História A nossa descoberta... - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Tags Blossom, Brick, Ppg, Romance, Rrb
Visualizações 31
Palavras 2.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi todo mundo, aqui estou de volta com mais um cap dessa estória que eu estou amando escrever e que o casal ainda não ficou junto.... é pois é, estou impressionada cmg mesma e feliz pela paciência de vcs em esperar pelos dois. Vou antecipando que o Cap pode não deixar vcs felizes pq nossa amiga Blossom é difícil de se lidar mas, tudo bem... chega de blah, blah, blah e vamos a estória que eu sei que é isso que vcs querem. Uma boa leitura à todos, não esqueçam de comentar o que estão achando e suas suposições, eu lerei todas hein!!!! Até as notas finais, bye!

Capítulo 11 - 3.1 Concern...


3.1


"Não é assim... bem, não tão fácil quanto parece." Esfregou o próprio braço, encolhendo o corpo. Brick se frustou levantando e ia deixa-lá sozinha, mas a mesma o segurou pela mão. Estava quente, muito quente e logo a soltou, assustada, Brick ficou a olha-lá. "Por que está agindo assim?" Ele ficou a encara-lá sem expressão alguma com um olhar vazio. "Como se fosse meu pai?" Especificou.


"Porque me preocupo, já que seu pai não faz isso." Apontou para a porta, alterando um pouco a voz, as bochechas de Blossom queimaram em raiva porém, logo ela passou.


"Ele não sabe." Confessou, Brick surpreendeu-se, mas não permitiu que ela notasse. "Brick, o que acontece comigo não interessa a você, não interessa ao meu pai e nem a ninguém, eu sei cuidar de mim." Ele permaneceu a olhá-la sem expressão e isso a incomodava.


"Diz isso, com a possibilidade de ser morta." Novamente ela encolheu-se. Ficava vulnerável sob os olhos do rapaz, além de peculiares, transmitiam ameaça, o deixando com um ar intimidador. "Você não pode continuar fazendo isso." Negou, voltando a andar em direção a janela, sairia por ali, não queria correr o risco de ser descoberto pelas irmãs da ruiva.


"Mas eu preciso." Sussurrou. O rapaz ouvira nitidamente.


"Não, você não precisa." Voltou a ressaltar, Blossom fora até ele puxando seu braço, fazendo o mesmo se virar. Ela não sabia porque estavam tendo aquela discussão, mas estavam e com certeza não terminaria em algo produtivo, no entanto ele a estressava ainda mais quando notava que ele a julgava.


"Sobre o que sabe de mim para dizer se preciso ou não?"


"Te conheço o suficiente para saber que você não precisa arriscar sua vida, se matar de estudar ou trabalhar até ficar exausta. E o pouco tempo que convivi com você Blossom, eu notei que você anda comendo menos, trabalhando dobrado, ensaiando até o cansaço e passando noites em claro. Você não sai com suas irmãs, e para compensa-las você fica com todo o trabalho de limpar a casa, mesmo que elas implorem para que você não o faça, você não dorme nem o mínimo de horas recomendado por dia e mesmo que o mundo esteja caindo sobre você, não contaria a ninguém e manteria o seu lindo sorriso no rosto, porque você é orgulhosa demais para pedir ajuda e ainda mais teimosa por não aceita-las de bom grado." A garota agora ficou a olhá-lo, além de incrédula, estava levemente ruborizada pela característica linda ter se encaixado nela, Blossom sabia que era bonita, mas apenas suas irmãs a diziam isso e, por conta dos seus olhos, pensava que as pessoas a achassem estranha. "Você incrivelmente consegue ser pior do que eu." A ruiva acordou de seu devaneio e o fitou, estava com a cabeça levemente baixa.


"Eu não sou pior que ninguém, estou fazendo o que eu acho certo." Tentou rebater, o rapaz dera uma breve risada em sinal de deboche. "Eu não preciso da sua preocupação. Eu estou bem."


"É, eu queria não me preocupar também." Deu as costas para a ruiva. 


A janela do quarto de Blossom não era tão alta, por isso, Brick a pulou com facilidade. Soltou um suspiro e colocou as mãos dentro dos bolsos. Seu apartamento não era tão longe da casa da ruiva, visto que poderia ir a pé e usar do momento para clarear as ideias, não conteve seus instintos e por via das dúvidas olhou para a janela ao qual tinha pulado há minutos, as luzes ainda estavam acesas e a janela fora fechada, novamente ele negou balançando a cabeça, com os pensamentos que lhe vinham a mente, voltando a caminhar.


Blossom fechara a janela assim que ele saltou, suas bochechas e nariz estavam vermelhos e um forte nó engatou em sua garganta. Por isso não tinha muitos amigos, além de não ter experiência alguma em lidar com eles, nunca sabia como reagir em situações de brigas como aquelas e, no fim acaba por afastar as pessoas que dela gostam. Desde de pequena, a powerpuff rosa, - como era conhecida, pelos poucos amigos. - Não tinha amigos além de Mitch e as irmãs, como a mais velha estava sempre muito ocupada em manter suas irmãs bem, sendo a principal ajudante de seu pai. Ela o acompanhava para cima e para baixo dentro de casa, para que ele lhe ensinasse tudo sobre como limpar e zelar por uma. Isso sempre a mantinha ocupada, organização e perfeição eram inseparáveis para ela e se apegou as duas qualidades. O adjetivo de sociável fora deixado para as irmãs. Buttercup, porque tinha um espírito competitivo e Bubbles, por ser extremamente carismática, mas a ruiva...


Foi um pequeno erro de cálculo dela achar que com Brick seria diferente. Seu coração apertou-se um pouco mais por lembrar de como a voz do rapaz soou arrependida nas últimas palavras, ela poderia ter o impedido de ir embora, abraça-lo como ele havia feito, lhe contado o motivo de tanta insegurança e pedir desculpas por ter sido tão...  egoísta, sim, era isso que ela era, mesquinha, insegura e egoísta.


[...]


Segunda;


As irmãs de Blossom acordaram antes mesmo que ela - O que de algum modo é bem raro - , arrumaram-se para a faculdade e foram até o quarto da mesma. A ruiva estava abraçada a um urso de pelos marrons e focinho branco, com olhos pretos. Sua respiração estava calma e compassada, uma expressão suave pairava em seu rosto. As duas se entreolharam e acenaram em confirmação, Buttercup fora até o despertador e Bubbles até a escrivaninha, a morena desligara o alarme da tomada e a loira pagara as atividades e trabalhos datadas para aquele dia, pondo-as na mochila.


"Acha que estamos fazendo o certo?" Perguntou a loira, assim que saíram do quarto e caminharam pelo corredor até a escada. "Blossom ficara bem chateada." Lembrou a morena.


"Antes ela do que levar uma bronca do professor." Bubbles riu, acenando em confirmação enquanto desciam as escadas juntas.


"Meninas bom dia, onde está Blossom? Ela não irá para a aula hoje?" Procurou pela ruiva, por trás das duas, que ainda desciam as escadas.


"A deixamos dormindo pai, ontem ela passou a noite em claro fazendo os trabalhos da faculdade." Disse a loira.  Utonium assentiu, bocejando e pondo a mão em frente a boca.


"Tudo bem, também estou um caco, com uma imensa dor nas costas." Alongou as mesmas, fazendo ambas rirem.


"Dormiu trabalhando de novo?" Perguntou a morena, o rapaz acenou em confirmação e se direcionou a cozinha. "Estamos indo!" Gritou Buttercup da porta de casa, não obtiveram resposta e deram de ombros, indo em direção a faculdade.


[...]


"Disse a ela para que não se acostumasse com a minha presença em sua cama, mas sabe, é inevitável que não se apaixonem por mim." Disse Butch, se gabando para o irmão mais novo, que deitara sobre uma mesa de madeira do campos, com as pernas pendidas, Brick setara no banco da mesma mesa e o moreno em cima, ao lado da cabeça do loiro.


"Então você acordou do seu sonho?" Brincou o mais novo rindo, Butch deu-lhe um peteleco no nariz fazendo o mesmo rir ainda mais. "Aí, estou brincando galã." Esfregou o nariz, Brick permanecia centrado em nada, visando a grama em específico, estava mais vago do que normalmente é. Butch cutucou o mais novo com a perna, acenando com a cabeça em direção ao ruivo em silêncio. Em resposta, Boomer levantou os ombros em sinal de não saber, deixando o moreno preocupado. Porém, as PPG chegaram no momento em que ele falaria com o mais velho.


"Os alvos chegaram." Anunciou o segundo mais velho e o loiro levantou, vendo-as caminhar pelo campos com Mitch as seguindo com dificuldade, ambas riam para o rapaz.


"A ruiva faltou de novo." A informação pareceu não incomodar ou fazer efeito no ruivo, deixando os irmãos frustrados com a reação do mesmo. Brick era fechado, pouco demonstrava sentimentos ou falava sobre eles, ou se quer falava. O rapaz sempre fora calado, desde muito pequeno.


"Lá vem a loira e... arrastando com ela o viado do Mitch e a briguenta." Revirou os olhos o moreno, o loiro sorriu para Bubbles enquanto ela se aproximava. "E, que sorriso bobo é esse?" Assustou o irmão mais novo, fazendo o mesmo assustar-se.


"Que, que sorriso bobo?" Gaguejou, mas nada do que conversavam chamava a atenção do ruivo, que ignorou a presença das duas a sua frente.


"Bom dia meninos." Exclamou a loira de bom humor, apenas o moreno e o loiro responderam. Bubbles não se incomodou com a ignorância do ruivo, aliás, já havia se acostumado com a sua grosseria gratuita.


"Bom dia gatinha." Disse Butch a Buttercup, que cruzou os braços, respirou fundo e revirou os olhos, fazendo o rapaz ao seu lado e o moreno rir, de sua reação.


"Calma Butters." Bubbles sorriu para a irmã, pondo a mão no ombro da mesma.


"Onde está a ruivinha?" Perguntou o loiro a Bubbles.


"Ficou em casa, ela precisava de um descanso." Desconversou, sorrindo para ele em seguida. Logo, ambas foram chamadas para seus determinados grupos de amigos, deixando os rapazes sozinhos. Brick levantou, levando consigo sua mochila assim como os irmãos que o seguia.


"De quanto mais tempo precisa para namorar a alegrinha?" Perguntou o ruivo, se referindo a Bubbles, que saíra aos pulos em direção as amigas. Enquanto perguntava, não deu atenção ao irmão, fitando algumas garotas, que faziam questão de passar na frente de ambos para olhá-los e cochichar.


"Pouco menos de duas semanas, por que a pergunta?"  Endireitou a mochila nas costas, lançou um olhar desconfiado a Butch que lhe olhou com ainda mais dúvidas sobre o plano do mais velho.


"Você vai pedir ela em namoro hoje." Boomer e Butch se olharam espantados e o moreno fora para frente do ruivo, segurando em seu ombro antes que ele começasse a andar.


"Espera aí, como assim?" Brick empurrou o braço do irmão. Passando por ele sem mais explicações ou detalhes, deixando ambos confusos para trás.


"Vamos a uma festa." Fora o que disse apenas. Boomer e Butch ficaram totalmente sem entender a reação do irmão e apenas o seguiram sem mais questionamentos, apesar de mais velho ele também era o líder, confiavam cem por cento nele para que tivesse aquele lugar de destaque e nenhuma decisão do rapaz era feita sem pensar e calcular pelos menos umas dez vezes antes.


Todavia, ele não estava com os pensamentos coerentes e muito menos as ideias. Pensava na jaqueta de couro que vira Blossom vestida, em algum lugar já tinha visto uma igual porém não tão comum de se encontrar. Estava irritado isso de certo. Estava incumbido de protegê-la, mas não porque seu trabalho pedia por isso, muito pelo contrário, o contrato era claro em dizer que caso fosse necessário algum mal as meninas poderia ser feito, se não colaborassem em entregar o que eles pediam. No entanto, Brick obrigou a si mesmo a proteger a garota pois, não achava cabível a qualquer outra pessoa machuca-la além dele, ficou fixo em sua mente que ela era de certa forma sua pequena obsessão, uma que não sabia exatamente explicar o porquê. Por tal motivo, faria ela provar do leve gosto do ciúme que ele degustou amargamente na noite passada. Mesmo que isso infligisse o seu contrato mental, sobre não envolver seus sentimentos  e desejos em seu local de trabalho.


[...]


"Só irão se a Blossom for!" Ressaltou mais uma vez o professor, par as gêmeas que insistiam incessantemente para que pudessem ir sozinhas, já que cada uma tinha um objetivo próprio em mente. Buttercup queria ir por saber da notícia de um possível racha com uma quantia exorbitante em recompensa para o ganhador, que poderia ajudar nas contas da faculdade, aliviando a carga horária de trabalho da irmã mais velha. Bubbles por outro lado, pensava em encontrar o seu futuro já quase namorado e encontrar suas amigas que há muito não via e por estarem de passagem pelo país. A única que não ganharia com esse evento era a ruiva, que se quer sabia disso.


"E por que leva-lá se ela não gosta?" Perguntou a loira ao pai, emburrada.


"Exatamente por isso!" Voltou a afirmar. Blossom entrara no momento da discussão e logo fora bombardeada pelas duas irmãs, a segurando uma de cada lado de seus braços, falando várias frases rápidas e incompreensíveis. Utonium esfregava a mão na testa impaciente a olhando, logo a ruiva entendera do que se tratava. "Então querida, você irá acompanha-las?"


 




Notas Finais


Oioioi todo mundo... tdb com vcs???? O q
Acharam ? Bem, vou indo até o próximo Cap...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...