História A Noiva do Meu Melhor Amigo (Imagine Taehyung e Jungkook) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Adultério, Bangtan Boys (BTS), Drama, Hetero, Imagine, Jungkook, Mistério, Romance, Sexual, Songfic, Taehyung, Traição
Visualizações 65
Palavras 2.163
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


haha
Eu tô rindo de nervoso.
Dá pra acreditar que eu não sabia que eu podia logar em duas contas diferentes no spirit pelo celular e mesmo assim não perder as fics salvas offline?
hahaha
Eu tô rindo muito com a minha própria ignorância.
Eu consegui salvar minhas fics offline na outra conta, apenas na biblioteca que é o que eu queria fazer no ínicio, mas eu não sabia que era possível.
Pois é, eu não vou mais passar as fics pra outra conta então. hehe
Não sejam como eu.
Impulsividade não é algo bom na maior parte do tempo.
Até porque, eu acho que não conseguiria mesmo desapegar desse comentários tão bonitos que eu recebi durante todo esse tempo de postagem, vcs são tão gotinhas da minha vida. (´⌣`ʃƪ)
Fora eu ser uma preguiçosa degenerada assumida... Cof cof
Pois bem, eu finalmente desenterrei o cap 20. Aproveitem!

Capítulo 20 - 2U Cover


Fanfic / Fanfiction A Noiva do Meu Melhor Amigo (Imagine Taehyung e Jungkook) - Capítulo 20 - 2U Cover


Jeon Jungkook Point of View

 

— Você sabe o que é perder alguém que ama? Sabe mesmo?

Ela assentiu mais uma vez. 

Eu não acreditava.

Já fazia algum tempo desde que ela chegara na praia, e durante um bom tempo conversamos sobre diversos assuntos até ela perguntar o porquê de eu parecer tão triste e sozinho.

Eu contei o que tinha acontecido comigo. E como esperado, ela tentou mostrar condolências pela minha perca. Embora eu não acreditasse nas palavras dela. 

Ninguém poderia se colocar no meu lugar.

— E quem você perdeu?

— Meu pai.

Oh

— Eu sinto muito.

— Você não gosta quando dizem isso pra você, mas está dizendo pra mim. — Ela sorriu sarcástica e eu me encolhi envergonhado. Era algo automático. — Não importa. Eu só quero que saiba que eu entendo a sua dor. Você não está sozinho.

— Eu sei que não.

— Então por que você se sente assim?

— Assim como?

Ela olhou no fundo dos meus olhos, como se pudesse ler a minha alma e ela clamasse por socorro. E ela quisesse me salvar.

— Sozinho. — Eu não me sentia sozinho. Apenas não acreditava mais em mim mesmo. Era como se toda a minha esperança tivesse sido levada com Myunghee. Aquele carro deveria ter passado por cima de mim. — Você está se afogando Jeon. E está fazendo isso de propósito.

— Como você pode ter tanta certeza? 

— Eu não sei. Eu só sinto. — Suspirei e olhei para o mar, procurando evitar prologar aquele contato não físico. Os olhos dela me deixavam nervoso. — Me dê sua mão. — Eu olhei para sua mão entendida, depois para o seu sorriso simpático e engoli em seco. — Não tenha medo.

— Por que eu teria medo? 

— Essa sua cara de coelho assustado. 

— O que?

— Já te disseram que você lembra um coelho?

— Sim, eu já ouvi muito isso.

Segurei sua mão estendida e ela apertou levemente a minha. Era tão macia e quente. Ainda que eu estivesse nervoso, eu não pude deixar de gostar do contato. De certa maneira, eu me sentia acolhido.

— Não querendo ofender, nem nada... — Assenti, eu realmente não me importava. — Coelhos são fofos e você é muito bonito. 

— O-obrigado.

— Sua mão é tão grande. — Franzi o cenho, observando-a segurar a minha mão com cuidado. Era estranho, mas era bom. Ela fazia movimentos circulares suaves, acariciando o dorso com as pontas dos dedos. — Quando o meu pai morreu, eu chorei por muitos dias, eu pensei que nunca iria ser feliz e eu não fui por muitos anos. — Eu olhava para suas mãos segurando a minha e virando lentamente. Ela virou minha mão e passou a fazer os mesmos movimentos de antes com a palma. Sempre com muita atenção e cuidado. — Até que eu me apaixonei, e aquele que foi o meu primeiro amor, me decepcionou, e eu senti como se tivesse perdido o chão outra vez. — De repente ela parou com o carinho e entrelaçou nossas mãos, voltando a olhar pra mim. — Eu lembrei do meu pai e como me senti quando ele me deixou. Eu fechei meus olhos e lembrei das palavras de minha mãe durante a noite. Sobre ele estar no céu e olhar por mim. — Ela beijou minha mão, me deixando surpreso e depois sorriu. — O amor verdadeiro não morre, Jeon. O corpo vira pó, mas a alma vive. E se o amor é genuíno, ele dura para sempre. Ela morreu te amando? — Eu assenti. — Então ela olha por você. A sua felicidade é a felicidade dela. Você precisa fazer ela feliz, voltando a ser feliz. —  Ela soltou minha mão delicadamente e como um anjo, levantou e sorriu pra mim. — Ache a sua felicidade Jeon Jungkook.

Ela foi embora, dando passos de anjo para longe de mim, atravessando a areia da praia. 

Tudo o que eu pude fazer foi assistir embasbacado, jurando pra mim mesmo, que veria ela outra vez.

— É real... — Murmurei sorrindo ao abrir os olhos e vê-la dormir ao meu lado novamente. — Dessa vez não é minha imaginação.

Acariciei seus cabelos levemente, e ela sorriu, parecendo estar em um bom sonho.

Espero que seja comigo.

— Você é a minha felicidade, _______.

Toc toc toc

— Kookie! — Pulei da cama ao ouvir a voz de Jimin me chamar atrás da porta. — Kookie!

— Fala baixo. — Pedi ao abrir a porta e ver Jimin ainda de pijamas. — Que horas são?

— Hora de levantar e tomar café. Yoongi hyung tá fazendo panquecas. — Hyung sorriu animado e olhou rapidamente pra dentro do quarto. — Chama a _______ pra ela comer com a gente antes do Taehyung chegar.

— Ahh...

Jimin saiu correndo em direção as escadas e eu suspirei cabisbaixo.

Então, o hyung ligou mesmo.

— _______... — Eu não queria ter que acorda-la, mas não tinha jeito. — Acorda... — Ela virou pro lado, ignorando os meus chamados. Eu não lembrava dela ter um sono tão pesado. — _______... 

Como eu acordo ela?

Afastando memórias de maneiras mais interessantes para acorda-la. 

Eu pensei que fazer cócegas fosse uma boa ideia.

Descobrindo seus pés delicados, eu toquei com a ponta do dedo a sola de um deles, arrastando para cima e para baixo.

Ela se remexeu, virando para o outro lado e eu sorri vendo que estava dando certo.

— Para... — Continuei. — Jungkook... — Continuei por mais alguns segundos até ela começar a se encolher. — Para por favor!

— Já parei. — Sentei na ponta da cama, admirando a beleza dela ao acordar. Ela parecia ainda mais bonita, vestindo a minha camiseta bem maior do que seu corpo, exibindo uma beleza completamente natural. — Você fica bem com a minha camiseta.

— Obrigado por me emprestar suas roupas. — Sorriu antes de se sentar. — Hum... Onde estão as minhas mesmo?

— Eu pego pra você. 

— Jungkook, espera. — Voltei a me sentar na cama, observando-a se aproximar e segurar hesitantemente minha mão. — Eu... — Olhou para as nossas mãos unidas antes de voltar a olhar nos meus olhos. Ela parecia nervosa. — Eu queria agradecer por ontem. Você foi muito gentil. 

— Não precisa agradecer.

— Eu sei, mas eu quero. — Ela se inclinou e beijou minha bochecha demoradamente. — Obrigado, Jungkook. 

 

 

‿炎炎炎‿

 

 

Depois de passar a melhor manhã em anos, eu precisei voltar a realidade, ou melhor, ao trabalho. 

Taehyung havia ido buscar _______ no meio do nosso café da manhã. E apesar de ela não parecer feliz em vê-lo, foram embora juntos.

Eu não sabia o que estava acontecendo entre os dois e apesar de querer o fim do noivado deles...

Eu não estava feliz.

Por isso, depois de treinar o meu solo com os dançarinos, eu resolvi ficar na sala de ensaio e dançar um pouco mais sem eles.

— Jungkook! — Deixei um giro incompleto ao ver Taehyung entrar na sala. — Preciso falar com você.

— O que é?

Peguei o controle sobre a cadeira e desliguei o som, me aproximando de Taehyung.

— O que a _______ falou pra você?

— Hum?

— Você sabe... — Eu não fazia ideia do que ele estava falando. — Ela falou de mim? 

Ahh

— Não, ela não falou de você. — Ele olhou para baixo e depois ficou olhando para o espelho com uma expressão indecifrável. — Por que?

— Deixa pra lá.

— Hyung... — Chamei Taehyung meio incerto do que falaria, quando ele passou por mim cabisbaixo. Ele olhou pra mim com a mão na maçaneta da porta. — Ela disse uma coisa.

— O que?

— Ela quer passar mais tempo com você.

Burro! Burro! Burro! 

Mil vezes burro!

— Eu também queria poder passar mais tempo com ela. — De repente ele parecia ainda mais abatido do que quando entrou. — Mas não dá.

— Hyung ela... — Precisa ser valorizada! Quase gritei tudo o que estava segurando, mas não o fiz, graças a Namjoon hyung que acabara de entrar na sala. 

— Ah... Vocês estão aqui. — Olhou rapidamente para cada um de nós. — Já que vocês são os únicos que não estavam na reunião e não responderam a mensagem que eu mandei avisando para comparecerem. — Apertou os olhos em nossa direção. — Amanhã temos que chegar mais cedo pra gravar o teaser da turnê do mês que vem. E semana que vem...

— Japão.

— Você já falou pra _______?

— Não. — Até RM lançou um olhar repreendendo o hyung. — O que é? Eu ainda não tive tempo! Ultimamente, nós mal nos falamos...

— Você precisa dar um jeito na sua vida Taehyung.

— Eu sei... Eu tô tentando!

— Tente mais. — RM ditou ainda encarando-o firmemente. — O seu estado de humor não atrapalha só você. Prejudica todos nós. 

— Eu sei.

 

 

‿炎炎炎‿

 

 

— E a nossa festa de noivado será na casa do Oppa Jin!

Depois de muito pensar sobre a viajem para Tóquio e me perguntar o porquê de me importar com o fato do hyung sofrer pela mulher que deveria ser minha. Eu estava de volta a minha moradia com os hyungs, assistindo tediosamente o surto de alegria de Micha noona por estar finalmente noiva de Hoseok hyung.

— Por que na casa do hyung? — Jimin perguntou segurando uma caixinha de leite enquanto voltava a sentar ao meu lado, no sofá da sala.

— Porque ele fez questão quando soube.

— Ahh...

— Ligou pro Taehyung? — Namjoon hyung perguntou descruzando os braços, parado de pé no meio da sala ao lado de Suga hyung e próximos aos noivos. Ele colocou as mãos nos bolsos e juntou as sobrancelhas ao ver J-hope assentindo. — E ele aceitou? 

— Ir a festa? — Hyung assentiu óbvio. — Sim. Ele vai com a ________. — RM pareceu surpreso, mas de certo modo também aliviado por Hoseok hyung ter dito aquilo. Eu não estava muito diferente dele. — A propósito, Jimin e JK levem as gêmeas com vocês. A família da Micha vai estar lá também, assim como a minha. Vai ser uma festa meio grandinha e não quero que vocês se sintam sozinhos.

— E porque eu tenho que levar a Jieun? — Perguntei tentando esconder o nervosismo. Eu não queria ter que me comprometer com algo assim. — Namjoon e Suga hyung tem companhia por acaso?

— Olha como fala moleque! — Não me esquivei há tempo de evitar o tapa de Suga hyung na minha nuca. — Quem disse que eu vou sozinho?

— E quem você vai levar hyung? — Jimin perguntou.

— Não é da sua conta.

— Aish...

— Eu não entendo porque você não quer ficar com a Jieun, Kookie. — Micha noona se intrometeu, segurando o braço de seu noivo. — Ela gosta tanto de você. Eu até me senti mal por ter desconfiado dela com o meu oppa. Depois que ela me ligou esses dias querendo saber de você. Eu percebi que estava errada. Ela parece comigo. Ela deve te amar tanto quanto eu amo o meu Wangja!

Jieun me ama?

Eu não consigo acreditar nisso.

— Eu não acho que ela me ame. Ela mal me conhece... Nós mal nos conhecemos...

— Haeun disse que ela gosta de você há anos. — Jimin olhou pra mim rapidamente, antes de voltar a se concentrar em sugar o líquido de sua caixinha. — Bom, ela é sua fã. Deve te amar mesmo.

— Ela não me ama realmente. — Ela não me ama pelo o que eu sou de verdade. — Olha, eu acho ela bonita e admito ter me deixado levar aquele dia... Mas é só isso. Não vai rolar mais nada entre nós dois. Se conformem. 

— Kookie você precisa...

— Por que isso virou assunto agora? — Perguntei já estressado com toda aquela intromissão na minha vida. — Eu estou bem! Não precisam tentar cuidar de mim o tempo todo! — Levantei do sofá enquanto os outros já me olhavam preocupados, me deixando ainda mais cansado de todo o show. — Eu sou um adulto. Eu sei o que é melhor pra mim. E hyung com todo o respeito... — Olhei para Jimin hyung. — Não se meta na minha vida e não deixe sua namorada tentar fazer o mesmo com a irmã dela.

Saí da sala, deixando todos em silêncio. 

Não me importei se estava sendo hostil por nada ou se o meu surto pudesse ter estragado o anúncio de noivado de Hoseok e Micha. Eu só queria fugir de tudo aquilo.

Entrei no meu quarto, me jogando na cama macia e com molas saltitantes. 

Eu poderia dizer mil vezes pra mim mesmo que a minha ansiedade vinha das palavras ditas há anos por eles. Sempre tentando decidir o que seria melhor pra mim. Por quê talvez no fundo eu não passasse de uma criança precisando de um guia. 

Mas não era só isso.

Eu sabia que não.

— Ah... — Suspirei ao ver a tela do meu celular brilhar com mais uma ligação de Jieun. Eu ainda não tinha tido coragem de bloquear seu número. — Alô?

— Oppa? Ah eu pensei que você estivesse me ignorando! Ainda bem que não.

— O que você quer? 

Hum... Eu pensei que você seria gentil comigo e desta vez aceitaria o meu convite pra tomarmos um café ou qualquer outra coisa que você queira.

— Eu estou ocupado.

— Para, por favor. Sem desculpas. Eu quero ver você de novo.

— Jieun...

— Por favor!

— ...

 

Ooh sim
Nunca perca um amor e se arrependa disso
Ooh
Abra sua mente, limpe sua cabeça
Não tem que acordar numa cama vazia
Compartilhe minha vida, a mantenha para ser sua
Agora que eu dou a você tudo de mim

2U Cover by Jungkook

 

 

 

 


Notas Finais


Caraca gente eu tô muito surtada com o debut do SuperM, tava viajando legal com essas novidades de fim de ano de 2019. CIX tbm, um arraso, comeback memorável do Monsta, do meus bebês do Stray, poxa...
Ano foda. Eu nem sei o que dizer. Tô emocionada e ansiosa pelos próximos comebacks.
≧ω≦

Tô feliz de ter tido um ideia pra continuar o rascunhos desse cap, mesmo q eu tenha rascunhos, eu mudo o tempo todo. Então né...
Meio q não me adianta muita coisa.
Postando agora, por ter jantado e não estar conseguindo dormir. (☍﹏⁰)
Espero que tenham gostado e esqueçam a outra conta. Foi doideira. Beijinhos e...........
Até a próxima! (´・` )♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...