que o tio Kankuro tá ficando velho...

Kankuro olhou furioso para o pestinha que saiu correndo em disparada com Kankuro atrás.

- Se você machucar meu bebê está morto! Ouviu?

Gritou Temari, o marido dela apenas suspirou.

- Obrigada! A todos vocês, principalmente a você Temari...

Disse a chatinha cordialmente.

- O que seria de vocês dois sem mim? Acho que vou construir uma agência de aconselhamento amoroso...

- Menos Temari, bem menos...

 

Disse Gaara. Temari fingiu que não ouviu e continuou se gabando.

- Parabéns, amigo! Acabou sua liberdade...

Cumprimentou Naruto que tinha acabado de chegar acompanhado da esposa, ela por sinal pisou forte no pé dele quando ele completou a frase.

- Ai, Hinata!

- Foi acidente...

Ela disse baixinho.

- Parabéns aos noivos!

Ela falou um pouco mais alto.

- Eu particularmente sou uma excelente esposa, não sou Shikamaru?

Perguntou Temari.

- Bem...

Começou Shikamaru, ela o fuzilou com os olhos.

- A melhor querida, a melhor!

O rei chegou em seguida junto com a pestinha mais nova.

- Bem, eu e Amy já estamos de saída, queríamos apenas lhes dar os parabéns...

A princesa abraçou o pai, que disse algo no ouvido dela, não sei o que era, mas seja lá o que fosse ela concordou.

- Parabéns ane-chan!

- Abrigada maninha.

Ela se abaixou e abraçou a irmã.

Depois que o rei e a princesa Amy se foram Gaara pegou a mão da princesinha e a conduziu ao salão de festa.

Gaara on:

         Depois de vários adiamentos finalmente o grande dia chegou. O dia que eu tanto temi, acabou por se tornar o mais feliz de minha vida. A festa começou às nove da manhã e terminou mais de meia-noite.

- Finalmente a sós...

Eu disse a Naomi quando entramos em NOSSO quarto.

- Sim... Me dá cinco minutos? Eu quero trocar de roupa...

- Para que?

Sorri maliciosamente. Ela corou. Pegou uma sacola vermelha e se dirigiu ao banheiro. Voltou alguns minutos depois, usando um mini kimono vermelho de florezinhas.

- Está linda.

- Você gostou?

- Adorei...

Eu disse puxando a para mim e a beijando...

Seis anos depois...

- Papai, papai você prometeu!

Disse Michi entrando indignado em minha sala. Os olhinhos verdes me encarando, os cabelos louros bagunçados.

- Alguém por acaso te informou que você tem só cinco anos?

Eu disse me levantando de minha cadeira e indo até ele.

- Eu sei disso.

- Não parece...

Eu disse bagunçando ainda mais seus cabelos.

- Você vai? Você prometeu que ia me ajudar nos treinos!

- Acho que você está passando tempo demais com Temari... Isso é maneira de falar com seu pai?

- Desculpe, é que eu quero que você me ajude...

Ele meu olhou suplicante.

- Está bem, vamos, mas não posso ficar com você o dia inteiro...

- Eu sei, só um pouquinho...

- Venha.

Como milagrosamente nenhum conselheiro apareceu para me torrar a paciência perdi a noção do tempo brincando, digo treinando com Michi, ele era habilidoso, verdade, mas se distraia muito fácil, percebi que ele não queria exatamente treinar, apenas minha companhia, o que não era algo que eu fosse negar a ele, uma vez que eu não tive isso em minha infância, faria com que meus filhos tivessem.

Passamos a manhã toda treinando, depois fomos almoçar em casa. Michi entrou correndo e foi se trocar, aproveitando claro que Naomi não viu essa gafe dele...

- Oi amor, Michi estava com você?

Perguntou Naomi, ela estava com nossa filhinha no colo. Dei um beijo rápido em Naomi e peguei Hana no colo.

- Sim. Foi se trocar para o almoço agora.

- Ok.

Hana tentava conversar, mas como ela tinha apenas dois meses, apenas conseguia emitir barulhinhos de bebê.

- Concordo com você, querida, a mamãe fica mais bonita de cabelos soltos...

Falei. Naomi sorriu. Hana puxou meu cabelo.

- Isso mesmo, filha, desconte ele saiu de manhã e nem te deu bom dia!

- Você estava dormindo, princesa. Não seja vingativa!

Dei um beijinho na testa dela. Hana tinha cabelos ruivos lisos, olhos azuis e demostrava que a personalidade dela era muito similar a de Temari (socorro!).

Minutos depois Michi desceu usando roupas limpas e cabelo penteado (só porque sabia que a mãe estava em casa, Naomi é bastante perfeccionista).

- Como foi o Treino?

Ela perguntou se ajoelhando para ficar na altura dele.

- Ótimo, mãe!

Horas depois...

Naomi on:

Estou sentada no sofá ao lado de Gaara observando Michi segurar Hana no colo e brincar com ela, os dois se dão muito bem, pelo menos por enquanto...

- Vão irritar a mãe de vocês um pouco!

Disse Kankuro para Ken, Iori e Emi.

- Cadê os outros?

Perguntou Gaara se referindo aos filhos de Kankuro e Matusuri.

- Por ai...

- Que espécie de pai você é?

Perguntou Temari, que tinha chegado em Suna pela manhã.

- Olha só quem fala!

- Eu sei onde está minha bebê, não é Sayuri?

Disse Temari olhando para a filha que tinha acabado de fazer um ano.

- E Shikadai?

- Treinando...

- Até aposto...

- Cheguei!

Disse Matsuri ao entrar com os outros Três filhos atrás dela.

- Aqui, são seus, já fiz minha parte por hoje, vou tomar banho, tchau!

Ela disse para Kankuro e subiu as escadas.

- Muito bem pestinhas, digo crianças, vamos brincar de dar sossego para o papai!

Horas depois, Gaara e eu colocamos Michi e Hana para dormir.

- Que tal termos mais um?

Brinquei.

- Só quando Michi e Hana estiverem mais velhos, Matsuri e Kankuro estão quase loucos com seis...

Ele sorriu.

- É Verdade.

- Amor?

Ele chamou.

- Sim?

- Comprei um presente pra a esposa mais linda do mundo.

Ele disse me entregando uma caixinha de joias. Abri e tirei de lá uma linda pulseira com três pingentes (um floco de neve, o símbolo de Suna e um coração).

- É linda.

Eu disse.

- Não tanto quanto você.

Ele disse me puxando para seus braços, mesmo depois de seis anos, eu continuava amando-o com todas as minhas forças. Não achei que fosse possível, mas eu consegui ser feliz nesse casamento que tinha tudo para dar errado, a vida é cheia de surpresas...

 

Fim

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :)
As regras do desafio são as seguites:
Mandem um personagem e o nome do anime aqui nos comentários, animes curtos, por favor, com excesão de One piece, Naruto, Bleach, Tokio Ghoul, e Fairy Tail que eu já assisti, então podem pedir desses.
aos que não estiverem na lista, por favor no maxímo cinquenta episódios, a fic sairá mês que vem (quando eu entrar de férias), se tiver mais de uma sugestão PODE ser que eu faça mais de uma em um Mês...
mandem suas sugestões e veremos ;)
Beijos, obrigada por lerem até aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...