História A noiva prisioneira. - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Andromeda Tonks, Bellatrix Lestrange, Dolores Umbridge, Gina Weasley, Hermione Granger, Nymphadora Tonks, Remo Lupin, Severo Snape, Viktor Krum
Tags Aventura, Romance, Snamione
Visualizações 114
Palavras 1.825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mil desculpas pela demora,eu estava com falta de criatividade pra escrever essa fic,mas prometo que semana que vem tem capítulo novo..

Espera que gostem😘

Capítulo 6 - Um ataque surpresa.


Quando chegaram a Nova York alguns dias depois,Hermione havia perdido toda a paciência com seus sequestradores,Severo a ignorava completamente,Remo Lupin fingia que ela não existia,e Ninfadora havia cansado das brigas e só sabia seguir Remo por toda a parte.


Hermione havia notado o quanto Remo Lupin estava atraído por Ninfadora que parecia retribuir da mesma forma,ela tentou conversar com sua amiga duas vezes a alertando para se afastar do homem,mas Ninfadora apenas suspirava dizendo que tomaria cuidado,no segundo segundo porém Ninfadora já estava elogiando Lupin,falando de sua gentileza,beleza e coragem,o fato de ele ser um bandido parecia não ter nenhuma importância.


A maior preocupação de Hermione naquele momento era o estado que se encontrava,depois de tantos dias de viagem estava suja,os cabelos secos e embaraçados,a roupa e os sapatos cheios de lama,além do cheiro de suor de cavalo que se impregnou em seu corpo,além disso a fome lhe atormentava,além do fato de todos os seus músculos estarem doloridos por causa da cavalgada ininterrupta,seu único consolo era que todos estavam naquelas condições.


E agora tinham chegado na propriedade de Viktor Krum: um lugar abandonado,quase em ruínas.


-Eu não disse que Viktor Krum quer me matar?Ele nunca pretendeu que eu ficasse cativa com Ninfadora,aposto que os capangas dele estão escondidos..



Severo suspirou cansado.



-Eu já disse que isso não faz sentido,porque Krum iria querer você ou nós mortos?Se ele a quer fora do caminho provavelmente viva..afinal sua família é muito rica e deve estar a sua proucura,se você aparecer morta todos saberão que é Viktor Krum,só um grande idiota para arranjar um problema assim.


-Viktor Krum é um completo idiota!-disse Hermione aborrecida.



-Mas não louco de tramar esse plano cheio de falhas,e então tudo normal Lupin?




Remo assentiu com a cabeça.




-Podemos entrar na propriedade sem problemas.


-Ótimo apesar desse lugar ser um lixo e as paredes ter tantos buracos,conseguiremos fazer uma fogueira e caçaremos algumas coelhos para o jantar -disse Severo exausto.


-É uma armadilha vocês podem me ignorar mas eu estou falando sério!-diz Hermione decidida.



Severo a ignorou continuando a viagem.



-Viktor Krum nos deu dinheiro suficiente para viver muito bem,teremos pão frescos,queijo,vinho..comida para os cavalos,Deus sabe como eles merecem descanso por tantos dias de viagem..


De repente uma flecha passou próxima a orelha de Severo,possivelmente atirada atrás deles.


Hermione sentiu a pena roçar em seu rosto e arregalou os olhos em pânico.


-Corra!-disse Severo incentivando seu cavalo.


Os dois cavalos corriam lado a lado em direção a propriedade enquanto outras flechas eram lançadas.


-Eu não lhe disse?-gritou Hermione se agarrando ao bandido.


-Sim,pode ficar se gabando,mas espera nós estarmos salvos!-disse o homem desesperado.


A construção era um lugar abandonado com forte cheiro de mofo.


Os bandidos ajudaram as jovens descerem dos cavalos.


-Subam lá para cima e não se atrevam a descer!-disse Severo secamente.


Severo matou um homem cravando uma espada em seu peito.


Hermione permanecia encarando os bandidos enfrentarem os desconhecidos.


Os cavalos estavam agitados e quase caíram em cima de Ninfadora que permanecia perplexa.


Hermione correu para socorrer a amiga.


-Se esconda por favor Ninfadora!E não olhe para trás!



Severo gritou o nome de Hermione que ao se virar para trás viu um homem prestes a matá-la com uma espada.


Sem saber o que fazer Hermione permaneceu estática.


Então ela sentiu o corpo de Remo Lupin empurrar o seu no chão.


Hermione arregalou os olhos vendo Remo matar o homem cortando-lhe o pescoço.


Hermione permaneceu enojada e Remo a ajudou a se levantar.



-Saia daqui agora!



Haviam quatro homens os perseguindo e apesar das habilidades de Severo e Remo,era óbvio que eles seriam dominados.


Poderia ficar parada observando os sequestradores serem mortos?Não,não poderia,Lupin a salvou e era sua obrigação tentar retribuir.


Hermione olhou ao redor procurando por alguma arma,mas tudo que encontrou foi uma pilha de maneira queimada.


Sem pensar duas vezes Hermione pegou o pedaço mas pesado que conseguiu encontrar e entrou na briga.


Espadas,adagas e cavalos assustados vieram em sua direção.


De algum lugar ela escutou a voz irritada de Severo chamando seu nome,mas ela o ignorou completamente.


Levantando a madeira Hermione acertou um cavalo que relinchou jogando o cavaleiro longe.


Severo veio em sua direção perplexo enquanto Hermione novamente agredia outro pobre cavalo.


Alguns minutos depois Severo,Hermione e Lupin abaixaram suas armas ofegantes enquanto quatro corpos jaziam ensanguentados no chão.


-Dois deles se foram mas devem voltar para buscar os corpos..Hermione cuide de Ninfadora,enquanto eu e Remo vamos tentar acalmar os cavalos.


Hermione concordou em silêncio e largou a tora de madeira no chão,se aproximou de Ninfadora que chorava traumatizada e a abraçou.


Severo e Remo levaram os corpos para o lado de fora do local.



Após voltarem Severo percebeu que Hermione estava encolhida em um canto tentando segurar o choro.


A jovem sentiu as mãos de Severo apertarem seus ombros e apenas engoliu em seco.


-Encontramos um poço com água limpa venham poderão se refrescar..



-Não é melhor dar água aos cavalos primeiro?-perguntou Hermione preocupada.


-Você vai gostar de tomar um banho e limpar suas roupas!-disse Severo com ternura.


Hermione percebeu que suas roupas estavam rasgadas e sujas de sangue.


-Ah meu Deus eu matei pessoas..o que eu fiz?-pergunta aterrorizada.


-Quando a vi pela primeira vez Hermione não pude acreditar que era irmã de Harry Potter,mas agora o parentesco está claro,você é a mulher mais corajosa que conheci em toda minha vida Hermione Granger,se seu irmão estivesse aqui estaria orgulhoso de seu comportamento,não há motivos para se envergonhar por ter nos ajudado,não queira tirar seu mérito.


-Concordo com ele minha amiga,se não fosse por você todos nós estaríamos mortos!-disse Ninfadora sincera.


Hermione ergueu os olhos se deparando com os olhos negros de seu sequestrador.


-Muito bem não vou me sentir culpada pelo o que aconteceu com aqueles homens,mas quero saber se machuquei algum cavalo!-diz a jovem preocupada.


Os olhos de Severo se arregalaram e ele abriu um belo sorriso.


-Não Hermione,não se preucupe!Nenhum cavalo está ferido-diz o homem rindo suavemente.


-Tem certeza?Eu bati com tanta força..



Ainda rindo Severo a envolveu em um abraço caloroso.


-Se quiser eu te mostro os cavalos mas agora vamos ao poço,você precisa se limpar,ainda temos muito a fazer essa noite.


Após beberem água e se limparem todos foram para a propriedade.


Só então Severo teve tempo para pensar em tudo que aconteceu,Hermione esteve certa durante todo o tempo,o homem se sentia culpado por tudo o caos que trouxe a vida das jovens inocentes,a culpa por tudo que aconteceu era sua.


Severo sabia que algo a mais estava lhe incomodando e o deixando infeliz,a verdade é que ele não queria que as coisas mudassem entre ele e Hermione,não queria que ela viajassem em outro cavalo sozinha.


Queria mantê-la próxima a ele,agora sim temia que Harry Potter o encontrasse,pois isso significaria que nunca mais veria Hermione.


A única certeza que Severo tinha era que não a entregaria nas mãos de Viktor Krum.


No dia seguinte eles viajavam novamente acampando em um chão duro.


Ninfadora dormia abraçada a Remo Lupin.


Enquanto Hermione permanecia olhano as estrelas no céu.


Severo simplesmente não conseguia desviar os olhos.


-Tomei uma decisão claro se você aprovar,deveríamos ir atrás da verdadeira pedra da graça!-diz o homem calmamente.



Hermione sorri incrédula.




-Não brinque com esse assunto Snape..



-Não estou brincando é o mínimo que eu posso fazer por você,por minha causa você e sua criada estão passando por momentos horríveis,e eu sei o quanto essa pedra é especial para sua família.


Hermione tocou no braço do homem.


-Você está mesmo falando sério?E sobre Harry você abriria mão da luta com ele?


-Não mesmo se eu quisesse,o confronto com seu irmão é inevitável..Harry virá atrás de mim de qualquer maneira,nosso confronto vai acontecer.


-Porque você tem que complicar tanto as coisas?Não seria melhor se ficasse em paz com meu irmão?Eu não quero vê-lo morto,não quero que uma guerra se inicie com nossas famílias..


-Minha família sentirá a minha falta mas duvide que comecem uma guerra por minha causa-diz Severo rindo.


-Como pode ter tanta certeza?Seus pais o reconheceram e você mesmo disse que já salvaram sua vida muitas vezes..


-Eu tenho muita sorte em ser amado muito toda a minha família,mas nada muda as circunstâncias do meu nascimento,fruto de um pecado uma noite de carência,enfim tenho certeza que Harry me matará rapidamente e eu não vou ter tempo te impedir!-diz o homem em tom de brincadeira.


-Eu dúvido que isso acontecerá Severo sua família vai sim ajudá-lo..


-Minha mãe Eileen é uma mulher nascida de uma família numerosa,casada com um importante Lorde,a única coisa que mancha sua reputação é o nascimento de um bastardo,filho de Lorde Snape.


Hermione notou que Severo se esforçava para manter o sorriso nos lábios.


-Dentre todas essas pessoas bem nascidas e importantes-diz baixando os olhos-Eu sou o único deslize.


 Severo deu de ombros como se não se importasse,mas aquele gesto não apagou a dor que Hermione viu em seus olhos.


-São pessoas muito boas eu fui amar e bem tratado e não tenho porque me queixar,passei boa parte da vida morando com minha mãe e meus outros irmãos,quando fiquei mais velho fui morar com meu pai,mas retribui levando uma vida desonesta..tenho muitos motivos para me considerar a ovelha negra da família,eles já me salvaram de muitas situações difíceis..mas agora dessa vez não vou permitir que novamente crie inimizade com uma família para me salvar.


Hermione sem se dar conta tocou no rosto do homem.


-Eu os obrigaria a lhe ajudar-diz Hermione se envergonhando em seguida.Ela quis afastar a mão mas Severo a segurou.



-É mesmo Hermione?



-Sim.



Em seguida Hermione desviou os olhos sentindo seu rosto queimar,não queria que Snape pensasse que ela era um alvo fácil como todas as outras mulheres.


Hermione se levantou caminhando onde permaneceu de olhos fechados.


Severo se aproximou e a jovem virou de costas o encarando nervosa.


-Tudo mudou entre nós Hermione Granger-diz o homem a encarando profundamente-Você não é mais a minha prisioneira.


Devagar ele ergueu a mão acariciando seu rosto frio,um toque tão delicado e suave que Hermione suspirou de prazer.


Nunca fora tocada por nenhum homem antes,seu coração acelerava a medida que as carícias do homem aumentavam.


-Eu prometi que não faria isso..que não teria sentimentos por você,mas pela primeira vez na minha vida não sei como me controlar!-diz o homem angústiado.


-Por favor não..faz alguns dias que não tem a companhia de uma mulher,e por isso alguém tão sem graça como eu chamou sua atenção,por favor não me torne alvo de suas brincadeiras Severo..sei que não sou o tipo de mulher que o atrai.


-É isso que pensa de mim Hermione?Que eu seria capaz de usá-la para me satisfazer?-pergunta Severo interrompendo os carinhos.



Severo deu as costas arrasado pela situação.



-É claro que pensa isso afinal eu a capturei e lhe tornei minha prisioneira isso mostra o tipo desprezível de homem que eu sou!-diz o homem passando as mãos pelos cabelos negros-Mas como pode se achar tão inferior?Você é uma mulher mais do que desejável Hermione.


-Claro que sou!Olha como sou atraente e feminina não faltam pretendentes para pedir a minha mão!-diz a jovem quase chorando se sentindo humilhada.


Severo porém a abraçou fortemente enquanto beijava sua testa.


-Um dia talvez eu prove oque estou dizendo Hermione-Agora vamos acordar Remo e Ninfadora,precisamos seguir viagem.


Hermione assentiu com a cabeça ainda abraçada ao homem.


-E para onde iremos agora?-pergunta fitando os olhos negros.


-Depois de tudo que eu fiz você e sua amiga passarem o mínimo que vocês merecem é um lugar confortável onde possam descansar,lavarei vocês até a casa de minha irmã Andrômeda.


Hermione apenas assentiu com a cabeça desejando que enfim pudesse realmente descansar adequadamente.










































Notas Finais


O que acharam do capítulo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...