História Save me - Capítulo 10


Escrita por: e Mandswtf123

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Araya, Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Deidara, , Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Kabuto, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karui, Kawaki, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matatabi, Mebuki Haruno, Mei, Menma Uzumaki, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Mito Uzumaki, Moegi, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Personagens Originais, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sari, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shinki, Shino Aburame, Shion, Tamaki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yodo
Tags Amizade, Anorexia, Borusara, Bullying, Depressão, Inohima, Inosai, Lgbt, Mitcho, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Sasodei, Sasusaku, Shikatema, Shikayodo, Yuri
Visualizações 58
Palavras 1.797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Dançando na chuva


Fanfic / Fanfiction Save me - Capítulo 10 - Dançando na chuva

( Es que você não sabe uma música que combine com o capítulo e decide colocar só uma frase mesmo kkk) 

Felicidade 

Foi quando ela aceitou sua intensidade 

E tomou banho de chuva

Na própria tempestade 

( Zack Magiezi )  

Mei

Por onde eu começo?  

Hm. . . era Domingo e hoje eu estava prestes a descobrir que ; ou eu era surpreendentemente boa jogando vídeo game,  ou o Hotaka era um péssimo jogador. Mas enfim,  isso não vem ao caso agora. O garoto me convidou a ir na casa dele hoje,  estranhei um pouco mas mesmo assim não recusei. A casa  dele era fela mete muito grande e luxuosa, com um jardim impecável. 

Quando toquei o interfone mal deu 5 segundos para o garoto abrir a porta com a respiração descompensada, como se tivesse corrido horrores, Entretanto,  o sorriso sincero não abandonava seu rosto 

- entra!  Mi casa es tu casa  - ele estava com o cabelo bagunçado, usava Uma blusa cinza de manga comprida na qual ele tinha subir até os cotovelos, calça Jens preta, pulseiras, tênis preto e branco e um colar com pingente de fontes de ouvido preto. Enquanto eu vestia uma blusa amarela de manga comprida ( claro)  com um pequeno desenho de abacaxi, calças jeans azul claro rasgada e All Star brancos

- haha - por dentro a casa era ainda maior!  Na sala existia dois sofás grandes na cor nude, uma pequena mesa de vidro e madeira rústica com um vaso de suculentas decorando - o, uma enorme TV,  um lustre de cristais grande no teto Incrivelmente alto que só acabava no segundo andar e ao lado do sofá uma escada decorada com um longo tapete preto,  a escada rodeava disse toda a sala e ia do terreo até o último andar, o segundo. O quarto de Hotaka era o quarto de um corredor cheio de portas brancas e algumas pinturas. Era muito grande, tinha uma cama de casal  com um lençol preto em cima e travesseiros brancos e azuis, ao lado um criado mudo preto com uma luminária dourada e um dispertador preto e prata, e em frente a cama um daqueles tapetes felpudos super fofos. Uma janela muito grande, que quase chegava a ser uma varanda no lado direito do comodo e do outro lado na cama um pouco mais afastada dela ( já que espaço era o que não faltava)  tinha um escrivaninha, com computador que mais parecia uma TV, controles de vídeo game brancos, alguns nichos a cima dela na parede com uns poucos livros, mangas,CDs uma letra feita de plástico com luzes "H" e em frente a escrivaninha uma cadeira de rodinhas azul e verde escuro. 

Tinha um closet grande e outra porta que eu acreditava dar no banheiro. Uma cadeira estranha e redonda com uma almofada com estala de zebra ao lado de uma guitarra azul, Preta, cinza e branca encostada na parede. 

- e. . . ganhei de novo - falei sorrindo vitoriosa. Jogávamos vídeo game a mais ou menos uma hora e eu já tinha vencido no mínimo três vezes 

- ah. . . Isso é só porque eu te deixei ganhar - ele soltou o controle em cima da cama 

- três vezes? 

- sim, de nada - rimos até uma garota entrar no quarto sem muita cerimónia. Ela era muito bonita, tinha a pele parda, olhos escuros, cabelo Negro e ondulado na altura do ombro, era mais alta que eu e ligeiramente mais que Hotaka. Vestia uma blusa de seda branca, uma saia Jens azul escuro, três brincos na orelha direita e dois na orelha esquerda, colar dourado e simples e pulseiras da mesma cor. - Hotaka você. . . Ah, oi!  Não sábia que tínhamos visitas hoje

- pensei que estivesse fora hoje 

- ehhh eu e a Mirai decidimos vim tomar banho de piscina aqui em casa mesmo  - quando terminou de falar, outra garota apareceu no quarto, deveria ser essa a tal de Mirai, tinha a pele Alva, cabelo preto e muito curto, usava brincos pequenos e dourado, tinha um pinceg preto na boca, vestia uma blusa verde de mangas caídas com um macacão justo camuflado e uma gargantilha prateada.  - hm. . . Oiee

- oi!  - eu e Hotaka ccumprimentamos,  a primeira garota que com certeza era a irmã dele, o puxou para o lado, eu conseguir ouvir a conversa,  embora não tenha entendido uma vírgula 

- ¿ Esta quedando loca? Entren en mi habitacíon como si fuera tuyo - ela sorrio maliciosa, seja que for que ele tenha dito, fezendo a menina entender errado 

- oh lo hice!  ¿ queres quedarte a solas con tu noiva correcta?  Yo entiendo, mi hermanito esta crescendo y lleno de hormanas - Hotaka curou

- NO!  ¡no es eso!  No es mi noiva, solo. . . 

- es una chica muy hermosa, hermanito. cual es el nombre? 

- mei. . . Pero no es mi - a garota o interrompeu de novo 

- si, si, yo conpredo - ela colocou a mão no ombro dele que cobriu o rosto com as mãos - nos não vamos mais pertubar,  vem Mirai - me pergunto sobre o que eles estavam falando, na língua espanhola eles falam tão rápido que eu nunca entendi nada. Perguntei a ele o que tinha acontecido mas ele disse que nada. 

- o que que fazer agora?  - ele me perguntou 

- hm. . . não sei, Já são 18: 30 acho que tenho que ir pra casa - respondi fazendo o garoto desanimar - ohh sério? 

- é. . . 

- espera! Ta chovendo! - olhei pra janela e vi as gotas de chuva escorregar em pelo vidro, ah realmente. Ir pra casa com essa chuva seria um porre, não que ela estivesse muito forte mas de qualquer forma, eu ria ficar encharcada e provavelmente pegaria uma gripe. Mas a contrário de mim, Hotaka parecia bem Alegre 

- Mei já dançou na chuva? 

- o que? 

- item 3 na minha lista - ele saiu do quarto correndo em direção as escadas, eu o segui mas recoei um pouco quando ele abriu a porta da casa e foi lá fora, na chuva - vem.É divertido! 

- hm. . . - agora estava em baixo da chuva, com os cachos molhados e um pouco tímida - nos vamos terminar pegando uma gripe 

- foda se a gripe - ele pegou minhas mãos e começou a girar, como se fodemos crianças, ele era praticamente uma criança. - hahaha 

3 - dançar na chuva

Feito! 

- haha isso é loucura!  - comecei a dançar junto com ele Também, sem me importar se o chão estava molhado e eu poderia cair, sem me importar se minhas roupas estavam encharcadas e minha mãe iria me matar, sem me importar se realmente ia pegar uma gripe por estar brincando aqui não chuva

- loucura?  É esse o nome disse?  Pois eu dispenso sanidade - derrepente me vi tão próxima dele que chegava a assustar, instintivamente Hotaka passou o cresço ao redor na minha cintura. Fechei os olhos e sentir seus lábios nos meus, só isso. Não foi um pouco beijo que se diga "puta merda que beijo" Mas teve sua significância. Com certeza meu rosto parecia um tomate nessa hora. 

Quando nos separamos eu mal conseguia olhar nos seus olhos, encarei os meus pés por um tempo 

- hmm acho melhor a gente entrar agora. . . 

- é. . . 

Tsubaki

Ah não, começou a chuver. Eu e Watari estávamos ( não pense besteira)  andando pela rua, conversando, quando acabamos de sair do Mc Donalds, e sim, eu tenho um saco sem fundo na barriga, me matem, não posso fazer nada se o Watari só dar mais corda a minha fome me dando mais comida. 

Quando começou a chuver, mas não uma chuvinha que você diz "ai que fofa, que chuva romântiquinha" Não, É uma chuva que te arregaça. Corremos até a casa de Watari que era bem perto. Entramos pela clínica, encharcados, até os animais nos olharam assustados. A mãe de Watari, Tamaki eu acho, nos deu toalhas

- oh meu Deus!  Olhem pra vocês!  Parecem dois gatinhos molhados - ela disse alertando as bochechas do garoto. A mulher que devia ter uns trinta e pouco anos, estava com o cabelo castanho claro preso num coque alto, usava uma blusa laranja sem manga e um jaleco. 

- puxa obrigada mãe 

- vou fazer chocolate quente, esperem aí e não deixem Jiwoo sair da gaiola - ela disse apontando para uma arara amarela entanto abrir a portinha da gaiola, quase conseguindo, olha que arara filha da puta 

- ATCHIN - espirrei enquanto tentava secar meu cabelo com a toalha 

- meu Deus você é muito fofa espirrando Tsubaki!  Parece um Esquilinho

- n-nao pareço não!  ATCHIM - Watari riu - parece sim!  Eu poderia ate te morder - ele apertou minhas bochechas, chegando muito perto de mim, perto até demais, sentir meu rosto esquentar e nos aproximarmos cada vez mais, nossos lábios estavam quase encostando um no outro, e por algum motivo eu não queria o afastar, teríamos nos beijado se eu não sentisse algo na minha cabeca

- o que. . . HAAA - a arara filha da puta estava na minha cabeça - sai saí tiraaaaa Watari tira isso na minha cabeça!!!! 

- calma!  Hahaha ela vai cair assim, fica quieta - a arara foi para o braço dele com uma calma impressionante, como se nada tivesse acontecido, e depois entrou em sua gaiola de onde ficou me olhando com uma cara bem plena. Ah arara filha de uma puta. - ddesculpa, ela é uma Ave bem agitada 

- eu notei. . . 

- aqui crianças - senhora temaki nos deu chocolate quente 

- obrigada - enquanto tomava meu chocolate quente vi Watari brincando com um gato malhado, ele era tão fofo. . .  o gato ta gente?  O gato. 

- o que foi? - ele me olhou

- nada!  Você só tem que parar de ser fofo, não consigo ser chata com você assim - brinquei bagunçando seu cabelo molhado, mas no segundo seguinte pensando "cara, merda eu falei? "

- bom saber - o Inuzuka deu um sorriso radiante pra mim, que sorriso do caralho, meu Deus. Acabou de fuder toda o pouco juízo que me restava. Sentir meu rosto queimar, virei o rosto pro lado d comecei a mexer na franja do meu cabelo, tentando me distrair

Tcs

Porque isso tem que ser tão "clichê adolescente"?  

Eu. . . Realmente gosto dele. . . E não me faça repitir isso ok? . . . esse cara fode todo o meu psicológico, mas de uma forma tão viciante que não consigo o afastar. Porque eu gosto dele. . . Eu acho que estou. . .estou apaixonada. . . por ele. . . 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...