1. Spirit Fanfics >
  2. A Nova Vizinha >
  3. Colégio

História A Nova Vizinha - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Colégio


Quinta feira era aula de Educação Física, tomo um banho antes de ir para outra aula, termino o que estava fazendo e saio do banheiro. Ando pouco de devagar, estava sentindo dor no corpo porque aula hoje foi bem pesada. Olhei para o pátio e encontro a Rosé sentada no banco me esperando para ir para próxima aula, sento no banco com um pouco de dificuldade perto dela.

- Nossa,  Jennie te deixou desse jeito, pelo visto eu vou tem que arrumar uma cadeira de roda pra você .– Diz rindo da minha cara.

- Já começou a implicância cedo né, Flor do dia. – Falei encostando meu corpo para trás apoiando minhas costas no banco.

- Sabe que te amo minha vassourinha. – Rosé diz apertando minhas bochechas fazendo biquinho.

- Aliás, eu fico feliz que deu tudo certo entre vocês duas, viu eu falei pra você, para de ser insegura. Você já se olhou no espelho?

- Já muitas vezes. – Disse olhando para ela.

- Então você tem que prestar atenção mais em você, fica na frente do espelho e fala,  “Sou  toda natural, bonita pra caramba!" –  Rosé fala abrindo os braços, coloquei  mão boca para segurar riso.

- Não vou nem zoar, vai que é doença. – Disse Nayeon passando perto da gente parando no local olhando para Rosé.

- Nayeon caiu ai. – Fala a Rosé apontando para o chão.

- Onde? O que caiu? – Respondeu Nayeon  olhando para o chão.

- Os seus dentes de coelho! – Rosé diz dando um sorrisinho de debochado.

- Vocês duas se merecem, daqui pouco estão se pegando dentro banheiro. Aproveita que dar tempo antes da aula começar. – Disse olhando para o relógio.

- Lalisa falando isso de mim? Eu nunca na minha vida peguei alguém dentro do banheiro, eu não faço essas coisas não. – Disse Rosé se sentindo magoada colocando mão no peito.

- Eu te conheço muito bem, dona Rosé!– Respondi olhando para ela com os olhos cerrados com os braços cruzados.

- Se eu estiver mentindo Deus pode tirar a minha voz agora! -  Rosé continua falando mas não sai o som da sua voz , eu e Nayeon começamos a rir da palhaçada da Rosé.

Sinal toca, eu meu levantei ficando de frente para meninas, olhei para as meninas estavam com carinhas tristes porque eram dois tempos de Matemática.

- Odeio essa aula. – Disse Nayeon revirando os olhos.

- Nós também, então vamos senão a gente vai chegar atrasada. – Disse colocando minha mão no ombro da Nayeon e minha outra mão  no ombro da Rosé.

 

 

Pov Kai

- Ainda eu não engoli essa historia de Jisoo me contou, de fazer uma surpresa para tal ‘amiga’, ainda não me convenceu dessa historinha, sendo que a única amiga dela sempre foi Jennie.  – Falei e logo depois engolir  whisky sentindo o meu corpo ficar um pouco quente.

- Eu também acho que elas estão de segredinho entre elas. – Responder meu segurança parado na porta  me olhando.

- Será que elas são capaz de fazer isso comigo? Depois de tudo que aconteceu principalmente a Jennie. – Disse pegando a garrafa colocando mais bebida no meu copo.

- Aposto que sim chefe, aquelas duas vadiazinhas estão mentindo para o senhor. – Falou voz firme.

- Se quiser eu posso verificar para senhor! – Disse homem parado igual uma estatua.

- Então eu quero que você faça, e se eu souber que Jennie está se esfregando com alguém, eu quero que você traga para mim.  Quero olhar nos olhos dessa pessoa enquanto eu torturo lentamente arrancando cada pedaço da sua pele. – Disse dando um sorriso perverso enquanto eu imagino na minha cabeça.

- Com prazer chefe!

- Jennie é minha, totalmente minha. Ela não vai ser mais de ninguém! – Falo colocando a bebida novamente na minha boca. – E ninguém entrará no meu lugar!   

 


Notas Finais


Olá! Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...