História A Nova Sonserina - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Supernatural, The Originals, The Vampire Diaries
Visualizações 142
Palavras 953
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 25 - Bebida


       POV. Autora


 O dia amanheceu frio e chuvoso fazendo com que as árvores da floresta que ficavam ao redor da casa de Sirius Black se movessem em uma espécie de dança calma mas nem por isso menos destrutiva. 

 O pai de Alex se encontrava sentado em sua luxuosa poltrona  de couro bebericando de um copo de whisky enquanto sua filha dormia tranquilamente em seu quarto após uma longa noite de conversa entre os dois.

 Black estava tão concentrado em seus próprios pensamento que acabou não notando o som de passos descendo as enormes escadas de sua casa. Alex havia acabo de acordar e nem mesmo se deu ao trabalho de se trocar e simplesmente desceu para tomar seu café da manhã. 

Pai e filha odiavam quando chovia, ambos tinham um espírito livre e somente a sensação de estar preso os deixavam inquietos e afastados do restante dos bruxos. Nos tempos em que Sirius esteve preso em azkaban beirou a loucura e a única coisa que foi capaz de manter sua sanidade em um ambiente como aquele foi a esperança de um dia reencontrar sua filha e agora ela estava bem ao seu lado.


- Bom dia pai - ao ouvir a voz da luz de sua vida um enorme sorriso surgiu em seu rosto.


- Bom dia minha querida - era perceptível a empolgação e alegria através dessas palavras.


- Dormiu bem? - ainda era estranho para a garota ter o pai biológico por perto mas nem por isso ela deixava de se preocupar.


- Não muito - uma das qualidades das quais Sirius se orgulhava de ter era a sinceridade.


- Porquê?  - Alex agora o encarava e seu semblante denunciava sua preocupação excessiva.


- Acabei bebendo demais e não comi quase nada ontem - comentou dando os ombros e quando foi levar o copo de whisky mais uma vez a boca sentiu mãos pequenas o impedindo de continuar.


- Qual o seu problema? Ta com ressaca mas continua bebendo? - a jovem bruxa em nada se parecia com a garota despreocupada que transparecia agora sua face era dominada por uma expressão séria.


- Eu sou o adulto por aqui e sei muito bem o que faço - Black disse enquanto novamente pegava o copo que sua filha havia colocado afastado do mesmo.


- Você não vai beber isso - com um aceno de varinha tanto o copo quanto a garrafa rapidamente desapareceram. 


- CHEGA - pela primeira vez desde que se conheceram Sirius elevou a voz com sua filha e isso a deixou magoada - EU DECIDO O QUE É CERTO OU ERRADO. VÁ AGORA PARA SEU QUARTO - o efeito do álcool começava a se manifestar em seu organismo.


- Ótimo quer beber? Então beba - Alex pegou sua varinha e uma enorme variedade de bebidas alcoólicas surgiu na mesa - Eu realmente pensei que passar um tempo com meu pai poderia ser algo bom mas pelo visto estou bem enganada. Quando perceber que só quero seu bem e que me preocupo de verdade pode ser tarde demais - lágrimas saiam de seus olhos.


- Eu não preciso que se preocupe comigo - mais tarde essas palavras iriam o atormentar como nada nunca foi capaz de fazê-lo. 


- Eu vim até aqui para ficar e cuidar de você - a voz da garota estava embargada e falhava em alguns momentos.


- EU NÃO PEDI PARA VOCÊ FICAR AQUI - quando terminou de falar e viu a face de sua menininha tomada pela dor tentou voltar atrás - Alex - chamou mas já era tarde.


 Quando Sirius Black viu sua filha subir as escadas com lágrimas nos olhos ele sentiu o peso das palavras que a pouco tempo ouviu. Alex era a única pessoa que demonstrou se preocupar e o pior de tudo era saber que errou em elevar a voz a sua princesa.

 Sua idéia inicial era subir imediatamente as escadas e correr e pedir perdão mas ele sabia que ambos precisavam de um tempo para refrescar seus pensamentos e com isso se deixou levar pelo sono.


*   *   *   *   *   *   *   *   *   *   *   *


 Quando abriu os olhos não se ouvia absolutamente nada em sua casa, o único som era o de sua respiração.  Buscou em seu armário uma poção para aliviar suas dores de cabeça e quando a bebeu o efeitou foi imediato.


- Alex? Filha? - chamou mas em.nenhum momento obteve resposta.


 O primeira coisa que sua mente foi capaz de pensar foi que sua herdeira estava magoada e o ignorando assim como o maioria dos adolescentes dessa idade. Mas ao abrir a porta de seu quarto a única coisa que encontrou foi uma carta em cima da cama onde sua filha dormia.


 Querido Black


 Sinto muito se minha estadia em sua casa não o agradou. Minha intenção era apenas o conhecer melhor.  Escrevi essa carta enquanto estava dormindo e certamente quando a abrir já estarei longe o bastante.

 Não se preocupe não irei lhe incomodar com meus problemas.  Considere-se livre de suas responsabilidades como meu pai.


                  Com amor Alex


Ps: Foi bom te conhecer. Não o culpo por não me querer aqui, aparentemente não sou boa o bastante para ninguém. 


 Ao terminar de ler a carta o desespero tomou conta de seu coração e lágrimas grossas escorriam pelo seu rosto. Arrependimento,  raiva de si mesmo eram alguns dos sentimentos conturbados que ele sentia no momento.

 Por um estúpido vicio idiota ele perdeu a única pessoas que fazia seus dias mais felizes. Por sua culpa a jóia de seus olhoa havia sumido e ele nem sabia por onde procupar.


- Eu vou te achar querida e se for preciso implorar seu perdão - o bruxo se levantou decidido a encontrar sua filha e a trazer de volta para casa.




Notas Finais


Me desculpem se encontrarem algum erro de ortografia. Bom final de semana para todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...