História A nova S.H.I.L.D - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Agents of S.H.I.E.L.D., Ashley Benson, Batman, Cameron Dallas, Capitão América, Cara Delevingne, Chord Overstreet, Dominic Sherwood, Emeraude Toubia, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Katherine McNamara, Legends of Tomorrow, Megan Fox, Mulher-Aranha, Novos Titãs (Teen Titans), Orange Is the New Black, Os Vingadores (The Avengers), Prince Royce, S.H.I.E.L.D., Sasha Pieterse, Scarlett Johansson, Shay Mitchell, Sofia Carson, Supergirl, The Flash, Tom Holland, Tyler Blackburn, Zac Efron, Zayn Malik
Personagens Alex Danvers, Alex Vause, Alfred Pennyworth, Anthony "Tony" Stark, Asa Noturna, Barbara Gordon (Batgirl), Barry Allen (Flash), Bart Allen, Bobbi Morse, Bruce Wayne (Batman), Cameron Dallas, Cara Delevingne, Cassie Sandsmark (Moça-Maravilha), Chord Overstreet, Cisco Ramon (Vibro), Clint Barton (Gavião Arqueiro), Coringa (Jack Napier), Detetive Joe West, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Edwin Jarvis, Emeraude Toubia, Estelar, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Galina "Red" Reznikov, Grant Ward, Gwen Stacy, Harleen Frances Quinzel (Harley Quinn / Arlequina), Iris West, James Buchanan "Bucky" Barnes, Jane Foster, Jemma Simmons, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Katherine McNamara, Lauren Jauregui, Lena Luthor, Leo Fitz, Maggie Sawyer, Maria Hill, Mary Jane Watson, May Parker, Melinda May, Mulher-Aranha, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pamela Lillian Isley (Poison Ivy / Hera Venenosa), Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Phillip Coulson, Piper Chapman, Prince Royce, Ravena, Raymond "Ray" Palmer (Átomo), Sam Wilson (Falcão), Sara Lance (Canário Branco), Skye, Steve Rogers, Thor, Timothy "Tim" Drake (Robin), Tyler Blackburn, Visão, Wade Willson (Deadpool), Wally West (Kid Flash), Winslow "Winn" Schott Jr., Zac Efron, Zayn Malik
Tags Orange Is The New Black, Shadownhunters, Supergirl, The Flash, Vingadores
Visualizações 17
Palavras 2.730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - A par de tudo


GUTO POV
Estava no laboratório junto com os outros tentando fazer uma máquina igual a que Will está. E confeço que não esta sendo fácil. Já testamos o capacete em 3 bonecos e estouramos a cabeça dos 3. DESCULPA ATRAPALHAR. MAS AS CÂMERAS DE SEGURANÇA ENCONTRARAM 3 LUZES ESTRANHAS NA CIDADE.
- Que tipo de luz Jarvis? - perguntei
SÃO COMO FLASHS SENHOR. SE MOVEM MUITO RÁPIDO.
- O pessoal da agência já sabe? - Brian perguntou
SIM SENHOR BURTON. SHAY E UMA OUTRA EQUIPE ESTÁ INDO PARA O LOCAL EM QUE ELES FORAM VISTOS.
- Eles? - Sam perguntou
SÃO 3 PESSOAS. QUE CORREM MUITO RÁPIDO.
- Obrigada Jarvis. - Bárbara disse - devemos ir ver o que são Eles?
- Guto, Bárbara fiquem aqui e tentem não matar outro boneco. Vou chamar Timo para ajudar vocês. Brian você vai subir junto comigo, chama o Octavian e o Thomy. - Sam disse e os dois saíram da sala.
- Sua irmã é uma ótima líder- Bárbara disse colocando outro boneco na maca
- Ela é sim. Pena que meu pai não vê da mesma forma. - Disse terminado de recolocar uns fios no lugar - Sam é incrível em todos os sentidos. Menos quando ela da uma de mandona.
- Esse é um dos motivos que meu irmão gosta nela. - Bárbara disse e rimos. - fiquei feliz em saber que alguém quis alguma coisa dela. Só espero que ela não exploda o laboratório da L-Corp.
- Eu também espero isso. - Disse lembrando da primeira vez que minha irmã fez um robô. Ela explodiu metade da casa.

NATASHA POV
- Onde estamos indo? - Pepper perguntou me seguindo
- Encontrar o Thor. - respondi indo para o local onde ele disse. - ele acha que se os agentes da HYDRA nos ver..
- Podem soltar nossos maridos. - Bobby terminou. - o que pra mim não faz sentido.
- Pra mim também não. Por que nos ver? O que será que nossos maridos fizeram aqui? - Jane perguntou
- Nossos maridos? Ou a outra versão deles? - Wanda perguntou apontando para um cartaz, onde todos eles apareciam com uma faixa de procurados.
- Inacreditável como eles se metem em confusão em qualquer lugar. - Disse e achamos no lugar que ele falou - Thor? Estamos aqui.
- Nós também - Ele respondeu e pareceu com... nossos filhos.
- Minha nossa - Jane disse com a mão na boca - eles são cópias fiéis de seus filhos.
- Seus filhos? - A versão 2.0 da Bárbara perguntou - como assim seus filhos? Nós somos seus filhos.
- Não. Não são. - Bobby disse- sinto muito em desapontar vocês, mas não somos suas mães. Tudo que queremos é sair daqui.
- Bom.... Thor disse a verdade de fato. Podem mandar soltar os outros. - Uma mulher morena/ruiva apareceu dando ordens e nossos maridos saíram de um furgão. Corri para os braços do Steve igual a todas as outras. Menos Pepper, ela deu um tapa na cara do Stark. - pelo visto a versão do Stark do outro mundo também é um idiota.
- Lena? - Pepper perguntou e a morena se virou pra ela assustada assim como todos nós.
- Como sabe meu nome?
- Sabendo. Na outra terra eramos colegas de faculdade. - ela respondeu.
- Ah... fico feliz em saber que minha outra versão teve a oportunidade de estudar com você. Bom... vocês de fato contaram a verdade. Te soltamos, agora vocês irão nos ajudar a achar suas versões do mal.
- Prometeram Isso?! - perguntei olhando pro Steve e ele confirmou
- Quem mais seria bom em achar nós, se não nós mesmos?! - Ele perguntou dando de ombro.
- Onde está o Vis? - Wanda perguntou.
- Aqui. - ele respondeu e vimos o Will.
- Will? - todos perguntamos e um outro apareceu ao lado dele.
- Nossa. - Stark disse - isso sim é confuso.
- Quem de vocês é meu? - Lena perguntou e o Will de camisa azul levantou a mão. E o outro veio para nosso lado. - ótimo. O que aconteceu com você?
- Como assim o que aconteceu comigo? - "nosso" Will respondeu. - eu só entrei no escritório do papai e a cadeira me pegou. Aí eu vim parar aqui. - ele respondeu.
- Então...se você veio parar aqui... - comecei - o visão foi pra lá?
- E como é que eu vou saber. - ele respondeu. - mas eu só sei que... que... estamos... - e começou a falhar... espera. Falhar?
- Will? - Wanda foi até ele assim como eu - o que está acontecendo? Vocês estão o Que?!
- Estamos - ele começou e segurou em nossas mãos. - tentando... t-trazer v-vocês de v-volta. - ele disse e desmaiou. Em questão de segundos ele se transforma no visão de novo.


THOMY POV
- WILL!!! WILL!!! - Comecei a correr de volta para a enfermaria assim que escutei o grito dele. Jason começou a me arrastar para a fora sala - Me solta!! WILL!!
- Thomy se acalma. - ele disse ainda me segurando.
- Não. Ele vai morrer. Me solta - tentei sair dos braços dele e senti outra mão me segurar. Era July.
- Ele não vai morrer. A ligação está acabando. - ela disse e eu me acalmei. Jemma e Guto estavam ao lado dele. Aos poucos fui me acalmando e entrei na sala. Os batimentos dele ainda estavam acelerados. Mas já estava voltando ao normal. - acho melhor Thomy ficar aqui Sam. Will vai querer ver ele primeiro. - July disse com as mãos em meu ombro.
- Você tem razão. Jason vem com a gente. - Sam respondeu
- Eu posso ir junto? - Dayse perguntou levantando a mão. - não aguento mais ficar aqui dentro.
- Chama seu namorado e vamos. - Ela disse e saíram da sala. Depois de um tempo Will já estava calmo, Jemma saiu da sala e colocou a mão no meu ombro em forma de apoio, deu um sorriso fraco e saiu.
- Fica - pedi sentindo July sair da sala - por favor. - Disse e ela deu meia volta.

DAYSE POV
Finalmente estava saindo desse muquifo. Confeço que sentia falta e tudo mais. Mas a cada dia que passa o clima fica mais tenso.
- Você está bem? - Lincoln perguntou colocando a mão na minha perna. - parece preocupada.
- Eu estou bem. Mas também preocupada. Só de olhar eles eu sinto a agonia deles em relação aos pais. Eles tinham uma vida fora daqui. E da noite pro dia estão enfiados em um esconderijo proibido com pessoas que foram ditas como mortas atrás dos pais deles que estão no espaço. - Disse e olhamos eles que estavam na parte da frente do Quinjet.
- Mesmo pela pouca idade, parecem que eles sabem lidar com a situação. - Lincoln disse - da pra ver a preocupação em seus rostos. Mas parece que eles sabem o que estão fazendo. Parece que eles já previam isso.
- Vai por mim - Brian falou - Não previamos. E não fazemos a mínima ideia do que está acontecendo. Toda vez que chegamos perto de encontrar uma forma de achar nossos pais, aparece um contratempo. - ele falou levantando a mão para onde um grupo de agentes estavam. Sam pousou o Quinjet e descemos. Alguns ficaram surpresos em me ver. Como se estivessem vendo uma miragem.
- E Então? - ela perguntou - o que são Eles?
- Eles não querem sair - a loira que esqueci o nome respondeu - já tentamos de tudo.
- Já tentaram invadir? - perguntei e ela negou
- Só podemos invadir se eles causarem algum mal para nós ou para a cidade. Mas eles não fizeram nada. - a morena respondeu - se você quiser tentar falar com eles. - ela me entregou o megafone.
- E o que eu digo? - perguntei
- Diga que queremos conversar com eles. Que não vamos atacar se eles não atacarem. - Sam disse. Liguei o megafone e fui para frente dos carros
- QUEM QUER QUE SEJAM! NÃO VAMOS FAZER NADA COM VOCÊS. PROMETEMOS. SÓ QUEREMOS SABER QUEM SÃO.
- VÃO EMBORA - um deles gritou - VOCÊS VÃO INVADIR ESSE LUGAR DE QUALQUER FORMA. VÃO EMBORA.
- OLHA SÓ, ESTAMOS TENTADO NAO FAZER ISSO! - Sam começou a falar nervosa - MAS SUA IMPLICÂNCIA NÃO ESTÁ AJUDANDO. ENTÃO SAI LOGO DAÍ ANTES QUE ACONTEÇA ALGO MUITO PIOR.
- O que seria muito pior que invadir? - Lincoln perguntou.
- Eu não sei. Eu só falei. - ela respondeu dando de ombros - VOCÊS TÊM 3 MINUTOS. ASSIM QUE O TEMPO ACABAR VAMOS ENTRAR. - ela respirou fundo. Ficamos quietos por 2 minutos e meio. A morena pediu para a equipe se preparar para entrar e assim que chegamos perto da porta dois rapazes aparecem com as mãos pra cima.
- Calma. Tudo bem. Nos tendemos. - um cara com roupa vermelha disse. - mas nossa amiga está muito machucada. Precisamos de ajuda com ela. - Sam mandou a equipe de resgate e o rapaz que estava de roupa amarela foi junto.
- Lincoln vai você também. Acho que ela vai precisar de um médico. - Sam disse e ele entrou.
- E então ligeirinho. Quem é você? - Brian perguntou
- De onde eu venho, todos me chamam de Flash. Mas meu nome mesmo é Barry Allen. - ele respondeu tirando a marcará e mostrando um rosto todo machucado.
- O que aconteceu com vocês? - perguntei.
- Bom. Eu também não sei. - ele disse sentando no chão. - Uma hora estava em casa, daí recebi um chamado da polícia. Assim que cheguei no local tinha um buraco enorme no céu. E eu junto com os outros dois velocistas - fez sinal com a cabeça para os outros dois que estavam saindo - fomos até ele para ver.
- E assim que chegamos perto fomos sugados por ele. - o de amarelo terminou
- E vieram parar aqui. - conclui e os 3 confirmaram.
- Será que esse buraco tem algo a ver com nossos pais? - Jason perguntou olhando pra Sam que estava muito... estranha.
- Com seus pais? - O de amarelo perguntou - desculpa. Eu me chamo Olly West. Ou então KidFlash.
- Nossos pais fizeram uma burrada. - Octavian respondeu - uma bem grande.
- Que tipo de burrada? - a menina perguntou - Jessy. Muito prazer.
- Eles foram pro espaço - Disse
- E se perderam em um mundo paralelo ao nosso. - Brian começou - E nesse mundo paralelo a versão 2.0 dos nossos pais são maus. E nossas mães morreram. Todos nós trabalhamos pra Hydra e a Sam é lésbica.
- O QUE?! - Sam berrou assustada e tirou o telefone da mão do Brian - quem te contou isso?!
- Thomy mandou por mensagem. Will contou o que aconteceu lá. - Jason respondeu também olhando o celular. - além do mais Will disse que nossos pais originais estão atrás da versão 2.0.
- Eu sou lésbica?! - Sam perguntou incrédula - Jura?! Meu Deus. - ela disse e entrou no Quinjet. Fui correndo atrás dela e a encontrei sentada em um canto.
- É tão ruim a ideia de ser lésbica em um mundo paralelo? - perguntei me sentando ao lado dela
- Não. - ela respondeu - quer dizer. Eu sei lá. Mas não é só isso.
- É o que então? - A menina loira perguntou se juntando a nós.
- Ontem a noite eu fiquei lendo uns arquivos antigos da SHILD. E em um deles estava escrito a respeito de algo chamado multiverso.
- O que seria isso? - perguntei. Ela saiu do Quinjet puxando nós duas e se dirigiu a uma área onde tinha uma areia no chão e começou a desenhar vários círculos.
- Imaginem que essa aqui, é a Terra onde vivemos. - ela foi lá e escreveu o número 1 dentro do primeiro círculo. - além dela, existem outras. - assim ela foi escrevendo vários números nas outras. - E em cada uma delas existe, já existiu ou ainda vai existir uma cópia nossa. Ou seja. Na terra 1 eu tenho 19 anos. Na 2 eu posso ter sei lá.... 25, na 4 eu já posso ter morrido e na 7 eu ainda não nasci.
- E talvez na 5 e 6 você nunca tenha existido. - Barry disse chegando perto. - e em cada uma dessas sua ou nossa personalidade são diferentes. Aqui vocês podem ser os mocinhos. Em outra ter super poderes, na outra são maus e em outra sei lá.... Tem profissões variadas. Padeiro, professora. Estou viajando pelo multiverso a um tempo. E odiei a experiência de me encontrar o tempo todo.
- Digamos que eu tenha entendido. - comecei - você acha que nesse lugar onde seus pais estão. Eles talvez estejam com seus clones do mal?
- Acho que sim. Olha só o que o Will falou. Trabalhamos na Hydra. Claro que somos maus. - Ela respondeu
- E como fazemos para ir até lá? - a loira perguntou se virando pro Barry
- Bom. Todas elas vibram de uma frequência diferente. Você tem que atingir a velocidade certa pra poder pular entre uma terra e outra. Ou então abrir um portal. - ele respondeu
- Temos um portal. - Disse - só não sabemos como ele abre. Mas temos um.
- Vamos logo. - Sam disse - já passou da hora de termos conseguido abrir aquela coisa. - sendo assim voltamos para a agência. Barry e os outros ficaram com a loira e a morena, mais tarde eles iam descer pro esconderijo. Lincoln ficou eles, a tal Jesy ainda precisava de um médico. Dos 3 ela era a que estava mais machucada. Assim que chegamos fomos direto para onde o portal estava. Brian e Octavian foram montar o portal junto com Fitz e Mac. Sam e Guto foram resolver algo relacionado aos pais, assim como Bárbara e Timo. E o restante ficou tentando decifrar os códigos dos livros. Estava andando pela base e acabei parando onde a cama onde Ward estava. Fiquei um tempo olhando até ver Colson na porta
- as vezes eu venho aqui também. Ele me faz lembrar tudo que perdemos.
- Temos uma chance nova agora Colson. Voltamos a vida. Podemos começar ou recomeçar.
- Esse é o problema Sky...Dayse. Eu não acho que pertenço a Shild. Ela mudou. Não é mais a mesma.
- Tudo aqui mudou. - May disse entrando na sala - as pessoas, as missões, os equipamentos. Se queremos ficar, temos que nos adaptar. Eu não sei vocês, mas eu adorei esses garotos. Eles podem ter pouca idade, mas eles sabem lidar com as coisas de uma maneira diferente.
- Mas eles também tem medo. - Disse - hoje quando estava com eles, vi o medo nos olhos deles. Eles têm medo de não verem os pais de novo. E quando Brian falou concluiu meu pensamento foi aí que vi que temos que ajudar eles.
- O que Brian falou? - May perguntou
- Ele disse que eles não fazem a menor ideia do que aconteceu. Essa coisa dos pais caiu como uma bomba pra eles. Eles estão perdidos. - falei.
- Estamos mais que perdidos. - Guto falou entrando na sala - Não fomos criados pra isso. Fomos. Bom.... nem fomos criados direito. Digo isso mais por mim, minha irmã, Timo e Bárbara. Nossos pais estão 24 horas por dia fora de casa. Nunca falavam nada relacionado com as missões. Quando soubemos que eles desapareceram ficamos uns 2 dias sem saber o que fazer. Nossa luz foi vocês. E ainda são. Então concordo com a Dayse de vocês serem nossos mentores.
- Escutou o que eu disse?!
- A escuta está ligada. Todo mundo escutou. - Thomy disse parado na porta
- Nós precisamos da ajuda de vocês. Não somos da SHILD. - July disse - Não sabemos como nada disso funciona. - olhamos todos para o Colson e ele respirou fundo e olhou pros meninos
- Conseguem me por a par de tudo o que aconteceu? - todos confirmaram com a cabeça - ótimo. Vamos lá então.


Notas Finais


Confeço que demorei. Mas está Aí!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...