História A noiva incomum - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Atitude, Girlpower, Romance
Visualizações 103
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora eu não tava conciguindo postar o capítulo pelo celular e eu teria que escrever td dnv pelo pc intão preferi esperar 😋

Capítulo 3 - Poder feminino parte 2


Fanfic / Fanfiction A noiva incomum - Capítulo 3 - Poder feminino parte 2

NO DIA SEGUINTE ~

eu acordei e não tinha nada para fazer então decidi ir ao Jardim, fiz minhas necessidades me arrumei e fui para o Jardim 

Me agachei de frente a umas rosas brancas 

Evelin - que lindas - disse sorrindo 

??? - não vai cheira-las?, que surpresa 

Olhei em volta para ver quem era, era Shuu deitado em um banco ouvindo música não muito longe de mim 

Evelin - não, na verdade eu não consigo sentir o tal " perfume " das rosas pra mim elas só tem cheiro de mato 

Shuu - hum - deu um pequeno sorriso quase que imperceptível 

Shuu - então não sou o único 

Evelin - *suspiro * pois é 

Quando percebi Shuu estava atrás de mim ele me agarrou e mordeu o meu pescoço 

Fiquei surpresa mais não disse nada 

Eu não tinha percebido como era a sensação de uma mordida quando Laito me mordeu pois eu estava com raiva demais para prestar atenção 

Era como se eu tomace duas injeções no pescoço ao mesmo tempo incomodava bastante mais não doiiiiiiia como a Yuie reclamava no anime só dava agonia deve ser com agulhas se você contrair os músculos vai doer 

Shuu para de sugar meu sangue por um estande 

Shuu - ...... seu sangue é muito bom talvez seja até melhor que o sangue da yuie 

Evelin - ( Sério!!?? )

Fala sério a Yuie tem o melhor sangue do anime e eu superei ela ( O-O )

Shuu - até que é melhor morder você, você é mais alta e eu não preciso cansar o meu pescoço para sugar o seu sangue - disse segurando o meu rosto e me fazendo olhar para ele 

Fiquei paralisada olhando seu rosto 

Shuu-você vai ser minha, vou te marcar antes que outros façam isso!

Shuu me morde novamente só que abaixo da orelha, ele não mordeu em uma veia mas sim em um músculo 

Evelin - ah....! - dei um grito com a tamanha força da mordida 

Inscritora - ☝🤓 antes que pensem "nossa como a Evelin é fresca ela fala tanto da yuie que agora reclama das mordidas como ela!" Não gente uma pequena aula para vocês, a força total do maxilar do se humano pode ser de até 30 quilos se você testar em um medidor de mordida, como Shuu está deixando uma marca no pescoço da Evelin ele está usando metade da força ou seja 15kg de força em seu pescoço isso doi demais e ela está reclamando com razão diferente da yuie que reclama por qualquer mordida básica. PS - para quem ficou com dúvida, sim se Shuu depositar 30kg de força no pescoço da Evelin ou de qualquer outro ser humano essa pessoa com certeza morrera!

~ VOLTANDO PARA A HISTÓRIA ~

Shuu parou de me morder eu estava tão fraca que não consegui nem andar, acho que ele nos teletransportou porque derrepente estávamos no meu quarto 

Shuu me deitou em minha cama, coloquei a mão no pescoço, a mordida não era como as outras nessa o sangue não coagulava e não parava de sangrar 

Vi Shuu vindo em minha direção com uma caixinha nas mãos devia ser de primeiros socórros 

Ele colocou um corativo no meu pescoço 

Shuu - troque o corativo duas vezes por dia e quando trocar limpe bem o ferimento para cicatrizar 

Evelin - obrigada 

Shuu - não foi por você, só não quero que mordam por cima da minha marca - disse se retirando do meu quarto 

Evelin - *suspiro* 

Me deitei na cama novamente, pelo resto da tarde eu não sai do meu quarto pois a ferida não parava de sangrar e claro que eu não iria perambular pela mansão fedendo a sangue seria como um cervo no meio dos leões 

Depois de duas horas o curativo ja estava encharcado de sangue tirei e fui tomar banho, quando fui lavar a ferida doeu TANTO que chorei de dor 

Após o banho me vesti e fui para o meu quarto e fiquei escutando musica 

* toc toc * 

Escutei alguém bater na porta a abri e era Reiji 

Reiji - você irá para a escola hoje - disse me entregando o uniforme 

Assenti com a cabeça e peguei o uniforme 

Reiji olhou para dentro do meu quarto e viu o meu celular em cima da minha cama 

Reiji - oque é aquilo? - disse sério 

Olhei para onde ele encarava 

Evelin - é o meu celular 

Reiji - entregue-o  para mim - estendeu a mão 

Fui até minha cama e peguei o meu celular 

Eu sempre obedeço Reiji porque ele é a única  pessoa com que eu não quero confusões 

Entreguei o meu celular nas mãos de Reiji 

Reiji - obrigado 

Evelin - de nada 

Reiji - quero que saiba que é proibido tentar se comunicar com alguém 

Evelin - eu não tentei me comunicar com ninguém só fiquei escutando musica - disse calma para ele não tentar suspeitar de mim 

Reiji Pareceu me escanear com o olhar para var se eu estava mentindo 

Reiji - está bem, você tem trinta minutos para se arrumar e eu não tolero atrasos - disse rígido 

Evelin - não irei me atrasar - disse sorrindo 

Reiji assentiu com a cabeça e se retirou 

Como eu ja tinha tomado banho só troquei de roupa e ajeitei os cachos 

Desci e entrei na limusine onde só tinha Reiji que estava lendo um livro 

Evelin - disse que não iria me atrasar - disse sorrindo gentilmente 

Reiji - muito bem - disse me olhando com menos severidade por um estante depois voltou a ler seu livro 

Pedois de um tempo entraram Shuu, Laito, kanato e subaru só faltavam Ayato e Yuie depois eles chagaram juntos, estranho

 depois partimos 

Eu estava sentada entre Shuu e Reiji e as vezes eu sentia eles se olhando de canto tava o maior climão 

Chegamos à escola tinha uma multidão de garotas esperando os sakamakis, nossa eles são bem populares 

Eu e Yuie fomos as primeiras a saírem da limusine 

As garotas pareciam não estarem felizes e começaram a cochichar 

Evelin - é sempre assim? - perguntei olhando para os lados 

Yuie - sim, todos os dias - disse se encolhendo 

Reiji colocou a mão no meu ombro 

Reiji - você ficará na mesma sala que Laito e Subaru - disse indiferente 

Reiji - e caso perguntem você é uma prima de segundo grau 

Assenti com a cabeça 

Evelin - qual é a minha sala?

E.. ele sumiu *suspiro* e agora?

Avistei Laito aff é melhor eu pedir para ele me levar até a nossa sala mas vou tomar cuidado 

Evelin - Laito 

Laito - hum? 

Disse se virando para mim 

Evelin - pode me levar até a nossa sala 

Laito - mas e claro bicht-chan two 

Acompanhei Laito por um tempo, essa escola é bem grande 

Laito - pronto bicht-chan two 

Laito colocou a mão na maçaneta da porta e a girou lentamente 

Ele abriu a porta, segurou o meu braço e me lançou dentro da sala nem tive tempo de olhar em seu enterior 

Laito acendeu as luzes e é a sala do zelador! 

Evelin - Laito oque significa isso!!? - disse com raiva 

Laito - é a nossa sala bicht-chan two, só nossa - disse com um sorriso nos lábios 

Laito tranca a porta 






Notas Finais


Olá quero agradecer aos seguidores muito obrigada pelo apoio


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...